#

Viagem de carro no colo do meu filho

2872 palavras | 113 |4.38
Por

Conto escrito por solicitação de um amigo

Somos uma família de classe média, mais graças a Deus vivemos muito bem pois meu marido tem um bom emprego e eu sou profissional liberal fazendo serviços free lance.
Com isso  compramos  um apartamento no litoral  para passar  nossos momentos de  lazer, já  que gostamos de praia.
É só,  meu marido tonny, eu Paula e nosso filho, Jr de 18 anos. Tive o Jr muito nova assim que casamos, com 19 anos e o tonny com 21 e não quisemos mais filhos até por conta do  nosso trabalho.
Ainda não tínhamos inaugurado o apto. E resolvemos passar o revelion  na praia já que estávamos de férias por 15 dias. Resolvemos levar do nosso apartamento algumas coisas, como roupa de cama, de banheiro, louças e até uma tv para maior conforto.
Em casa andamos sempre  a vontade, não sem roupa, mais costumo me vestir com roupas leves, quase sempre vestido, o tonny sempre de calção folgado sem cuecas ou mesmo só de cueca, e  o Jr a mesma coisa.
Já tinha notado que o Jr me olhava diferente as vezes me secando quando eu me abaixava para fazer alguma coisa,  as vezes  meu vestido ficava preso na minha bunda.
Como falei gosto  de estar a vontade em casa, apesar de ter umas calcinhas pequenas, não fio dental que me  incomoda dentro da bunda, mais pequenas para o meu bundão,  que uso para sair,  e em casa uso umas maiores nada sexy.
Não me incomo  com os   olhares do Jr,  até porque acho  que os seus olhares são  casual por minha bunda ficar mordendo o meu vestido. Nunca faltou com respeito comigo.
Apesar de notar que ele  sempre que fica  me olhando disfarça   e vai  para seu quarto.
Resolvemos que iríamos descer para a praia assim que o tonny chegasse do trabalho na  sexta feira  antes do Natal para aproveitarmos bem, já que na segunda estaríamos livres.
Ele chegou por volta das dezoito horas e começamos a arrumar o carro já que iríamos jantar na estrada, colocamos tudo no carro, deixei os dois terminando de arrumar e fui tomar banho e trocar de roupa. O final do dia estava quente, resolvi colocar um vestido solto, daqueles que fica preso só pelos seios (que são médios e não precisa de usar sutiã), e de um  tercido leve floral,  coloquei uma das minhas calcinhas pequena e uma sandália rasteira, próprios para viajar sem apertos.
Cheguei no carro e me espantei como estava cheio, depois que colocaram a tv, mesmo de tela plana de lado como fazendo uma parede entre os acentos da frente e o de trás, ficou só um espaço atrás do motorista que poderia viajar uma pessoa com um certo conforto e eles já tinham decidido que eu e o Jr viajariamos um no colo do outro já que a viagem demoraria em torno  de uma na hora e meia e ainda iríamos parar para jantar.
Não vi problemas, apesar da minha roupa, mais não teria mais tempo de trocar e era o meu filho.  Tonny estava de bermuda folgada , camiseta e sandalhão e Jr com um calção folgado destes estilo sufista e havaianas e camiseta.
Como o Jr apesar da idade já tem  um corpo bem desenvolvido e com certeza eu não iria aguentar ele no meu colo, falei que ele  estava  bem grandinho para andar no meu colo, e todos rimos.
Nós acomodamos, Jr sentou e eu sentei atravessada no seu colo de frente para a porta, já senti o drama, como de costume ele estava sem cueca. Eu com o vestido fino e ele de calção, fico quase pele com pele, e ainda meu vestido subiu e deixou minhas coxas amostra. Mais era meu filho e não tinha nada de mais.

Puxava para os joelhos, mais pelo tercido fino e o vento, ele voltava a subir até  ao ponto que se eu deixasse aparecia a minha calcinha, colocava a mão,  mais quando dava por mim estava com a mão em outro lugar liberando o vestido.
Parece que todo mundo pensou igual, o trânsito estava pesado com local que chegava a parar, com certeza a viagem  iria demorar muito mais do previsto.
Estávamos mais ou menos com uns trinta minutos de viagem e estávamos entrando na rodovia, no balançar do carro e para e segue, notei que meu filho começou a se exitar, seu pau crescendo em baixo da minha bunda, me espantei com sua ousadia, como poderia estar ficando de pau duro na bunda da sua mãe! Era inadimisivel o que estava acontecendo, o meu próprio filho me encoxando.
Eu não olhava para ele pensando em como sair daquela situação embaraçosa, para uma mãe  como eu que nunca dei brecha para ninguém pensar nada de mim, sou muito bem comida pelo meu marido pai dele, nunca dei nenhuma abertura para o meu filho ter tesão por mim, pelo menos consciente.
Estava nesses pensamentos quando sinto ele abri mais as pernas, e a cabeça do seu pau ficou bem na abertura da minha buceta, duro, no esplendor  da sua juventude, estava uma barra de ferro quente,  latejando entre a bunda e a buceta, sentia que se eu abrisse as pernas ele entrava com o vestido e calcinha em mim, colocando tudo para dentro tamanha sua ereção. Me desesperei, mais veio o que me deixou perplexa comigo mesma, , me peguei analisando se o seu pau era grande, era grosso, será que era maior que o do seu pai!?
Olhava para frente e meu marido ligado no trânsito pesado. Fiz um som de pigarro para chamar sua atenção e quem sabe meu filho para com aquilo, mais ele só falou, ;- amor, aguenta  mais um pouco, está demorando mais logo chegaremos no restaurante.
Confesso que sentindo a cabeça da rola do meu filho cutucando a entrada da minha buceta como pedindo para entrar, comecei a ficar exitada também, senti minha buceta molhar, mais molhar muito, por um instante meu filho se mexeu e eu entrei em desespero comigo mesma,  será que ele sentiu o molhado na cabeça do seu pau? Seria possível isso? Ele iria entender como se eu estivesse gostando e não podia, apesar também do seu calção.
Ele levou a mão até minha coxa que estava nua até próximo da minha calcinha encharcada com os meus líquidos.
Mesmo sentindo meu rosto queimar, como se o meu sangue estivesse subido todo para a cabeça, eu já não via e nem ouuvia mais nada, estava com o corpo todo queimando, tive forças para olhar para ele seria e repreendelo que não poderia colocar a mão, e pedi para ele fechar mais as pernas que estava me incomodando  e que era para ele parar com aquilo e se controlar.  Acho que falei um pouco alto e meu marido perguntou, :-tá tudo bem aí? Quer que eu pare o carro? Gelei e disse:- não amor estava me referindo ao trânsito, não sei se ele entendeu alguma coisa, e não sei como saiu a minha voz.
Meu filho falou perto do meu ouvido pedindo desculpa e que não podia fazer nada, com uma voz chorosa.
Sabia que ele se referia a ereção pois sua mão ele retirou da minha coxa, confesso que falei aquilo por reputação, mais no fundo não queria que ele parasse, nunca tinha sentido o que estava sentindo.
Aquela excitação, aquele tesão, aquela queimação por todo o meu corpo que fazia a minha buceta derreter. Não, não queria que parasse  nunca, estava gozando só sentindo a pressão da cabeça da pica do meu filho na entrada da minha buceta, mais eu queria sentir dentro, toda dentro de mim, mais não tinha coragem de encarar ele.
Ouvi a voz do meu marido me acordar daquele sonho ou pesadelo:- estamos chegando no restaurante!
Um alívio junto com uma decepção, mistura de sentimentos que me corroía por dentro e me chamava para uma realidade nunca sonhada por mim.
Paramos o carro, meu marido saiu se espreguiçando como se esticasse as pernas, eu saí sem olhar para o meu filho e rumei para o banheiro  dizendo que estava apertada, na realidade estava até com medo de olhar para o meu marido e ele perceber alguma coisa, deveria estar vermelha, meu rosto queimava e meu corpo tremia todo. Estava preocupada se o meu vestido não estaria molhado, porque minha calcinha estava ensopada.
No banheiro lavei o rosto e tirei a calcinha para me limpar, estava realmente muito molhada dos meus fluidos, tentei enxugar com papel, não tinha como trocar, as outras estavam na mala, tinha que vestir aquela mesma. Quando vesti novamente, senti o molhado em  contato com a  pele da minha bucetinha que mantenho depilada como o meu marido gosta, parece  até que grudou me deixando com aquela sensação estranha de ter mijado na calcinha.
Me servi e fui sentar, e para o meu azar de frente para o meu filho que de cabeça baixa não queria me encarar e nem eu a ele,  mais era inevitável cruzarmos os olhares, fiquei reparando nele enquanto comia que era um rapaz bonito, atraente como era seu pai na sua idade, como poderia  estar acontecendo tudo aquilo, me peguei lhe desejando. Tentei afastar aqueles pensamentos e me levantei indo olhar uns produtos expostos para a venda, essas coisas que tem nesses restaurantes de estrada.
Mais aquele clima ruim não poderia está acontecendo com nós, afinal, não tínhamos culpa de tudo aquilo acontecer, foi uma consequência do destino, nem eu nem ele forçamos  nada para acontecer, estava me punindo e há ele atoa, tadinho dele, como ficaria sua cabecinha se eu lhe tratasse mau, não era justo, e só estávamos comessando nossas férias.
Lhe chamei como se nada estivesse acontecido e perguntei se ele não queria comprar nada, uma bolacha um chiclete, algo para ir comendo na sequência da viagem. Ele mais animado com a minha postura, escolheu chiclete
Na fila do caixa meu marido me abraçou por trás encostando sua rola na minha bunda, juro que estremeci, me lembrei que ainda tinha muita viagem sentada no colo do meu filho.
Pensei, eu que estou querendo sentir novamente aquela sensação gostosa, vou deixar rolar
Na hora de entrar no carro novamente,  beijei meu marido e lhe disse que não iria  deixar cochilar na estrada, afinal tinha trabalhado o dia inteiro e deveria estar cansado.
Meu filho sentou, e dessa vez eu sentei no colo dele mais com as costas no seu peito, portanto fiquei de frente para o meu marido que só podia ver o meu rosto pelo retrovisor.
Logo senti meu filho se mexendo, acho que estava querendo se controlar para não acontecer tudo novamente, mais eu queria aquela sensação, queria sentir tudo novamente.
Comecei a mexer minha bunda de leve em seu colo, a juventude é mágica, logo fui sentindo o gigante acordar, como se não quisesse aquilo dei um apertão em sua perna, ele falou no meu ouvido,:- a  culpa não é minha, a senhora ficou mexendo esse rabão!
Dei um sorriso de satisfação, só para mim.
Eu:- me respeita sou sua mãe, mais sem convicção e sutilmente para o tonny não perceber.
Ele:- desculpa mãe, não sei o que fazer para não acontecer novamente!
Sentindo aquela tora prescionar minha bunda, queria sentir no meu interior, era o meu filho querido.
Fiquei com pena dele, era muita judiação, criei coragem,   peguei na sua mão e  levei para a minha  coxa, não vi sua reação pois não podia olhar para trás, mais senti além do pau ficar mais duro o seu coração acelerar nas minhas costas.
Ainda segurando suas mãos, fui subindo pela minha coxa devagar fazendo ele sentir a textura da minha pele toda errepiada por baixo do vestido, ele tremia e ofegava com a respiração acelerada próximo  ao meu ouvido. Quando sua mão chegou na minha calcinha, soltei, ele deveria está incrédulo com o meu ato, pois manteve a mão onde deixei.
Eu já estava lavando a calcinha novamente com os meus líquidos, meu rosto queimava, meu corpo tremia, sentindo sua rola atravessada na minha bunda, eu queria dentro de mim urgente.
Sabia que ele não tinha experiência, o máximo que teve de contato com uma mulher foi quando tinha quinze anos e namorou sua prima, mais sem maiores envolvimento, foi por pouco tempo pois meu irmão pai dela, teve que mudar de cidade por força de trabalho e os dois se separaram.
Tornei segurar suas mãos e por baixo do vestido levei até meus seios que estavam duros com os bicos marcando o tecido fino, por sorte isso tudo era atrás do banco do meu marido e ele não dava para ver nada.
Ele apertou os dois com suavidade, apertou os bicos sentindo a maciez deles, me controlei para não gemer mais forte e meu marido ouvir, o que nos protegia era o barulho dos carros, pois viajavamos com os vidros abertos aproveitando o vento da noite.
Soltei novamente suas mãos, e dessa vez ele ficou brincando  com os meus seios e foi descendo a mão até achar a calcinha, ficou alisando minha buceta por cima dela como se não acreditasse que poderia fazer o que quisesse com a sua mãezinha querida, como ele costuma me chamar. Mais eu queimava de tesão e luxúria, queria mais que aquilo, queria a  rola dele.
Abri as pernas, escancarando o que deu, ele entendeu, com suas mãos trêmulas, procurou a lateral da calcinha e pela abertura da perna encontrou minha buceta quente e molhada, devagar meteu o dedo, aquilo me deu um choque e já comecei a gozar, ele meteu o dedo e achou o meu inturmecido clitóris, que não podia ficar mais duro, ele ficou brincando com uma mão e a outra procurou novamente um dos meus peitos e apertou, gozei novamente.
Mais eu queria mais, queria aquele troféu que sentia em baixo da bunda, fui devagar chegando no seu peito e falei, :- amor da mamãe, mete seu pau na minha buceta!,  por um instante pude contemplar o seu rosto de surpresa, senti sua mão entrando entre minha bunda e seu calção. Para facilitar, levantei a bunda do seu colo e ao  mesmo tempo que abraçava seu pai por trás e lhe beijava o rosto como se lhe pedisse desculpa pelo que estava fazendo com o seu filho.
Jr puxou a minha calcinha para o lado e senti a cabeça do seu pau tocar na minha gruta molhada, não sei explicar a sensação que senti. Fui descendo devagar sentindo ser alargada, não via, mais com certeza era mais grosso que o do seu pai,  foi entrando, acho que se não estivesse tão lubrificada teria soltado um grito, também era maior.
Quando encostei a bunda nos  seus pentelhos e me vi toda preenchida com aquela tora, gozei novamente me tremendo toda, queria gritar, espernear, pular em cima dele, queria que ele  soubesse  o quanto estava fazendo sua mãe feliz. De uma recatada mãe de família a uma puta no cio, e puta do próprio filho.
Senti ele novamente dentro de onde ele um dia saiu, tentando entrar novamente no meu útero. Que sensação  mais esdrúxula,
Sendo fudida pelo próprio filho na frente do seu pai, ou melhor por trás.
Comecei a rebolar devagar, subir e descer naquela vara, senti o meu filho apertar meu peito e minha coxa como se quisesse cravar os dedos em mim, ele iria gozar me preocupei dele não se controlar, seguramente seria sua primeira gozada em uma mulher e sua mãe. Me deitei no seu peito e rebolei no seu pau gozando junto com ele, um gozo prolongado e arrebatador como nunca senti com o seu pai meu único homem até então.
Senti ser inudades pelo seu esperma escaldante e grosso,
ele gemeu com a boca na minha nunca e ofegante falou:- obrigado mãe, isso é muito gostoso!
Meu marido anunciou que estávamos chegando no litoral, eu não tinha visto nada da viagem.
Não considero o meu marido corno, eu dei para o nosso filho.
De agora em diante tenho duas certezas, vou querer dar sempre para ele, e que só ele e o pai vão me comer.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,38 de 290 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

113 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Ivanildo ID:1da1fts0wm2n

    Estou de pau duro todo molhado que tesão

  • Responder Ivanildo ID:1da1fts0wm2n

    Linda história gostei

  • Responder A história foi uma delíci ID:6stvzoshrj

    A história é uma delícia eu estou de pau duro também que emoção eu também não saberia fazer diferente

  • Responder Gil Pessanha ID:h5hmx4tm4

    Eu gostaria de conhecer uma bela mulher coroa madura eu a doro coroa madura bom dia pra todos

  • Responder Midoido ID:6stvzotfv4

    Gosto

  • Responder Vitor ID:1dbmquaot7ai

    Que delícia,de mamãe

  • Responder Joao ID:on90ttyzri

    Mãe, puta e cocarde

  • Responder ESTURADOR ID:bo1v8dozm

    Eu também vou te comer, Vou te Estuprar sua cadela

    • Irineu ID:81rg0lib0a

      Nossa que delícia 🔥🔥🔥🔥🔥

  • Responder Mateus ID:5h681040

    Muito bom , ja fiz isso com minha mae so que ela foi mais safada ela so estava de vestido sem calcinha e sentou no meu colo quando ela sentiu meu pau ficando duro ela abriu o ziper da calça e tirou meu pra fora e em seguida pois dentro da buceta dela e ficou kicando ate eu falar no ouvido dela que ia gozar e entao ela apertou a buceta com meu pau dentro nao aguentei e gozei muito e a sensaçao de uma buceta esmagando seu pau é muito gostoso

  • Responder Alguem ID:1dai2i749j

    Historia completa

    Sou louco pra fuder minha sogra uma vez abri a calça deixando minha rola a parecer pra ela um pouco mais nao mostrei a cabeça fiquei com medo ela me avisou que o ziper tava aberto fingi que foi sem querer pedi desculpa ela falo que tudo bem acontece pra eu nao ficar com vergonha e ficou avisando que a calça tava aberta e quando saiu pra trabalhar falo que a filha dela ia me matar dando risa liguei pedi desculpa ela falo que nao ia contar nada Hoje ela pediu pra medir a parede dela e coloquei o pau pra fora mostrando a cabeça falei a medida da parede ela falo que nao tinha entendido por que tava prestando atenção em mim depois de um longo tempo ela falo que meu zipe tava aberto pedi desculpa e coloquei o pau pra dentro depois de um minuto tirei de novo tentando deixar ela ver mais quando o marido dela começo a bater na janela fazendo graça ai ela chamo ele de engraçadinho e fingiu que nada aconteceu mais minha vontade era levantar o vestido dela e meter a rola nela no quarto mais os netinhos dela tava perto

    • Adriano ID:1d5qgzx3gua0

      Super gostoso exitante.

  • Responder Porteironoturno ID:funxvfyv1

    Que delícia esse conto , toda vez que leio ele da vontade de gozar pqp….
    Se alguém tiver um conto exitante que nem esse quizerr manda via email vou adorar ler
    [email protected]

  • Responder Célio ID:8efae2tfik

    Muito bom viagem inesquecível e muita confidencia

  • Responder Ozanias ID:yazafnm4

    Nossa que delícia

  • Responder SAO PAULO. ID:muj5bdm9k

    Loucura deliciosa vc é de mas, aproveita e pénce em mim.

  • Responder Roberto ID:5pbartudqra

    Ela queria é pica grande e grossa faz tempo!
    Muito putinha, será que levou pica no cuzinho também?

    • Anthony ID:42p3wut0k

      Eu sou cardiologista e cirurgião a mae da minha mulher que tem 51 anos nova faz pilates que minha esposa paga e eu sou negão, a sogra ficou viuva ha 4 anos atrás, o consolavamos muito eu me lembro lhe apertava e abraçava com muito respeito e amor mas depois passo a ser mais ousada lha apertava de traz sem fazer parecer maldade, comecei a pensar que ela ta mesmo fechada ja o marido ficou 2 anos no hospital sem tocar nela, e ela é uma assembleiana rigida mesmo cheio de fé e que guarda mesmo mandamentos de Deus foi ela que nos levou a igreja, nao tinha como fazer nenhum passo de maldade nada e nada, depois da covid ficou connosco eu tinha prohibido toda família de ninguém tomar a vacina do jeito nenhum sabia que era só pra reduzir a população mundiale. Semana passada minha sogra uma crise que a tensão baixo muito e tratei ela muito respeitosamente, so que no dia 30 de outubro 22 ao regressar da igreja minha mulher estava de plantão ,e aqui a mãe caiu nas escada e graças a Deus que não morreu bateu as ancas nas escadas e bateu a cabeça no poltrao das escada minhanfilha gritou pai pai ao chegar fomos diretamente nas urgências e aviseia esposa que veio também trabalha no mesmo hospital ficou la uma semana e minha esposa sendo enfermeira chefes das urgências tinha um seminário em Nova York nao podia adiar tinha que ir. 2 semanas. Contratei uma enfermeira pra tomar conta da minha sogra porque tenho que trabalhar, veio ela uma linda jovem recém enfeirmeira precisava mesmo do dinheiro tentei la complicar pra dobrar ela me suplicou e eu aceitei mas la disse cuida com isso e isso, depois de 3 dias ela comente um erro grave na medição, levei ela no escritório la dei um susto disse se eu fazer relatório acaba com seu estágio la no hospital e sua carreira de enfermeira, ela 23 anos virgem assembleiana pegou no meu pé chorando muito e disse vou pensar,tratei minha sogra e ela me disse perdoa ela, no dia seguinte eu ja com tesão chamei ela no meu escritório e pra ela essa aqui é

    • Reginaldo ID:gqc13lm99

      Deixa eu te comer também

    • Comedor de cu ID:8egu6tg3cyb

      Que delicia deixa eu comer seu cuzimho

  • Responder Paula ID:2x0gwlybt0d

    Eu quero alguém pra fazer comigo só de ler minha bct pegando fogo

    • Rafaella ID:funxvfyv1

      Divirta-se Paula !!

    • Victor ID:81rd4h1d9a

      Oi Paula, vc é de onde?

    • Jiuta ID:g3jumjfij

      Oi Paula tudo bem com você, estou aqui e gostaria de conversar com você sobre isso

    • José Carlos ID:xlorieql

      vem gostosa…Paula

    • SAO PAULO. ID:muj5bdm9k

      Oi Paula!! Adoraria fazer isso é mtas com vc.

    • Pica grossa ID:mqphkhuhyyw

      Eu também fiquei com meu pau babando aqui

    • Vem ID:469d0jplm9d

      To aqui

    • Rola preta ID:1e11ie3ua3wm

      Paula boa tarde eu sou moreno tenho 44 anos e muito safado adoro uma putaria a minha rola é preta e grossa deixa eu chupa o seu cuzinho todo melado de tesão a a sua buceta cabeluda ou raspada até vc goza gostoso dentro da minha boca adoro

    • Picudo ID:5eruqdkwq

      Então deixa eu apagar o seu fogo com a minha mangueira grossa

    • Alguem ID:1dai2i749j

      Eu ja mostrei o pau pra minha sogra só nao mostrei a cabeça pq fiquei com medo acho que gosto

    • Carlos ID:1dr3l2u0ucrx

      Eu tambem

    • anjo ID:1dpvffsvb8ps

      nossa!! que delicia gozei muitooo cheirando uma calcinha aqui me chama [email protected]

    • João ID:bemlqenv9k

      Queria eu te comeria o pia todo

    • Joel ID:v8zo1l42mh5

      Nossa q delícia

    • [email protected] ID:1se2wj8i

      Realmente da muito tesão, passeio por algo parecido até.hj eu penso.

  • Responder 46546 ID:gqbjdmk0c

    parte 2

  • Responder Vc de onde ID:muj5bdm9k

    Nossa que conto nas tesudo, fiquei rola babando, tive me virar pensando vc.

    • SAO PAULO. ID:muj5bdm9k

      Quero gozar vc também.

  • Responder Frank ID:gqb6fxv9i

    Nossa,que tesão de conto.Tenho 70 anos e tive que bater uma punheta gostosa. Adoro comer uma buceta e um cuzinho apertadinho tbm.Moro em São Paulo.

  • Responder Muito bom , gostei ! ID:1dak1nnv99

    Muito bom , gostei !

  • Responder anonimo ID:funxlvtd1

    maravilhoso de conto…
    bom, você não considera “no caso ta errado” mas ele sempre sera corno pois uma traição sempre sera traição.
    mas adorei o conto, gozei gostoso.

  • Responder Manu Silva ID:8d5f7a5yhj

    Na verdade a muito tempo eu não tinha sentido algo tão gostoso como lendo este conto, meos parabens nota 10 pra vc, eu amei.

    • Muito bom , gostei ! ID:1dak1nnv99

      Ótimo !

  • Responder Tijunelis ID:xgmcvvzl

    KI CONTO DELICIOSO.TENHO 70 ANOS E GOZEI GOSTOSO BATENDO UMA DELICIOSA PUNHETA.EU QUE QUERIA ESTAR NO LUGAR DESSE GAROTO. PRECISO TANTO DISSO VIU.SOU DE SÃO PAULO.
    [email protected]

  • Responder CarlosT ID:4adeq532k0b

    Gozei muito,simples assim. Muito bem escrito.

  • Responder Gostoso ID:1dak1nshra

    Já fodi minha tia ela erra muito gostosa na época e tudo começou com um carinho nem tava na maldade só que depois que ela começou a me masturbar de vagarinho, eu erra mlk foi no seco mesmo. Meu pinto nem erra grande tava se desenvolvendo e torto comi ela de pijama e me falou pra fica fazendo vai vem quando gozei meu gozo erra transparente e ela chupou tudo

  • Responder Marcela ID:8kqv4r6xic

    Uiiiia também já fiz rs

    • Sair ID:81rczos7d2

      Já transou com seu filho?

    • Fabiano ID:qplmot09

      Nossa Marcela queria te chupar todinha

    • Bello ID:gqb8gxt0b

      Imagino como deve ter sido faz um conto.

    • Roberto carlos ID:40vokdird9a

      Gostoza queria ser teu filho delícia

    • Irineu ID:w72k77zi

      Nossa que tesão estou todo gozado

    • Rik ID:469cvrlfv99

      Olá Marcela sou de São Paulo adoraria conhecer você

    • José lemos ID:w727wrzk

      Oi
      Marcela gostaria de saber se possível seu relato?

    • Dan ID:3nwpdwncoia

      Q delicia, quero fazer tbm

    • Muito bom , gostei ! ID:1dak1nnv99

      Sempre tive vontade mais não tive coragem !

    • SAO PAULO. ID:muj5bdm9k

      Hummm marcela, delicia ouvi de vc fiquei rola dura.

    • SAO PAULO. ID:muj5bdm9k

      Sério marcela hummm

    • Pica grossa ID:mqphkhuhyyw

      Vamos fazer dê novo

    • Ciro ID:1cxfw12pmgay

      Aaaa safadinha, já deu essa bucetinha seu filho emmmm, marcela, me deixou curioso gata, e rola dura.

    • anjo ID:1dpvffsvb8ps

      faz comigo tambem tou com a pica babando [email protected]

  • Responder FRANK ID:xgmcvvzl

    Casada com tesão,porque não deixa seu imail ou zap pra mim. Vamos gozar gostoso juntos eu prometo. Entra no meu imail ok?
    [email protected]

  • Responder Amizael ID:yazenov4

    Quero a continuação

  • Responder Frank ID:40vom29kqrb

    Ki delícia de conto.Eu queria estar no lugar desse garoto.Do jeito que eu ando necessitado de buceta,eu ia gozar igual um cavalo. Sou um coroa de são Paulo. Se vc quiser entrar em contato comigo,meu imail
    [email protected]
    [email protected]

    • Casada com tesão ID:8d5sj5pd99

      Queria ficar sentada no seu rebolando e sentir seu gozo me sujar toda

  • Responder [email protected] ID:mujpuf7qm

    Parabéns belíssimo conto

    • Eu sou fod@ ID:1den79qjubse

      Deliça

  • Responder Gilson ID:41igyuylhrd

    Gostei muito! Conte a sequência!

    • Francisco ID:3vi1u2udm9d

      Gozei

    • Francisco ID:3vi1u2udm9d

      Que mãe safada, adorei gozei quando eles gozaram

  • Responder Nervogrosso ID:gsug0620c

    Safada sentou na pica vai rebolar é gozar não importa qual piroca seja

    • Zenito ID:y13yysznlwr

      Você que é casada e gosta de uma sacanagem e for de Belo Horizonte entre em contato por mensagem no número 99421-9428.

  • Responder Nego veio ID:81rg0ldt0d

    E a continuação disso oque teve depois como foi ?

  • Responder [email protected] ID:5pbamce3fik

    Nossa que delicia é um dos contos mais deliciosos que ja li, transar assim junto e escondido ao mesmo tempo deve ser uma loucura gosar assim , por favor quem quiser pode entrar em contato comigo

    • Silvano ID:on95r14v9j

      Oi li seu comentário sobre um conto gostaria de te conhecer

  • Responder O.lira ID:bf9drkuxic

    Delicia mamãe,conte como foi o restante das férias

  • Responder GabiOB ID:469c1j52t0d

    Seus contos GAYS, são melhores, continua eles…!

  • Responder Freud ID:469c1j52t0d

    Eu posso explicar isso!!

    • Andrei. ID:81rd3mjphk

      Hahahhaha. Sou psicólogo e não por acaso, achei este o melhor comentário de todos os tempo!

    • Maria do Rosário Amante ID:gqbl2i8rk

      Temos um culto entre os ogros.

    • Humberto ID:gsudr9d99

      Kkkkk

    • osmaralvesdasilva ID:5h60258k

      Eu queria ter uma mãe gostosa e safada assim,mas ja fudi minha Subrinha.

    • Alguem ID:1dai2i749j

      Sou doido pra fuder minha sogra uma coroa gostosa no dia que mostrei o pau ela ficou toda hora falando que a calça tava abrindo minha vontade era colocar ela pra chupar meu pau depois fudela na mesa ela falo pra eu nao ficar com vergonha era normal tava doido pra pedir pra ela chupar mais me controlei

  • Responder Ebannus ID:8kqv46zhrc

    P a r a b é n s….

  • Responder ID:2ql41mvv0

    Muito delicioso

    • Pai inses ID:ev8sntk0b

      Oi te telegranan

  • Responder Ferroso ID:81rf9j60v1

    Meu mail é [email protected]

    • Alguem ID:1dai2i749j

      Ai ela saiu dando risada falando que a filha dela ia me matar ai eu liguei pedindo desculpa ela falo que tudo bem nao ia falar nada nao agora quero achar ua oportunidade de mostrar a rola toda a ela pra ver o que ela vai fazer

  • Responder Ferroso ID:81rf9j60v1

    Um ótimo conto conte como foi na tranquilidade de uma cama

  • Responder Menino do Rio ID:41igtnnrb09

    DELICIA MINHA ESPOSA TRANSA COM MEU FILHO, NÃO VEJO NADA DEMAIS, MAS FOI DELICIOSO E VOCÊ COMO VI ADOROU E VAIR QUERER SEMPRE KKK

    • marcos ID:gqb9j60zj

      e serio sua mulher faz sexo com seu filho legal me conta mais por favor

    • Bruno ID:h5ijpvm9d

      Vamos conversar sobre temos algo em comum

    • Roberto carlos ID:40vokdird9a

      A minha esposa eu deicho foder com meu enteado fode gostozo podemos em dois ela muito gostoza adoro foder em três fazemos cervico conpreto nela amo

  • Responder Tony Bahia ID:41igh52wxii

    Conto maravilhoso.

    • João ID:1se7eiv2

      Uauuu delícia de conto

    • Gael ID:830zqz2d9c

      Delicia queria comer ela também, não vai ser só os dois que vai comer ela, quando ela permitir novas experiências ela vira putinha.

  • Responder FABIO ID:gstyo53d3

    que gostoso me deixou de pau duro

  • Responder Joel ID:5x8209kx49d

    Nossa mas que dlc de conto..
    Valeu mesmo.. Teu filho é um sortudo…
    [email protected]

    • Papai MG ID:8cipheum9b

      Aqui tambem.
      Eu e meu filho dividimos minha esposa. Vivemos muito bem.
      Muito amor. Muito tesao.

  • Responder Amo incesto ID:469cyuz0b0i

    Q delicia esse conto q tezao
    @chaves46

  • Responder Tony Alves ID:41igm29oxii

    seus contos são excelentes e merece continuação.

    • Eletrônico ID:8kqtlwnoia

      Com certeza vou escrever q sequência.
      Obrigado por gostar!

    • Luiz ID:1v7e0id1

      lindo conto muito ecitante

  • Responder Alex CP ID:40voxb9tqrd

    Excelente, conte-nos novos acontecimento caso ocorram. Parabéns pela atitude e iniciativa.

  • Responder Rola gostosa ID:muittwxib

    Parabéns pelo conto gostaria de está no lugar do seu filho ,ainda mais uma viagem longa é
    uma sensação muito gostosa também ficaria com a cabeça do pau toda babada.e te comeria a fim de um papo [email protected]

    • Pachecao ID:gqbk7woii

      Estou quase gosando sem mesmo tocar no meu pau. Continue.Continue não demore a publicação.

    • sou bissexual ID:2ql00i2th

      vem meter esse pau dentro da minha boca e do meu cu

  • Responder Anônimo ID:fi07o4l0h

    Que delícia, continua transando gostosa e escreva aqui pra gente as próximas partes, meu pau babou com a história.

    • XiriQuerPau ID:830y8oy499

      Nossa muito delicioso esse seu conto, gozei muito.

    • Eletrônico ID:8kqtlwnoia

      Vai continuar com certeza

    • Paulo ID:8d5ijpgzr9

      Nossa que delícia de mamãe como eu queria fuder uma mãe assim