# #

Nada de fantasia, só a realidade!!

2519 palavras | 12 |4.19
Por

Tenho duas sobrinhas, na época do fato uma com sete(Luana), a outra mais nova (aninha). As meninas vieram mora um tempo com a gente.

Olá, cansado de tantos contos mentirosos, decidi contar um pouco de minha história, fato ocorrido a uns anos atrás!!
Tenho duas sobrinhas, na época do fato uma sete(Luana), a outra mais novinha(aninha). As meninas vieram mora um tempo com a gente (família) porque seus pais estavam com problemas financeiros e separação. Eu a muito tempo já curtia, mas nunca imaginei ter a oportunidade de ter acesso a uma pequena, Já era fã da Tara, Vick, Black Hair, Sally, Roberto Franco, SuzyQ…entre outros clássicos.

As meninas sempre ficavam brincando no beco da casa, que levava a o quarto no fundo onde eu morava. A mais velha já tinha um corpinho bem gostosinho, uma bucetinha testuda e bem suculenta, umas perninhas redondas e magra, mas uma bundinha empinadinha. A menor uma mera menina de sua idade, sem nada demais.

Sempre ficava do quartinho vendo elas brincando no beco, admirando muitas vezes as posições que a mais velha ficava, imaginando muitas vezes penetrando ela naquela posição!!
O tempo foi passando e a mais velha a cada dia mais se aproximava de mim, gostava de ver filmes no quartinho comigo.
um belo dia de proposito fui tomar banho e a deixei no pc, como quem não quer nada deixei um video da Tara no gomplayer aberto, para que ela visse; quando retornei notei ela estranha, meia nervosa e sem graça, me fiz de doido e ela disse que iria lá pra frente brincar.
Os dias foram passando e passei a sempre deixa um vídeos de “bobeira” pra ela vê, e sempre a notava estranha depois. Um belo dia decidi ver o que ela estava fazendo em meio ao tempo que saia e vi ela assistindo o vídeo e se tocando (mordia os lábios e revirava os olhos, mas sempre atenta se estava vindo alguém) notei que ela estava quase gozando e deixei ela terminar, aquela cena me deixou meu pau duro igual a ferro, pingava de tesão, mas não poderia assustar ela então entrei e perguntei se ela tinha gostado desse vídeo (Fat man – cambodian) ela se assustou e quis chorar, baixou a cabeça e cobriu os olhos com o braço, me aproximei dela e dei um beijo na sua testa. Disse tudo bem, o tio também gosta de vê e se tocar (falando de forma bem natural), ela relutou pra olhar em minha cara, com o braço na frente do rosto e cabeça baixa. Para ela se sentir melhor perguntei se ela queria ver um vídeo meu com um “menina” (fake) balançou a cabeça positivamente então coloquei o vídeo, era um video de uma menina peruano fazendo penetração vaginal com seu pai, ela olhava meio sem querer olhar, mas fui conversando perguntando se ela tava gostando desse também e ela foi relaxando, então eu disse que seria nosso segredo já que ela também gostava de vê e sempre que quisesse ver só vir no pc na pasta vídeos e ficar vendo.Terminando o vídeo ela foi embora e fui bater aquela bronha gostosa lembrando de tudo que tinha acontecido naquele dia.
No dia seguinte ela nem olhava na minha cara, sumiu uns dias, até que a chamei no quartinho quando estava só eu e ela…
-Quer vê um vídeo novo que baixei?(eu)
-Não!!(ela)
-Não gosta mais de vê?(eu)
Ela não olha pra mim e de cabeça baixa riscando algo no chão balança a cabeça que sim!!
-Então! venha!!
Peguei na mão ela sem relutar veio comigo até o quartinho.
-Se alguém chegar?(ela)
-Ninguém vai chegar, só tá nós dois!!(eu)

Quando entrei coloquei um vídeo de maskgirl e ficamos assistindo eu na cadeira do pc e ela numa cadeira ao lado. Ela estava de shortinho de escola azul e uma blusa de algodão branca, eu de bermuda sem cueca.
O vídeo foi passando e via que ela ficava alterada com as cenas de penetração, aquilo excitava ela, vé um pequena sendo penetrada. Os primeiros 10 minutos predominou um silencio entre nós. Decidi avançar e perguntei qual o vídeo que ela mais gostou até aquele dia e ela disse que foi Tara, um que o pai alterna entre penetração anal e boquetes. Coloquei o vídeo que ela gostava e perguntei se ela queria se tocar um pouco? Ela não disse que sim, nem que não, então a levantei e fui baixando seu shorte, e dei de cara com uma pepequinha inchadinha e bem desenhadinha. Não toquei nela só tirei seu shorte e coloquei meu pau pra fora e comecei a bater uma. Ela olhava fingindo está olhando para o vídeo, ao notar que ela olhava muito pra meu pau, peguei a mãozinha dele e coloquei na pepequinha dela e disse rindo:
-Faz também, só eu quem está gostando é?
Ela sorrio e meio acanhada foi se acariciando a cada minuto se soltando mais e eu gozei vendo tudo aquilo…..
Ela continuou e eu foi no banheiro me limpar enquanto ela continuou; quando voltei ela tava com carinha de puta preste a gozas, meia sonolenta e bochechas vermelhadas ai perguntei:
-Quer vê uma coisa ?(eu)
-O quê??(ela)
-Senta aqui na cadeira (do pc) (eu)
Ela levantou e sentou, abri as pernas dela ela me olhando sem entender direito o que iria acontecer, vi que sua pepequinha estava muito excitada, molhadinha e bem inchadinha…me ajoelhei e comecei a me deliciar com ela, e deixei o vídeo passando. Comecei dando um cheirinhos e beijinhos nas coxas e virilha dela, beijava a pepequinha sem arreganhar ela, por cima mesmo, nos grandes lábios, quando abri a pepequinha com os polegares e passei a lingua senti as pernas dela tremando e percebi que ela estava gozando, então beijei o clitores dela como um beijo de lingua por todo o tempo que ela estava gozando, vi que ela tava se contorcendo para não deixar o gemido sair, suspirava e respirava ofegante, com tremeliques que vinham e diminuiam, até que sua respiração ficou produnda e prolongada e ela foi ficando molinha….
Quando ela terminou mandei ela se vestir e a sentei na minha perna com o vídeo ainda rolando. Daí perguntei:
-Você já sabe beijar lu?
Ela balançou a cabeça que não sem me olhar, olhando para o vídeo.
-Quer aprender?
Ela ficou vermelha e bem envergonhada, me aproximei e disse:
-Você lamber minha lingua, e eu lambo a sua, bem devagar tá certo?
Ela respondeu em silêncio que sim e eu a aproximei e comecei a beijar ela como uma adulta, mas com muito carinho e devagarinho…em poucos segundos ela começou a acompanhar no ritmo e beijava ela com tesão e sentia tesão dela também, nesse momento ouvi o barulho no portão e disse:
-Lu vai pro banheiro e tomar banho, para ninguém perceber!!
Ela balançou a cabeça que sim e saiu. Mandei ela tomar banho para que não percebessem que ela estava alterada, com tesão.
OS=s dias passaram e ela começou a ficar mais av ontade e uns três dias depois ela veio ao quartinho ao chegar perguntou com cara de safada:
-Tá vendo o que tio?(ela)
-Nada demais, pensei que você não quisesse mais vê filmes e brincar com o tio!!(eu)
Ela entrou no quarto e sentou no canto da cama, eu estava deitado e me ajeitei pra ficar próximo dela e na mesma altura, ela não relutou e eu guiei seu rosto pra me beijar, curiosamente me responteu muito bem até. Ficamos um bom tempo só nós beijando e comecei a relaxar ela conversando.
-Gostou da ultima vez?(eu)
-Sim!! tio, quem era quela menina do vídeo?(ela)(Se referia ao vídeo fake que disse ser eu)
– Era uma filha de uma namorada, você gostou?(eu)
-Sim, mas cabe tio?(ela)(se referindo ao meu pau caber na pepeca da menina)
-Se fizer devagarinho e com carino cabe, mas demora um tempo pra colocar princesa, muito tempo namorando rsrsrsrs..(eu)
Nesse momento guiei ela novamente e beijei de lingua por uns 2 minutos ela. Ela nesse dia tava bem falante e risonha. Não fizemos nada mais que isso e ela saiu do quartinho.
Os dias começaram a ser cada vez mais preechidos dela e eu no quartinho nós beijando e sarrando…ela parecia não querer mais que isso. Não forçava a barra, deixei ela guiar as coisas e no tempo dela, em meio a isso, eu namorava ela como uma adulta, cheirava seu pescoço, sarrava nela, beijava de lingua por horas…sentia que ela adorava quando eu chupava sua orelha e sarrava na bundinha dela. Passei a fazer mais isso e ela começou a deixar novamente eu avançar.
Comecei a acariciar sua pepequinha toda vez que estávamos nós pegando, sempre por cima da roupa, até que um dia ela fastou a calcinha pro lado enquando me beijava, e lambi a ponta do dedo médio e perguntei:
-Quer carinho aqui do tio?
Ela respondeu de olhos fechado com gesto de sim balançando a cabeça. Então continuei beijando ela e fazendo movimentos circulares no clítores dela com a mão bem leve e bastante carinho. Esse dia tudo mudou, ela passou depois desse dia a vir toda hora e o tempo todo atras de mim, já estava com medo do pessoa perceber, não podia está em um lugar só que ela aparecia perguntando o que eu estava fazendo com aquela olhar safado.
Percebi que era a hora de avançar mais; na época pertencia a vários forum na deep e baixei o clássico manual. Mas pra começar teria que iniciar os exercícios de penetração, sempre privilegiando o conforto dela. Então passei a chupar ela sempre depois de longos beijos e sarros, e sempre que ela estava gozando, eu forçava mais a penetração com o dedo. O tempo foi passando e o dedo médio já entrava todo e com facilidade…era hora de avançar mais. Fui num sexy shop e comprei um dildo que parecia um pião (inicio era fino e ia ficando grosso). Com isso, todas vez que ela estava gozando, eu forçava mais ele pra dentro dela, sempre só na hora do orgasmo,porque no orgasmo ela está totalmente relaxada e lubrificada, isso sempre simultaneamente chupando ela. Passaram 4 meses nesse ritmo, todos os dias a tarde ela estava no quartinho sendo chupada e preparada para ser penetrada.
Num sábado fomos a praia toda a família e vê ela queimadinha do sol me deixou com muito tesão; ao chegar em casa todos foram tomar banho e eu fui pra o quartinho. O dia passou e perto do fim da tarde ela apareceu, e eu estava determinado a penetra ela naquele dia; então convencei com ela para a noite quando todos tivesse dormindo ela vir pra o quartinho, ela disse que sim e voltou a brincar na rua com as outras meninas. Quando deu umas 23 horas fui na área da casa da frente e fiquei lá como quem não quer nada, esperei e nada dela, então decidi entra e chamar ela. Ela estava dormindo na rede no quarto da minha mãe, acordei ela e chamei por gestou pra fora da casa. Fui em direção ao quartinho e ela veio seguindo, ela estava só de calcinha e uma blusa grande. Quando entramos no quartinho ela foi logo tirando a calcinha e eu a deitei na cama toda abertinha, chupava como uma bicho ferros ela , saboreava cada centímetro daquela pepequinha macia e vermelhinha, coloquei um dedo e fui relaxando ela, quando via que ela ia gozar parava, com um tempo assim, vi que sua pepeca estava inchadinha e molhada, então coloquei ela na cama de pernas abertas e posicionei meu pau na entrada de sua pepequinha, lubrifiquei com um lubrificante e fui forçando, na hora meu coração batia a mil, minha mão gelava, a voz tava tremula…o tesão tomeo conta de mim e forcei muito, o pau escapava para um lado e para outro, mesmo fazendo os exercícios, era muito fechadinha e apertada, parecia não querer entrar de jeito nenhum, segurava meu pau na base como quem segura um pau, e mirava no buraquinho já vermelho de eu forçar, ela já começava a se contorcer prendia a respiração em cada tentativa minha de penetra e relaxava quando eu parava.
-Tio, tá doendo!!(ela)
-Calma princesa, só doe a primeira vez!!(eu)
Então parei e peguei uma xilocaína e passei com o dedo nos pequenos lábios dela. Esperei um pouco para fazer efeito e fui novamente tentar, mirava bem na entradinha e empurrava, umas 5 vezes até que senti que dessa vez “encaixou” a cabeça não escapou pro lado, quando senti isso, sabia que a ponta da cabeça do meu pau estava na entradinha de pepequinha dela. Deixei um tempo e fui empurrando, parecia um lugar muito estreito e apertado eu sentia cada milimetro avançando pra dentro dela e quando derrepente sinto algo como um estralo e meu pau entrar de vez num espaço mais folgado e molhado. Senti que tinha entrado nela, sentia que estava dentro dela, não aguentei e gozei, meu pau latejava, cada latejada ele derramava muita porra nela e paralelo a isso eu sentia ela piscando, como se tivesse apertando e soutando; foi a maior e melhor gozada de minha vida, era a primeira vez dentro de uma pequena, eu ardia de tesão, minhas pernas ficaram moles, mal consegia ficar em pé, não parava de gozar só em sentir que estava ali dentro. Não queria tirar dela, meu pau não amolecia, ela com carinha de dor e meu pau dentro dela, com aquela marca do sol no seu corpo era a coisa mais deliciosa que eu tinha tido em toda a vida. Até que fui tirando e vedo saíndo de dentro dela cada centímetro quando tirei por completo vi o estrago que ficou, abriu uma “lagrima” (fissura nos pequenos lábios) sangrou bastante é como um rasgo, e foi ai que fiquei preocupado, o quê fazer agora!! Entrei na deep e num forum fui orientado a usar pomada vaginal e antibióticos para não ter que levar ela para o hospital, por conta disso, passei 6 meses tratando ela escondido de toda a família, era todo dia antibióticos e pomada, até que sarrou e conto o resto depois.

Contato no telegram @patocoelho

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,19 de 26 votos)

Por # #

12 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Eddy - Vovo safado

    Adorei o relato, uma delicia, fiquei com tesão, gostaria de saber como faço pra abaixar filmes da Depp Web, alguem poderia me ensinar? meu email é [email protected] bol.com.br

  • Responder SOLRAC

    Não envkntrei vc no telegram

  • Responder Gaúcho

    Conheço todos esses vídeos que baixei na Deep Web, há um mês eu tive 1 terabytes de fotos e vídeos de meninas de todas idades e praticamente do mundo inteiro em alta qualidade.
    Sim, muitos anos de masturbação durante dia e noite desde de dos anos 2.000 e 2002.
    Curtia muito LS-MAGAZINE, LS- Island, Reallola daquela menina Dasha ou Masha, dessa nunca esquecerei, linda e gostosa desde de pequena, algumas coisas do Newstar, de incesto e estava obcecado mulher transando com crianças.
    Então quase chegando aos 33 anos, abri meus olhos e percebi o que eu fiz da minha vida?
    Por mais tarado que eu seja por crianças de 6 há 11 anos eu no fundo queria ter uma esposa e filhos e sabia que teria que abandonar esse desejo doentio.
    Apaguei aquelas fotos e aqueles vídeos, estou um mês sem masturbar e hoje tive uma recaída e eu não vou desistir para me tornar um homem normal que tenha desejo sexual apenas por mulheres maiores de idade, no mínimo ter desejo por meninas de 16/17 anos só.
    Quero compartilhar uma coisa com vocês, vocês não acham estranho porque esse site continua online?
    Sabe pessoal, cansei de ter medo da Polícia Federal e estou largando disso tudo.
    Quero paz apenas abraço a todos

    • Mineiro

      Vai na fé irmão, que se lutar você consegue o seu objetivo e caso não conseguir já sabe aonde encontrar os arquivos sexys e atraentes.
      Tem muitas meninas gostosas nuas na web cam, selfies e transando por aí.

    • Paulista

      Eu faço downloads desses arquivos para mim não pegar uma criança e nem adolescente eu me culpo bastante após a masturbação.

    • Carioca

      É um bisonho mesmo, apagando 1 terabyte de fotos e vídeos de alta qualidade por causa dessa idelogia de ter uma família.
      Você é um vacilão e otário.
      Você poderia ter ficado com os arquivos e criando uma família.
      Seu otário e depois vai ficar anos.correndo atrás dos arquivos que perdeu.

    • Bahiano

      Não existe família e sim putaria

  • Responder Cigas

    Eu achei um ótimo conto. Da pra ver que o cara conhece do conteúdo

  • Responder :(

    Meu deus q nojo

  • Responder nofa

    Queria n ter entendido as refs aos clássicos, oh god.. oq eu fiz da minha vida…

    • :(

      Eu n entendi as refs

  • Responder Hbr

    Ia tudo muito bem, até a parte da fissura e passar 6 meses tratando, estragou tudo….