#

Provei outra rola

606 palavras | 4 |3.94
Por

Me chamo Bruna, tenho 30 anos e meu marido Tales tem 45, estamos juntos desde que eu tinha 15 anos, Tales era casado com outra mulher e eu era amante, ele me buscava na escola todos os dias e a gente transava no carro, no mato, na praia, as vezes num motel, e muitas vezes na minha casa já que minha mãe só chegava de noite.
Quando nosso caso foi descoberto ele se separou e me assumiu como mulher, e assim vivemos até hoje.
No começo era uma maravilha, todos os dias eu levava rola, não dava nem pra respirar, depois foi virando rotina como todos os casamentos, Tales vivia cansado e quase não me comia mais, eu sou viciada em rola, adoro meter gostoso, adoro trepar e dar muito a buceta e o cuzinho, meu marido cada vez mais desanimado. Um amigo da academia vivia me elogiando, dizia que eu era gata, que eu era gostosa, e dava show em muitas meninas, brincava comigo dizendo que pena que eu era casada, me cantava na cara de pau o safado, Marcos o nome dele, 20 aninhos, muito gostoso, comecei pensar na possibilidade de rolar algo, não tirava ele da cabeça, meu marido não comparecia a semanas, resolvi meter um par de chifres bem grande na cabeça dele. Um dia quando saí da academia, ofereci uma carona pro Marcos, ele nem acreditou, ficou surpreso mas não titubeou, entrou rápido no meu carro, eu já tava decidida, sem dizer nada fui direto pro motel, chegamos na suite e ele falou que não tava acreditando, que só podia ser sonho, falei pra ele olha garoto, eu tô semanas sem levar rola, meu marido não tá dando mais conta, se você fizer direitinho e guardar segredo, a gente pode fazer isso sempre entendeu ?
Marcos foi me agarrando e tirando minha roupa, eu já tava molhada, deitei de pernas abertas e ele me deu uma surra de lingua, chupou do dedinho do meu pé até minha orelha, chupou minha bucetinha e meu cuzinho tão gostoso que gozei pra caralho, retribuí com uma bela mamada naquela delícia de rola, 20cm de gostosura, grossa e cabeçuda, sentei e cavalguei muito, era uma gozada atrás da outra, fodi de lado de quatro, dei a bunda e ele gozou gostoso dentro do meu cuzinho. Não demorou pra pica subir novamente e Marcos me deu uma verdadeira surra de vara, perdi até às contas de quantas vezes eu gozei naquela tarde.
Cheguei em casa de noitinha, meu marido de cara feia me perguntou onde eu tava, respondi na lata, eu tava fazendo uma coisa que você não faz a muito tempo, e se quiser saber foi maravilhoso, eu tô realizada, foi ótimo, de agora em diante se você quiser continuar comigo vai ser assim, vai levar muito chifre, se não quiser pode ir embora, porque sem rola eu não fico mais. Ele caiu de joelhos beijando meus pés e chorando, pediu pelo amor de Deus pra eu não mandar ele ir embora, disse que me amava muito e que eu poderia fazer o que eu quisesse, podia dar pra outros se isso me fizesse feliz mas que eu não me separasse dele. Sendo assim concordei em continuar nosso casamento, ele me banca, me dá conforto e dinheiro, e meu amigo de academia me dá muita rola, virei uma esposa puta, não preciso nem de motel, Marcos agora frequenta e me come na minha casa com permissão do meu marido. Assim vivemos felizes e sem culpa.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,94 de 18 votos)

Por #

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Rola gostosa

    Safadinhas a fim de prova uma rolagrossa me chama lá [email protected]

  • Responder $modular

    Olá Bruna, deixa eu ser seu amigo também!
    @SModular, meu telegram.

  • Responder Anderson

    Adoro casadas quem quiser sou do rj.

    [email protected] Com

  • Responder Anônimo

    Pode Passar Seu Email Para Conversarmos??