# #

o coroa amigo do meu pai abusou de mim quando eu tinha 9

1252 palavras | 17 |4.54
Por

Quando eu tinha 9 anos, meu pai pegou o amigo velho dele me fodendo na grama de casa.

Vou contar o dia que deixei o amigo velho do meu pai abusar de mim quando eu tinha 9 anos

Meu pai sempre bebia muito, as vezes nos bares e as vezes em casa e sempre deixava um bando de homem lá

Tinha um amigo dele que deveria ter mais de 50 anos, era velho, cabelos grisalhos, a barriga enorme tipo do papai Noel

Esse velho sempre abusou de mim, desde que eu era novo mas nunca percebi, porque não entendia o que era isso

Quando eu completei 9 anos já sentia meu pintinho quente, duro, adorava tocar nele e me esfregar em qualquer coisa, embora ainda não gozasse

Eu comecei a ter noção de algumas coisas, percebi que os toques que o velho me dava não eram inocentes

Quando eu era bem novinho, ele adorava me pegar no colo e apertar minha bunda, sempre que me abraçava passava a mão pelo meu corpo.

Com 9 anos, eu percebi que o que ele fazia quando eu era bem mais novinho não era apenas carinhos.

Eu comecei a ter medo dele.

Já com 9, ele tava na minha casa bebendo com meu pai. Ambos no quintal. Eu tava na sala assistindo TV e ele foi pegar uma cerveja na cozinha, viu que eu tava na sala e começou a beijar meu pescoço,eu fiquei nervoso. Ele foi pra minha frente e olhou pras minhas pernas juntas, abriu elas com a mão pra olhar meu pauzinho marcado no short, fez uma cara de velho tarado.

Ele nunca passava dessas coisas, mas agora eu já percebi suas intenções.

Aí eu fechei as pernas e corri dele. Disse que se ele continuar vou contar pro pai. Ele apenas disse que foi pegar uma cerveja e que gosta de mim e saiu.

Eu não contei pro meu pai.

Eu tinha nojinho dele. Só que eu tava na fase de sentir meu pau quente, toda madrugada eu mexia nele ou esfregava no travesseiro. E eu acabava pensando no velho beijando meu pescoço.

Eu ficava com um pouquinho de tesão

No dia seguinte ele tava lá. E ao invés de me afastar eu abracei o velho por trás. Enquanto meu pai conversava e bebia com aquele bando de macho cachaceiro.

Eu sentei no colo dele e deixei a rola dura dele na minha bunda enquanto ele conversava com meu pai

Nesse dia mais tarde, quando ele foi na cozinha e eu estava lá ele me mostrou a rola dura dele. Eu fiquei com medo e mais uma vez fugi e disse que ia contar pro pai.

Ao mesmo tempo que sentia vontade de fugir dele queria me esfregar naquele barrigão

Teve outra vez que ele foi lá em casa. Bateu no portão e eu atendi dizendo que meu pai não tá em casa. Ele tentou entrar pra abusar de mim eu com medo consegui fechar o portão a tempo.

Fiquei apavorado com ele mandando eu abrir. Que não iria me machucar.

Mas de madrugada lá estava eu pensando no meu abusador enquanto me esfregava.

O ápice foi quando meses depois ele me encontrou em casa sozinho de novo. E dessa vez nao consegui fugir, ele fechou o portão e me agarrou por trás. Tampando minha boca e esfregando a rola dura nas minhas costas.

– para, você gosta, eu sei

Ele era alto e eu apenas uma criança, então ele se inclinava pra baixo pra conseguir passar a rola nas minhas costas, como fazia quando eu era bem pequeno, na minha barriguinha

Eu comecei a chorar, sentia nojo, ao mesmo tempo que queria aquilo

Ele começou a beijar meu pescoço ali no jardim ainda me segurando e tampando minha boca, se esfregando em mim como um cavalo, babava meu pescoço todo e a outra não descia no meu corpo, se enfiou na minha cueca e massageou meu pintinho com força, me fazendo chorar mais porque eu tava sensível, logo ficando duro sentindo uma mão máscula fazendo isso comigo

Ele foi pra minha frente e agarrou meu rosto, me beijando a força, eu resistia mas ele era gigante, aquele velho agarrando uma criança, me colocou no colo e me babava todo porque eu não correspondia. Mas eu também nao esperniava, deixava ele abusar de mim. Deixava ele agir como um animal e babar todo meu pescoço arrancar minha blusa e mamar nos meus peitinhos.

Eu parei de chorar e só deixei.

– criança gostosa, não faz ideia de quanto tempo quis experimentar seu corpo

Eu fazia, eu lembrava dele se esfregando em mim quando eu era menor. Muito mais criança do que agora. E esse pensamento me fez desejar aquele velho. Me entregar nos braços dele.

Deixei ele tirar minhas roupas e a dele. Me deitar na grama. E ele tava com cheiro de cachaça e aquilo me deixando tremendo. Cheio de medo.

Era uma sensação deliciosa.

O pau dele tava duro demais. E era tão grande. Eu fiquei maravilhado.

Mesmo com medo eu fiquei esfregando meu pauzinho na barrigona gostosa dele. Enquanto ele me babava todo com os beijos pelo meu corpinho infantil

– safado, sabia que você queria, esfrega esse cacete em mim sua criança gostosa, deveria ter metido em você quando você era mais novinho, certeza que iria querer, olha esse cu piscando que delícia

Ele colocou a mão no meu cuzinho sentindo ele latejando

O pau dele tava babado e ele socou no meu cu sem dó. Eu gritei mas continuei agarrado a ele como uma cadela no cio.

Eu chorava e pedia pra parar mas não soltava do velho, deixando ele socar em mim e me xingar

Até os gemidos dele me causava medo, ele gemia alto demais, parecia um cavalo enorme em cima de uma criancinha e eu me tremia todo

A barrigona gostosa dele se esfregava no meu pintinho eu ficava doido de tesão

Eu tava todo arreganhando pra ele, querendo gozar, deixando ele maltratar meu cu

Eu comecei a gemer pra ele, olhando nos olhos dele enquanto ele lambia meu rosto, minhas mãozinhas no rosto dele, eu chorando querendo mais

– Tá gostando amor?

Eu assenti, ele me olhou todo safado

Metendo mais forte, a voz macia, sussurrando gostoso, me babando todo

– devia ter socado nesse cuzinho antes, ai puta que pariu tá uma delícia não tá? ai que delícia minha piroca nessa criança, ai que delícia caralho, que cu gostoso porra

Eu dava gritinhos igual uma puta.

Pena que a gente não conseguiu terminar. Meu pai chegou nos pegando no jardim.

Imagina a cena: Um homem velho enorme socando forte uma criancinha? Babando a cara dela toda. O pior, essa criancinha com as pernas abertas no ar por vontade própria, esfregando o pauzinho desesperado na barriga do velho. Segurando o rosto dele assentindo pra toda putaria que ele falava.

Meu pai bateu demais no amigo dele e o expulsou. Chamando ele de estuprador e outras coisas. Que era pra ele sumir senão iria preso.

Eu fiquei lá assustado, fodido na grama, me sentindo com o cu arrebentado e vazio. O pau duro. Eu fui abusado e foi uma delícia.

Infelizmente o velho realmente sumiu.

Mas esse lembrança que tenho me faz gozar até hoje.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,54 de 35 votos)

Por # #

17 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder @ale123am

    bom. telegrameesseem cimz

  • Responder Vanderson

    Eu com 8 anos fui abusado por um primo de 16 anos na época e um vizinho dele de 30, isso durou ate os meus 12 anos quase todos os finais de semana.

    • Will

      Eu tbm tinha 8a, e o cara que me comeu tinha 17a. Foram umas tres vezes naquela tarde. Depois daquela vez eu ia na casa dele todos os dias. Até os 14 anos era quase todos os dias. Depois só de vez enquando. Quando fiz 18a ele me levou num motel e levou roupas de nina pra eu vestir. Qdo o celular tocou, ele falou o número da suíte e 10m depois, chegaram mais dois meninos. Disse ele que era meu presentão de aniversário…e foi. Saí de lá no outro dia com a bunda dolorida, o anel ardendo e escorrendo leite pelas pernas. Hj só trepo com ninos entre 14 e 17a…

  • Responder O santo

    Algum garoto de São luís-ma que tiver afim.

    • Oi

      Rafaelmelo12 telegram

    • Oi

      Rafaelmelo12 telegran

    • Oi

      Rafaelmelo12

  • Responder O santo

    Um certo dia estava na minha porta e ia passando um garoto de aproximadamente 10, 11 anos pra escola. O chamei pra ver desenho e acabei comendo o cuzinho dele, isso durou quase 2 meses, uma ou duas vezes por semana. Até que o ano acabou.

    • ANÔNIMO-ES

      cara um novinho assim que aceita entrar na casa de um macho e vira a putinha submissa dele e uma delicia, sei como e, espero que vc conte sua historia com detalhes para nos deliciarmos

  • Responder bacellar

    Delícia de conto. Agora fala do papai. 🥰

  • Responder @rohzoo25

    Safadinho

    • Trocaft

      Tem telegran

    • Trocaft

      Tem telegran?

    • Trocaft

      Tem tlg

  • Responder GabiOB

    Agora conta que o pai comeu tbm.

  • Responder anonimo

    um cara que escrevia jogo do bicho fez isso comigo,eu tinha 6

  • Responder GT

    delícia! espero que o pai faça o mesmo