# #

A chantagem do meu irmão mais velho

1519 palavras | 0 |3.56
Por

Bom meu irmão não tem limites quando ele quer alguma coisa ele sempre consegue e desta vez ele foi longe demais, irmão mais velho é foda.

Olá pessoal meu nome é Mirella eu tenho 17 anos, sou alta, cabelos curtos castanhos, olhos claros, seios médios, bunda bem arrebitada, coxas grossas, branca, moro com meus pais e o meu irmão Thales, ele tem 28 anos, alto, cabelos curtos, usar piercing no nariz, Thales faz academia todos os dias, bom vamos ao que interessa.

Eu tenho um namorado chamado Victor ele é dois anos mais novo que eu, nos conhecermos na escola e olha ele é um gato as meninas dão muito em cima dele, branquinho, dos olhos azuis, loiro, um pouco mais baixo que eu, tenho uma amiga que ao ver ele ficar maluca ( amiga da onça) e foi com ele que pedir a minha virgindade e foi maravilhoso, mais uma pessoa também ficou afim dele e vocês já sabem né, sim meu irmão mais velho, Thales é gay assumido foi difícil para os meus pais mas com o tempo tudo foi se ajeitando, então no belo dia quando Victor saiu da minha casa, Thales foi ao meu quarto.

Thales – ora namorado hoje tava muito lindo irmãzinha.

Eu – o que você quer Thales?. Perguntei para ele brava.

Thales – bom quero uma coisa que acho difícil você aceitar.

Eu – falar logo que tenho que tomar banho.

Thales não poupou palavras ao expressa seus desejos pelo Victor.

Thales – bom quero um pedacinho do seu namorado.

Ao ouvir aquilo fiquei chocada pois meu irmão, meu próprio irmão querendo o meu namorado, na hora fiquei brava e joguei meu urso de pelúcia na cara dele.

Eu – sair daqui.

Thales – ah não quero a resposta agora irmãzinha.

Eu – ah resposta é não.

Meu irmão ficou bravo e então começou a chantagem.

Thales – bom, e seu eu falar para ele que você tá saindo com o Oscar, e aí o que ele vai achar?.

Thales jogou sujo pois Oscar é meu melhor amigo e não sinto atração nenhum por ele e sei que Victor na hora iria acabar com o meu namoro e dar de bandeja para aquelas vagabundas da escola.

Thales – pense bem irmãzinha, você tem até meia noite pra me dar a resposta.

Thales o irmão malvado saiu do quarto sorrindo e eu fiquei bastante brava, que naquele dia eu não come direito e ao falar no celular com o meu namorado fiquei desesperada pois eu amo ele e não queria perde o Victor, então a hora chegou.

Thales – e aí irmãzinha vai libera seu namorado para mim ou vou falar com ele sobre o Oscar.

Eu pensei e pensei não encontrava a saída para isso tudo então eu dei o meu veredito.

Eu – tá bom, eu aceito seu maldito.

Na hora Thales pulou de alegria, tirando saro da minha cara me fazendo entristece.

Eu – mais tem que ser uma coisa em que ele não sabia.

Thales – pode deixar irmãzinha, já sei o que irei fazer.

Eu – o que Thales?
Perguntei para ele com um tom de raiva.

Thales – vamos levar ele para casa do Mauro, já está tudo no esquema irmãzinha.

E Thales saiu feliz da vida do meu quarto, deixando me triste e pensativa ( o que foi que eu fiz).

No outro dia Victor e eu formos ao shopping e foi divertido conversamos e namoramos muito, então chamei ele para irmos para uma festa na casa de um amigo do meu irmão e na hora ele aceitou ( mal sabia ele que estava indo para o matadouro), combinei com ele está na minha cedo e de lá iríamos para casa do Mauro.

O grande dia chegou Victor estava mais lindo do que de costume e meu irmão feliz da vida, ele até falou que depilou a bunda e o pau ficando todo liso para o meu namorado ( que maldade viu), e nós três sairmos de carro para casa do Mauro, ao chega lá formos muito bem recebido pediu para que nós três ficasse mais a vontade na sua casa, Mauro acendeu a churrasqueira e eu fiquei namorado o Victor perto da piscina, hum como ele beija bem e gostoso que beijo maravilhoso, então meu irmão me chamar.

Thales – irmãzinha venha aqui um momento.

Eu – vou lá tá meu amor.

Victor – vai lá gata, te amo.

Eu – eu também.

Dei um beijo na boca dele e fui até o meu irmão.

Eu – o que é Thales. Retruquei com raiva.

Thales – está na hora irmãzinha,

Atrás de mim Mauro veio e se pronunciou.

Mauro – vamos até o supermercado Mirella e deixar os dois a sós.

Combinado é combinado eu tinha que fazer a minha parte, pois se não ele iria acabar com o meu namoro.

Eu – tá bom vamos lá, vou falar com o Victor.

Fui até ele e expliquei que eu iria com o Mauro compra umas carnes e uma cerveja e que deixaria o Thales cuidando das coisas, Victor insistiu em ir mais eu persuade ele a ficar e então ele concordou, entrei no carro do Mauro e fui com ele até o supermercado, conversamos bastante e disse que Thales exagero muito nos seus desejos e que um dia isso iria complicar a vida dele no futuro, no supermercado ficamos uma hora e meia comprando as coisas até que decidimos volta e nisso o.plano do meu irmão teve uma falha, Mauro deveria levar o celular e espera a ligação do meu irmão, mais ele na presa esqueceu o celular nisso decidirmos ir sem avisa e quando chegou a casa, Mauro pediu para que não entrasse e formos observa pela janela e vir a cena que até hoje não sair de minha cabeça, Thales sentado de frente nu beijando a boca do meu namorado e Victor passado a mão na bunda do meu irmão, na hora eu queria entra mais Mauro não deixou e me fez lembra do acordo então tive que ficar e o negócio foi esquentando ainda mais, Thales começou a baixa as calças e a cueca do Victor mostrando sua rola gostosa, meu irmão começa a chupa sua rola e me parecia que eles nem estavam preocupados com a nossa chegada pois os dois estavam muito tranquilo ( meu irmão vai me pagar), minutos depois Thales ficar de 4 em cima do sofá e Victor ajeita sua rola e bem devagar vir meu namorado enfiando sua rola no cu do meu irmão ( foi a primeira vez que vir meu irmão transando com alguém, queria ter visto com outra pessoa não com o meu namorado), Mauro do meu lado estava gostando pois ele começou a mexer no seu cu ( ele é gay).

Mauro – seu namorado é bom de cama Mirella.

Eu – ah não você também não né Mauro.

E o negócio só ia esquentando mais, Thales começou a calvagar na rola do meu namorado fazendo ele gemer, as calvagadas só aumentava fazendo Victor delira no cu do meu irmão.

Thales – aahh que delícia de rola cunhado.

Victor deu um tapa na bunda do meu irmão que fez muito barulho e eu ali assistir o porno ao vivo, mais com o passar das horas aquilo foi mexendo comigo e não acreditando foi esquentando o meu corpo e nisso dei um leve apertada na minha buceta, Mauro viu a cena e disse.

Mauro – tá gostando né safada.

Na hora me recompôs e neguei a sua frase.

Lá dentro as coisas só esquentava, Victor colocou meu irmão de lado e vir os dois fazendo um sexo de lado, Victor aumentava a sua socada no cu do meu irmão fazendo ele delira e revira seus olhos, Mauro ficava excitado pois ouvia sua respiração pesado e falando o nome do meu namorado.

Mauro – huumm Victor.

Depois deitado no chão mais uma vez Thales começar a calvagar bem forte fazendo meu namorado enlouquecer, tapas na bunda deu para ver e vir o pau do meu irmão duro pois estava bastante excitado transando com meu namorado e então os dois para e Thales se ajoelha para Victor goza sua porra todinho na boca do Thales ( safado esse meu irmão), Mauro e eu esperamos mais uns minutos dentro do carro e começamos a conversa e depois entramos e vir os dois suados.

E no fim meu irmão ficou feliz por ter transado com seu cunhado e eu sei lá fiquei numa mistura de emoções, tesão, raiva, loucura, ódio e excitação, tudo isso aconteceu no ano passado.

A minha vingança vai ser doce e gostosa, ele vai sentir o que eu sentir, vai ter troco vocês vão ver, ainda hoje.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,56 de 16 votos)

Por # #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos