#

Fui estuprado quando eu tinha 12 anos por um coroa

826 palavras | 5 |4.65
Por

Ola vou comentar como foi o meu estupro, já li vários contos e filmes onde os garotos são estuprados e ficam traumatizados, alguns tentam ate suicídios, comigo foi o seguinte, quando eu tinha uns doze anos de idade, filho único, mimado, fui criado muito preso, e eu se parecia com uma menina, loirinho, cabelos longos, corpo lisinhos, uma bunda redondinha, dava ate inveja para muitas meninas da minha idade, não ter uma bunda que nem a minha, no clube na piscina era foda, garotos maiores na brincadeiras me agarrava por trás, encochava se esfregava em mim, as vezes tinha ate que sair da brincadeiras, eu sofria muito buling, mais tudo bem.

Eu estudava, não estava indo bem na matéria, meu professor de matemática se prontificou em me dar aulas particulares, meus pais pagavam, e depois de muita confiança, quando estava calor ele mandava eu tirar a camisa, eu ficava só de shortinho e ele também, um dia ele ficou e cuecas samba canção, eu notei que ele estava com um volume meio estranho, já imaginei que ele estava de pinto duro, e de pé vendo um livro sobre a mesa ele se encostou em mim, eu senti aquilo duro, não sei se pelo motivo dos garotos ficar me sarrando, e eu confiando no professor fui deixando, ele vendo que eu estava aceitando começou a baixar meu shortinho, fiquei pelado, debruçado na mesa, ele passou uma pomada, e ficou brincando com o pinto no meio das minha pernas, eu estava gostando, relaxei, mais para falar a verdade não tinha nem visto o pinto dele, ele no meu ouvido disse quer sentir meu pinto dentro da sua bundinha, eu não respondi nada, mais estava de pinto duro, estava gostando, deixei, ele pincelava meu cuzinho nossa me dava uma cosquinha estranha, tentava empurrar doía um pouco eu saia fora, assim ele ficou brincando, estava gostoso tenta colocar eu não aguentava ele tirava, ate que chegou a hora H, ele foi gozar no alge do gozo, ele não aguentou e socou dentro, nossa eu gritei, tentei sair fora ele não deixou, empurrou tudo, foi uma dor insuportável, quasse desmaiei, quando ele tirou nossa muito sangue, eu nem percebi que tinha gozado também, fiquei deitado ele do meu lado pedindo desculpas, que tinha sido no impulso do gozo, eu chorando, ele limpando meu cu, com sangue e bosta, nossa fiquei deitado ate passar a dor, fui tomar um banho não conseguia passar o sabonete ardia muito, fiquei bem uns três dias com o cu doendo, passando uma pomada, ele pediu pelo amor de Deus para eu não contar para meus pais, se não ele poderia se preso.

Passado os três dias voltei a casa dele para estudar, ele já não queria mais queria ate deixar de dar aulas para mim, eu então falei a ele o que eu falaria para meus pais que ele não iria querer mais dar aulas, ele continuou, passou-se uma semana, eu com vontade de tentar de novo, a desculpa de muito calor tirei a roupa, ele ficou bravo, mais eu percebi que ele estava de rola dura, fiquei debruçado na mesa, perguntei tu não quer tentar de novo, ele perguntou tu quer mesmo, eu respondi não morri, não falei nada para ninguém, vamos tentar, ele então aceitou, ficou brincando, nas pernas, cotucava, quando ia gozar pediu para gozar na minha boca eu deixei tomei seu leitinho, depois no outro dia ele cotucava, eu empurrei a bunda nossa entrou a metade eu sai fora não aguentei, mais doeu, ficou novamente brincando eu novamente empurrei a bunda com mais força e nossa foi quasse tudo tirei novamente, depois novamente, só que desta vez ele socou tudo e me segurou gozou lá dentro, nossa que delicia sentir aquele leitinho quente dentro, ficamos deitados ele com o pinto dentro, amoleceu, tomamos banho e eu fui embora.

E assim duas vezes por semana eu ia lá para a aula, depois da aula ele metia no meu cu, como ele morava sozinho tinha dia que eu a noite e a gente metia gostoso, e assim foi um bom tempo, sabe como é com o tempo enjoa eles querem outro, mais eu continuei dando, ele me alargou o pinto dele não era tão grande tinha uns 17 cm, mais grossinho.

Nem por isso fiquei traumatizado, fiquei foi maravilhado com o sexo anal, hoje mesmo com a idade já avançada ainda sou em procurado, na sauna nossa dou gostoso, os homens com o pau avantajado me procuram para me foder, porque dou gostoso deixo meter tudo sem frescura, hoje sou casado mais ainda dou gostoso, adoro uma rola grossa.

Espero que tenham gostado, depois eu conto uma outra passagem com um Marinheiro esse foi foda.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,65 de 26 votos)

Por #

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Carlos Trancoso.

    Gostaria de estar no seu lugar, estou louco para conhecer um homem que goste de comer um cuzinho que pode ser o meu.

  • Responder ivan

    eu gostei do conto faltou mais emoção com 11 anos fui comido por um amigo e foi emocionante

  • Responder [email protected]

    pena q não tive um professor assim, mesmo agora depois dos 50 eu adoraria encontrar um

  • Responder Márcio.

    Tbm quero provar deste cusinho deixe seu contato no email [email protected]

  • Responder Tales

    Legal continue logo