#

Minha vizinha travesti

2359 palavras | 5 |4.73
Por

Sou divorciado, tenho 36 anos, moreno claro, atleta, pratico natação há muitos anos, 1.79, 80 kg, coxas grossas e por causa da natação todo depilado. Sempre gostei de buceta, comi a primeira quando tinha 14 anos de idade, e um tio meu, muito putanheiro me dava dicas e me ensinava como agradar uma mulher na cama, aliás me ensinou tudo, desde comprar um presente para a mulher até lamber o seu cuzinho. E aprendi rápidinho. Quando eu tinha uns 16 ou 17 anos, nao tinha nenhum amigo da mesma idade que tivesse a experiencia que eu ja tinha, e não comiam a quantidade de bucetinhas que eu comia. Eu tinha a permissão dos meus pais para levar as namoradinhas, ou os comes para o meu quarto e eu aproveitava, e nem precisava procurar muito, elas que me procuravam, uma falava pra outra e assim eu ia comendo. O meu pau não é gigante tem 19 cm mas é grosso, e as meninas mais putinhas diziam que o meu pau era o maior que elas ja tinham visto. Eu nunca deixei isso subir pra minha cabeça e ia comendo. Tinha uma certa dificuldade para comer cu. Visto a grossura do cacete, mas aprendi a ter calma, a ir laceando devagarinho, e comi e como muito cu até hoje. Mas o objetivo desse conto é relatar a voces o que me aconteceu quando comprei uma apartamento num edificio bacana aqui da minha cidade. 13 andar, comprei a maior parte dos moveis novos, e muita coisa sob medida. Sou profissional liberal, tenho uma boa condição, até porque recebi uma boa herança dos meus avos paternos. Com o meu divórcio nao perdi nada porque a família da minha ex esposa era muito bem posicionada financeiramente, e a nossa separação foi amigável, temos amizade até hoje, e apesar dela estar casada, pelo menos uma vez por mes ainda fodemos deliciosamente. Mas o amor acabou, ficando apenas o tesao. Na segunda noite no meu apartamento novo, toca a campainha eu estranhei porque nao fui interfonado. Olhei pelo olho mágico e o que eu vi me deixou babando. Uma loira com mais ou menos 1.70 simplesmente maravilhosa. Lógico que abri imediatamente e ela muito simpática e gentil se apresentou com sendo Samantha, e minha vizinha de apartamento sendo que eram apenas dois aptos por andar. Eu a convidei para entrar e ela disse que veio se colocar a minha disposição caso precisasse de alguma coisa. Que era a favor da boa vizinhança, a medida que ela falava eu suspeitei que era uma travesti. Claro que nao tenho absolutamente nada contra, mas eu estava deslumbrado com a beleza, com a educação, com a suavidade nos gestos e com a voz totalmente feminina. Falava super bem, e depois de uma meia hora de conversa ela disse , espero que voce nao tenha nada contra eu ser uma trans. E eu disse, voce é surpreendentemente maravilhosa. Não tenho nada contra. E estou adorando voce ter vindo. O prazer esta sendo todo meu. Perguntei o que ela fazia e ela me disse que era proprietária de uma rede de clinicas de estética. Tinha 11, espalhadas por algumas cidades do Brasil. Que estava solteira, depois de ficar 6 anos casada com um homem espanhol, e que por questão de ciúmes dele ela preferiu se separar. Mas que ele a procura e quer voltar. Mas que ela esta super bem assim. Com 33 aninhos de idade, queria curtir a vida, ja tinha trabalhado muito. Queria viajar pois tinha pessoas super confiáveis que tocavam muito bem os seus negócios. E o papo fluiu maravilhosamente. Ofereci uma bebida e ela disse que estava bebendo um espumante no ap dela. E disse que se eu nao tivesse nenhum compromisso e permitisse ela iria buscar e traria mais uma para bebermos juntos para celebrarmos o início da nossa amizade. Caralho quando ela saiu eu fiquei na porta apreciando aquela beldade, ela estava com um vestido com flores, quase um palmo acima dos joelhos, com os cabelos presos oque deixava o pescoço bem branquinho a mostra, com um baton suave unhas pintadas de vermelho, e um corpo que parecia um violao. os seios nao eram exagerados, bem, afinal uma mulher perfeita. Eu pensei, nao é possivel que tenha um pau ali. Mas vou com calma. Fiquei na porta esperando a minha vizinha gostosa, e ela nao demorou veio com um espumante pela metade e outro geladinho. Sentamos um em frente ao outro, e ela começou a perguntar sobre mim. Quando falei que era divorciado ela disse, tem mulher que é maluca. Difícil como esta de conseguir um homem e ela deixa voce ir embora, nao entendo. Rimos. E eu falei o amor acabou, ficou apenas o tesao. De vez em quando ela me procura pra matar a saudade. Perguntei e voce solteira, esbanjando beleza com certeza tem uma legião de admiradores te querendo. E ela disse, tem sim mas eu sou muito seletiva. Só fico com quem mexe comigo. Eu fiz hummmmmmmm, que maravilha, temos coisas em comum. Ela foi ficando a vontade e ja se movimentava de forma que eu vez em quando via a calcinha branca dela. Até que em determinado momento eu elogiei a boca dela. E ela disse, essa boca é gulosa, ama beijar e ama falar um monte de besteiras e eu disse nossa, voce é perfeita. Ouvir me excita. Amo beijar na boca. E ela disse, voce beijaria uma transexual, e eu disse, uma qualquer nao, mas voce eu beijaria agora. Ela disse entao vem, senta aqui ao meu lado. E eu fui, ela era super cheirosa. Nos abraçamos ela acariciava meu rosto e o beijo era maravilhoso, que boca, uma mulher linda me beijando apaixonadamente. Ela disse, tire a camisa, o teu corpo deve ser maravilhoso. eu tirei, ela beijou o meu pescoço, mordia levemente os meus mamilos, e eu acariciava a sua cintura e subia pelas costas o decote dela era generoso e aqueles peitinhos me davam agua na boca. ela me apertava e sentia o meu pau duro nas coxas dela, eu mais alto que ela, ela me apertava e nao descolávamos os nossos lábios. De repente ela me olhou e disse alguem esta super acordado aí embaixo. Eu falei, viu como voce tem o poder de acordar quem estava dormindo bem quietinho, e ela foi descendo a mao e apertou o meu pau por cima da bermuda. E comentou, esta bem armado heim meu vizinho. Eu desci as maos para a bunda dela uauuuuuuu…que delicia durinha bem redondinha e eu disse, o teu cheiro deve ser delicioso. E ela disse sou cheirosa sim. e eu falei quero sentir tudinho. Quando falei isso percebi que tinha falado demais, saiu palavras que nao deveriam. Ela disse, nao fale isso, só acredito vendo. E olhe que voce falou tudinho heim. Falou tem que cumprir e eu falei quem esta na chuva é para se molhar. e fui levantando o vestido dela. Calcinha de rendas branca pequena socada no rabo e ela baixou a minha roupa com cueca e tudo. quando ela viu o meu pau os olhos dela brilharam se abaixou e enfiou meu pau na boca. como chupava, lambia meu saco, com as duas maos me puxava pela bunda. e logo trouxe uma das maos para o meu saco. chupava o pau e acariciava minhas bolas mas eu percebia que os dedinhos desciam mais ainda. ela elogiou euser todo depilado, disse que eu era lindo que meu pau era maravilhoso, mas super grosso, que deveria deixar as bucetas e os cuzinhos bem satisfeitos, de repente enquando falava e dava lambidas no meu cacete ela enfiou a mao por baixo e acariciou delicadamente a minha bunda. eu suavemente a puxei pra cima e ela disse, tire a minha calcinha. Eu primeiro tirei o seu vestido a deixando apenas com o conjunto de lingerie branca maravilhoso. Coisa chique. beijei os seus seios, deliciosos pareciam naturais, fui beijando a sua barriga um pequeno pircing no umbigo, e cheguei na calcinha, quando olhei o pau ja estava pro lado. Depois ela me falou que enquanto me chupava soltou o pau que estava escondido. O pauzao era do tamanho do meu apenas mais fino um pouco. eu perdi a noção, esqueci que so comia buceta e cu, e cheirei aquele caralho por cima da calcinha, ela repetiu tire a minha calcinha gostoso. Tambem estava totalmente depilada, baixei a calcinha dela e o pauzão bateu no meu rosto. Duro, cabeça lisinha babando, dei um beijinho e com jeitinho fui virando ela falei quero beijar essa tua bunda maravilhosa quando virou fiquei cara a cara com aquele cu. nao pensei muito dei uns beijinhos na bunda e falei pra ela abre pra mim, dá esse presente para o teu novo vizinho e ela se inclinou um pouco, e abriu com as duas maos a bunda. E o que eu vi foi o cu mais lindo da minha vida. Que cu. Não é possível, parece que aquele cu nunca havia levado pau na vida. tinha até preguinhas. e eu cheirei, amo cheirar, e lambi sentie ela estremecer, e lambi ela segurava a bunda aberta e enfiei a lingua, cu cheiroso, delicioso, mordia a minha lingua com umas piscadelas, percebi ela empurrando o saco e o pau pra baixo, e se inclinando mais ainda. Perdi vergonha, segurei o pau dela por baixo e lambi o cu e fui descendo para o saco, nós que somos chupádos sabemos onde sentimos tesao. e acariciava o pau. o primeiro pau que eu segurava sem ser omeu. era excitante, novo, tesao, e eu estava curtindo, lambi o cuzinho, e deslizei a minha lingua pelo pau dela, ela suspirava e dizia, desse jeito vou me apaixonar gostoso, chupa esse grelão chupa seu tesudo, eu a virei pra mim, fiquei com um dedinho acariciando o cuzinho dela e chupando o caralho dela. ela segurava a minha cabeça e fodia a minha boca, e eu curtindo, deixando rolar. um dedo no cu dela com a outra mao segurava a base do pau pra nao entrar muito na minha boca fazendo tipo uma punhetinha mais a mamada. O cuzinho começou a piscar no meu dedo e senti que ela ia gozar, quiz tirar a boca mas ela segurou a minha cabeça e jorrou, caralho, que foda, eu ja tinha beijado mulheres que haviam acabado de chupar o meu pau, eu ja tinha sentido o gosto da minha porra, mas uma travesti gozando na minha boca, e o pior. o meu pau explodindo de duro, um pouco eu engoli, mas era muita porra e saiu pelos cantos da minha boca. Ela tremia gemia sorria, me acariciava os cabelos e disse, querido desculpe, estava tao bom a tua boca é tao deliciosa que eu nao resisti, levantei e ela disse me beije, voce nao imagina o prazer que me proporcionou, agora faça comigo o que desejar gostoso, eu falei vire. empurrei ela até o sofá, fiz ela ficar de joelhos abrir as pernas, e abrir a bunda com as duas maos, e voltei a lamber o cuzinho dela, que cu, caralho como eu amo chupar um cu, enfiava a minha lingua e ela dizia, vagabundo, nunca senti uma lingua tao fundo no meu cuzinho seu tarado, pode lamber, pode lamber a vontade. Fiquei de pé e ela disse espere, caralho, quando ela trouxe os espumantes ela trouxe preservativos tambem, e eu estava tao abobalhado com a beleza dela que nem percebi, ela pegou e disse coloque, come esse cuzinho com camisinha gostoso. eu vesti o cacete, e cuspi, nem pensei em creme, ky, xilocaína, vaselina, que eu tinha tudo em casa, falei quero esse cu assim de uma maneira bem vulgar, com cuspe meu amor. ela disse vai colocando devagar o teu pau é muito grosso, mas depois que entrar vou mandar voce socar meu tesudo, quero ir dormir hoje com esse cu pegando fogo, porque o teu pau vai deixar ele assim vem vai enfiando devagar, eu fui mais longe, dava uma metidinha tirava o pau e enfiava a lingua e deixava bem babado, encostava o pau, a cabeça, tirava e caia de boca que cu, aós poucos eu percebia que ela ia relaxando. Ate que encostei e falei agora minha putinha voce vai empurrando esse cu. Come omeu pau com tudo, engole esse pau com esse cu mais lindo do mundo, quem vai se apaixonar por esse cu sou eu, empurra amor. Isso Samantha, fode esse caralho, ela ia empurrando devagar, eu olhando o pauzão entrar no cuzinho, quando percebi a mao dela por baixo acariciando meu saco puta que pariu que tesao. Aí ela disse vem amor…come meu cu, agora pode socar, arromba ele detona esse cu, arregaça, tire e olhe o que voce esta fazendo com ele, aí eu a segurei pela cintura era uma mulher, perfeita cinturinha fina, rabao lindo, e o cuzinho engolindoo meu pau, a mao dela acariciava meu saco, mas de repente, foi mais longe e senti a maozinha dela acariciando a minha bunda, dando atençao especial ao meu cuzinho, e ela começou a falar, tesudo, se prepare porque amanha se voce permitir eu volto, mas quero lamber o teu cuzinho tambem. delicioso, esse teu cuzinho apertadinho, pelo jeito esta adorando ser acariciado, come meu cu bem gostoso, porque vou comer o teu tambem, caralho essa conversa estava me deixando tremendamente excitado, e eu ja estava querendo dar meu cu mesmo, ela experiente, vendo que eu curtia, lambeu s dedos e enquando eusocava no cu dela ela colocava a ponta do dedo nomeu cu, e falava nossa, vou tirar o cabacinho do teu cu, vamos fazer altos troca trocas meu lindo….e eu falei combinado. e gozei, nao aguentei mais e jorrei porra la a camisinha quase explodiu, que gozada. meucuzinho piscava no dedinho dela…ai ela foi tirando, e eu adorando cada segundo daquela transa….amanhã eu conto como foi a volta dela no dia seguinte…..adoreiiiiiiiiiiiiii.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,73 de 22 votos)

Por #

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder cdprefixo 15

    Tem que aprender a redigir melhor os textos.Mas a experiência deve ter sido [email protected]
    Quero ejacular dentro da calcinha sem me tocar sentindo meu cu se alargando.
    cd prefixo 15
    Sou normal, ninguém desconfia que enfio consolos no meu cu depilado e uso calcinha.
    Cu apertado, bunda redonda, rosto e corpo bonitos.
    É uma delicia e só quem faz sabe como é.

  • Responder Eduardo

    espero a continuação do conto otmo conto

  • Responder Anônimo

    Muito longo com detalhes desnecessários, mais objetividade e foco no que realmente houve por favor na próxima vez….

  • Responder Carlos

    Separa em parágrafos

  • Responder Jeff

    Nossa q delícia de conto!!!