# # #

Quem veio pra gozar ? 2

991 palavras | 2 |5.00
Por

Mari chega e entra na farra onde Clara não descobriu o que quer da vida , só tem certeza que gozar …seja lá de que forma for

Mari minha namorada deveria chegar naquela noite, ela era uma mulher bonita já com 40 anos e sabia que minha filha estava morando comigo.
Na manhã que acordamos minha filha estava radiante , como quem descobrisse o segredo da felicidade.
Pai você é demais ! Pai eu tive um orgasmo é tão forte né!? Eu adorei ..
-Filha eu fico muito feliz com vc realizada , mas essa noite minha namorada vem pra passar o final de semana e você deve ir pro seu quartinho, tenho medo dela saber que estou te ensinando
– Mas pai você nem tocou em mim !
-Eu sei meu bem , mas quando ela chegar , vamos devagar tá? Vc promete ?
Nesse momento meu pau armou duro como rocha, em imaginar que ia comer a Mari pensando na bucetinha da minha filha, nem vou tocar punheta pensei; tô me segurando .
Minha filha passou o dia de calcinha e regatas …Toda hora que eu tava os bicos dos peitos estacam durinho.
Vaquinha …deve estar doida pra gozar mas vai ter que saber esperar.
Mari chegou , nos abraçamos , apresentei a Clarinha elas se adoram de imediato , mas eu pedi licença a Clara e puxei a Mari pro quarto.
Numa volúpia num desejo nunca antes sentido , arranquei a parte de baixo e chupei o grelo dela , ela gemia alto , sempre foi escandalosa.
-Toma língua nessa bucetinha macia e molhada
Arreganha anda, abre esse cu
_ Credo amor ! O que vc andou vendo na internet!?
Enfiei o pau na buceta e bombei feito um aninal , a Clara e a buceta rosinha nos meus pensamentos … Eu violentada a Mari socando com ódio até, por ela não ser quem eu queria que fosse naquele momento.
Clara eu vou gozar ….( Me entreguei fudeu )
Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii annnnnnnnnnnnnn
Mexe….
Enchi Mari de porra e ela me empurrou com toda a razão .
Eu estava em lágrimas : Me perdoe meu amor , foi maior que eu .
– Bem mas como pode estar comigo e gritar nome da tua filha ? Eu não entendi …não consigo entender
Eu expliquei pra ela os últimos 2 dias e a tudo que fui colocado a prova .
Falei que minha filha apesar de ser uma menina maravilhosa , era muito liberal
Mari ficou muito confusa.
Eu expliquei que ela entrava no quarto com a racha aparecendo e os seios duros e era irresistível até pra mim que sou o pai…e detalhei o fato de não ter tocado nela.
-Ensinei ela a masturbação mas não toquei acredite em mim!
-estou tentando entender sem ser careta, você deseja sua filha?
– Não posso negar que até desejo mas ela tem nojo de homem , ela disse que é virgem.
Mari mudou a feição e disse com um sorrisinho …Hum uma sapatinha levada ? Hahahahaha olha que eu gosto de uma boa brincadeira meu amor , e sua filha é realmente muito tentadora .
Vamos passar por isso juntos okay?
Beijei Mari ardentemente e Clara bate na porta do quarto.
– Pai eu atrapalho?
–Filha essa noite eu vou descansar com a Mari..
-I mágina não atrapalha disse Mari.
Clara que é loira branquinha estava com uma calcinha enfiada e repartia ela na buceta …e os seios soltos .
-Pai queria relaxar pra dormir .
-Mas meu amor hoje?
Mari disse eu te ajudo o que você precisa pra relaxar querida !?
– É um segredo meu e de papai …deixa pra lá eu vou pro meu quarto
Mari não deixou , deita aqui de bruços vou lhe ajudar com uma massagem .
Eu estava paralisado sem saber pra onde correr
Clara deitou de bruços , Mari pegou 1 pote de óleo lambuzou Clara , fazia massagem nas costas ….minha filha só gemia de alívio .
Mari passou as mãos com atrevimento na bunda perfeita da ninfeta e virou ela de frente .
Ensoupou Clara de óleo e aí foi foda de segurar.
Começou a massagear os seios, desceu pra barriga , foi para os pés…Me chamou e ordenou que eu chupasse os dedos dos pés da clara que já estava arreganhadissima e gemendo sem compostura .
– Aí que delícia , aí que gostoso Mari aí pai que delícia essa linguada nos dedos , chupa pai ..
Mari partiu pra bucetinha , enfiou o dedo na rachinha liberando aquela coisinha linda que estava babadinha .
-Clara pede o que você quer !
-Eu quero gozar Mari numa língua
Ah eu não aguentei , bati punheta quase na cara da clara , encostava o pau na buchecha dela !
Mari deu o mata leão: meteu a língua na fenda arrancando um grito da clara .
Nunca imaginei ver essa cena , Mari passava com muito carinho e Clara rebolava na língua …gemia , gemia . Eu atolei a caceta na boca dela …Ela não impediu e sugou como quando era criança que sugava meu dedo .
Mari levantou a bunda da Clara pro céu e meteu a língua no cu .
Eu esporrei na boca da minha filha , ela engasgava e eu gozava mais ainda
E Mari acelerou o vai e vem , dominava a arte de chupar uma buceta .
Clara engasgada de porra gozou na cara da Mari ,aimmmmmmmmmmmmm, meu Deus eu vou morrer papai!
-Goza filha, goza o pai tá aqui .
As duas caíram desfalecida na cama .E Mari partiu para sugar a cara de Clara que estava com minha porra .
Eu realmente não podia acreditar naquela visão.Pelo jeito Mari era bissexual? Ah o que importava agora ?
Mas eu ainda queria meter naquela buceta quase infantil….
Mari virou o rabo e ordenou, soca porra no meu cu se quiser entrar na bucetinha da tua filha.
Na hora …eu pensei que delícia vai ser aquela bucetinha virgem .. soquei no cu da Mari …ela gozou. Gozou e chupou a cara da minha filha eu já não tinha mais porra
Cai morto e dormi o sono dos cansados
Com a promessa que Mari convenceria Clara a provar um pau.O meu claro …

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 11 votos)

Por # # #

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Páulo

    Esperando o próximo conto dez show

  • Responder Anom

    Conta mais delicia de conto o seu