# #

11 aninhos fazendo a rapazeada feliz 2

1323 palavras | 12 |4.56

Após aquele dia, não teve outro assunto, 4 homens adultos se comportavam como se fossem adolescente. Criaram grupo no zap só pra falar sobre a viagem…. programaram tudo… e em fim, cerca de 1 semana depois o tão sonhado dia da viagem.
.
Se encontraram na casa do cezar, iriam no carro dele. Eram umas 4horas da manhã, queriam sair cedo, tanto para aproveitar o dia, quanto para evitar o trânsito. Ao chegar na casa de ana, viram a menina já fora de casa, em pé, short e camiseta, e com uma mochila nas costas.
.
Cumprimentaram ela. A vó não estava. Ana disse que estava dormindo, mas que já tinha despedido dela. Então partiram.
.
Foi uma viagem tranquila, longa e cansativa. Se revezavam no volante para não sobrecarregar ninguém. Embora já estivessem tentados com ana ali dentro do carro, preferiram deixar a menina quieta na viagem, já que teriam 5 dias em um apartamento com ela. Combinaram com ela de falar que era sobrinha do joão, pois se policia parasse, não seria legal falar que uma menina de 11 anos estava viajando com 4 desconhecidos.
.
Chegaram no ap por volta de uns meio dia. Era um ap grande, 3 quartos, um deles com cama de casal e outro com duas camas de solteiro cada, além de colchões sobrando. Daria p acomodar muito mais gente ali.
.
Ali começou a decisão de quartos. Eles não estavam ligando se era cama de casal, solteiro, se era colchão ruim ou bom, mas sim, onde ana iria dormir, ou melhor com quem. Outro assunto que foi levantado foi quem iria comer ela primeiro. Ana era virgem, e o primeiro seria o sortudo de tirar o cabaço dela.
.
Mandaram ela ir pegando as coisas dentro do carro enquanto discutiam aquele assunto.
.
João- uai, vamos sortear, cada um vai ter direito a uma coisa. Um põe ela p mamar, outro tira o cabaço, outro estreia o cuzinho e o ultimo depois vai comer também. São 5 dias galera, todo mundo vai comer.- ele foi dando a ideia e já foi pegando um papel p fazer o sorteio. Um bando de homem sorteando o corpo de uma menina.
.
Joao colocou os bilhetes dentro de um potinho e deu p cada um tirar.
.
Carlos- CABAÇO- ele deu um pulo de comemoração, sabendo que tiraria a virgindade dela.
.
Cezar- BOQUETE- tá bom, pelo menos vou ser o primeiro.
Diogo- fiquei com o CUZINHO HEHE.
João- AHH tomar no cú, vou ser o último… se fuder…
Cezar- você quem deu a ideia kkkkk.
Diogo- precisa disso não cara, não to entendendo vocês, pra que essa palhaçada de cada hora um come? Vamos meter rola todo mundo nessa menina, um no cú, outro na buceta e outro na boca…
Carlos- você ta doido, a menina não aguenta não vey.- falou carlos, defendendo sua posição de tirar a virgindade dela.
Diogo- e dai se ela não aguentar? Dor passa. Tem mulher veia que sente dor na hora de dar, é normal, depois passa. E do mesmo jeito eu trouxe até uns remedinhos comigo.- falou de um jeito mais bruto.
Joao- não, o carlos ta certo, mas tem uma coisa, a gente tá louco de tesão por essa menina já tem dias, loucos p chegar aqui e por p fora o tesão. Ela pode não aguentar dar p 4 de uma vez na primeira vez dela, mas uma chupetinha ela aguenta. Ela alivia todo mundo agora, depois o carlos come, depois o diogo, e vamos seguindo assim.
.
E assim ficou resolvido. Agora era colocar em prática. Foram p sala encontrar ana. Como iriam fazer isso? Ficaram esse tempo todo planejando o ato com ela como se ela já estivesse ciente, como se já tivesse consentido. Na verdade mal estavam se importando com consentimento.
.
Cezar- ana faz um favor.
.
Ana- só falta uma mala p pegar lá em baixo, mas estava pesada eu…
.
Cezar- pode deixar, depois a gente pega. Vem cá pra gente trocar uma ideia.
.
Uma coisa que tinha em comum entre eles naquele momento era um volume lateral nas bermudas.
.
Cezar- a gente te trouxe p conhecer a praia, não cobramos nada da sua avó, nem gasolina, nem hospedagem…. você vai ficar dias com a gente e vai curtir como quiser, sorveteria, pizzaria, banana aquática…- os olhos da garota brilhavam enquanto ele falava.- mas a gente vai querer uma retribuição sua também. Você é uma menina bonita, e a gente é homem, você sabe como é as coisas né.
.
Ela começou a roer uma unha, olhou p volume na bermuda dele e afirmou com a cabeça.
.
Cezar- então, a gente vai querer ver você nua, vai querer te tocar…- diogo o interrompeu, sem paciência p aquela falação.
.
Diogo- a gente vai querer comer seu cú, sua buceta…. quando mandar você ficar de quatro é p obedecer…. quando mandar mamar é p mamar… entendeu?
.
Ela tímida respondeu: entendi.
.
Então tá. Começaram a abrir as bermudas ao se aproximarem dela. Barulho de botão sendo desabotoado, zíper abrindo e velcro descolando, tiraram as bermudas.
.
Ana nunca teve uma experiência sexual, nunca viu um homem pelado na sua frente. E agora estava ali no meio de quatro rolas cabeçudas e duras apostando em sua direção. Arregalou os olhos ao ver aquilo. Curiosa. Impressionada com o tamanho. Sem ninguém mandar, pegou em uma rola, apertou curiosa.
.
Cezar- ajoelha.
.
Ana ajoelhou, foi primeiro na maior que era a do joão. Abocanhou a cabeça do pau dele…. ele estremeceu, enfim aquele tão sonhado momento estava acontecendo, aquela pequena colocou a boca no seu pau.
.
Chupou a cabeça do pau dele como se fosse p saber como é o gosto. Depois chupou novamente e colocou um pouco mais p dentro…. outro virou a cabeça dela e colocou o pau na boca dela…. ela ia chupando… chupando….
.
Não era somente o tesão físico, era muito mais que isso. Olhar de cima e ver uma menina de 11 aninhos, que apesar de ter um corpo desenvolvido, tinha um rostinho tão infantil, com 4 pirocas de todo tamanho na cara era uma loucura de tesão.
.
Eles estavam deixando ela a vontade, só davam ordens : “chupa as bolas”, “ passa a língua”, “dá um beijinho na cabeça”…… o diogo era mais bruto, tentou colocar duas pirocas ao mesmo tempo na boca da menina, batia constantemente com a rola na cara dela e chegou ao ponto de agarrar o cabelo dela para forçar entrar mais na boca dela ao ponto de faze-la ter ânsia.
.
Aquilo estava muito bom. O tesão de todos já estava chegando no limite. Ela estava chupando o saco do joão enquanto ele batia uma punheta, se preparando para gozar…. de repente ele colocou a cabeça do pau dentro da boca dela e esporrou…. ela assustou sentindo aquele jato quente na boca e tirou a cabeça…. o restante da porra foi p rosto dela.
.
Cezar- ana, não tira não. É só leitinho.
.
Ele ajeitou a cabeça dela, mandou ela abrir a boca e gozou dentro da boca dela…. ela estava com nojo, mas segurou a porra na boca…. depois foi o diogo….. e depois o carlos…. ela ficou ali ajoelhada, com a cabeça inclinada para cima, boca aberta e uma poça de porra na boca dela.
.
Diogo- engole.
.
Ela resistiu…. Ele mandou de novo…. com uma careta de nojo engoliu toda porra deles.
.
Ofegantes, eles a olhavam satisfeitos, o rostinho dela ainda com respingos de porra. Aquilo era só o começo.
.
Foram almoçar em um restaurante. E depois foram à praia.
.
À noite, a pequena ana deixará de ser cabaço.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,56 de 48 votos)

# #

12 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Cadelinha

    Alguém do estado do Rio querendo comer uma novinha de 13 anos? de angra dos reis. Faço de tudo que quiser, deixo me bater, cuspir, mijar em mim. Sou virgem.

    • Anônimo

      Kkkk polícia federal né?

    • Euzinha

      Não anonimo.. com certeza é vinculado a alguma milicia… rs

  • Responder Nicoh00

    bom

  • Responder Grl

    Tô adorando!

    • Souza Lemos

      Muito bom ….. tesão da porra…. gozei gostoso com nos dois contos….

  • Responder Tok

    tesao tá grande doido pela. Continuação já bati 2.

  • Responder Tok

    Rapaz o tesao tá grande doido pela. Continuação já bati 2.

  • Responder @danisill

    Aí caralho continua

  • Responder Anónimo

    Nossa o primeiro conto está ótimo e este o segundo melhor ainda nem quero imaginar o 3 conto.
    Ansioso aqui para saber como foi a continuação dessas férias com essa mulher de 11 anos

    Telegram PDR18S (para os mais corajosos)

    • Grl

      P. A.? hmm tesão…

  • Responder Anônimo

    Nossa, mano eu gozei só em leer . A imaginação voou . Pois tenho uma vizinha nessa idade. E ontem fiz ela deixa eu passar a rola na buceta dela . Foi delicia demais. Vou querer a continuação. Já meto pau no irmãozinho dela mesmo. Dlç