#

Garotinho arrombado(12)

525 palavras | 4 |4.31
Por

Continuando o conto numero (11)– fiquei cravado no cuzinho do paulo e quando escutamos um barulho e olhamos e vimos que era um garoto da turma e que foi ligo falando se não deixar eu comer vou espalhar, ai eu perdi o tezao tirei pica e disse ao paulo deixa se não ele vai dizer pra todos que tu e viado e sai pro lado, quando olho vejo o deco com a pica na mão que pica era preta cabeça roxa e babava de pingar, pois confesso me deu vontade de mamar mas mantive a postura de macho e vi quando ele meteu no cu do paulo que sofreu pra aguentar a pica toda no cuzinho e sentia meu cuzinho ficar umido e piscando e pra não me arriscar a dar meu cu eu sai de fininho e fui direto pra casa, no dia seguinte eu vi o deco e perguntei como foi com o Paulo e me respondeu dei duas gozada nele deixei ele arrombadinho, ai Deco me disse hoje a noite sera vc, eu. A cara de pau disse eu não Deco não faço isso so como mas eu edtava doido pra dar, a noite estava vendo os meninos maiores reunidos em grupinhos falando pois o filho da puta do Deco espalhou que o paulo de cu, a noite eu peguei bicicleta e fui na casa do paulo e avisei a ele que o Deco falou e tinha um monte de muleque grande esperando ele chegar , sai de la e entrei em casa e não sai mas, pois fiquei a pensar se eu ter algum caso com meninos daqui estou lascado vou ser defamado e ainda vou levar uma surra do meu pai, no dia seguinte estava o maior comentário na rua que o paulinho tinha sido estrupado por 8 muleques grande da vizinhança e isso deu um problema grande o tio desse paulo era policial e deu ate problemas pras suas familias, e eu resolvi ficar na minha mantendo minha postura, nesta epoca estavam constuindo um grande galpão pois iria ser uma enpresa de transporte e a noite ficava um guarda armado tomando conta e acada noite trocava tinha um senhor acho que tinha mas 50anos e no outro dia era um homem bem mas novo era pardo forte devia ter 1.75 alt devia ter uns 30 anos ele era serio mas um rosto lindo e bem educado pois quando passava pelo portão dessa obra ele dava boa noite a todos e como eu gostei de ver ele ja fui me chegando devagar pois era um local mas afastado de casas e tinha reta por traz onde entrava caminhão pra descarregar os materias da obra, como todos os plantão dele eu passava la e passei a conversar com ele e nós falava de tudo e cada vez mas nós ficava amigo
Eu ja entrava no galpão sentava nos bancos via tv etc, se quiserem saber como sera nossos encontros leia o proximo que vcs sentira pena do garoto arrombado. Obrigado e mas uma vez desculpem os erros.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,31 de 16 votos)

Por #

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Leh

    Alguém tem vídeo do tema do conto?

  • Responder LuSilva90

    Conto legal se tiverem grupo me adicione @luSilva90 abraços !

  • Responder Anónimo

    Já achei

  • Responder Bob

    Acho outro macho pra te estuprar gostoso né minha putinha? Não vou sentir dó não, quero ver vc sofrer na rola do macho e ficar bem larguinho.