# #

Trato feito pt2

1279 palavras | 2 |3.88
Por

A historia é um pouco longa pois vou contar todos os detalhes

Continuando

No dia seguinte era uma sexta trabalhei com pensamento no final da tarde, as 17:45 elas chegaram liberei meu pessoal, e ficamos a sós eu flavia e sua mae, fui ensinando o que ela precisava, mas sua mae sempre ficava falando besteira e interrompendo.
Chamei ela num canto e disse
– Melhor voce esperar aqui e deixar eu falar com ela, senao ela nao vai se soltar e vc vai sofrer depois.
Ela ficou quieta, mas acatou
Cheguei na menina e comecei a conversar, ela foi se soltando e melhorando pouco a pouco, depois de uma hora de treino, mandei ela lanchar e fui com a mae dela para outra sala
A mae estava toda animada e entrei dando esporro nela
– Olha sua puta se ficar me interrompendo eu nao ensino nada pra essa putinha e vcs duas vao se foder
-Desculpa pensei estar ajudando, mas interrompi ela
– puta so ajudar com a boca cheia de pica, ou dando o cu e vou começar o pagamento

Virei ela em cima da mesa, puxei o vestido dela, cuspi no pau e fui metendo naquela buceta e ela pedido para nao fazer assim.
puxei o cabelo dela e falei manda ela pra casa num uber ou tua motorista, pq vc so sai daqui depois de me saciar sua vadia.
Escutei ela falando
– Flavia mamae vai acertar os detalhes das suas fotos tudo bem filha, então você vai primeiro depois eu vou, parece que fechamos um bom acordo dessa vez.
A menina deu um bom sorriso e disse
-espero que sim, vou esperar a senhora em casa

Quando ela voltou ja estava no sofa sem roupa esperando ela.
– Ajoelha puta e vem igual uma cadela chupar meu pau ela chupava bem gostoso, experiência de quem ja mamou muito pau.

estava me deliciando, virei ela no sofa e comecei a foder ela bem forte dando estocadas fundas, queria judiar dela, mas a puta tava gostando, fica falando putaria pedindo mais,
– vai se safado me arromba, judia dessa puta, come essa buceta forte.
-Sua putinha ta gostando ne, vou judiar..
Puxava o cabelo dela e socava bem fundo nela, ate ela gritar, dava tapas fortes na bunda branca dela e ela pedindo mais
– vai seu negro cachorro, violenta essa madame, fode essa buceta branca seu preto safado.
Abri seu rabao branco dei duas cuspidas e meti sem cerimonia, nossa como essa puta gemeu, trancou os dentes e quase nao aguentou a enrabada, nessa hora tive certeza, ela foi puta de algum ricaço.
Fodi ela por duas horas e terminei com uma bela esporrada na sua boca. Mandei a puta pra casa e fui para o meu quarto. Pensando que ganhei a noite, mas o melhor estava por vir.

Duas semanas passaram e o Flavia progredia a passos lentos, ela realmente nao levava jeito pra coisa, eu continuava fodendo sua mae todo dia, nos finais de semana eu ligava e ela vinha dormir cmg a noite toda era pau na coroa.
Ja estava cansando de Flavia, so mantinha pq tava comendo a mae dela, mas resolvi fazer uma ultima tentativa que me abriu os olhos para um novo mundo.

-Flavia hoje vamos tentar algo diferente, quero que escolha uns biquínis ali para fazer umas fotos de praia, escolha o que vc mais gostar quero que se sinta avontade.
Nesse momento ela travou, e disse

-Nunca fiquei de biquini na frente de ninguem.
– Mas aqui voce precisa mocinha, hoje esta so eu, mas quando tiver mais gente ce vai ter que ficar.
Ela olhou pra mae e a mae fez que sim e la foi ela, foi ai que ganhei meu maior presente.
Flavia de biquini tinha um corpo lindo, uma buceta linda e uma bunda bem carnuda e branquinha, quando a vi de fiquei excitado.
Ela saiu toda vermelha sem graça e desconfortavel, mas logo chamei atençao dela para as fotos.
do nada mae dela recebe uma ligação e diz que precisa ir.
Cheguei no ouvido dela e disse.
-Flavia precisa aprender a fazer essas fotos, deixa ela aqui, depois eu mando ela de uber para casa.
-Tudo bem cuide bem dela, vou precisar resolver um assunto e espero ela la.
A coroa se despediu explicou para filha e saiu, sem a mae dela por perto a menina ate sorria mais, e ficava mais leve, e comecei a sessao de fotos.
Muitas poses iniciais, depois fui me aproveitando, segurava na cintura pra mostra a posiçao correta, depois pegava nas coxas para fazer uma pose, segurava na costa, disse para ela soltar de leve a parte de cima sem deixar cair.
Ela estranhou mais fez, aquela pele branca dela me dava muito tesão, disse para ela deitar num sofá empinar a bunda e fui pra frente dela, para ela notar meu pau duro, fui ate a calcinha e puxei pra ficar um fio dental ela achou estranho e perguntou.
-Olha vou ser sincero, vc e bonita mas, nao leva jeito pra passarela, tem que treinar muito, e vc claramente nao quer nao é..
– eu so faço pela mamae, eu nao gosto disso acho chato.
– Pois é, eu sei, mas fazemos assim, faz essas fotos como to falando, se elas nao ficarem boas eu convenço sua mae a desistir que tal?
Ela pensou um pouco e disse:
– Então faz como vc achar melhor.
– Vou ter que tocar mais em vc, tudo bem?
– Sim.
virei ela de frente arrumei os braços dela na posição cobrindo os pequenos seios, meus dedos esbarravam neles, e eu fazia de propósito sentia ela gemendo, arrumei a calcinha bem puxada fazendo a buceta ficar estufada, as fotos ficaram lindas.
Depois tirei o lacinho de um lado e mandei ela segurar, ela foi se soltando mais, falei pra ela segurar os laços abertos q iria fazer uma foto especial.
Mandei ela deitar no sofá, coloquei a camera na barriga dela e fiquei meio por cima dela cobrindo a visao dela, soltei os laços do biquini e mandei ela puxa, na hora eu vi a melhor visao do mundo uma buceta lisinha com uns fiozinhos loiros bem ralinhos, meu pau pulsou com vontade de socar nela.
Fui para os pes dela e fotografei de baixo pra cima pegando bem a bucetinha dela, e olhando pra ela, ela estava muito vermelha e vi no biquini que ela ficou com tesao, tava ensopadinha toquei na perna dela e fui subindo, devagar
Ela tentou reagir e disse
-Calma so vou te fazer relaxar vc ta muito tensa
Puxei de lado o biquini e comecei a chupar aquela buceta que delicia de buceta, docinha, novinha, rosada, chupei chupei lambia da buceta ate o cuzinho, e voltava a menina nao se aguentava e explodiu gozando.

deitei do lado dela no sofa e fiquei acariciando ela, ate ela se acalmar, puxei ela pela cabeça e beijei sua boca, ela ficou mole, beijei bem gostoso, ate ela se acostumar, quando estava bem molinha pedi pra ela seguarar meu cacete,
ela tomou um susto mais segurou, ficou punhetando de leve, me sentei e mandei ela sentar no meu colo, comecei a mamar aqueles peitinhos lindos, biquinhos rosados apertei aquela bundinha e fiquei esfregando meu pau na buceta molhada dela, pedi pra ela tocar uma punheta pra mim, aquelas maos tocando meu pau me fizeram gozar muito gostoso e jorrar leite na carinha dela, fomos nos limpar e o telefone tocou e era a mae dela ligando pedindo pra ela ir urgente…

Cont…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,88 de 25 votos)

Por # #

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Páulo

    Muito bom esperando a continuação vc vai comer as duas juntas conta os detalhes.

  • Responder tarado

    Continua ta ficando bom…