# #

Dei pro amigo do meu irmão

283 palavras | 5 |3.69
Por

agora eele tirou minha virgindade e gozou gostoso no meu cu

Como contei no ultimo conto depois que mamei ele passou mais ou menos uma semana meu irmão me disse que o Lucas iria lá em casa, na mesma hora eu pensei que ia dar pra ele.

Depois de uma meia hora ele chegou, quando eu abri a porta ele deu uma apertada naquela piroca eu cheguei a salivar agente sentou no sofá, eles se cumprimentaram ficaram conversando e eu não conseguia parar de olhar para aquele pau.

Meu irmão percebeu e disse:

-Por que você tá olhando pro pau dele?

-Que eu não estou olhando nada-falei meio sem graça

Eles riram depois de um tempo ele saiu pra pegar a namorada e trazer lá pra casa, e ela mora tipo no centro e a gente não na hora que meu irmão saiu Lucas tirou o pau pra fora que estava duro.

Ele meteu direto na minha boca foi na minha garganta fazendo ele revirar os olhos, ele ficou socando forte na minha garganta depois de um tempo ele tirou o pau da minha garganta, abaixou meu short meu cuzinho piscava pra ser arrombado por aquele pau.

Ele deu uma cuspida no meu cu e meteu tudo de uma vez eu dei um grito, ele tampou minha boca eu comecei a chorar de dor ele ficou ali fudendo meu cu uns 20 minutos e gozou no meu cu, quando ele tirou o pau do meu cu ele saiu com porra e sangue.

A gente se limpou passou um tempo chupei ele de novo e depois meu irmão chegou eles se despediram e ele foi embora e agora eu estava disposto a tentar dar pro meu irmão.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,69 de 13 votos)

Por # #

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Jorge

    Este site tinha que ser excluído…um absurdo o que as pessoas contam aqui.

  • Responder Jorge

    Tudo mentira isso aqui….safadeza mentirosa.

  • Responder Pradera

    Eu tbm tirei o cabacinho da irmã do meu amigo, e ela tinha 12a na época. Um dia ela desceu o corredor do quintal, entrou em casa cheia de disposição. Tirou a roupa, e veio se esfregar em mim. Não deu outro. Trepamos gostoso. Depois de um tempinho, começamos td de novo, mas deu zebra. A irmã dela, a caçula, estava na porta da sala assistindo td. Não percebemos qdo ela entrou. Conversamos e prometemos mundos e fundos pra ela. Mas no outro dia de manhã, ela saiu pra ir a escola, mas veio pra minha casa. Minha mãe já tinha saído e ela sabia disso. Papo vai papo vêm, achei de tentar com ela. Foi mais fácil que a outra.

  • Responder MATEUS

    a Vírgula e o ponto mandaram lembranças, a redundância também kkkk

  • Responder Anónimo

    Muito bom posta mais logo