# # #

Meu tio me iniciou e me deu pros amigos

881 palavras | 7 |4.36
Por

Eu tinha entre 7 e 8 anos, quando meu tio, 4 anos mais velho e que morava na casa vizinha, começou com certas brincadeiras com mais contatos…..

Eu tinha entre 7 e 8 anos, quando meu tio, 4 anos mais velho e que morava na casa vizinha, começou com certas brincadeiras com mais contatos, me mostrava revistas pornográficas, me contava que era aquilo que os casais faziam, entre outras tentativas de chamar a minha atenção, confesso que ele teve muito sucesso.
Em uma dessas vezes, eu estava na casa dele e minha avó não estava em casa, ele começou a me mostrar as revistas e falar sobre as bucetas das mulheres e do tamanho dos paus dos caras e me mostrou seu shorts, onde estava seu pau apontado pra frente, duríssimo, perguntou se eu queria ver, acho que sempre fui safado e descobri isso com ele, porque lembro que eu quis sim, ele tirou o pau pra fora, pequeno ainda, afinal, tinha uns 12 anos, porém, bem maior que o meu, nos meus 7 para 8 anos, ele tirou o shorts e ficou só de camiseta, me disse pra fazer o mesmo, que fiz sem nem precisar pedir de novo, eu vi uma foto de um cara gozando na boca de uma mulher e perguntei se ele estava mijando na boca dela, ele explicou que não, que aquilo era porra, que quando a gente gozava, a gente sentia uma coisa bem gostosa e saia aquele leitinho do pau e começou a se punhetar e disse que ia gozar pra eu ver, eu fiquei assistindo e ele pediu pra eu ajudar, comecei a punhetar ele, meio desajeitado, más logo ele me disse pra olhar bem de perto que estava quase saindo, foi a primeira gozada que ele me deu na cara, pois esguichou forte, indo até na minha boca, reclamei com ele e ele disse que era bom, que ele já havia tomado de um amigo e me disse pra lamber e ver se eu não gostava, passei os dedos no rosto e pus na boca, realmente gostei, ele aproveitando, me pediu pra eu secar o pau dele com minha boca, apesar de minha idade mínima, lembro que não recusei e o chupei até o pau estar limpinho, perguntei o que ele fazia com os amigos dele e ele começou a me contar, logo seu pauzinho estava duro de novo, ele me contou que eles se chupavam e, as vezes, um enfiava o pau na bundinha do outro e gozava lá dentro, fiquei curioso e perguntei se ele já tinha deixado colocarem no cuzinho dele, ele disse que sim e que era muito bom, que se eu quisesse, faria em mim e eu poderia fazer nele, claro que topei e ele disse que eu poderia ir primeiro, porém, meu pau, apesar de ficar duro, era como um dedinho, só fiquei esfregando na bunda dele por um tempo, até que ele disse que era a vez dele e me colocou de quatro, lambeu meu cuzinho e encostou na entradinha e me disse pra ficar relaxado, bem soltinho, que iria colocar bem devagar, senti ele empurrando e o pau dele entrando, eu estava gostando tanto das brincadeiras que vínhamos fazendo naqueles últimos tempos que meu tesão estava nas alturas, se é que dá pra chamar a sensação de um menino de 8 anos de tesão! Lembro que adorei, não senti dor, somente adorei sentir ele socar na minha bunda, ele meteu algumas vezes e já avisou que ia gozar lá dentro e assim o fez, me empurrou deitado no chão e ficou deitado em cima de mim um tempo, eu ainda sentia o pau dele pulsar, quando o pau diminuiu e escapou de dentro foi que ele levantou de cima de mim.
Claro que ele vinha me passando a conversa há tempos, porém, neste dia, ele conseguiu me fazer pegar no pau de outro pela primeira vez, tocar punheta, chupar e dar a bunda, tudo num mesmo dia e tudo pela primeira vez.
Sempre que eu tinha oportunidade de ir na casa dele, que era ao lado da minha, lá eu estava, dava pra ele sempre que tínhamos oportunidade e, numa dessas, ele me perguntou se eu queira participar um dia que os amigos dele estivessem em casa, claro que eu queria, na mesma semana ele apareceu no portão de casa e minha mão o atendeu, ele falou pra ela me avisar pra eu ir lá na casa dele, pra brincarmos, minha mão, que não desconfiava de nada, me chamou e lá fui eu, cheguei e tinha ele e mais quatro amigos na sala, minha avó não estava e eles já estavam com os paus de fora, tocando punheta e cheio de revistas espalhadas no sofá, meu tio disse que eu era seu sobrinho e sua putinha e que aquele dia eu iria dar pra todos eles, foi minha primeira suruba, teve momentos que eu tinha um deles na bunda, um na boca e mais dois nas mãos, como uma verdadeira puta, todos me comeram, ainda lembro dos detalhes, porém, ficaria longo demais escrevê-los aqui, até hoje, com mais 45 anos de idade, ainda tenho contato com alguns deles, que continuaram no bairro e, com um deles, relembramos, de tempos em tempos, a gozada que deu no meu cú!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,36 de 28 votos)

Por # # #

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder GAÚCHO DE TOCANTINS

    MUITO BOM……

  • Responder Arthur

    Com 12 gozando ? conto com muitas mentiras e exageros, fora que não tem detalhamento nenhum.

    • Putinho13

      Com 12 anos a gente começa a gozar mesmo cara

  • Responder Pedroo

    Safadinho, né?! Massa!

  • Responder JP

    Viadinho tesudinho!!! Telegram JP_UK

  • Responder Bacellar

    Tenho 5 irmãos machos e dei pra todos quando éramos moleques. Hoje em dia não rola mais. Agora só com os sobrinhos. Ensino a eles o prazer do sexo.

    • Aht

      Tem telegram?