# #

As brincadeiras de Melissa 03

721 palavras | 11 |4.40
Por

Após Melissa e sua mãe saírem de sua casa Eduardo ficou atordoado. Aquela menina deixou seu pau até ardido e vem sua mãe com aquele rabão e o deixa excitado novamente, como queria fazer parte daquela família.

Foi obrigado a dar uma bela descascada na banana pensando nas duas gostosas e na gozada maravilhosa que deu dentro da menina. Estava a mais de duas semanas sem gozar, aquela foda rendeu uma gozada só mas foi A GOZADA, sentiu o saco esvaziando por completo e depois pode constatar que foi muito mesmo, até porque a cama estava inundada com a porra que escorreu da bucetinha dela.

Foi difícil suportar o tesão nos dias seguintes, mas decidiu que não gastaria energia se masturbando mais, afinal, valeu muito a pena ter guardado porra para jogar naquela putinha desmemoriada. O tesão foi tanto que resolveu fazer um estoque para, quem sabe, comer a mãe dela ou ela novamente.

Passada uma semana a sorte bate em sua porta. Alguém esmurrava a porta da sua casa sem parar e Eduardo foi bravo atender, chegando lá se deparou com Melissa, a raiva passou na hora e foi substituída por tesão puro.

Ela entrou toda feliz e tão logo entrou se curvou e fez cara de enjoada.

– Está com dor de barriga e enjôo gatinha? Perguntou olhando para ela com dó.

Viu ela balançar a cabeça positivamente naquele seu jeitinho todo especial.

– Ainda não fala pelo visto, ainda bem que agora sei seu nome e onde mora Melissa. Sentiu saudades de mim.

Ela balançou a cabeça novamente e então o abraçou. O Eduardo não aguentou, a pegou no colo e a levou para o quarto onde tirou sua roupa e chupou sua florzinha como da outra vez, ela era gostosa e gozava de mais.

Ao passar a mão em seu corpo sentiu sua barriguinha um pouco diferente. Será? Ele havia gozado duas semanas de porra nela, ela já era adolescente e podia engravidar. Se pensar que ela chegou com dor de barriga e enjôo então…

– Não me lembro dessa barriguinha – disse o homem sorrindo – isso significa que está comendo muito bem ou eu coloquei um boneco dentro de você.

A menina não entendeu, isso deu ainda mais tesão em Eduardo que subiu nela e socou com vontade em sua buceta, aquela bucetinha apertadinha e gostosa deu ainda mais tesão e assim ela gritou gozando logo nas primeiras bombadas.

– Parece que terei mais uma criança pra cuidar, então é bom você me ajudar a botar bastante leite nessa bucetinha todo dia pra esse boneco nascer bem forte e bonito.

Falar isso me deixou ainda mais cheio de tesão, então forcei mais ainda e me esqueci que era uma adolescente, fiz como puta de primeira. Pegou a menina e a girou fazendo ficar por cima e a fez aprender a cavalgar, ela tremeu fortemente quando gozou e molhou o saco dele de tanta porra que saiu dela.

Assim que gozou ele a fez descer e a colocou de joelho na cama com todo carinho, então percorreu seu corpo com a mão e brincou com aquele cuzinho gostoso, um dia daria leite para ele, mas hoje ela não aguentaria, tinha que comemorar e não chorar.

Lambeu o cu dela constatando que ela tem sensibilidade anal, então para não meter naquele cuzinho botou ela de frente para ele e a fez chupar com gosto. Ela não sabia mas aprendeu fácil e começou a gostar de chupar, assim se empenhou tanto que ele chegou a gozar dentro da boca dela. A princípio ela se assustou, mas fazendo carinhos nela passou a amar o sabor e o jeito dele com ela.

Depois da foda ele a levou para casa, não tinha como deixar ela ali sem levantar suspeitas. Assim que a deixou deu de cara com a Lara que ficou feliz e quis que o acompanhasse para dentro com ela.

Lá dentro as coisas intensificaram e mais uma vez ele gastou o pau naquele dia, mas isso conto na próxima se vc curtir

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,40 de 20 votos)

Por # #

11 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder negao

    ta ficando uma merda repetitiva

  • Responder Anon

    Barriga de grávida de duas semanas, saco cheio de porra. Isso foi escrito por um virgem ou um cara sem saco e sem informação nenhuma de gravidez.

  • Responder marcelo

    o primeiro conto foi otimo…. parecia ate real!! mas o segundo e o terceiro, foi uma copia fuleira do primeiro!! nem parece q foi a mesma pessoa q escreveu!! o primeiro cheio de respeito e desejos e calma!! ja os outros dois parece q foi escrito por um punheteiro depravado… q nunca come ninguem, mas se sente o comedor dos comedores…

  • Responder Amonovinha2020

    Que delícia de conto, aguardo ansioso continuação

  • Responder Suzi

    Vem bombar na minha florzinha e colocar um boneco no meu útero? Que tesão!

    • Vozinhosp

      Suzi meu telegram vozinhosp me chama lá pra gente conversar

  • Responder Suzi

    Ahh! Bravo, com raiva! Imagina os tapas na bunda que eu iria ganhar! O tesão só aumenta!

  • Responder ada

    Seu pior conto, mas mesmo assim continua.
    Melhora um pouco porque esta ruim de ler.
    Você tem potencial para muito mais , aproveita e não nos decepcione.
    Você já provou que sabe escrever e é muito bom .

    • Negroeamor

      Calma gente, tem que ler os de antes para entender esse agora.
      No mais, tem muito mais chegando ai

  • Responder Jvf

    vai ti fude com essa história

  • Responder Anonimo

    Que bosta de conto contou a mesma coisa 3 vez