# # #

Novinho nóia chapado

1125 palavras | 11 |4.85
Por

O vizinho novinho chega chapado e desmaiado e é abusado de todo jeito possivel.

Tenho trinta e dois anos, sou negro, 1,85cm, solteiro e rodado. Por conta do trabalho rodo o estado durante o mês, na minha casa sou visita. antes dessa pandemia chegar aconteceu algo que ate agora não sei como tive coragem de fazer.
Cheguei em casa por volta das 21:00hs, tava cansado, entrei dei uma volta pela casa, tudo normal, tomei um banho e me deitei. Acordei por volta das duas da manhã com um barulho do lado de fora, peguei minha arma e sai no quintal, o barulho vinha da casa ao lado, subi no tanque devagar e no escuro vi três jovens, reconheci um deles, era o neto da dona da casa e estava chapadaço, era um drogadinho metido do bairro, os outros dois estavam carregando ele pra dentro da casa. Pelo que pude ouvir quando desci, eles não acharam a chave e estavam com medo de chamar a vó do garoto, iam deixar ele ali mesmo, na área do fundo deitado num sofá velho. Mas eu sabia que a senhora não estava, eu vi no face ela com as filhas, então só poderia estar na cidade visinha, mas os projetos de maconheiros não sabiam. Voltei pra tentar dormir, mas não consegui, por algum motivo aquela cena não me saia da cabeça. Fui La dinovo, da onde estava podia ver ele de relance no escuro. Teria que pular o muro, e assim o fiz. Estava com medo do nóia estar morto, mas cheguei perto e vi que estava respirando bem forte por conta de estar todo torto no sofá. Com a luz do celular dei uma andada ao redor e achei uma rede no chão perto de onde ele estava. Quando fui cobri-lo, iluminei o rosto dele, era um rapaz bem bonito, moreno claro, pele lisa, cabelos encaracolados, lábios bem grossos. Na hora me deu tesão, sou BI versátil, mas nunca me interessei por alguém tão novo. Dei umas chacoalhadas nele e nada, dei alguns tapas leve na cara e nada, peguei ele por debaixo dos braço e o levantei ficando quase de pé, mas ele parecia desmaiado, o corpo dele era leve apesar de ser um corpo bem distribuído, deixei ele sentado e tirei a camiseta, olhei o corpo bem de perto e era uma delicia, sem músculos, mas tudo bem firme. Dei uns beliscões nos mamilos pontudos, e tive certeza que aquilo seria inédito pra mim e que apesar do medo e dos risco, não deixaria essa oportunidade passar. Dele eu só sabia o apelido por que ouvia a avó chamar as vezes. “Léo” devia ter uns quinze ou dezesseis anos. Coloquei a rede como travesseiro e a camiseta dele como venda, pra no caso dele acordar dar tempo de eu tentar fugir.
Com ele já deitado, fui pro calção, desses de malandro, folgado e sem elástico, quando passei a mão por cima da pica do guri, fiquei impressionado, mesmo mole era grande pá carai, tirei rápido com cueca e tudo. Véi, mole devia ter uns 14cm e bem grosso, todo depilado, um sacão lisinho. Ah eu fui de cara, tava com cheiro gostoso, coloquei aquela tora na boca e comecei sugar, uma Maria mole de carne rsrsrs, depois de algum tempo ele criou vida, não ficou durão, mas tava bem maior que o meu, meu pau mede 16cm e não é tão grosso, aquilo mesmo meia bomba já devia ter uns 18cm e eu mau fechava a boca, mas tava uma delicia, engolia até chegar na garganta, subia e chupava os peitinhos dele com força, comecei a beija a boca dele mas sem ele retribuir, os lábios eram grossos e dava gosto ficar só chupando a boca dele enquanto punhetava aquela pica. Levantei, tirei meu calção e fiquei nuzão, abri a boca dele e coloquei meu pau de lado, fiquei escovando os dentes dele um pouco e gozei pra caramba dentro da boca do puto, virei a cara dele rápido pra ele não se afogar, mas ele ainda deu uma tossida, derramou tudo no chão, mas ficou um pouco dentro da boca, que ele só degustou e ficou engolindo aos poucos. Meu pau não baixou nem um milímetro. Coloquei ele de bruços e contemplei a bunda mais linda que vi ao vivo até hoje, era perfeita, durinha e macia em proporção exata, gente que cu maravilhoso, cai de boca no cu do muleque, ele ressonava e mexia os pés, (a única luz era do celular). Tentei meter naquela posição, mas tava muito ruim, ajeitei ele com cuidado em cima do braço do sofá, ficou perfeito, o pau tava todo babado com o resto de porra, dei só uma laceada com o dedo e comecei a empurrar, quando passou a cabeça ele deu uma suspirada profunda e balbuciou algo, mas não se mecheu, dava uma recuada e ia dinovo, sempre usando saliva pra ajudar, não demorou e estava dentro, era muito apertado, apesar dele estar relaxado, as vezes o cu dava uma contraída longa parece que ia esmagar meu pau,segurava na cinturinha dele e alisava ele todo, as vezes pegava o celular e clareava pra ver meu pau sumindo no meio daquela bundinha morena, lambia a boca dele com gosto da minha porra, chupava a orelhinha e sussurrava no ouvido dele, “ISSO LÉOZINHO, APERTA ESSE CU GAROTO, TOMARA QUE FIQUE SEMPRE ASSIM PRA EU PODER METER EM VC DINOVO” não sei quanto tempo meti nele, mas foi muito, não ia rápido nem forte fiz num ritmo gostoso pra não machucar o muleque, ele ja tava começando a se mexer bastante, parecia tentar acordar mas sem forçar ou dopado ainda, ja nao tinha como aguentar mais e quando fui gozar tirei pra fora. Minhas pernas estavam bambas. Me recuperei um pouco e dei uma olhada no cusinho do muleque, tava meio larguinho mas logo voltaria ao normal, o pau dele tava pra fora do sofá dependurado, tinha tanta baba que parecia ter gosado.
Limpei toda a sujeira dele e do chão com meu calção, vesti ele novamente o deitei e cobri com a rede, pulei o muro de volta pelado. Já em casa pensei um pouco, não deixei nenhum vestígio, aqui é tudo piso não deixei nem rastro, mas pra garantir peguei o carro e fui dormir num motel. Só voltei em casa na parte da tarde, fiz uns afazeres e cai na estrada novamente.

DAÍ VEIO A QUARENTENA!!!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,85 de 34 votos)

Por # # #

11 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Roberto

    Telegram #RobertoKarioca

  • Responder Boy_Cuiabá

    Pqp mano a dlc. Não chegou ver ele mais?

  • Responder Sleepsex

    Curioso para saber se rolou algo na quarentena..

  • Responder Marcone

    Alguém de Recife ou cidade vizinha?

    • Marcelinho

      Opa. Sou de recife. Tem telegram? Passa ai

    • Marcone

      [email protected]

  • Responder cidao

    caraca ja comi um bebado assim muito bom espero que vc continue

  • Responder @profkzado

    Tem telegram cara?

  • Responder Dotms

    Imagino ele acordando com o cuzinho dolorido kkkk sem saber quem comeu ele.

  • Responder bacellar

    Super delicioso! Conta mais!

  • Responder JohnPedoro

    Delicia d++, ja encharquei o cu de um primo meu no mesmo estado, tinha 15 anos, como estávamos com mais garotos e ele acordou e percebeu q tava com o cu cheio de porra, ele ficou puto com todo mundo e foi tomar banho kkkkk