#

Trabalhando todas as noites na rádio da cidade

403 palavras | 0 |3.50
Por

Do nada conversando soube que tinha uma vaga para tecnico de som das 18.00 as 22.00 na radio da cidade e fui e acabei ganhando a vaga

No começo me vi doido,mas logo peguei o jeito e fiz uma bela dupla com o locutor,e ele sempre trocava as musicas programas,mas sempre fava certo,e sempre tinha convidados dele,em entrevistas etc..
Sempre ia ao trabalho um pouco antes e deixava tudo certo e ele me elogiava,e fui me descontraindo,e tinha um negro da limpeza que sempre ficava me olhando,e sempre que chegava ele estava limpando a minha sala,e do nada ele veio me falando que me achava legal,e que tinha uma linda bunda,e era fissurado nela,e ri do seu comentário,e deixei para lá ,mas dois dias depois ele passando atrás de mim,passou a mão a minha bunda,e disse ela ainda será minha,e olhei para ele sem dizer nada.
Durante vários dias ele passava e sua mão acariciando minha bunda,e desta vez ficou alisando ,e apertando e dizendo ela é bem carnuda,do jeito que gosto,e todo dia ele vinha me acariciando,e de dentro da cabine o locutor nada via ,e ele foi me encochando,e e me vi gostando,e numa segunda feira aonde o movimento é fraco,ele foi se encostando e minha bermuda e minha cueca foram abaixadas e minha bunda a mostra,e logo senti a rola dele nas minhas coxas,que gostoso ,e me vi sem ação,e a cabeça da rola foi deslizando no meu rego e se fixaram a porta do meu cu e que sensação maravilhosa,e nada de entrar,e ele ergueu a minha cueca e minha bermuda e disse venha amanha pelas 1.00 horas.
A noite estava sem sono pensando na rola nas minhas coxas,e como seria no outro dia e as 16,00 fui entrando e logo ele me levou para o quartinho de limpeza,abaixou minha roupa,e me vi nu e me fez me abaixar ficando de 4 apiado em uma cadeira,e senti algo gelado no meu cu e logo um dedo,dois dedos logo a rola na porta e foi forçando e ela foi entrando se apossando do meu cu,e me comia e me vi gostando de sentir a rola dentro do meu,e ele me socava e recebi algo quente dentro do meu cu e depois descobri que era porra,
Depois deste dia sempre que poss[ivel ele me comia numa boa.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,50 de 2 votos)

Por #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos