# # #

Fui estuprado por ter buceta

1127 palavras | 9 |4.06
Por

Sou intersexual e como vivemos numa sociedade que define gênero sexual pela genitália, concluíram que sou uma puta por ter buceta e me estupraram

Não vou revelar meu nome verdadeiro, meu nome aqui será Damião. Atualmente tenho 23 anos, mas isso aconteceu quando eu tinha 15. Sou gay. Eu nasci com uma mescla das genitais masculina e feminina (só que sou infértil e o pênis não é tão desenvolvido), ou seja, sou intersexual. Sou branco, cabelos pretos, olhos castanhos, magro, baixinho (1,60m), mas o que eu não tenho de altura tenho de bunda, sou depilado; meu pinto é pequeno e tem uma cabecinha rosadinha, minha buceta é carnudinha e rosadinha.
Eu era estagiário num setor de RH numa empresa que eu não lembro qual era. Hj em dia eu não tenho vergonha de assumir que sou intersexual, mas na época eu tinha vergonha. Eu não contava pra ngm da empresa que sobre meu gênero sexual, mas sobre minha orientação sexual sim, eu achava que as pessoas aceitariam mais facilmente o fato de eu ser gay do que intersexual.
Na empresa tinha um cara que eu vou chamar aqui de Leandro, ele era alto, forte, cabelo preto, barba e bigode, uma voz linda, ele tinha 26 anos na época. Eu tinha uma quedinha por ele, eu já tinha contado pra ele que eu o amava, mas ele disse que era hétero e que não gostava de homens.
Como vcs sabem, estagiário é sinônimo de escravo. Os outros funcionários usam e abusam dos estagiários. Mesmo o meu expediente já tendo acabado, eu sempre ficava pra fazer o trabalho dos outros pq sempre mandavam, mas não era sempre que isso acontecia.
O Leandro sempre era o último a sair da empresa, por isso, ele esperava todo mundo sair da empresa pra transar com alguma mulher, nunca era a mesma mulher. Mas ele se esquecia que de vez em quando eu ficava após o expediente, por isso, eu sempre acabava ouvindo ele transar. Ouvia os gemidos da moça, o som das estocadas dele que pelo som deviam ser rápidas e fortes “Plaft Plaft Plaft Plaft”, o som dele urrando com as gozadas. Sempre que isso rolava, eu sentia 3 sentimentos: inicialmente ciúmes dele, dps se transformava em raiva da moça com quem ele transava no dia e dps tristeza pq eu nunca o teria.
Um dia eu fiquei após o expediente. Só tava eu e Leandro na empresa. Passado meia hora, fui pro banheiro, entrei numa cabine e encostei a porta, fiquei com a sensação de que estava esquecendo alguma coisa mas não sabia o que era. Sentei na privada e comecei a fazer xixi (sempre mijo sentado pq o xixi sai pelo pinto e xoxota simultaneamente). Eis que ele entra na cabine em que eu estava, aí lembrei que tinha esquecido de trancar a porta.
Leandro: Foi mal! Não sabia que você tava aqui… Epa! Pq vc tá mijando sentado?
Fiquei com vergonha.
Eu: Pq… Pq… Eu gosto!
Fechei as pernas.
Leandro: Não adianta fechar! Eu vi!
Eu: Viu o que?
Ele pegou pelos cabelos e pelo braço, me fez levantar na marra, me jogou contra a parede da cabine e preensou, abriu minhas pernas e disse:
Leandro: Vc tem vagina!
Eu: Me solta!
Leandro: Vc é mulher!
Eu: Não! Eu sou um homem!
Leandro: Vc é sim uma mulher! Aposto que seu nome de vdd é Damiana (na vdd ele me chamou pela versão feminina do meu nome verdadeiro)
Eu: Já disse! Sou homem!
Leandro: Uma ova! Homem não tem vagina! Pq não me disse que vc é mulher quando assumiu que me ama? Eu teria topado tentar algo contigo! Quer saber? Vou comer vc, já que aquela ordinária me deu bolo!
Mesmo eu gostando dele, eu não estava com vontade de transar, nem com ele e nem com ngm.
Eu: Não! Me solta!
Leandro: Fica quieta!
Tentei me desvencilhar dele, mas era um magrelo baixinho contra um altão fortão. Eu não tinha chance. Ele começou a abaixar as calças dele enquanto me segurava pra não fugir.
Eu: Não quero transar!
Leandro: Foda-se! A mulher transa quando o homem quer e não ela quer!
Eu: Não tô gostando disso!
Leandro: Foda-se! Vc é uma puta, então não sou eu quem tem que te dar prazer e sim vc quem tem que me dar prazer! Vc é só uma coisa pra enfiar o pau dentro e gozar, pq é isso que vcs mulheres são: depósito de porra! Agora vai ter que aguentar 24 cm de pica!
A rola dele era mais grossa do que aquelas latinhas de Rexona que alguns usam pra enfiar no cu.
Ele enfia toda a piroca dele de uma só vez no meu cu, imediatamente comecei a berrar de dor, ele tapa minha boca com a mão dele. Em seguida, começo a sentir um líquido quente dentro de mim.
Leandro: Aahh… Vc é um ótimo banheiro!
Aí percebi que ele tava mijando dentro de mim. Após terminar de mijar, ele tira o pau do meu cu diz dando tapas na cara;
Leandro: Fecha esse cu! Não quero vc mijando em mim!
Ele enfia todo o pau dele dentro da minha buceta de uma só vez e instantaneamente começa a estocar no meu cu bem rápido e com força. Eu comecei a chorar.
Leandro: Isso sua cachorra! Sua puta! Como vc é gostosa!
Minha bunda tremia como gelatina conforme ele estocava em mim. Senti minha buceta começar a arder. Ele começou a agarrar meu mamilos e beijar o meu pescoço. Minha bunda começou a ficar vermelha de tanto que ele meteu com força e velocidade. Então ele começa a urrar e eu comecei a sentir jatos quentes dentro de mim. Era ele gozando.
Após gozar, ele tira o pau de dentro de mim.
Leandro: Foi bom fuder vc!
Ele dá um tapa na minha e dps me dá um tapa bem forte na cara que me fez cair no chão. Ele me larga ali como se eu fosse um nada e vai embora.
Não fiquei traumatizado com o que aconteceu.
Fiquei dias com dificuldades em sentar pq meu cu, minha buceta e minha bunda ardiam. Uns 2 meses dps ele teve a cara de pau de me pedir em namoro. Dps daquela transa vi que ele não era quem eu pensava que fosse, então recusei. Mas ele não desistiu. Ficou meses me pedindo em namoro. Antes era eu quem queria namorar ele e ele recusava, agora é ele quem quer me namorar e eu recuso. É! Parece que o jogo virou!
Querem que eu conte como foi minha primeira vez?

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,06 de 16 votos)

Por # # #

9 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Maya

    Só pq tem buceta, não quer dizer que é puta…depois quer respeito.

  • Responder Kadu

    Homem assim não presta mano nem eu sou as assim é bom conversar tudo mais se vc aceitar aí não sabe se o cara vai ser um cretino depois m

  • Responder Mariana Monteiro

    Revise os textos antes de publicar, achei o jeito do cara tão rude, que queria que você contasse outras vezes que ele te penetrou, não ligo pra sua primeira veizada kkkk, quero é ver um pouco mais de deposito de porra e se ele te forçou a se montar como mulher.

  • Responder [email protected]

    Caramba mano que reviravolta conta mais

  • Responder Arthur

    Nâo precisa contar mais nada não. Deixa pra lá, se quiser desabafar vai na terapia.

    • M

      Eu achei interessante …

    • Cara intersexual

      ????

  • Responder Cara intersexual

    “…e instantaneamente começa a estocar no meu cu bem rápido e com força.” Eu quis dizer “buceta”, eu devo ter me confundido. O texto tá cheio de erros pq eu estava com pressa e por isso não revisei

  • Responder Predador

    Sim queremos
    Conta pra nós
    Tem telegram para trocar ideias ???