# # #

Como estuprei uma menininha de rua…

1571 palavras | 22 |4.43
Por

Já aviso logo que esse não é apenas um conto , é relato real de Incesto e estupro. Se você não gosta de sexo com crianças não leia…

Eu sou Renato , advogado e professor universitário. Fui casado por 13 anos e sou pai de um garoto e duas lindas garotinhas que são minhas putinhas desde bem novinhas . Mas hoje não vou contar sobre nossa relação incestuosa e sim sobre Beatriz uma menina moradora das ruas do centro de BH.

Todo sábado minhas meninas vem pra empresa onde trabalho , passavam algumas horas aqui e geralmente depois elas iam comer no Mac Donalds que fica pertinho daqui. Aí eu passava e as levava pra casa . Sempre que estávamos lá apareciam umas crianças pedindo dinheiro ou algo pra comer , eu nunca dei . Porque como sempre estávamos lá eu não queria que aquilo se tornasse um hábito .

Teve um dia que só minha filha mais velha veio pra cá , seguimos a mesma rotina , porém quando eu cheguei para pega-lá ela estava comendo junto com uma moradora de rua . Ela aparentava ter uns 10 anos mas depois eu descobri que só tinha 8 . As duas davam risadas e pareciam se divertir muito . Sentei e perguntei o que estava acontecendo e minha filha Ana explicou que ficou com dó da garotinha e queria ajudá-la um pouco mais . Ela contou que morava com a mãe e mais 5 irmãos na rua .

Ana pediu que a gente a levasse pra casa pra passar o fim de semana , eu claramente disse que não. Bia chorou , Ana me olhou com aquela de cãozinho pidão que eu não resisto . Daí disse que eu deixaria ela ir se a gente encontrasse a mãe dela . As duas sorriram e a gente foi dar umas voltas nas ruas pra encontrar a mãe ou alguém da família da menina. Fomos no local indicado e encontramos a mulher deitada , completamente dopada de cola , conversando com a irmã mais velha descobri que cada uma das crianças tinha um pai diferente . Conversei com a moça e disse que levaria a menina pra passar o fim de semana com minha filha , ela concordou , disse que avisaria a mãe quando acordasse e perguntou se eu poderia dar algum dinheiro pra ela comprar algo de comer pros irmãos , dei 50 reais , ela sorriu agradecida , falou pra irmã ser boazinha e se comportar . Entramos no carro e eu disse a Ana que a primeira coisa q fazer quando chegasse em casa era dar um banho naquela menina fedida e imunda. Ela fez que sim com a cabeça e disse : papai também posso ensinar ela a brincar com você como eu brinco ? É mesmo , quero aprender a brinca também , quero saber como é ter um papai . Em nenhum momento eu tinha pensado nisso , mas depois de ouvir isso comecei a imaginar como seria comer uma bucetinha nova . Não disse nada , só fiz que sim com a cabeça .

Chegamos , as duas correram para o quarto . Bia estava super empolgada. Eu passei pelo quarto e as duas estavam indo pro banho , falei pra Ana. Lava ela bem direitinho hein , não quero ninguém fedendo aqui . Fui pro meu quarto , tomei banho , voltei e Ana estava escovando o cabelo dela . Eu disse que ia esperar elas na sala .

Sentei no sofá , fiquei vendo o noticiário, elas desceram . Beatriz tinha os cabelos castanhos bem compridos , era alta pra idade , magrinha do tipo desnutrida , uns peitinhos do tamanho de um limão , olhos grandes e verdes , aquele rostinho de menina inocente. Ela estava com um vestido curto da minha Ana , que ficou uma gracinha nela. Confesso que ver ela assim limpinha me deixou desconcertado , não podia negar que aquela garotinha mexeu comigo.
As duas sentaram no chão e começaram a mexer no tablet , foi quando olhei e vi que a Bia estava sem calcinha.
-Ana porque a Bia está sem calcinha ?
-Ah papai , calcinha é pessoal demais pra emprestar .E eu também estou sem, olha aqui Oh : mostrou ela levantando o vestido.
Chamei as duas pra perto de mim , perguntei se estavam afim de brincar . Ana sorriu e assentiu com a cabeça , Bia disse que sim sim , ela queria brincar mas ainda não sabia que tipo de brincadeira era .

Ana disse: primeiro vou te ensinar a beijar tá bom . As duas se aproximaram e Ana tacou um beijão nela . Até eu assustei quando Ana deu um tapão na cara dela e disse : não é assim que beija , faz direito . E as duas se beijaram de novo . Aos poucos o beijo foi se encaixando e meu pau já começou a inchar . Nossa que gostoso foi ver minha filhinha dominando aquela menininha .
-Ana passa os dedos na bucetinha dela , ensina como se faz .
-Claro papai .
Quando me dei conta ela já estava escorregando os dedos no grelinho dela . Comecei a me masturbar de leve imaginando aquela coisinha linda toda aberta para mim.

Mandei as duas tirarem os vestidos e ficarem nuazinhas pra mim.
-Ana , chupa os peitinhos dela filha.
Ela mamava e ao mesmo tempo continuava com os dedos na bucetinha dela, seus dedos deslizando cada vez mais rápido. Imaginei aquele corpinho se esfregando com o meu e fui me masturbando mais rápido, até que não aguentei mais e mandei a Bia abrir a Ana abrir a boca e mamar gostoso, ela começou a me mamar e com as mãos me punhetava . Depois ela mandou a Bia fazer o mesmo , ela abriu a boca e toda sem graça e sem jeito comoveu a me mamar também . A Bia empurrava a cabeça dela que várias vezes quase vomitou , me explodi num primeiro gozo e enchi a boca dela de leitinho. Ana disse pra ela engolir tudo e um pouquinho que escorreu ela lambeu.
_Vai filha , chupa a bucetinha dela .
As duas se deitaram no tapete, e Ana abriu as pernas dela e caiu de boca. Lambendo bem direitinho. Bia se contorcia e as vezes fechava às pernas . Ana abria ainda mais e continuava passando a lingua.

– O que acha papai , to fazendo direitinho ?
– Está sim minha boneca agora é a vez dela te chupar . As duas trocaram de posição e Bia começou a chupar . Ela não sabia o que estava fazendo mas estava se esforçando . Ana segurou ela pelo cabelo e se esfregava no rostinho dela . Minha filha realmente estava sentindo muito tesao.

Puxei aquela vadiazinha pelo cabelo e beijei aquela boca gostosa com gosto de buceta . Fui descendo as mãos até parar nos limãozinhos dela e depois caí de boca. Mamei a loirinha com vontade. Desci meus lábios pela minha barriguinha dela .Quando me dei conta estava com a língua naquela bucetinha . Tentei colocar um dedo e vi que era virgem , nunca tinha levado vara e aquilo me deixou com mais tesao.

Enquanto eu estava lambendo ela , minha Ana começou a me mamar e eu estava quase explodindo de prazer e por isso resolvi parar . Peguei duas e levei pro quarto da Ana .

Coloquei ela deitada na cama e disse: agora que a brincadeira vai ficar gostosa , ela só balançava a cabeça e sorria. Perguntei se estava gostando e ela disse que sim .
Peguei meu pau e coloquei na minha bucetinha da minha filha . Empurrei gostoso fazendo ela engolir meu pau com a buceta pra Bia ver como era . Dei umas três bombadas e disse agora é sua vez .
-Mas não vai doer Ana ?
-Claro que não sua boba , é muito gostoso .

Abri as pernas dela , coloquei o pau na portinha e dei o primeiro empurrão , ela foi pra traz e eu a puxei de novo . Tentei a segunda vez e ela pediu pra parar . Eu disse que não podia parar mais e sem avisar empurrei de novo . Senti o himem se rompendo e ela gritou de dor . Tentou sair e eu a segurei firme.
– Onde você pensa que vai?
Num movimento a puxei e comecei a bombar o pau nela , senti ela se rasgando toda e ela abriu um berreiro a chorar . Ana sem eu mandar começou a tampar a boca e eu fui metendo cada vez mais fundo , ela tentando sair porém estava completamente dominada. Quanto mais se mexia mais a vara entrava.
– Você queria brincar, então vai ter que brincar menina! Fica caladinha !
Ela foi parando de chorar , o lençol da Barbie já todo sujo de sangue , ela começou a ficar toda trêmula , Ana soltou a boca dela e eu continuei bombando . Gozei! Gozei Muito! Encharcando a boceta dela de porra..
Quando gozei ela estava tão molinha que nem se mexeu na cama. A muito tempo que eu não gozava tão gostoso.
-Olha papai , agora ela ficou com um buracão .
– Eu olhei e disse : você sabe como é , aqui a pouco sara
-Vem Bia vamos tomar banho e lavar esse sangue .
Peguei ela no colo e levei pro banheiro , enchi a banheira e deixei as duas lá. Ela se acalmou e começaram a brincar na água como se nada tivesse acontecido.

Mas não pense que acabou por aí , pois eu também arrebentei o cabaço do cuzinho dela e abusamos dela até ela desmaiar de dor , mas isso fica pro próximo conto.

QUEM QUISER CONVERSAR DEIXA E-MAIL VOU ADORAR RESPONDER A TODOS.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,43 de 47 votos)

Por # # #

22 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Estuprarnenem

    Gruupo de abuso de nenenzinhos quem quiser entra me chama no telegram e escrevaa “eu quero entrar no grupo” aqui esta o contato: @Estuprarnenem

    • Arrombadaa

      Me chama @Lunna123

    • Bear30

      Não dá pra encontrar

  • Responder Macho Alpha Caramelo

    Pais e mães vamos trocar experiências e algo mais, chama no TLGRM @Nacionalxxx

  • Responder @qwerawsd

    Ótimo conto. Se quiser conversa sobre esses assuntos e até bolar narrativas só chamar.

  • Responder Alex

    Mulheres meninas e mães que queiram conversar trocar experiências ou até algo mais podem me chamar no telegram vamos conversar bater um bom papo chama lá
    @Pixany

  • Responder Wass

    Muito excitante

  • Responder Beto e filha

    [email protected] vamo conversa

    • Marcelo MG

      quantos anos tem sua filha ?

  • Responder Engravidador

    Adoro quando choram, uns socos bem dado na cara delas impõe respeito! E por fim gozar dentro delas bem fundo.

    • Mamadeira de Neném

      Também. @meachow

    • Slddj

      Socos na cara… que mentalidade de lixo

  • Responder Jns

    Delicia

  • Responder Estuprarnenem

    Quem curte estuproh de nenenzinho e quiser só conversar sobre issoo me chama no telegram @Estuprarnenem

    • Slddj

      Seu doente

  • Responder [email protected] . com

    Oi pacer bom dia gostei muito do conto

    • Comedor

      Mal escrito, conteúdo mal formulado, muito fictício

  • Responder Pervertidobh

    Tmb sou de BH ..
    Quero a continuaçao ..
    Me chama @sagitarius500

    • Suzy

      Sou de BH tbm
      @susu124

  • Responder Cara BH

    Excelente conto! Sou de BH também. Me chame no Telegram pra gente poder bater um papo: @mfbhz

  • Responder Anônimo

    Adoro sado com novinhas a cara dela de confusão e boa demais tomara que a continuação seja suja e cruel com a cadelinha implorando pra parar

    • Lia

      Vc é de onde? Tenho tesão de imaginar .Minha filha sendo abusada