# # #

Meu sobrinho, meu escravo

1338 palavras | 12 |3.95
Por

Olá pessoal sou nova aqui e o que irei contar é o mais puro segredo, e espero que vocês gostem do meu relato e que batem muita punheta que eu adoro.

Meu nome é Karla tenho 40 anos, sou viúva, tenho duas filhas, sou alta, branca, olhos claros, loira, o que mais chamar atenção em mim são os meus seios grandes e a minha bunda GG não posso usar uma legg que os homens já ficam olhando para mim com desejos, coxas grossas, uma coroa bem enxuta que todos os homens querem, moramos em São Paulo no condomínio aqui no Morumbi, as minhas filhas se chamam Michele e Juliana são duas safadinhas igual a mãe dela kkk.

Michele é a mais velha tem 26 anos, loira com cabelos curtos, alta, seios médios, bunda GG bem arrebitada, olhos claros, ela é linda parece uma modelo, cintura fina pois ela adora academia.

Juliana a mais nova tem 19 anos, loira de cabelos longos, alta, seios médios, olhos claros, bunda arrebitada e uma bela de uma safada, a Juliana é diferente da Michele pois ela é fogo adora uma putaria ao extremo.

VAMOS AO FATOS DE COMO TUDO COMEÇOU.

Bom tudo começou quando eu perdi meu irmão no acidente de trânsito pois ele era caminhoneiro e ele deixou o meu sobrinho Alexandro, naquela época ele tinha 11 anos, Alexandro é um garotinho lindo, seus cabelos loiros, olhos bem claros com a sua doçura, foi triste para ele e a minha mãe ficou com a guarda dele mais infelizmente no mesmo ano a minha mãe morreu segundo os médicos ela teve infarto e com a morte do meu irmão ela ficou bastante abalada e morreu, com isso a guarda do Alex foi para mim pois a mãe dele largou o seu filho e foi morar na Inglaterra ( mãe filha da puta), então dei a notícia para as minhas filhas e elas ficaram bastante felizes.

Tudo estava indo bem ele foi bem aceito para as meninas e ganhou um quarto só dele e vir que ele estava mais feliz, então no ano passado foi que tudo mudou ao ver uma cena que eu fiquei maluca, ao chegar do meu trabalho subir até o meu apartamento eu entrei pela porta dos fundos pois eu tinha esquecido a minha chave principal em casa, sem fazer barulho eu entrei e vir uma cena que eu fiquei maluca, Juliana estava só de calcinha sentada no colo do Alex e a Michele colocava o seu dedão do pé na boca dele, daí eu pensei comigo mesma ” essas meninas não tem jeito mesmo”, fiquei ali vendo aquela cena maravilhosa minhas filhas se divertindo com o Alex e fiquei ali imóvel sem falar nada, depois Juliana deu o lugar para Michele.

Juliana: vem maninha senta aqui, tá muito bom.

Michele: tá bom.

Juliana saiu do colo do seu primo e deu o lugar para Michele e ela estava usando um shortinho curto jeans com os seios a mostra, eu fiquei ali parada e a minha buceta começou a ficar molhadinha então coloquei a minha mão na buceta e comecei a mexer, Michele não parava de rebola e Alex ficava imóvel depois minha filha pegou na mão dele e colocou nos meus peitos e pediu para mexer e assim o fez, foi divertido ver minhas filhas abusando dele, então decidir acabar com a festa, voltei para a porta, abri a porta e falei.

– meninas cheguei.

Na horas vir as duas saírem correndo deixando o Alex sozinho ali.

Naquela noite dormi pensando no que eu vir aquelas duas novinhas abusando daquele menino frágil e ele gostando da investida, isso mexeu bastante comigo e naquela noite coloquei meu brinquedinho para trabalha e como eu gozei imaginando, no outro dia acordei bem disposta e passei perto do quarto do Alex e vir aquele lindo garotinho dormindo e vir o quanto ele é lindo então veio aquele filme da Xuxa ” amor estranho amor” adoro esse filme, mais tarde eu chamei as meninas e tive uma pequena conversa com elas.

Eu: meninas eu sei que vocês andam fazendo com o Alex.

Michele logo começou a se justificar dizendo que ele é lindo e a Juliana também concordou com ela, então eu tomei a palavra.

Eu: bom eu também concordo mais tenho medo dele falar o que vocês estão fazendo com ele.

Então as meninas ficaram caladas e pensando no que isso iria ocorrer e elas concordaram em para, mais mesmo com isso aquela cena não saia da minha cabeça fiquei dias pensando nisso mas tudo mudaria numa noite de chuva em São Paulo, as meninas e eu decidirmos de fazer um cinema em casa comprei um filme, fiz uma pipoca e ficarmos assistindo um filme, Alex sentado no meio, Michele sentado na direita e a Juliana na esquerda e eu sentada no chão perto do Alex e foi então que sentir seu pé batendo no meu peito, nossa aquilo me deixou arrepiada.

Eu: vou lá no banheiro pessoal.

Me levantei e com isso eu me dizequilibrei e cair com a cara em cima do pau do Alex, eu me levantei rápido e vir ele vermelho e as meninas começaram a rir de mim, pedir desculpas ao Alex e fui para o banheiro e a zoação não parava, não vou mentir aquilo me deixou ainda mais louca pois fiquei em choque e ao mesmo tempo feliz por tudo isso ter acontecido, então veio na minha mente uma coisa ” quer saber não sou santa e eu vou aproveita com ele”, sair do banheiro e fui para o meu quarto tirei o meu short e coloquei um vestido bem curto e apertado da cor vermelha e tirei a calcinha, voltei para sala e as minhas filhas ficaram me olhando sem entender nada.

Michele: mãe porque a senhora está usando esse vestido.

Eu: vocês vão ver.

Agachei perto do Alex, peguei na sua mão e perguntei.

– Alex tudo que acontecer aqui você promete que guardará segredo?.

Alex: ta tia eu guardo.

Eu: você jura pela sua tia que te amar muito.

Alex: sim eu juro tia.

Eu: pois se alguém soube a tia vai presa e você vai pra outra família.

Ao falar isso Alex ficou assustado e prometeu que não falaria nada.

Eu: então tá meu garotinho.

Levantei virei as costas e sentei no colo dele, na hora as minhas filhas comemoraram tirando suas roupas e eu levantei a minha saia e sentei no colo toda nua, dei uma rebolada e as minhas filhas ficaram eufóricas.

Juliana: mãe falar pra ele lamber minha buceta.

Eu: tá bom filha.

Juliana ficou de 4 e Alex sem demora começou a chupa a buceta da minha filha de uma forma maravilhoso e aquilo ficou na minha cabeça e perguntei.

– espera aí, ele já fazia isso com vocês.

Michele: sim mãe a muito tempo.

Eu: ah então é a minha vez.

Deitei no sofá abri as minhas pernas e sentir a língua dele na minha buceta, huumm eu pirei comecei a gemer e apertei a cabeça do Alex na minha buceta, Juliana sentou no Alex fazendo ele de cavalo e a Michele colocou sua buceta para mamãe chupa e foi uma delícia aquela noite, meu sobrinho chupava a minha buceta carnuda e eu chupava o da minha filha hhuumm que delícia, comecei a gemer bem gostoso e o tesão foi aumentando então queria ser fodida mais infelizmente a piroca do Alex ainda não dar então as meninas e eu decidirmos chamar um motoboy e foi ele que nos deu a graça de comer as nossas bucetas da mãe e o das filhas e foi uma transar maravilhosa.

Bom é isso pessoal espero que vocês tenham gostado e me desculpa se teve algum erro tá pois nunca escreve nenhum conto, espero que gostem.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,95 de 22 votos)

Por # # #

12 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder henrique

    [email protected]

  • Responder Nandobell2

    Deixa eu meter em vocês meu e-mail é esse n
    [email protected]

  • Responder Vou fuder com ele

    Depois dos meus 42 minha buceta ficou.. mas fogosa faminta.. sem marido eu levo cenoura ou banana pr cama matar a fome da minha buceta.. o meu marido 50 ta broxa…minha ciririca são normais quando ele ta por casa só no dedo na hora do banho. Quando ele pr o sítio na sexta e só volta na terça feira eu passo 4 noite matando a fome da minha buceta. Nessa noites o meu lindo com a cenoura na minha buceta de pau duro ele voltou para o quarto fui atrás olhando pelo buraquinho da porta tava na punheta minha buceta sentindo falta de pau duro no sábado pela manhã ele tava na punheta entrei no quarto levando o café da manhã só de calcinha pr os olhos dele com templar uma puta bucetuda.. no tanque lavado roupas ele ficou olhando para minha bunda.. passei a mão no pau dele tava duro os olhos nos meus mamilos safado gostoso

    • Branquinho Safadão

      Chama lá pra nois conversarmos melhor gara
      [email protected]

  • Responder Viúva 45

    EU só fiquei bastante excitada agitada melada corsando muito.. o problema desse punheteiro safado é o pau não amolece não é dura.. passa horas de pau duro a noite inteira de pau duro.. Viúva seca tarada sem fuder. A buceta da gente fica doida louca fica babando a gruta melada. O pior é que deixa agente bastante excitada. Olhando para mão dele o disipero da mão dele esfolhando o pau dele A bixa ficou bem grosssona.. deixa a buceta da gente mas agitada….Eu tento não ficar excitada tento controlar o disipero da minha buceta não consigo ja gozei varias vezes olhando ele na punheta eu não sinto tesão no pau dele.. .. é as punheta dele que me ta me deixando bastante provocando muito tesão na minha buceta.. as punheta dele provoca um imenso tesão fogo por dentro de mim EU não sinto tesão no pauzão dele não… Eu sinto é um fogo na minha buceta termino na ciririca olhando a punheta dele.. Eu não tenho certeza.. mas eu acho que ele me olha me observa tbm… o pior é que mora só nós dois. Sem namorada passas as punheta dele e pela manhã não tem hora sempre pego ele nas punheta….

  • Responder Debora

    Pedófilas

  • Responder Panic

    Começou com uma narrativa fraca, e no fim ficou um lixo

  • Responder Fernando

    Que delicia posso ser seu sobrinho tambem rs, continua escrever belo conto. @Fernando1970

    • Edilson

      Karlinha nossa que apetite hein……meu pau quase estourou no short…….deixa a email quero bater várias punhetas pra você……blz

    • Cailan

      Olá eu nao tenho problemas pra viajar, se quiser q eu fique uns dias por aí com meu pau disponível pra 3…. [email protected]

  • Responder Carlos

    Olá Karla, sou de SP,

    Podemos marcar algo

    [email protected]

  • Responder Casadosafado

    Nossa que família mais gostosa , eu trabalho bem perto da sua casa , adoraria conhecer vcs principalmente a mãe dessas putinhas..
    [email protected]
    Vamos conversar , eu também tenho umas histórias incestuosas.