#

Me fingi de adormecida (segunda parte)

1964 palavras | 4 |5.00
Por

ainda bem que estava escuro. Eu tinha acabado de sujar todo o pau dele. O cheiro de cocô tomou conta do quarto. Ele disse, sossegue, fique assim bem quietinha que vou te limpar. Saiu do quarto e em menos de um minuto voltou com uma toalha umedecida. Eu queria morrer de vergonha. Dando graças ás luzes estarem apagadas, ele mesmo no escuro passava aquela toalha na minha bunda, e passava nele, e dizia fique tranquila, voce estava deliciosa. Amanhã vamos dar risada de tudo isso. A nossa primeira metida esta se tornando inesquecível. Eu estava com vergonha, mas estava me sentindo o máximo por ter aguentado todo aquele caralhão no meu cuzinho. Quando ele trouxe a toalha molhada ele tambem trouxe um tubo de bom ar, e espalhou por todo o quarto. Ele disse, ainda nao se mova. Saiu, foi ao banheiro, e voltou com outra toalha tambem umedecida porem ensaboada, eu sentia o cheiro de sabonete, e ele começou a falar, cuzinho delicioso, amei comer voce sua gostosa, e eu falei, por favor nao fale mais, estou morrendo de vergonha. E ele disse, que nada, voce avisou, mas confesso que quando falou que nao tinha feito a chuca voce me deixou com mais tesao.
Eu adoro lamber o cuzinho, e amanha vou lamber o teu novamente, portanto faça tudo o que tem que fazer, porque antes do pessoal chegar, e eles vao começar a chegar por volta das 19 horas, quero comer voce inteirinha novamente. Portanto amanhã quero voce prontinha pra mim as 16 horas, combinado, e eu falei claro, que combinado. Voce sabe que eu adorei. Mas bem que poderia ter tido um final diferente. e ele continuava limpando a minha bunda. Passava a toalha com a ponta do dedo no meu cuzinho e limpava. Parece que estava limpando uma criança cagadinha.
Mas eu estava adorando. Aí ele falou. Pronto amor. teu rabinho esta bem limpinho. Eu disse preciso ir ao banheiro porque estou cheia de porra. Voce nao usou camisinha seu tarado.
ele disse, deite. deite de barriga pra cima. Eu deitei, eu nao via os movimentos dele no escuro, só sei que ele abriu as minhas pernas e enfiou a cara na minha buceta, que estava melada, gozada. e disse vou dormir com o gosto dessa buceta na boca tesuda. e se foi.
Fui ao banheiro, tomei uma duchinha rápida, mas realmente ele havia me deixado limpinha.
Demorei um pouco pra dormir, mas acabei pegando no sono e despertei com a minha amiga me chamando as 9 da manhã. Acordei com ela abrindo a janela, e dizendo, esse quarto fica muito tempo fechado, fica com cheiro de mofo e esta com cheiro de pum heim amiga. Eu fiquei com vergonha mas procurei nao demonstrar. Ainda bem que nao sujou a roupa de cama. Agora o próximo desafio seria encarar o pai dela, o meu comedor. Fui ao banheiro, e fomos tomar café, o pai dela estava nadando na piscina e ela o chamou. perguntando se ele queria nos fazer companhia no café. ele se enxugou, colocou a toalha na cintura mas mesmo assim dava pra ver o volume do pau que arrebentou as minhas preguinhas. ele beijou a filha, veio e me beijou o rosto, com uma cara de bandido, linda, cara de safado, perguntou se eu havia dormido bem, se tive bons sonhos, e eu que tambem nao sou santa, pensei, vou entrar nessa onda. Falei, nossa, tive um sonho que parecia real. Acordei no escuro sem saber se era verdade ou sonho.
Rimos muito. a minha amiga falou, deve ter sido o sonho, porque esta com uma cara super boa.
O ele disse, deve ser o ar aqui da chacara.
Passamos a manha na piscina, meio dia rolou umas bebidinhas, almoço leve, e as quinze horas eu falei que precisava me refrescar. A minha amiga que havia tomado duas doses de whisky com guaraná disse eu vou dormir, porque a noite o bicho vai pegar. Eu fui para o banheiro, ainda bem que tinha a mangueirinha. E iniciei os trabalhos de limpeza do cuzinho. Agua morninha, medida certa pra dentro do cu e dê-lhe lavar.
Fiquei exatamente 40 minutos, lavando, fazendo a minha chuquinha, cuidando daquele cuzinho que eu sabia que levaria lingua novamente. Prá mim, até aquele dia lingua no cu tinha sido a melhor coisa que eu ja havia experimentado com um homem. Minha buceta piscava de tesao. Já tinha até esquecido que havia dado uma leve cagadinha no pauzao dele. Saí do banheiro, e fui rapidamente para o meu quarto, coloquei a calcinha mais ousada que eu tinha levado já que saí sem imaginar que seria um final de semana de foda.
Vesti um vestido levinho, mas que me deixava super sensual. Ainda faltavam 5 minutos para as 16 quando levemente o meu coroa bateu na porta eu ja estava saindo e ele disse vamos. Me puxou pela mão, passamos pelas pessoas que estavam organizando a festa. DJ, uma empresa organizadora de eventos e eu imaginei que a festa iria bombar. Saímos e ele disse, essa chácara é uma beleza fica no meio da natureza porém proxima de tudo. Andamos apenas 4 km, saímos numa rodovia e a apenas alguns metros ja tinha um motel. Aliás nessa rodovia tem 9 moteis todos próximos um do outro, e eu bem putinha ja conhecia todos eles, mas me fiz de santa. Ele disse, nao é exatamente o motel que eu gostaria de te levar mas é o mais proximo. Chegamos e no carro mesmo ele disse, espere quero te beijar aqui. quero te chupar aqui, quero que o teu cheiro fique no meu carro, levante o vestido e eu levantei até a cintura, quando ele viu a minha calcinha sempre uso com rendas ele disse voce é a mulher mais linda que eu conheço, beijou deliciosamente a minha boca, puxou a minha perna esquerda para cima do banco, e desceu beijando minhas coxas, cheirava minhas coxas, lambia divinamente a minha virilha, e me fez meio que deitar, tirou a minha calcinha e nao resistiu chupou a minha buceta. cheirava, enfiava a lingua, tratava o meu grelinho com um carinho maravilhoso, ele procurava descer mais, mas a minha posição nao favorecia muito, eu sabia que ele queria lamber meu cu. aí eu muito sem vergonha falei, abre o vidro do meu lado, ele abriu eu fiquei de quatro sobre o banco do carro, e tirei a metade do meu corpo pela janela ficando com o rabo na cara dele, ele dizia assim vai ser difícil nao me apaixonar. Amo essa tua entrega mnha putinha deliciosa. e abriu a minha bunda. e disse que cu lindo. Eu imaginava, e agora tenho certeza, que cuzinho lindo e beijava, lambia a minha buceta por traz la no grelinho e eu sentia o nariz dele no meu cu, me chupava colocou alguns dedos na minha buceta e ficou mamando omeu cu. enfiava a lingua e me masturbava e eu que nao sou de segurar gozei na cara del na boca na lingua do meu macho. eu queria ficar ali um pouco mas ele disse vamos pra cama amor. quero voce quicando no meu pau.
Entramos como dois desesperados deixando o carro aberto, e nos entrelaçamos abraços, beijos, eu sentia o cheiro da minha buceta e do meu cuzinho na cara linda dele, ele disse vem senta na minha cara. se jogou na cama como um garoto sapeca, e disse vem senta na minha cara como se fosse mijar, eu fui de frente, olhava a cara dele olhando pra minha buceta que ia abaixando, quando ia tocar no rosto ele disse isso passa bem devagar quero cheirar essa buceta gozada, melada, e esse cu que pisca gostoso na minha lingua. e eu sentei, rebolei, esfreguei as vezes levantava um pouco para deixá-lo tomar fôlego e voltava aí falei, desse jeito vou gozar novamente ele disse, nao, senta no meu pau. e eu nao pensei duas vezes fui deslizando pelo peito e barriga dele e o pauzao mesmo com a minha buceta ensopada ainda entrou justinho, o caralho era lindo, mas era super grosso. O maior que entrou em mim. Eu subia, descia, ele chupava meus peitos, tudo isso sem camisinha ele falou que era vasectomizado e que fazia exames periodicos e que comia as outras com camisinha e eu no pique maximo do tesao acreditava em tudo e realmente era e é super saudavel, aliás somos.
Aquele pau tocava la no fundo da minha buceta aí ele enfiou dois dedos na minha boca e disse baba nesses dedos, eu babei e ele os colocou no meu cu, direto, pau na buceta dois dedos no meu cu uma lingua enfiada na minha boca que fazia eu sufocar. acho que já estávamos nessa meteção a mais de meia hora. ele disse, sobe coloca essa buceta na minha cara novamente, e eu falei, estas louco, estou escorrendo de tao melada e ele disse é bem assim que eu quero, quero essa buceta fudida, gozada, quero sentir o gosto da tua buceta com o meu pau junto vem, e eu fui, sentei na boca dele mas em menos de dois minutos euacho, nao aguentei e gozei, muiiiiiiiiiiiiiiiiiito, como ele me dava prazer, que gozada. ele lambia minha buceta gozada e enfiava dedos no meucu, aí falou, agora voce vai descansar, mas vai descansar com o meu pau todo socado nesse cu delicioso, lindo, vai descendo, segura o meu pau e senta nele, ja esta amaciado, esta bem babado, senta quero ficar olhando o meu pau sumir no teu cu minha cadelinha. fiquei de cócoras segurei aquela tora e fui descendo. meu cu doía, mas era muito bom que tesao dar o cu. ainda mais pra um macho que sabe comer um cu, que tem tesao por voce. que te come te elogiando e te dando carinho. Desci devagar mas agasalhei todo o caralhao com meucuzinho. e ele disse sobe e desce, quero encher esse cu. sobe, desce, nossa como é lindo olhar isso. a tua buceta escorrendo e o teu cu parece que vai rasgar, de tao esticadinho que esta. fode amor. quero ver minha porra saindo do teu cu. Aí eu falei, vai ver. porque ontem ainda bem que voce nao viu o que saiu. E ele disse, vou te confessar que ontem depois que saí do teu quarto ainda me masturbei lembrando do momento quem limpei o teu cuzinho cagadinho. Fiquei louco de vontade de acender a luz mas nao quiz te constranger. Eu falei, na hora fiquei com muita vergonha, mas eu te avisei. voce que quiz, e ele disse vou querer novamente, Voce vai vir aqui pra chácara e nos vamos passar um final de semana fazendo tudo o que desejarmos, até as coisas mais sujas e absurdas se voce concordar eu vou amar. E eu acelerei estava louca de tesao. sentei no pauzao dele e ele disse toque a tua buceta quero que goze com meu pau no teu cu. Quando for gozar acelere as subidas e descidas que quero gozar no teu cuzinho junto contigo e assim eu fiz. A melhor gozada pra mim, e pra maioria das amigas que eutenho é gozar com o pau no cu e se masturbando é um prazer único. Pra mim é a melhor. E quando eusenti que estava prestes a gozar acelerei os dedos no meu grelo, meu cu piscava e eu falei amor, vou gozar, vou gozar com teu pau no meu cu, rasgando meu cu filho da puta, soca vai. vou gozar e ele disse vem putinha, vem que vou encher esse rabo de porra. cadela, vadia….ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh………e gozamos. muito. muito. Descansamos uma meia hora e voltamos……

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 10 votos)

Por #

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder José

    Que delícia de conto Julia, quero foder seu cuzinho com força, fazer vc gozar gostoso, chupar sua buceta deliciosa……………[email protected]

  • Responder Clayton

    Júlia te fodo bem gostoso, telegram @andre36

  • Responder Fábio

    Fiquei de pau duro só de imaginar o seu cuzinho.

    • Júlia

      me come Fábio, meu cuzinho é virgem assim como minha boceta