#

Meu marido deu para beber e chega todos os dias bêbado

1018 palavras | 13 |4.68

Bem meu no e Carlos, sou uma mulher madura, na faixa dos 50 anos, mais me considero uma mulher bonita, ainda desperto muita tesão nos homens, principalmente pelo volume da minha bunda, tenho um quadril largo, uma bunda rebitada, pernas grossas, sou loira, tingida e claro, tenho o corpo branquinho, sou funcionária publica, municipal, sou casada, já a 30 anos, meu marido também e funcionário publico, já a alguns tempo atrás deu para beber de mais, e quase todos os dias chega bêbado, as vezes ate carregado por amigos, e nisso não tem me procurado sexualmente, e quando falo alguma coisa ainda me xinga de puta, me acusa de traí-lo, mais nunca aconteceu, não por falta de ser cantada, mais porque não acho justo, mais ele me acusa, ate de dar o cu, um coisa que ele sabe que eu gosto, ele me viciou no anal, quando a gente consegue transar, ele fica falando, que eu sou puta, que fio dando o cu para meu macho, mais nunca tive coragem.

Já a um tempo atrás, eu fui cantada pelo meu chefe no trabalho, e não vou mentir fiquei muito excitada, cheguei em casa tomei um banho me perfumei toda, fiquei esperando meu marido, só que o mesmo chegou bêbado, e um negro, forte, de meia idade, trouxe ele, eu estava vestida com uma camisola transparente, ele entrou com o cara, quando eu percebi eles estavam na cozinha, ele entrou pelo fundos, fiquei sem saber o que fazer, quase nua , e negrão ficou me olhando, meu marido disse amor pega uma cerveja para o meu amigo, na minha casa tem uma edicula, lavanderia, e um quartinho, quando ele chega bêbado eu coloco ele para dormir lá, eu já muito puta, fui pegar a cerveja, e aproveitei para tomar uma também, só me descuidei a camisola abriu fiquei só de calcinhas, com a camisola aberta, o filho da puta passa por mim da um tapa na minha bunda e diz olha Alfredo o nome do negrão, que bundão, ele deu uma risada, o negrão disse realmente e linda, meu marido fala amor eu vou tomar um banho já volto, fiquei eu e o negrão ali sozinho, eu não sabia o que falar, mais sinceramente eu estava a milhão, fui pegar outra cerveja, quando dei fé, o Alfredo me abraça por trás sinto aquilo na minha bunda, fiquei sem força, ele me abraçou se esfregou sinto sua rola no meio da minha pernas, nossa não acreditei, uma coisa preta grossa, grande, cheios de veias, não consegui me controlar, me virei e cai de boca naquela rola que mal cabia na minha boca, aquele cheiro de suor e urina nossa me deixou maluca, não pensei mais em nada, levei ele para a lavanderia ele começou a chupar minha boceta, nossa que boca quente, eu gozei na boca dele, ele veio e começou a penetrar aquilo na minha boceta, eu reclamava que estava doendo, pedia devagar, ele me chamava de puta, vagabunda, e enterrou tudo eu dei um grito, ele dizia isso vagabunda grita mesmo que hoje eu vou te arrombar todinha, eu gritava isso arromba mesmo, ele bombava aquilo tudo ate o saco, eu de mamãe e papai, levantei minha pernas ate onde pude para receber aquilo tudo lá dentro, ele anunciou que iria gozar, eu gritava isso goza lá dentro goza, e jorrou porra bem no fundo do meu hutero , ficou deitado sobre meu corpo, eu sem forças para sair da li, ele começou tentando me beijar, a principio eu resisti mais acabei cedendo e ele me beijava a boca chupando minha língua, não demorou para a rola crescer novamente dentro, e no meu ouvido ele dizia quero meter nesse cuzinho, eu dizia não eu não vou aguentar, fiquei puta da vida, quando ele disse eu sei que tu gosta, teu marido disse que tu adora dar o cu, ai pensei então tu vai me arrombar, mandei ele pegar um lubrificante que tinha sobre um prateleira virei de bunda para cima ele lambuzou a rola e meu cu e começou foi difícil doeu de mais, eu gritei, chorei, mais deixei ele me arrombar nossa me machucou, ardia de mais, ele tirava tudo e colocava de novo, me colocou de quatro, e enfiava tudo ate o saco, e numa dessas investida percebi um vulto, na janela, ate imaginei ser o filho da puta, do meu marido observado tudo, ai eu gritava mais alto, isso caralho arromba meu cu mesmo, põem tudo, isso me arromba, isso e que é uma rola, e o Alfredo falava alto, caralho isso é que mulher, e uma puta mesmo, gosta de dar o cu, e perguntava esta gostoso eu respondia esta maravilhoso, nunca meti tão gostoso, isso quero ficar toda arrombada, e ele gozou novamente, nossa ai eu não aguentava mais, ele foi tomou um banho e foi embora, fui com ele para abrir o portão, fui nua, abri com cuidado mais bem na hora que abri o ´portão o filho do vizinho passou, e deve ter me visto pelada, voltei para dentro de casa, toda melada de porra na boceta e no cu, fui para os fundos tomar um banho, meu marido deitado na cama pelado, e disse então sua vagabunda, esta satisfeita, gostou de ser arrombada, eu disse e seu corno, ficou olhando eu ser arrombada, me deitei ele caiu de boca me chupando todinha melada de porra, ate meu cu ele lambia, foi uma das melhores fodas da minha vida, foi maravilhoso, fiquei uns dias toda dolorida, mais foi muito bom.

Depois disso minha vida mudou, meu marido virou corno mesmo, eu virei um puta, acabei fodendo com meu chefe, e outros, o filho do vizinho que me viu pelada e um homem saindo de casa ficou me assediando, mais depois eu conto numa próxima vez.

Espero que tenham curtido.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,68 de 34 votos)

#

13 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Marcelo Guaulhos SP

    Carla, boa tarde! adorei seu conto , voce é uma mulher de coragem!
    dou casado a 23 anos e ja deixei minha mulher sair com outro homem, foi em comum acordo, foram momentos especiais, e sou corno assumido, embora nao tenha mais acontecido
    boa sorte se quiser falar a respeito estou a disposição
    [email protected]

  • Responder Ivox

    Bem pra mim Carla, você é uma mulher decidida e incrível que sabe fazer um sexo muito gostoso, está de parabéns, bjs

  • Responder do RJ

    Vc pra mim nunca será puta!!! o que vc fez ou faz, toda mulher na intimidade faz ou gostaria de fazer… o certo seria preservar mais sua intimidade e não se expor tanto. Não sou santo, carola ou boiola só não gosto de vulgarizar atos ou pessoas… bom conto mostrando em preto e branco o teu lado íntimo!!! bjs te cuida e boa sorte!!!

  • Responder melissa

    Olá, homens!!
    Entre e descubra o que as garotas realmente querem … Para quem gosta de sexo, garotas bonitas com corpos naturais bonitos … Não duvide ..(copie o link) ➤ abre.ai/bfmc

  • Responder Pablo

    Entre em contato no email.
    [email protected]
    Adorei teu conto.

  • Responder Indio77

    Até que vc assumiu ser a puta que seu corno falava em quero gozar no seu cuzinho também enquanto vc chupa seu corno manso

  • Responder Rafaella

    Ta bom Carlos ( ou Carla ) boa sorte nos seus contos.

  • Responder Carla

    Po amigo erro de degitacao meu nome e Carla. tudo de bom para você

    • Mikuim

      adorei seu conto manda fotos você é muinto puta gosto de mulher assim manda uma foto [email protected]

  • Responder ????

    Seu nome é Carlos e é uma mulher madura?

  • Responder Pervertido

    Vamos tc Casadosafad[email protected]
    Quero arrombar vc perto do maridinho corno

    • Mikuim

      adorei seu conto manda fotos você é muinto puta gosto de mulher assim manda uma foto [email protected]

  • Responder Fábio

    Adoro uma coroa gostosa, ainda mais loira com bunda grande, fiquei de pau duro, vou bater uma punheta te imaginando, mete chifre nesse corno que ele merece.