#

Castigando a filhinha putinha II

389 palavras | 5 |3.35
Por

Bati o carro por causa da mamada que minha filha me deu!

Olá pessoal, esse conto faz parte do que já contei antes “Castigando a filhinha putinha “, será curto mas garanto que a putaria continua.
Nesta sexta-feira dia 15, a putinha perdeu a hora para trabalhar e pediu quase que implorando para lhe levar até, o ponto final do ônibus para que pelo menos fosse sentada no coletivo, mas a safada nos 5 minutos dos 7 minutos que levou até o ponto final do ônibus abriu meu zíper e brincou com meu pau que ficou duro em segundos e quando chegamos pertinho do ponto mamou gostoso no meu pai que por pouco não gozei, parou de mama e disse que era para pagar a carona, e reclamou por o parabrisa dianteiro não ter película escura, segundo ela se tivesse só desceria do carro depois de sentir minha porra em sua garganta.
Tirei o dia de folga, por causa do rodízio de funcionários enquanto a putinha e minha esposa trabalhavam, e exatamente as 16h: 50m ela me liga e pergunta o buscá-la no centro de nosso município, pois faria umas compras no mercado do centro, falei que teria que buscar sua mamãe e que me esperasse que eu daria um jeitinho. Fiz o que havia de fazer e fui ao supermercados que a Larissa enviou o endereço é a aguardei no estacionamento, que é coberto e aparentemente quase vazio devido a pandemia. Ela saiu da rampa de acesso aos estacionamento e já chegou sorrindo, guardou suas coisas e entrou no carro totalmente alucinada pedindo meu pau, como estacionei de frente para a parede tudo ficou a favor da tarada que chupava e mamava feito uma bezerra, até eu gozar.
Saímos dali e fomos para casa e no trajeto a vagabundinha, abriu meu zíper mais uma vez, e começou uma punheta deliciosa, tudo isso enquanto eu dirigia, quando ela percebeu que estava ereto caiu de boca, durante o trajeto para casa, a sensibilidade no pau estava tão grande que acabei gozando na cara dela e com isso me distrair e colidi meu carro com um senhor no semáforo, desci para arcar com o prejuízo, e decidi onde os pequenos reparos seriam executados.
Moral da história, foi o boquete mais cara da minha vida.
Mas ainda continuo confuso quanto a tudo isso.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,35 de 23 votos)

Por #

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder fwefwgwgewrw4

    mães solteiras, gosto de arregaçar filhinhas novinhas, deixem resposta se estiverem a fim

    • titio sacana

      porra é uma delícia

  • Responder PDR18S

    Nota 10
    Que tesão de conto
    Continua a fuder ela e conta para nós

  • Responder Indio77

    Eu queria que essa putinha mamasse meu pau assim também

  • Responder PDR18S

    Você tem uma filha muito safada
    Só quer o seu pau e faz de tudo para o ter
    Aproveite