# # #

A mãe dela deixou A vingança de Bruna

1889 palavras | 5 |4.33
Por

Acordei bem cedo e fui atrás de preparar o café da manhã pra minha menina, depois de comermos transamos no chuveiro. Subimos para a casa grande e vimos o pessoal na cozinha também tomando café, lá estava minha sogra com um vestido florido desnudo nas costas, o ex de Bruna, a bela esposa do meu sogro a mine ninfeta filha do tio da minha menina no colo do pai dela que ao ver minha menina percorreu os olhos sobre seu corpo, logo apareceu Dalila com uma saia jeans branca e já com a parte de cima do biquíni. Entramos e nos ageitamos em uma cadeira perto de todos, minha menina sentou em meu colo pra economizar cadeira, depois de um tempo chega o resto do pessoal e se senta a mesa pro café, papo vai e papo vêm logo chega Bruna com um micro shorts de dormir e uma blusinha quase que transparente, teu pai arregala os olhos mas fica sem reação, o ex dela praticamente babou na mesa, com certeza nunca à tinha visto assim antes, foi quando a mulher do pai dela sede seu lugar onde estava seu ex , Bruna por um instante para olha todos em sua volta a olhando e me observa com minha menina em meu colo, dá a volta na mesa em direção do Gabriel e pede pra sentar no lugar dele o menino levanta e vai saindo mas ela logo o puxa em seu colo e diz senta aqui no colo da tia dando um beijo no rosto do garoto, sua mãe Dalila observa tudo provavelmente lembrando do dia da nossa orgia. Comíamos enquanto conversávamos, depois de um tempo minha menina levanta do meu colo para pegar água foi quando notei o olhar do meu sogro em sua direção, ela ainda estava com o shortinho micro de dormir que cobria metade da bunda, notei ele inquieto na cadeira levando a mão pra debaixo da mesa e desconfio que ele estava apertando o pau, aquela menina deixava qualquer um maluco eu que não fui louco de deixar passar.
Depois do café descemos pra piscina primeiro os homens e as mulheres foram colocar os biquínis, parecia que tinham combinado chegava uma de cada vez e isso foi bom porque deu pra apreciar a sensualidade de cada uma tirando a roupa e ficando só de biquíni, entre as que mais chamaram a atenção estava a jovem mulher morrerá do meu sogro com seu biquíni revelando as curvas do teu corpo. Estávamos lá nos divertindo quando Paulo disse que ia começar a preparar o churrasco, saiu da piscina em direção da churrasqueira e atrás dele foi meu sogro que logo passou de volta dizendo que ia subir buscar os sacos de carvão eu vi a oportunidade naquela hora e disse que o iria ajudar .
No caminho logo começamos a conversar, subimos as escadas e logo chegamos pegamos os sacos de carvão e aí questionei.
_ Gostou do que viu ontem?
Meu sogro, parou e virou o corpo pra mim seu semblante mudou na hora. Sim meus queridos era ele que observava minha menina me fazendo uma chupeta e além de olhar ele se masturbava e não fez questão de esconder quando o flagrei.
Um instante de silêncio pairou no ar, e com muita calma ele me disse.
_Espero que você não comente nada, pois se fizer isso será recompensado.
Eu não entendi muito bem oque ele quis dizer com aquilo então fui questionar pra se explicar melhor porém fomos interrompidos por Dalia mulher de Paulo tinha vindo perguntar dos carvões.
Desci com mil coisas na minha mente, dentre elas imaginei que pelo jeito que ele falou talvez fosse gay, ou melhor dizendo cortasse pros dois lados já que é casado, aí lembrei da carta da manga que minha sogra tinha sobre ele e fiquei com aquela pulga atrás da orelha e começo a pensar como iria tirar aquela dúvida, até Dalila passar na minha frente, percebi então que ela poderia me esclarecer mas não quis contar o ocorrido e ela mesmo querendo saber o por quê daquela curiosidade naquele momento disse que só sua mãe e vó sabiam.
Passou um tempo e acabei esquecendo daquela história, fui no banheiro do chalé e pela janela olho pro bosque no fundo da chácara e vejo um bom lugar pra montar uma rede, assim fiz e deitei pra descansar um pouco logo veio minha menina e começamos a nos pegar, ninguém conseguia ver a rede da piscina então podíamos nos divertir, tiro minha rola pra fora e ela começa a me punheta, quando olho pra frente vejo minha sogra vindo em nossa direção já estava a menos de 10 metros mas não viu nada pois a rede era grande e joguei por cima, minha sogra disse que o churrasco estava pronto e irmos comer e antes de sair disse pra filha lavar as mãos, aí vi que ela percebeu oque fazíamos.
Comemos e logo cada um saiu pra um canto pra aquele cochilo depois do almoço, fiquei numa espreguiçadeira próxima da piscina que estava na sombra logo veio minha menina e se deitou comigo, cochilamos e quando acordo ela não estava mais ali, olhei em minha volta e não à vi, Pedro o ex de Bruna estava na água com a mine ninfeta gostosa filha de Paulo, que menininha sensacional, me levantei e fui pro chalé em busca da minha menina, cheguei em silêncio pensando que ela poderia estar dormindo e quando entro no quarto… Pois é senhores foi uma cena que eu não imaginava que iria ver, foi um choque, não lembro quanto tempo eu não ficava daquela forma, travado sem reação, acompanhei com meus olhos aquela cena meu coração disparou não sabia oque fazer, era algo que jamais pensei que iria acontecer mas aconteceu e sinceramente foi muito bom, tive uma ereção espontânea e acho que não consegui esconder, minha sogra estava com os seios de fora com uma leve marquinha de sol, seus seios eram grandes e tinham mamilos marrons, ela me encarou notando meu tesão, por um instante pareceu também sem reação mas se recompôs rápido quando notou que minha menina iria sair do banheiro.
_A senhora está pronta mãe? Perguntou minha menina pra mãe, e a me ver explicou que estavam trocando de biquíni. Logo saíram pra piscina e eu fiquei com a imagem dos peitos da minha sogra na cabeça. Fui no banheiro tomar um banho e quando olho pela janela notéi que a rede estava balançando, olhei de forma discreta e vi que era Paulo, percebi que não estava sozinho, o balanço da rede não era pro lado e sim mais um pulo pra cima e pra baixo, depois de um tempo Dalia levanta ajeitando a calcinha do biquíni e sobe em direção da piscina.
O início da noite estava próximo e logo todos começaram a se retirar, cada um pro seu canto procurando tomar banho para em seguidas comermos pizza, aproveitei e fui até o chalé pra descansar e dormir um pouco. Depois de um tempo minha menina me chama pra subornos até a casa principal para comermos, assim fizemos, depois da pizza meu sogro e sua jovem mulher foram pro teu quarto assim como Paulo e sua esposa, minha sogra mesmo sem companhia se retirou pra descansar, para não fazermos barulho pela casa e aproveitando a noite quente descemos pra piscina, Pedro o ex de Bruna dava investidas sem sucessos e notamos que ela estava incomodada com aquilo. Estava com minha menina numa espreguiçadeira, em nossa frente estava Dalila e Bruna ambas com vestido curto mas o de Bruna era branco e era visível que ela estava sem sutiã, Gabriel estava na água, a mine ninfeta do outro lado sentada na borda e Pedro do lado de Bruna tomando toco atrás de toco. Depois de um tempo minha menina pega no sono então eu a chamo e digo que entrasse que logo eu iria também, após minha menina ter se retirado Bruna cochicha algo no ouvido da irmã mais velha e então Dalila diz pra mine ninfeta subir antes que a mãe dela viesse brigar, por minha tristeza pois a minazinha é uma delícia ela subiu sem questionar.
Agora éramos apenas eu Dalila, Bruna, Gabriel e Pedro, até então eu não tinha notado a malícia das irmãs mas não demorou muito pra acontecer, Pedro tenta beijar Bruna mais uma vez sem sucesso fazendo ela sair de onde estava e entrar na piscina no mesmo instante Dalila se aproxima dele e diz que se ele conta-se pra alguém iria se arrepender, Pedro sem entender questiona contar o que ,foi quando Dalila aponta pra Bruna beijando Gabriel, eu estava ali de camarote assistindo toda aquela cena constrangedora para Pedro porém pra mim extremamente excitante, ele entrou em choque e tentou sair mas Dalila não deixou e o fez ficar quieto dizendo pra ele olhar e ver como que é que se segura uma mulher. Bruna já tinha saído da água e estava na borda com as pernas arreganhadas e entre elas a cabeça de Gabriel chupando a tia, aquela novinha era realmente uma putinha, seu vestido branco agora molhado mostrava teu corpo, seus seios fartos apertados pela mão pequena daquele jovem que a chupava, Dalila deu a ordem come ela filho, e ele saiu da água e comeu a tia ali fazendo ela gemer na frente do ex que a tinha deixado por fazer uma tatuagem. Gabriel disse que ia gozar então a tia começou um boquete até ele gozar em sua boca, não engoliu mas também não cuspiu fora, apenas deu a volta na piscina se aproximou de Pedro e lhe deu um leve beijo na boca.
Humilhado, talvez aquele sim teria sido o troco, agora bastava fazermos mais pressão sobre sua mente pra que nada fosse dito.
Depois disso fui atrás da minha menina apesar de ter recebido convite das cunhadas pra ficar mas resolvi que era o momento, cheguei acordando ela que estava toda nua dizia me esperar e partiu pra cima de mim, lembrei da noite anterior que tínhamos sido espionados, pedi pra ela esperar e fui pra piscina pra ver se tinha alguém lá, volte buscar minha menina ela tentou por roupa mas pedi que fosse sem, tirei a minha também entramos na água e a peguei por trás e depois no colo fiz isso sempre sempre olhando em volta pra ver se aparecia alguém mas quem apareceu ainda não entendia muito o que estava havendo ali.
Bom essa foi a noite de sexta-feira na chácara espero que tenham se divertido e aguardem a próxima, deixem seus comentários e votos que é sempre bem vindos

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,33 de 18 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder elisabeth ID:41731ych49ak

    A historia devia ter uma apresentaçao para se saber quem é quem, quem é pai ou mae, quem é filha, idades etc
    Tirando isso a historia é boa

    • Vontade de você ID:830zlwoxzjq

      Pra isso eu te convido a ler os contos anteriores para entender melhor a história, mas obrigado por gostar

    • Brenda ID:xlpkbv9br

      Me chama amor
      @bcminc

  • Responder RIUJIN (taiga) ID:7r03uwnv9b7

    Cara, vc acabou de postar e eu li, muito bom, vc escreve muito bem, me prende muito no conto, só que percebi uma coisa e espero que assim seja, não divide sua menina, as outras que fodam quem, mas a sua que seja sua, eu tenho uma, não tão nova quanto a sua, mais uma ninfetinha, fiz ela tatuar meu nome nela e ela disse que é minha propriedade, enfim, continua escrevendo, vc tem talento!

    • Vontade de você ID:830zlwoxzjq

      Legal que gosta, mas continue acompanhando pra saber como tudo termina