# # #

Abusado pelo titio

870 palavras | 17 |4.18
Por

O relato é verídico e aconteceu quando eu tinha 7 anos. O meu titio safado me tornou um pervertido.

Minha família sempre foi muito unida, sempre estive em contato com primos e tios, dormia na casa deles e com muita liberdade. Mimado por ser o primeiro filho, não sabia fazer muitas coisas sozinho, e uma dessas era usar o banheiro, mesmo com 7 anos de idade. Meus pais saiam para trabalhar e minha mãe me deixava na casa da minha avó na parte da tarde.

A casa da minha vó era grande, no segundo andar, a escada ficava escondida pelo muro, enquanto na parte de baixo era aberto, com um grande espaço para a garagem e um quartinho velho onde meu tio guardava as ferramentas.

Meu tio é um moreno bonito, com seus quarenta anos na época, tinha o corpo torneado, e mesmo que fosse baixinho, sua fama de pegador corria pela vizinhança. Já foi casado, e tinha duas filhas de vinte anos, separado da mãe delas, morava com a minha avó, mas isso não o impedia de sair para as farras e dormir fora.

Um dia, fui ao banheiro e comecei a chamar minha avó para ajudar a me limpar, eu gritava no banheiro chamando por ajuda, e ninguém vinha me atender. Sem pensar em nada, sai do banheiro completamente nu, com meu pequeno corpinho de criança completamente exposto, parei na porta da entrada da casa, e da escada, voltei a chamar minha avó.

Alguns minutos depois, para a minha surpresa, quem apareceu sorrindo foi meu tio, mas eu lembro exatamente do momento em que ele travou, e seu olhar percorreu com desejo meu corpo.

– O que está fazendo pelado aqui fora garoto? – Ele se aproximou, subindo os últimos degraus e com a respiração irregular.

– Eu estava chamando a vovó, mas ela não está me ouvindo! Chama ela pra me limpar!

Meu tio se aproximou e tocou minha cintura, com os olhos vidrados em meu pintinho mole e pequeno.

– Sua avó não vai vir não…

– Não ? – Perguntei sem entender.

– Não… – Ele suspirou e deslizou com os dedos para a virilha. – Ela está ocupada ajudando a vizinha, pediu para eu vir aqui ver o que você quer!

– Eu quero me limpar tio!

– Humm.. – E pela primeira vez, senti um toque diferente em meu pintinho. Meu tio acariciava meu saco com as mãos quentes, e fazia movimentos em meu pinto para cima e para baixo, não demorou para que ele ficasse duro. – O tio vai ajudar, mas você não pode contar para ninguém, está bem?

– Tá…

– Vai ser nosso segredo, promete? – Ele me encarou e beijou minha bochecha, enquanto mantinha o vai e vem tão gostoso. – Promete para o tio que não vai falar nada para ninguém?

– Prometo… – trêmulo, eu respondi incerto. Nunca tinha sentido aqueles toques antes, e quando meu tio envolveu sua boca no meu pintinho eu não consegui me segurar em pé. – Isso é bom tio… – Respondi devagar, enquanto me segurava nas paredes.

Meu tio parou os movimentos com a boca e sorriu. – Agora vem que o tio vai te limpar… – Ele segurou na minha mão e passou do meu lado.

Ao passar por mim, pude ver um grande volume em sua bermuda Tactel, e só depois de um tempo que eu descobri que ele sempre usava aquelas bermudas sem cueca, e entender o que era aquele grande volume pontudo.

Entramos no banheiro e meu tio trancou a porta. – Vitinho, coloca os braços na tampa do vaso e mostra o bumbum pro tio poder limpar… – Fiz o que ele pediu, sem maldade nenhuma. Muitas vezes minha vó e minha mãe apenas sentavam no vaso e me mandavam ficar apoiado na perna delas, mas como o meu pai sempre pedia o que meu tio pediu hoje, eu achei que seria normal.

Senti os carinhos na minha bunda, até que meu tio começou a passar o papel, quando ele acabou, deu um tapinha no meu bumbum e sorriu para mim. – Está limpinho Vitor, pode ir lá brincar! – Ele sorriu para mim e eu fui saindo do banheiro, virei para trás e vi aquele volume pontudo em sua bermuda.

– Vai ficar aí tio? – Perguntei com inocência, mas admirando aquela coisa grande.

Ele sorriu para mim, apertou o volume e respondeu grave. – O tio precisa fazer uma coisa antes… – Eu concordei e saí, mas antes de fechar a porta sua voz me atraiu. – Vitor, não conta para ninguém tá? É o nosso segredo!

– Tá bem tio! – Eu sorri e corri para sala para voltar a brincar. Achei estranho porque meu tio demorava tanto e voltei para perto da porta do banheiro, escutei um barulho engraçado de algo molhado, mas quando ouvi o barulho do portão corri novamente para a sala.

#O conto não possui riqueza de detalhes no momento pois tento resgatar da memória os acontecimentos, possivelmente eu irei acrescentar detalhes que não aconteceram para ficar mais real. Espero que gostem e querem parte 2?

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,18 de 28 votos)

Por # # #

17 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Efuardo Souza

    Tenho um filho de 8 anos e já está namorando com um amigo meu que tem 27. Eu descobri tudo e depois de tanto analisar compreendi que não posso interferir no amor deles dois.

    • Leitorjjj

      Conta pra gente!!

  • Responder Er

    Parte 2 …. 3

  • Responder Chupeta 123

    Quem curte baby deixa o telegram

    • .gt

      @leh1218

    • Chaos

      @Chaos_JL

  • Responder Lucas

    Queria sentar um de 7 na minha pica

    • A

      Bom ne

    • pedro

      que delícia! como podemos conversar mais?

  • Responder Preza

    Anônimo. Vai dar o boga pra outro fdp kkk

  • Responder Bibinha

    Um homão chupando pinto mole pequeno fedido de mijo só o couro de crianca, só a fimose? Que nojo. Deveria ser o contrario, criança é que precisa de leite. Vocês tem invertido completamente os papéis. Tenho perdido seriamente o meu tempo nesse site que ja foi um dos melhores. Aff quando verei pequenos gayzinhos APENAS passivos, servindo a machos escrotos de VERDADE, machos heteros, novamente aqui? Quando? Aff

    • ZZzz

      Cria seu próprio site e escreva seus próprios contos ao invés de ficar reclamando

    • Se fuder

      Ah pronto, os autores vão mudar as histórias só pq a bonita quer

    • Macho sincero

      Aff digo eu pra vc bibinha….. macho escroto na real nao serve pra nada veio… nao prestam como pai, como amigo nao presta e nao vale nada, e como marido nao presta so é um cha de merda reclamao, mal educado burro e egoista, entendo que vc tenha seus gostos e fantasias que te exitam cara… se quando vc fosse vc o pqno que foi chupado e ganhou um agrado com certeza teria gostado e apreciado isso se vc nao consegue ler conto sem ativar revolta e preconceito pq as coisas tem que ser controladas e ditatas por vc o tempo todo e dane-se o prazer dos outros cara pessoa sinto dizer mais vc ainda nao é um ser apto a ler e fazer sexo nao vei se nao sabe brincar nao vai pro playground se toca ae

  • Responder Novinho

    Gostei, faz parte 2 com ele te comendo por favor (mesmo que não tenha acontecido, cria!)

  • Responder Preza

    Não viadinho.

    • Anonimo

      Se não gosto não lê hetero incubado<3