#

Primeira vez que comi o cuzinho do meu marido

748 palavras | 3 |4.79
Por

Noite quente de muita putaria ideal pra realizar meu desejo de fuder o cuzinho do meu marido. Ele amou e gozamos muito gostoso

Somos um casal muito safado, cúmplices e apaixonados. Estamos juntos há 5 anos e nesse tempo já tivemos muitas aventuras. Meu marido é um homem muito bonito, gostoso e dono de um pau maravilhoso que ele sabe como usar muito bem. Eu sou uma mulher bonita, cheia de tesão e muito puta na cama. Gosto de vibradores, levar porra na cara, no cu e onde ele quiser, enfim, gosto de muita putaria na cama. Em uma dessas nossas transas, começamos um 69 de tirar o fôlego. Ele enfiava a língua tão fundo na minha buceta que parecia querer meter a cara toda, enquanto eu mamava e babava naquela cacete duro sugando todo caldinho que saia dele. Nesse dia eu estava mais tarada que o normal. Sentei na cara dele deslizando pra frente e pra trás só pra ele levar o meladinho da buceta pro cu. No decorrer daquela putaria toda me deu vontade de fazer uma experiência com ele rsrs. Sempre gostei de conversar com homens sobre sexo, assim aprendi a deixar os caras doidos. Um amigo sempre comentava como era gostoso quando a namorada dele fudia o cu dele e isso me deixava muito curiosa e resolvi experimentar com meu marido e seria dessa vez rsrs. Sai de cima da cara dele e comecei a esfregar minha buceta no peito dele fazendo ele mamar gostoso nos meus seios enormes.
Ele me puxou pelos cabelos em direção a sua boca e imediatamente enfiou aquela língua quente e úmida na minha, em um beijo de fazer minha buceta escorrer de tanto tesão. Fui descendo com a língua pelo pescoço, peito e barriga chegando finalmente na sua rola grossa. Mas uma vez fiz o que sei fazer muito bem, um boquete deliciosa. Enquanto ele se contorcia e gemia de tesão eu abocanhei suas bolas, massageando com a língua pra em seguida descer mais um pouquinho. Nesse ponto eu já estava louca de tesão e ele sem saber ainda minhas intenções rsrs. Fiquei passando a língua bem embaixo das suas bolas e quando ele menos percebeu, minha língua já estava no seu buraquinho antes nunca tocado. Ele travou imediatamente o cuzinho, então fui até o seu ouvido e disse delicadamente: Hoje vou te levar a loucura como nunca antes, vou comer teu cuzinho e vc irá implorar por mais. E assim o fiz. Comecei a bater uma punheta nele ao mesmo tempo que minha língua explorava aquele cuzinho delicioso. E ele? Bom, ele tava amando aquilo tudo rsrs. Eu chupava, enfiava a língua e ele querendo mais. Forçava minha cabeça no seu rabo, como implorando que o comesse. Agora minha boca estava no seu cacete e o cuzinho sendo explorado pelo meu dedo. Nossa, que sensação deliciosa fuder meu macho. Em certo momento eu estava esfregando minha buceta na sua perna, enfiando o dedo no seu cu e chupando seu cacete.
Meu dedo melado com óleo fazia o deslizar ainda mais gostoso. Vendo que o cuzinho já estava se acostumando com um dedo, enfiei mais um. Agora eram dois dedos fudendo o cuzinho dele. Já estava na hora de fuder de verdade. Escolhi entre muitos dos meus brinquedos algo que fosse gostoso pra ele também. Peguei um plug anal, prendi na minha cinta própria pra isso e o fiz deitar de frango assado. Ele era um misto de tesão e medo, mas eu só era tesão, sabia que seria uma experiência maravilhosa pra nós dois. Lhe dei um beijo molhado e em seguida abocanhei seu pau, mamei e o deixei bem melado. Derramei um pouco de lubrificante no meu brinquedo, um pouco no cuzinho e parti pra cima dele. Todo aberto pra mim, fui aos poucos enfiando o brinquedo nele. Que delícia de sensação!!! Ele gemia de dor, gemia de tesão e eu ali só enfiando cada vez mais. Quando consegui meter tudo, comecei a bombar e bater uma punheta nele. Pra minha surpresa eu gozei naquela hora, gozei comendo o cu do meu marido. Não demorou muito pra ele gozar me chamando de puta, ordinária e safada rsrs.
E assim foi a primeira vez que comi o cuzinho do meu marido. E ao contrário do que pensam muitos homens, isso não é prazer exclusivo de homossexual, não mesmo rsrs. Quem nunca experimentou, nunca é tarde rsrs

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,79 de 19 votos)

Por #

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder [email protected]

    Como ainda não encontrei uma mulher tarada, safada e fogosa que sinta vontade de fazer inversão, eu vivo usando roupas femininas e enfiando consolos no meu cu de forma solitária.
    Depois que fizer a parceira gozar, ela me penetrará com consolo preso na cintura.
    [email protected]

  • Responder Pedro

    Gostaria muito de experimentar com vc

  • Responder Régys

    Delícia…..