# # #

Minha Irmã e minha sobrinha

1162 palavras | 9 |3.95
Por

Depois de minha irmã, minha sobrinha foi a putinha do tio.

Tenho 36 anos e desde os 12 prático incesto com minhas primas… Mas só depois de adulto comecei a me relacionar com minha irmã. Sou mais velho e tenho duas irmãs e dois irmãos, e está em questão é a mais velha das duas, dois anos mais jovem que eu. Nós relacionamos a primeira vez quando ela tinha 22. Estavamos solteiros na época e depois de uma festa em que fomos juntos e havíamos bebido ela foi dormir no minha casa, pois a época eu morava sozinho e acabamos transando como se não tivéssemos laços de sangue. Não pensava mas minha irmã se mostrou uma puta deliciosa na cama. Ficamos um bom tempo nessa história, aos olhos dos outros escondiamos nossa relação, mas em qualquer oportunidade que havia, ela ia lá pra casa, estava ficando perigoso e virando um vício, até que arrumei um serviço em outra cidade e tive que mudar… Fiquei um bom tempo sem voltar pra minha cidade natal e vida que segue.. Namorei, separei, morei junto e meus irmãos também seguiram suas vidas, inclusive minha irmã, que casou e teve duas filhas…
Depois de quase dez anos longe de casa, resolvi voltar pra minha cidade e minha irmã, já separada resolveu me ajudar com isso oferecendo- me um lugar pra ficar em sua casa. Eu aceitei ficar por um tempo e assim o fiz. Foi quando conheci minha sobrinha que já tinha 8 anos. Minha irmã apesar de solteira tinha seus peguetes por fora, fazendo com que eu não insistisse em retomar o antigo relacionamento, mesmo que algumas vezes quando ficamos sozinhos, tomávamos banho juntos ou dávamos uma rapidinha… Mesmo depois de ser mãe, Ela ainda era bem gostosa. Mas por conta dos tais peguetes, algumas vezes eu acabava ficando de babá da minha sobrinha e nessas que a gente acabou pegando intimidade. Uma noite estávamos vendo tv e sua mãe havia ido pra balada, estava assistindo filme e uma cena mais picante apareceu na tela, eu não dei bola, sou bem desencanado disso, quando ela falou “parece a mãe e o tio Jorge”, que era um dos que minha irmã saia. Então perguntei como ela sabia disso e ela me falou que numa noite em que ele havia dormido na casa delas ela ouviu os gemidos da mãe dela e foi espiar e viu a mãe dela transando com o Jorge. Eu confesso que gosto de meninas jovens, até já havia ficado, depois de adulto, com umas meninas menores, mas de 13, 14 anos, já mais criadas, nunca havia ficado excitado por menores que isso, mas ouvindo ela falar das safadezas da mãe dela, me deu tesão. Ela era uma menina magrinha mas tinha uma bundinha redondinha, e diversas vezes havia visto ela de calcinha e de biquíni na piscina, mas comecei a vê-la com outros olhos e comecei a gostar, e prossegui com a conversa. Perguntei o que ela tinha achado do que tinha visto e ela me disse que já sabia o que era pois seu primo que tem 11 anos, já tinha ensinado pra ela a brincar de namorados. Foi então que lembrei da minha infância e meu pau ficou igual pedra, eu estava tendo a chance de reviver o passado, só que agora mais experiente e com o pau maior né. Comecei a chegar mais perto dela, e segui no assunto dela e do primo, ela foi contando que brincava de esconde esconde com ele e ele sempre queria “namorar” ela, e que ela gostava, sentia uma cocega na pepeca. Nisso eu já estava com ela no meu colo, acariciando seus cabelos e suas pernas. Pedi que me contasse mais, que o tio não contaria pra ninguém, que seria um segredo nosso e ela foi falando que o primo dela fez ela chupar o piupiu dele e que tava duro, mas que o do tio Jorge quando tava com a mamãe era maior e mais grosso, que ela ficou espantada, então expliquei pra ela que havia diferença, que o priminho dela ainda era criança e que homem adulto tem o piupiu maior mas que ela não precisava ficar com medo, então baixei o short que eu estava e mostrei o pau pra ela duro, ela olhou assustada e disse, “nossa tio que duro o teu piupiu, e eu disse pra ela tocar nele pra sentir e ela assim o fez, então fui dizendo pra ela que era normal, que eu podia ensinar coisas pra ela fazer com o primo dela que ele ia gostar, ela foi se soltando, fui tirando sua roupa e quando vi, já estava nua e eu chupando sua bucetinha vermelhinha, não vou mentir, por ela ser magrinha a sua bucetinha parecia ser desproporcional, os lábios externos faziam um volume que deixava a xotinha enorme. Comecei a pincelar meu pau na bucetinha dela e ela ficava me olhando com uma carinha de safada, linda, estava doido pra enfiar nela, mas tive medo de machuca-la então fiquei pincelando por um bom tempo, e passando os dedos, depois bati uma punheta e gostei na barriguinha lisinha dela, fiz ela chupar meu pau depois de gozar e chupei mais um pouco sua bucetinha. Convenci ela não contar pra mãe dela sobre isso e ela concordou, coloquei ela na cama e no banho me masturbei outra vez lembrando de tudo. Fiquei na casa da minha irmã três meses, nesse tempo repetimos a dose umas sete vezes, na quarta vez eu consegui penetra-la, ela chorou um pouco e saiu um pouco de sangue, nunca forcei nada, sempre que ela dizia pra eu parar eu deixava, dava um tempo e depois tentava de novo, até ela se sentir a vontade. Pra constar, não fui eu quem tirou o cabacinho dela, depois dela já ter aprendido algumas coisas comigo, ela acabou ensinando o primo dela a comer ela de verdade e ele não se fez de rogado, enfiou o pauzinho nela, depois disso eu decidi que podia também, pois ela já era a nossa putinha. Depois que eu já tinha me mudado de lá, ela acabou, um dia, contando pra minha irmã, e a casa caiu por um tempo. Ficamos sem nós falar e tive que me “virar nós 30” pra convencê-lo a não denunciar, mas no final, deu certo, afinal, minha irmã também era uma cadelinha vadia, que adorava uma pica. Eu fiquei afastado delas por um tempo. Atualmente voltamos a nós falar, mas ainda pouco. Minha sobrinha está com 11 anos e até onde sei é a cadelinha na escola e dos priminhos dela. Estou louco pra voltar a fazer parte do círculo familiar, pra me aproveitar, vai que consiga juntar mãe e filha numa só cama…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,95 de 38 votos)

Por # # #

9 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Mãe

    8 anos e fala “pipiu”. Atfss escreve direito .

    • Arturo

      Tem telegram?

    • Holemberg

      Fazer oque neh

  • Responder Anónimo

    Parabéns pelo o conto esta muito bom
    Espero pela a continuação
    PDR18S

  • Responder J O S S

    Gostei tambem ja peguei uma sobrinha de oito aninhos só que não consegui penetra=la ficamos só no esfrega esfrega mesmo. Mas é muinto bom.

  • Responder @ThaisSilva1985

    Gostei do conto. Eu prático incesto também desde nova. Amizades me chama no telegram @ThaisSilva1985 bjos

    • Robson Moreno

      Oi 👋 boa tarde… Só serve Telegram? Não tem email normal?

  • Responder Roi

    Dlç porra
    Eu já meti na buceta da minha mãe
    A gente Freq praia de nudismo no Rio de Janeiro e ela de vez em quando pede pra passar bucha vegetal nas costas dela

    • Was

      Conta em detalhes