#

Comendo a melhor amiga

881 palavras | 1 |4.50
Por

Uma das melhores experiencias que alguém pode ter é com a melhor amiga.

Eu conheci Myla na sala de aula, fui seu professor.
Durante todo o curso ela era uma mulher um tanto retraída, de poucos amigos, falava pouco, mas logo descobri que tinha se divorciado a pouco tempo e que tinha duas filhas pequenas.
A amizade foi crescendo e algum tempo depois começamos a trabalhar juntos.
Myla é baixinha , de quadril largo e uma bunda deliciosa, cintura fina e os peitinhos pequenos e duros. Dava pra perceber pois as vezes ela não usava sutiã.
Eu sempre investi tentando alguma coisa, mas ela sempre evasiva, até um dia que em estávamos trabalhando e ela não percebeu o botão da blusa aberto e ela estava sem sutiã, eu pude ver aqueles peitinhos maravilhosos que pareciam duas peras com o bico pequeno e rosado, firmes. Pude apreciar a visão por uns 30 segundos até que ela percebeu mas apenas fechou a blusa.
Algum tempo depois ela começou a frequentar a minha casa, saiamos juntos pra dançar e beber e uma noite ela ficou muito bêbada e dormiu na minha casa, e durante a madrugada ela acordou, me olhou nos olhos e disse …”me come, to com muito tesão”. Mas eu sabia que era efeito do álcool e logo ela dormiu de novo.
Quando ela acordou contei tudo o que havia acontecido e ela nem ficou sem graça, e quando foi o final de semana seguinte ela passou o dia comigo em casa, e quando estávamos na minha cama assistindo um filme, comecei a fazer carinho na barriga dela, fui colocando a mão por dentro da calça e ela não falava nada. Meus dedos chegavam bem perto da sua buceta mas eu não avançava, até que percebi a respiração dela mais rápida. Continue passando a mão e a outra mão coloquei em baixo da blusa e comecei a alisar aqueles peitinhos que estavam duros feito pedra.
Nessa hora ela se entregou, tirou minhas mãos do corpo dela, tirou as roupas e nisso já tirei as minhas também, já começamos num beijo muito safado com mão rolando pelo corpo, e nesse momento pude sentir na minha mão a buceta mais incrível que vi até hoje …pequena, com os lábios fechados, com um grelinho pequenininho bem durinho. Não resisti e comecei a chupar aquela maravilha de buceta, e quanto mais eu chupava mais louca ela ficava, e começou a me chamar de safado, apertando minha cabeça contra a buceta e gozava como nunca vi uma mulher gozar. Era a coisa mais gostosa do mundo, e quanto mais eu chupava mais ela gozava, e mais safada ela ficava, até que ela já gemendo muito e bem alto pede pra eu meter com força, o que eu fiz de imediato.
A sensação do meu pau, que é bem grosso, entrando naquela buceta pequena e apertada, que mesmo muito lubrificada fazia uma pressão maravilhosa no meu pau. A sensação era tão boa que precisei me controlar pra não gozar rápido.
Meti naquela bucetinha de frente, de lado, por trás, de quatro, e quando eu a comia de quatro veio mais surpresa. Ela gozou tanto que teve um squirth maravilhoso. A sensação é indescritível. Você metendo e a mulher quase desmaiando de tesão, com o corpo todo tremendo e aquele liquido quente saindo e lavando o pau. Confesso que nunca tinha passado por isso.
E o mais interessante é que enquanto tudo isso acontecia, ela gemia, gritava, pedia para apanhar na bunda …e que bunda. Grande, gostosa, ficava com a marca dos meus dedos.
Quando ela cansou de dar, me pediu pra deitar e ficar somente olhando porque ela queria gozar de forma diferente. Antes que eu pudesse perguntar alguma coisa, ela começou a me chupar bem de leve. Chupava a cabeça, as bolas, lambia meu pau pelos lados e de repente começou a chupar mais forte, e enquanto chupava ela ia tocando uma siririca gostosa, e quanto mais ela gozava nos dedos mais forte ela me chupava, e foi assim um tempo até que ela olha pra mim com a cara mais safada do mundo e fala …”agora eu quero leitinho, dá mamá pra mim”. Não tem como resistir a isso. Não precisou nem três minutos pra encher a boca dela de porra, e quanto mais eu gozava mais ela chupava e gozava também, tendo outro squirth, e o meu pau parecia que ia explodir na boca dela.
Ficamos deitados um pouco e logo fomos tomar uma banho.
No chuveiro começamos outra sacanagem, e coloquei ela de costas pra mim e meti sem dó naquela buceta que apesar de ter levado muito pau continuava apertada. Mesmo ela sendo mais baixa que eu, deixei ela de costas e meti com muita força mesmo, enquanto isso ela gritava, gemia e me xingava dos nomes mais absurdos possíveis, e quando gozamos de novo, agora juntos, ela gritou tão alto que certamente os vizinhos do condomínio ouviram.
Ficamos nessa putaria durante 06 meses, mas um belo dia ela não quis mais e nunca mais a vi.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,50 de 10 votos)

Por #

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder CLÁUDIO

    cara conto top. minha mulher é assim tb. no momento até pensei que fosse ela, mas a descrição física é diferente. fazemos muitas coisas juntos. ela fez isso na janela do carro na estrada e esguichando no caminhão que ficou louco lado a lado comigo. já fez chupeta em pleno posto de gasolina de 4 no banco. Em alguns motéis, já tive que pagar tx extra para higienizar a cama. adoro Golden shower. parabéns pelo conto