#

Descobrindo o lado selvagem do namorado

1375 palavras | 0 |4.00
Por

Eu 32, morena magra 178 altura e 60 k no máximo. Meu namorado, 42 , 189 e malhado, tatuado , careca e muito gostoso….

Nos conhecemos num site pra sexo casual. Ele tem 42 anos e quando vi as fotos, molhei a calcinha. Rsrs
Depois de uns dias conversando ele me chamou pra sair. Porém eu estava naqueles dias vermelhos e avisei que seria apenas pra nós nos conhecer e tal.
Sai da minha cabeleira e mandei uma mensagem. Ele me pegou na frente do lugar.
Entrei no carro e bati os olhos naqueles braços tatuados, definidos e maos enormes… o perfume dele impregnado no ar me enfeitiçava.
Oiiii!! Então finalmente! ( disse eu, abraçando ele)
Abraçou forte e sem responder me beijou loucamente..
Pois é, desde que vi suas fotos no site, fiquei maluco pra te beijar, quero te pegar de jeito baby.
Mais uns bjos, rodamos até uma rua industrial sem movimento.
Conversamos sobre nós ( nossas vidas, interesses) . Voltamos a nos beijar mas dessa vez, ele me puxou pra cima do colo dele, com tanta facilidade…. abaixou minha blusinha e sugou, lambeu meus seios, beijava meu pescoço, segurava pelo meu cabelo com uma mão e a outra me puxava contra o corpo dele.
Eu já tava tão excitada que tava esquecendo que não tinha como transar aquele momento.
Mas não podia deixar de punhetar e chupar o Pau daquele homem na minha frente.
19cm. Perfeito pra mim, deliciosamente grosso. Abocanhei e mamei gostoso até ele gosa ar na minha boca..
Desse dia em Diante a gente se via uma vez por semana e cada vez nosso sexo ficava mais quente.
Íamos pro motel transando no meio do caminho, na garagem, no carro, na casa dos amigos…
Até o dia em que transamos no terraço do ap dele. Sob as estrelas….e fui pedida em namoro.
Eu que sempre transava por prazeres, tava apaixonada e louca por ele
Já um tempinho de namoro, Cris veio me buscar pra passar outra noite juntos.
Fomos pro motel, claro que enquanto fomos abastecer eu já tava chupando ppau dele. Antes de seguir, dei aquela sentada deliciosa no meu amor.
Essa noite estávamos MUITO loucos de tesão pois passei o dia mandando de fotos e provocando ele kkkk
Na garagem do motel ele me botou contra o carro, meteu a mão debaixo dputinha eu vestido e metia os dedos na minha buceta já super melada. A outra mão apertava meus peitos, minha bunda, e eu quase gozando na mão dele… beijava ele desesperada, com tesão e apertando o pau dele
Ele viu que eu ia gozar, eu queria… pulei no colo dele, segurei no pescoço dele
Me fode aqui amor, agora
Quer gozar minha gostosa?
Quero amor, mete o pau na sua putinha
Deliciosa e safada, goza nos dedos do teu macho.
Eu quero pau
Goza no dedo do teu homem, vou meter pau nessa buceta gostosa a noite toda
Os dedos dele não paravam, meu amor me fodendo com os dedos e quando ele voltou a sugar meus peitos eu gozei nos dedos dele.
Ele mordeu minha boca de leve, riu e me levou no colo pro quarto.
Me jogou na cama e chupou minha buceta, me fazendo gozar na boca dele.
Eu ja estava mole, arrancou meu vestido, levantou uma perna Minha senti o pau dele dentro de mim.
Cris segurava minhas mãos acima da minha cabeça e bombou forte,
Se jogou na cama me puxando pra cima dele, cavalguei aquele pau, subi e desci com vontade. Ele pegou meu cabelo me deitou no peito dele e acelerou os movimentos, nem preciso falar que gozei quando senti a porra do meu Moreno encher minha buceta.
Exausta, depois de uns beijos, fui pro banho. Ele ficou bebendo na cama. Depois que saindo banho, achando estranho ele não ter invadido meu banho. Olho e ele tá sentado na cadeira, com umas carreiras de pó na mesa, cheirando.
Cris!!! Tá doido? Desde quando tu cheira?
Calma baby, faz um tempo. Relaxa. Não me atrapalha, eu curto.
Caramba, você nem pra falar.
Não falei porque você ia surtar amor. Relaxa amor, minha vibe. Nao influência na nossa vida.
Não ligo pra isso! Ligo pra mentira . Me leva embora
Disse enrolada na toalha, tentando pasisar por ele pra pegar minha roupa.
Não viaja amor. Vem cá baby.
Sai Cris! Vou embora.
Ele me encostou na parede, puxou minha toalha
Me beijou me possuindo, aspelo meu corpo
Sai Cris! Para! Me leva pra casa , ndão quero transar
Não? Por que tá molhadinha a buceta hein?
Não interessa, sai fora
Levei um tapa na cara, me virou de costas e meteu na bucetinha de novo. Ela dorme
Cris, não amor, Não quero transar
Quer sim amor. Quer ver?
Me apoiou na mesa e meteu com violência mas tava delicioso. Eu não resistia mais. Gemia, quase pra gozar… Ele parou no meu cuzinumho e forçou
Não amor eu ia gozar
Vai gozar depois porque foi uma má. Agora empina que eu quero socar nesse cuzinho gostoso.
Fodeu meu cu com força, eu cheguei a pedir pra parar mas ele começou a me tocar e o prazer tava a mil. Mesmo com uma dorzinha no cu.
Cris me puxou pelo cabelo até a cama, de 4 meteu no meu cu com vontade, batia na minha bunda.
Vadia gostosa!!! Sou louco por você! Toda bravinha mas a buceta não resiste o macho ne?
Amor calma, tá doendo ahh
Quer carinho baby? Vira gostosa
Deitei e ele em cima de mim segurou meu pescoço, e eu já nem sentia mais o cu.
Estava quase sem fôlego quando ele gozou no meu rabo.
Ficou atirado do meu lado. Eu ia pro banheiro.
Quando sair do banho vem cá.
Fui, vi o estrago. Que dor, tomei banho e sai.
Vou pro banho, vem comigo pra eu desamarrar essa carinha , vem?
Naaao, já deu. Vc me machucou seu bruto
Hahaha e você gostou, safada
Deitei na cama, logo ele vem me beijando a nuca, as costas, a bunda
Deixa meu cu em paz
Calma amor.
Foi pra mesa terminar de cheirar. Só olhei e peguei uma cerveja.
Heeyy! Eu sei que você tá brava com esse lance aqui. Mas eu não vou deixar atrapalhar a gente
Ah tá falou antes de virar viciado, legal
Haha! Sou viciado em te comer todinha so
Não sei se me acostumo com vc usando isso
Não uso mais perto de você, prometo
Hmm tá
Veio na minha direção deitou e
Senta essa buceta na minha boca, antes de você acabar a cerveja já te fiz gozar
Nem pensei, sentei e a boca dele me levou pra outro orgasmo. Depois rolou um 69, onde ele beijou muito meu cu doloridinho.
Sentou na cama e eu sentei nele. Já sentia seu pau dentro da minha buceta.
Ficou de pé comigo no colo e continuou me comendo. Já nem tinha forças nas pernas, me colocou no chão, de joelhos e passou a foder minha boca. Batia na minha cara, me segurava pelo cabelo e meteu sem se importar. Gozou na minha garganta. Engoli, engasgado e tudo. Me puxou pro colo dele de bruços e deu vários tapas na minha bunda.
Amor chega.
Pra você ficar calminha.
Já tô calma, quero carinho, tu já me bateu muito hoje.
Minha gostosa quer carinho? Vem cá, vadia manhosa,
Ele deitou e eu No peito dele. Lá fiquei agarrada no meu homem. Sendo acariciada por ele
Amo você minha delicinha! Tá muito dolorida?
Tô kkk mas eu amei
Sempre te faço gozar mas hoje, acho que me superei! Você gosta de uns tapas hein safada?
Haha foi excitante. Mas não se empolga
Acha que consegue dar mais umazinha?
Que? Não impossível! Tô morta.
Fica de ladinho. Vou meter gostosinho, você goza no pau do teu homem e eu dentro da tua buceta gostosa….. como é bom ter você assim tarada, dolorida e molhada
Mete devagar amor
Rebola você no seu ritmo, faz teu homem gozar vadia, faz
Rebolei sentindo ele meter o pau sempre mais fundo, gozamos juntos….
Depois dessa noite já aprontamos muito….. bjinho

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 9 votos)

Por #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos