# # #

Surubinha com as filhas e as amiguinhas delas e a sobrinha da minha esposa! – As Filhas

1156 palavras | 6 |4.26
Por

Dando continuidade ao conto

Depois que comi o cuzinho de Eduarda e na expectativa de comer minhas filhotas, minha pica nem deu tempo de ficar baixar assim que gozei, Jamylle já estava preparando mais uma rodada, agora tripla, como sempre minhas filhas já sabem as preliminares (Chupada, masturbação…) mas a única que havia feito toda a preliminar em público (na orgia na Chácara) foi a Kevellyn, por esse motivo para que Jamylle preparasse melhor as gêmeas dei um tempinho para ir no banheiro e beber um agua, porém, ao passar as outras meninas ainda no êxtase das cenas anteriores começaram a passar a mão em minha pica e me perguntar se elas poderiam brincar também e eu disse que se eu conseguir comer minhas meninas eu deixo algumas me chupar ou até mesmo eu chupar elas.
Depois disso, fui ao banheiro na volta bebi uma Agua e minha princesas estavam preparadas para levar pica e quando olhei minha esposa tinha ensinado as outras a chuparem umas as outras, ou seja, ficou aquela chupação (tinha até 69, uma chupava de quatro) frenética e minha pica já ficou em alerta, vendo isso, Kevellyn foi a primeira, comecei a chupar sua bucetinha branquinha e carnuda e intercalando com seu cuzinho que quase minha língua chegava de tão fechadinha era a bunda dela, enquanto isso Jamylle batia uma siririca nas gêmeas, depois, trocamos, coloquei Karollyne para me chupar e a Kallyne para eu chupar, enquanto isso Jamylle preparava Kevellyn passando a pomada no cuzinho dela, tendo que até forçar o dedo para colocar pomada dentro do cuzinho dela, depois troquei a posição e coloquei a Karollyne encima de mim e fizemos um maravilhoso 69 com Kallyne também me chupando e massageando meu saco, Eduarda já estava recuperada e ficou com Kevellyn e Jamylle, sendo que enquanto Jamylle colocava pomada no cuzinho da Kevellyn, Eduarda massageava a Bucetinha da Prima.
Agora, Kevellyn estava pronta, peguei ela coloquei de quatro, mas como sua bunda era muito fechada, sendo necessário ela encostar a cabeça no piso para que assim em pudesse colocar a minha pica no Rabo dela, todas as meninas pararam a brincadeira para ver, sendo que como minha filhas nunca colocaram nada no Cu e mesmo estando anestesiado ela ainda reclamou de um desconforto, mas foi só no começo, depois ela mesmo começou a rebolar, rir e dizia que agora ela quer brincar todos os dias, enquanto isso Jamylle e Eduarda passava pomada para anestesiar as Gêmeas, só que o tesão era tanto que Eduarda quase fez Kallyne ter um “semi orgasmo”.
já tinha algumas meninas que estavam pingando melzinho da bucetinha de tanto tesão, enquanto isso peguei Kevellyn sem tirar a pica de dentro dela e me deitei e pedi para ela ficar fazendo movimentos de trás para frente como fazemos no banheiro na hora do Banho, como ela já tinha experiencia em me fazer gozar, graças a mãe dela que ensinou tudo para esse dia, ela quase me fez gozar rápido, pedi para ela ir mas devagar para aproveitarmos melhor a brincadeira.
depois, para terminar a brincadeira com minha ninfetinha primogênita, tirei minha pica do cu dela e pedi sente com as pernas fechada e coloquei minha pica no meio das coxas grossas dela quase na entrada da buceta e ela começou a quicar (como ela já fazia isso, ela tem uma experiencia vasta) levando as outras ninfetas a loucura, pois, elas disseram que vão fazer com os pais delas, mas por fim gozei muito sorte que estava de camisinha, mas a noite ainda não havia acabado, só foi Kevellyn sair, que Jamylle liberou as outras duas, porém, pedi um intervalo para me recompor, mas minha esposa falou que eu iria me recompor rapidinho, chamou as outras ninfetas para provar um pouquinho de mim, todas me chuparam e eu chupei (exceto as que já tiveram participação anterior) várias bucetinhas me nutri com vários melzinhos e em poucos minutos minha pica já estava em ponto de bala, aliás, os pais dessas ninfetas devem ser as pessoas mas felizes da terra, posso dizer por mim, não passo um dia sem chupar e ser chupado por minhas filhas e agora que tenho até três cuzinhos, além da ninfeta mãe para aliviar o meu tesão, mas agora já voltei com energia para essa rodada dupla, Jamylle já posiciona Karollyne de Quatro com tinha iniciado com Kevellyn, porem, resolvi mudar, pedi para Karollyne sentar abrindo as bandas da bunda na minha pica e pedi para Kallyne segurar minha pica e encaixar no cuzinho da irmã, Karollyne foi descendo aos poucos, mas como Kevellyn reclamou de desconforto mas Jamylle foi ajudando e a cabeça entrou, porém, como as gêmeas não tem muita experiencia, pedi para elas só ficarem mexendo de trás para frente só com a cabeça dentro do cuzinho o que Karollyne fez com todo atenção, porém, são duas, não posso deixar minha outra ninfeta fora da festa, enquanto comia o cuzinho de Karollyne, pedi para Kallyne sentar em meu rosto para eu fazer ela ficar pronta para o seu momento, não demorou muito e Karollyne já estava reclamando que a dor estava voltando, assim tive que parar de chupar Kallyne tirar Karollyne e pedir para Jamylle colocar novamente pomada em Kallyne para terminarmos essa fase da brincadeira, e assim foi feito, peguei Kallyne coloquei ela na mesma mesa que comi Eduarda e comecei a colocar a cabeça da minha pica dentro da ninfeta, porém, ela não reclamou, mas creio por que ela estava bem anestesiada, do mesmo modo só coloquei a cabeça e um pouco mais da minha pica bombeei até minha pica dar sinal que o Gozo estava próximo.
Gozei pouco mais, até meu saco parecia estar vazio, Aliás, todo o meu gozo foi colocado nas fatias de bolo das meninas, por fim a festa acabou já era umas 01:00 madrugada, porém, ainda algumas meninas me chuparam novamente, só não penetrei nenhuma delas, pois, o momento delas é com os pais presentes, mas todos dormimos juntos na sala e teve mais boquete antes de algumas irem embora, outras eu o Jamylle levamos em casa, mas já com convites de festas com alguns pais. Quando voltamos as meninas reclamaram de dor (leve) no Cuzinho, Jamylle colocou um remédio e a noite já estavam prontas para mais uma, Eduarda ainda passou uma semana na minha casa, sendo que todos os dias levava pica no cu e ainda disse que voltaria depois outra festa particular

Desde Já agradeço a atenção de todos os leitores
E se gostou ou tem uma história parecida, comenta aí embaixo

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,26 de 27 votos)

Por # # #

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Booboo

    Também comecei a dar bem cedo, tenho várias experiências gostosas, se quiser entrar em contato [email protected]

  • Responder Ebannus

    Parabéns, bela narrativa, bela família..
    Sempre que puder, venha e conte mais.. ok?

  • Responder Páulo

    Parabéns pelas filhas quem tem espero ler mais conto sobre vcs um braço vc tem muito sorte de ter uma família assim

  • Responder Tio Jheff

    3º) Os Pais da outras meninas

    Tivemos todo o cuidado para convidar somente meninas que já estava tendo experiências de incestos com seus pais e algumas já ate participaram de algumas festinhas entre amigos, alias, temos poucos amigos (Praticante de Incesto em Família), mas todos foram muito bem selecionados.

  • Responder Tio Jheff

    Olá Leitores

    irei salientar algumas duvidas

    1º) Porque não comi a bucetinha das meninas?

    Por que cremos (Jamylle e Eu) que elas ainda não estão para perder a virgindade, quem sabe no decorrer do tempo, quando estiverem mais experientes ou até mesmo para satisfazer o ego que algum namoradinho (Não somos egoístas).

    2º) por que a pomada?

    A ideia da pomada, foi desde quando fui ajudar a colocar o remedinho na Tati a filha da minha antiga vizinha (Tem um Conto sobre esse episodio), para falar a verdade eu havia comprado, devido uma unha encravada, como não tem uma pomada anestésica especifica o farmacêutico me vendeu essa, mas eu lendo na caixa ela é para uso retal, mas aliviava quando a unha esta encravada, por isso, sempre tive em casa, mas aquele foi o momento oportuno e dessa vez também.
    Alem, que minha pica não é grande (como muitos falam em seus contos, que tem uma de 22, 25 até 30 cm, creio que seja exagero e alem do mais, nenhuma menina aguentaria sem se machucar e causar muitos danos, que futuramente, poderia ocasionar problemas piores), mas tenho uma pica grossa, por isso, o cuidado.

    • Ebannus

      Vcs, estão cobertos de razão, tudo no seu tempo e pelo motivo certo.