# #

A vida como ela é. Não eram meus filhos mas criei bem 3

1993 palavras | 10 |4.56
Por

Bem eu parei pois está parte vou,contar como foi a bagaceira que foi está noite em que eu fiz de tudo um pouco com meu enteado e enteada”Filhos”.

Bem fomos jantar os dois mal comeram de tão aciosos.
O Luan já mais solto com as pregas doendo menos e anestesiado.
Já a Laura nem se fala.
Voltamos pra nosso quarto e fui tomar banho e me depilar falei prós dois já irem pra hidro.
E eu me preparando pra depilar pois eu queria olhar meu pau liso assin como os dois , Laura entra e diz que quer fazer cocô eu pode fazer e do boxe já fiquei de olho e falei não dá descarga quando terminar se limpa e me chama e entra aqui tá.
Ela terminou e me chamou eu
Filha entra aqui e coloca o rosto na parede e abre a bundinha e me abaixei.
Tirei a ponta da mangueira do chuveirinho e enfiei no cuzinho dela,ela reclamou um pouco do desconforto mas entrou e enchi o reto dela de água quentinha e falei , agora agacha e faz força como se fosse cagar.

Ela fez saiu a primeira água um pouco suja marron e o cheiro,eu levanta de novo e faz de novo enfiei de novo a ponta da mangueira e enchi o cu dela de novo a água já veio água limpa.

Eu falei vai pra hidro e brinca com seu irmão e fui me depilar.
Sai já fui pelado pra hidro fiquei olhandobos dois e,
Tomei umas quatro latinhas de cerveja olhando os dois a Laura de 4 e Luan tentando meter em seu cuzinho ela reclamando dei uma latinha pra cada um deixei os dois mais levis.
A Laura olhando meu pau depilado ficou vermelho com a cabeçona e os ovos rouxos depilado parecia até maior.

Ela continuava reclamando do irmão tentando comer o cuzinho dela , eu sentei na frente dela na borda da hidro e coloquei ela pra chupar,pra ela parar de reclamar.
Ela já tinha pego o jeito de chupar já estava mamando igual uma bezerra.
Segurei a cabeça dela e comecei a fuder a boca dela e comecei a guiar os movimentos e enfiava mais fundo e sentia sua goela e cada vez e segurava ela no fundo.

Laura engasgou,babou vomitou eu quase gozei parei e falei ainda não meteu Luan eu peguei levantei fui peguei mais uma cerveja e fiquei olhando ele tentar , terminei e fui pra cima dela e abri a bundona dela e falei acerta no cu dela agora e enfia , ele mirou e tentou a cabeça do pau dele na porta do cuzinho dela eu vendo o cuzinho dela piscando e tentou e não colocava , acredito que por nervosismo ou medo sei lá , eu peguei e falei sai daí Luan vou mostrar como se faz pra comer um cu direito.
Laura chupa o Luan,meu pau duro ao extremo fui pra trás dela o Luan olhando eu filha chupa e não para de chupar ,vai doer, você tem de ser forte igual a puta da sua Mãe ela dava o cu você vai ser melhor que ela!
E dei um tapa na bunda dela.
E alinhei a cabeça e comecei a forçar e sentindo seu anel de couro tantando resistir eu forçando senti a cabeça entrar um pouco ela reclamou de dor , eu peguei a cabeça dela empurrei na rola do irmão e segurei a cabeça entrou eu senti as pregas se romperem ela entalada no pau do irmão gruniu , eu já com a cabeça já dentro sentindo seu anel ela apertando a cabeça esperei um pouco,me alinhei segurei em seus ombros e empurrei de uma vez ela tentou sair deu um pulo as pernas endureceu as pernas ela esticada e eu segurei e empurrei a cara dela dentro da hidro ela gritando eu vendo as bolhas eu com meu pau enterrado no cu dela.
Segurei sem meter, até por que os ovos não entram.
Esperei o Luan rindo ela chorando as lágrimas saindo ela empalada eu sentindo seu cu piscando na base de meu pau,ela sussurava pedindo pra min tirar e eu parado.
Eu fui tirando devagar até sentir as pregas dela , dei uma seis socadas mais fortes bem no fundo dela e falei vem cá Luan e agora ela e sua,amacia mais pra min e tirei meu pau de uma vez ,e sai Luan assumiu e agora ele acertou a porra do buraco arrombado eu deixei os dois fui tomar mais duas cervejas voltei dei mais uma pra Laura.

Deu vontade de mijar e a tirei do pau do Luan coloquei ela pra sentar em meu pau o cuzinho dela mais frouxinho.
E comecei a mijar dentro dela.
Na piscina ela segurando o choro e gemendo gostoso.
O Luan ficou em pé e ela chupando,meu pau socado eu coloquei minhas mãos e comecei a levantar ela no sobe e desce ela já foi se acostumando e o Luan falou que iria gozar ela batendo punheta pra ele,eu senti que iria gozar e de novo tirei meu pau a tirei de cima de min , saiu o caldo de dentro , ela ainda se abaixou e fez força ainda vi as bolhinhas ela peidou.
Eu sai e comecei a me secar e falei vem , nos secamos levei os dois pra cama de casal,olhei a hora era 23:45 mais ou menos.

E comecei a chupar aquela bucetinha gorda só a racha sem os lábios ainda apesar dela ser grande,enfiava minha língua até sentir a virgindade dela e chupava forte,sugava todo caldo daquela bucetinha e chupei até sentir ela gozar.
Peguei coloquei o Luan que já estava de pau duro de novo deitado e levantei ela coloquei ela pra cavalgar ela começou a subir e descer com o pau no rabo , eu pedi pra ela ficar em pé na cama pedi pra ela se virar e se inclinar peguei o Ky enfiei no cuzinho dela e apertei,foi a metade e derramei mais o pau do Luan e sentei Laura de novo ela por cima do Luan eu arreganhei suas pernas fiz um frango assado o pau do Luan no cu dela.
Eu comecei a chupar ela , e pensei vai sangrar peguei a toalha que estava em nossa mala, a toalha preta forrei a cama e mandei o Luan deitar encima da toalha ele perguntou , por que pai eu falei sua irmã vai virar mulher agora,ele fez o que pedi e sentei ela de novo a chupei bem o líquido que ela soltava da buceta eu já juntava com a boca e forçava no buraquinho da buceta dela e me levantei , dei lhi dois tapinhas na buceta que ficou vermelha e inchada já encharcada.
E me posicionei dei umas pinceladas e fui forçando, eu sentia o himem na cabeça de meu pau.
Quando falei fecha os olhos vai ser igual uma ferroada.
Vai doer menos que no cuzinho.

E dei duas batidas com o pau na buceta dela e forcei,senti arder e entra ela fechou os olhos deu um uiiiii bem fino e botou a mão na boca eu enfiei a cabeça e mais uns 5 centímetros.
E puchei e fiquei brincando com a cabeça na boca da buceta dela ela falando que tava ardendo e doendo.

Eu perguntei quer que eu pare e olhei estava sangrando.
Ela falou pode continuar papai.
Eu continuei sentindo aquela bucetinha molhada e quente bem rouxa.
E eu vendo o sangue comecei a meter mais e empurrar mais e mais.
Quando ela gemendo gostoso.
Eu comecei a suar que pingava e eu olhei a mistura,sangue,ela molhada meu pau já começando a espumar rosa.
Não resisti empurrei bem fundo e a pohha acumulada todo aquele tempo saiu com gosto no fundo do útero dela.
Ela fechou os olhos eu pensei que estava mijando eu ainda não tinha gozado tanto.
E continuei a meter saia pohha pelos lados.
Meu pau foi ficando mole até que saiu eu olhando escorrer , no rego dela até o pau do Luan,eu fiquei olhando a cena.
O buraco aberto se fechando.
Ela se recobrou e começou a subir e descer no pau do irmão .
Fui tomar mais umas latinhas.
Sei que olhei já era por volta de uma e quarenta.
Sei que ela cansou o Luan também levei os dois dei banho luan já saiu eu botei ela pra me chupar meu pau ficou duro de novo.
Eu peguei me sequei e fui pra cama o Luan já estava deitado de bruços e peguei e falei pra ele passar o anestésico no cuzinho dele.
Ele pessoa a Laurinha saiu eu com o pau duro.
Me deitei na cama e pedi pra ela fazer o meia nove.
E fiquei a chupando por um bom tempo ela me chupando ainda dei outra gozada.
Peguei o anestésico e soquei no cuzinho e na bucetinha dela coloquei o absorvente nela pra evitar de sangrar e se sujar .
Me deitei de conchinha com ela e fiquei conversando com ela e apagamos.
Só acordamos com o telefone do quarto avisando do que o café seria servido até às 8:30.
Nem saímos pra tomar café .
Só saímos pra almoçar voltamos pro quarto.
E fui me arrumar pra sair pra fábrica deixei os dois durmindo no hotel e sai pra descarregar o caminhão.
Sei ordem pra deixarem os dois quietos e se quisessem poderiam pedir o que quisessem.

E lá fui eu na fábrica ainda consegui uma carga pra Formosa Goiás próximo aqui de Brasília.
Passei no hotel fechei a conta botei os dois na boléia e foi três dias de volta.
Com direito a muita putaria ainda e muita conversa e ensinamentos.
Chegando deixei os dois em casa no meu cantinho liguei nos meus pais pedi pra minha Mãe cuidar dos dois e fui pra Formosa descarregar.

Com uma semana fui fazer uma consulta com o Luan no urologista pra tirar e fimose dele e terminou os dois fazendo uma postectomia “circuncisão” foram 10 dias de sofrimento pros dois.
Mas recomendo todo homem fazer pois melhora em muito no geral higiene,sexo em tudo.

Nestes dez dias nem encostar na Laura enconstamos com 10 dias conversei com minha Mãe e levei com minha Mãe a Laura no ginecologista.
Lá fechei a tampa de caixão da piranha da Mãe que fugiu , com um laudo bombástico joguei abuso e que a menina não era mais virgem o que fechou a guarda dos dois a meu favor.
Mas conto depois em alguma ocasião.
Aqui eu fecho está lembrança.
—————————————-
Por que contei tudo isto.
Primeiro está semana eu estive com meu Filho Luan , que hoje tem 29 anos se formou em psicologia e casado a 9 anos e tem três filhos lindos uma mulher maravilhosa , e mora em Tocantins e ele tocou no assunto eu pedi perdão a ele pelo que fiz.
Ele me agradeceu pelo perdão e disse que não tinha mágoa afinal se não fosse eu,ele teria feito com qualquer um ou teria sido abusado por qualquer um amigo ou vaí saber.
Esta foi a única vez que fiz isto com um homem.
E no caso a Laura casou e mora em Paraopebas se formou em direito me deu duas netas.
Mas se tem brecha ela não perde a chance afinal foi minha esposa por quase 14 anos mas com brecha dorme comigo.
———————————–

Pessoal aqui vou fechar,mas tem mais conto vou pular,quatro anos.
E vem mais histórias de pescador se for verdade bem se não for amém também.
Nomes troquei.
Mas vem mais por aí aos críticos .
Passar bem.
Aqui só coloquei o que realmente marcou minha vida.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,56 de 32 votos)

Por # #

10 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Misteriosa

    Adoro contos de incesto.
    Adoro o proibido.

  • Responder Henrique Souza

    Muito bom, o modo de contar, de modo original, o contrário de outros ae que só reproduzem clichês

    • Caminhoeirodf

      Obrigado meu Brother.

  • Responder BobDF

    Também sou de Brasília.
    Telegram @Andrel_89

    • Caminhoeirodf

      Bob também sou nascido e criado. Mas hoje vivo no Tocantins. Apenas meus pais e irmãs vivem em Brasília. Obrigado pela atenção.

  • Responder Pedro

    Muito bom. Conta ai e as netinhas não vai comer?

    • Caminhoeirodf

      As netinha nem de brincadeira. Mas eu estou começando a outras fase. Aí você aí entender por que. Obrigado.

  • Responder Flavinha

    Ficou confuso, Mas li assim mesmo. Que pena que acabou. bj

    • Caminhoeirodf

      Naquele momento,foi tudo confuso meu brother até hoje este fato em si é confuso,tentei retratar o mais fiel possível.

    • Caminhoeirodf

      Flávia chamei de meu brother desculpa. Tem mais . Obrigado quanto ao confuso mas tudo foi confuso mesmo. Kkkkkk