# # #

Meu filho Yago

1555 palavras | 15 |4.64
Por

Conto longo sem sexo de nenhuma espécie. Esse conto terá continuação.Telegram: Storyteller

Meu nome é João 34 anos, advogado moro em SP.Meu moleque tem Yago tem 9 anos, e é muito esperto. Sempre curti esportes e exercícios e o moleque é igual, louco com futebol.Moramos em uma cobertura de um condômino com vários blocos de apartamento.La é um apto por andar com cobertura que por padrão tem piscina,área de churrasqueira e tem e a mureta é feita de vidro reforçado, apesar de forte é completamente transparente dando para ver tudo na cobertura do bloco de apto vizinhos. Nosso bloco é o penúltimo, no último bloco temos um vizinho bastante desagradável.Muito se falava dele mas pouco se sabia, eu sei que ele ia na academia do condomínio seis vezes por semana ele não era tô tipo marombeiro ele era musculoso mas sem exageros exageros 1,75 de altura branco, olhos pretos assim como o cabelo quercortado em forma de moicano, não muito alto mas com as laterais bem raspadas, barba por fazer e um braço fechado com uma tatuagem, 25 anos,boatos que era bancado pelo pai, fazia festa de sexta a domingo, sempre com som alto, mulheres e muitas garrafas de bebidas.Eu ficava puto quando o som do cara não me deixava dormir, mas fora isso foda-se só sei que ele incomodava muita gente.Minha esposa era uma que dizia sempre que não queria o Yago perto dele que era má influência e o caralho.Eu nunca liguei para essas coisas mas ela quase morreu quando o moleque disse no jantar que queria cortar moicano.Eu imaginei que ele devia ter visto o cara nas áreas comuns do condomínio.Veio uma onda muito forte de calor e o Yago gostava de ficar no terraço jogando bola.Reparei que depois da aula ele tinha tipo um ritual, e subia sempre no mesmo horário pra jogar bola e depois geralmente no mesmo horário descia. Ele era baderneiro, então não tinha horário para nada, o que chamou mais ainda a minha atenção foi que durante dois dias ele não levou a bola, suspeitei que ele estava entrando na piscina com 9 anos ele não está autorizado a entrar sozinho. Fui na espreita pra pegar ele no pulo e me surpreendi ao ver ele conversando com o vizinho.Comprimentei com um aceno seco de cabeça, e parece que eu acabei com o assunto porque pouco depois o vizinho entrou.Fui conversar com meu filho e ele disse que eles já conversavam a uma semana e que o Ryan era muito legal, o moleque me contou que eles falavam de futebol, videogame e corte de cabelo.O Yago comentou na hora do jantar que ele era amigo do vizinho e minha esposa deu um esporro, depois ela veio falar comigo que eu deveria me esconder para ouvir a conversa dos dois. Inicialmente eu disse que não, mas fiquei encucado depois, a única maneira de ouvi-los seria me esconder entre a churrasqueira e a mureta em uma espaço minúsculo. Chegava a ser ridículo tipo brincadeira de criança mas me convenci a fazer porque ninguém precisaria saber. Pouco antes do horário que o Yago subia eu fui até lá eu me escondi. O Yago chegou, sentou e ficou esperando.Pouco depois o Ryan chegou e ele ficou em pé na mureta, os blocos eram próximos então dava para conversar de boa. A conversa era inocente nada fora dos tópicos que o meu filho havia me dito.No meio da conversa o Ryan se sentou e começou a tirar os sapatos, as meias, isso tudo conversando e virado de frente pro moleque.Percebi que o Yago ficou meio inquieto mas não desviou o olho. Ryan prosseguiu com a conversa tirou a camisa e mostrou o peitoral definido e ombro largo, mudou o assunto pro calor. E o Yago só concordava com a cabeça, ele se levantou chegou perto da mureta e falou algumas coisas e em seguida começou a tirar a calça, ele ficou só com uma cueca branca box bem apertada que marcava o caralho direitinho, nessa hora vi que o Yago colocou a mão na parte de frente do short como se mexesse no pau por cima da roupa.Ryan se espreguiçou e em seguida se encostou na mureta pressionando disfarçadamente o pau no vidro.Ele então se afastou tirou a cueca abriu a ducha e começou a tomar banho, sempre conversando com o Yago.Meu filho não olhou para o lado em nenhum um momento ficou vidrado no Ryan o tempo todo.O banho parecia mais uma exibição. O cara era rato de academia com músculos bem desenvolvidos sem serem rasgados.Nem muito magro nem muito parrudo, a barriga definidaça e o peitoral também.Ele se banhava passando a mão pelo corpo sem pudor e sem preocupar em cobrir a rola em nenhum momento, ele se virou e a bunda dele era bem redonda e definida carnuda os músculos da perna e das costas bem definidos.Depois ele se virou se novo e começou a lavar a saco.Passava a mão entre as pernas, massageava o saco, depois pegou o corpo do pau levantou e deixou cair água. Chegou a bater o pau na mão dias vezes e ele fez um barulho alto e molhado . Quando ele terminou e deixou o pau quieto ele já estava meia bomba, ele desligou a ducha. Pegou a toalha secou o moicano, encostou na mureta peladão ficou conversando com o moleque sempre assuntos aleatórios nunca nada sexual, se despediu colocou a toalha no ombro e foi embora exibindo sua bunda redonda e empinada enquanto voltava pra casa, assim que ele entrou o Yago ajeitou o pau na bermuda, dava para ver que ele estava duro, e entrou.Eu esperei um tempo e sai também.Naquela noite minha esposa me perguntou e como nem eu sabia direito o que pensar disse que estava ok.Naquela semana voltei lá duas vezes e o ritual foi o mesmo.Eu não sabia o que fazer se falava com o cara, se falava com o moleque mas deixar isso acontecendo não podia.Resolvi fazer assim em um dia esperei ele chegar e cheguei lá inventado alguma coisa pra falar com o Yago.Ele ainda estava vestido e agiu normal, mas foi embora pouco depois que eu cheguei igual a primeira vez. Eu queria constrange-lo então esperei o Yago subir no dia seguinte dei um tempo e chamei ele , ele veio de cara muito fechada e eu mandei ele ir tomar banho.Em seguida subi de novo Ryan estava lá pelado tomando banho.
– Porra cara que isso? – disse nervoso
– Banho ué. – ele disse como se fosse a coisa mais óbvia do mundo.
– Mano, você sabe que eu tenho filho e esposa né? Já pensou se um deles sobe aqui e te vê assim ?
– Tenho certeza que não tem nada aqui que eles já não viram.
– Cara você é folgado.Não só obrigado a ver rola. – eu já estava puto.
– Para de olhar então.To achando que você está curtindo. – ele disse isso e deu uma gargalhada.Em nenhum momento da nossa conversa ele se preocupou em se cobrir sempre virado de frente para mim. Eu fiquei mudo de raiva e depois que ele terminou a gargalhada desligou o chuveiro e foi pelado e molhado para dentro de casa. Ombros para trás peito estufado e andando devagar. Proibi o Yago de ir lá em cima, mesmo com ele pedindo todo dia.Eu fiquei puto com a folga do cara queria uma desculpa para encher ele de porrada então resolvi criar uma que justificaria minhas atitudes sem eu precisar ter problemas no condomínio.Minha esposa estava fora noite de quinta feira, pouco antes do horário que o Yago costumava subir eu subi lá com ele pra jogarmos bola.Passado uns 20 minutos o Ryan chegou meu filho foi correndo conversar com ele, ele começou a tirar a roupa e ficou pelado na nossa frente. Eu virei para ele e gritei:
-Porra você vai fazer essa putaria denovo?! Tá caçando confusão. – pra minha surpresa meu filho interviu.
-Calma pai, tá tranquilo igual no clube.
Eu fiquei sem reação estava querendo proteger o moleque mas ele mesmo não estava com maldade.Eles ficaram conversando e o ritual do Ryan não mudou ele fez questão de se exibir mais, em um momento agachou e o pinto pendeu entre as pernas.Eu fiquei em um dilema até porque eu mesmo já tinha colocado o moleque em uma situação de ver outros caras pelados, e eu fiquei lá ouvindo a conversa.Dessa vez Ryan não se secou com a toalha ficou lá ao ar livre. E depois entrou pelado, sem se preocupar comigo.Aquela tinha sido a última vez proibi o Yago de ficar lá em cima.Depois de umas três semanas desse fato minha esposa chega em casa com uma ducha pra instalar no terraço.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,64 de 22 votos)

Por # # #

15 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Miguel

    Telegram : @miguel55_b

  • Responder Msth

    Tegran errado mano chama la @ ruanzit88

    • Miguel

      Me chama no telegram @miguel55_b

    • GT

      Também não achei o telegram

  • Responder jhoo

    nem teu filho te respeita corninho, eita

  • Responder Anônimo

    Oi me chamem no telegrama
    @Limafelipe

  • Responder Arthur

    Que merda heim…

    • jorge

      telegram errado chama @jorgin17

  • Responder Dourado G

    Não encontrei o Instagram

  • Responder Caraloko

    Rapas sua mulher queria dar para o cara mas o filho atrapalhava, então ela armou tudo isso para você proibir o muleque, e ela poder trepar com o cara, é meu amigo você é corno, e pelo jeito o cara vai passar a rola em você e no muleque.

  • Responder Vantuil OB

    Acho que tu vai virar corno

  • Responder Claudio

    O pai é mais viado que o filho

  • Responder [email protected]

    Continue

  • Responder Carlos

    Ouviu falar em parágrafos??

    • Gatrenp

      Bom conto
      Telegram maximo