#

Eu e minha cadela

255 palavras | 1 |3.78
Por

Um adolescente cheio de tesão descobrindo com sua cadela

Olá, me chamo Vinicius e tinha 15 anos quando tudo aconteceu. Na minha adolescência sempre fui muito sexual, me trancava no quarto e me masturbava, no banheiro, em qualquer cômodo… minha mãe começou a trabalhar fora, meu irmão adorava brincar e ficar com os amigos pelo condomínio, já eu não, era me masturbando. Tínhamos uma cadela, bem esperta, estranhava bastante desconhecidos. Um dia, minha mãe tinha saído para trabalhar e meu irmão tinha saído para casa de um amigo e eu fiquei novamente só. Aquele dia foi atípico, o tesão era mais forte, estava buscando uma putaria diferente. Fui na cozinha, peguei o iogurte e lambuzei todo meu pau, chamei minha cachorra e ela veio me lamber. Foi ótimo, que sensação boa. Isso se repetiu por muitas vezes, até que ela se tornasse minha verdadeira putinha. Logo mais tarde, não era mais necessário usar o iogurte, era o tesão bater, eu mostrar meu pau e me trancar com ela no quarto. Eu adorava colocá-la deitava na cama e chupar sua bucetinha, uma uma mistura de poodle, não muito pequena, dedava ela com vontade, colocava ela pra me mamar. Era tão deliciosos isso, e eu sentia que ela também gostava muito. Tentei algumas vezes meter a rola, mas não dava. Preferi continuar assim por muitos anos. Hoje, eu com 30 anos busco uma parceria para dividir uma cadela. Qualquer coisa me chamem no Telegram @vinipsant

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,78 de 9 votos)

Por #

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Anônimo

    Vai se tratar amigo