# #

Minha priminha Belinha

493 palavras | 7 |4.45
Por

Esse conto conta como comecei a abusar da minha priminha de 8 aninhos.

Oi meu nome é Francimar, tenho 25 anos e vou contar como comecei a abusar da minha priminha de 8 anos.
Estava em Santarém à trabalho e fiquei hospedado na casa dos meus tios que tem uma boa casa lá, eu iria ficar indo e vindo de uma cidade pra outro por alguns meses, então acabaram arrumando um quarto lá pra mim. Meus tios trabalham muito e tem uma filha de 8 anos muito linda, morena clarinha, magrinha e com cabelos lisos longos, o nome dela é Isabela. Belinha estuda de manhã e a tarde fica em casa, geralmente a mulher que arruma a casa a repara até os pais chegarem.
Eu sempre tive muito desejos em crianças, e Belinha era muito linda e ficava louco só imaginando aquela boquinha perfeita no meu pau.
Já que eu também só ficava no trabalho pela manhã e a tarde geralmente ficava na casa estudando uns projetos, falei pros meus tios que podia ficar de olho nela e liberar a empregada mais cedo quando eu ficasse em casa, isso tudo já com más intenções.
No dia seguinte comecei meu plano, Belinha é uma menina muito inteligente, a tarde ela fazia os deveres da escola e depois ia assistir seus desenhos favoritos, ou jogar no tablet. Chamei ela pra me ajudar nos projetos, ela veio e como é muito curiosa, começou me perguntar o que cada desenho significava, sentei ela no meu colo, meu pau já meia bomba e comecei a explicar. Nisso eu fui esfregando ela no meu pau que já estava muito duro e ela parecia que não ligava. Comecei de leve a acariciar suas perninhas e ela fechou as pernas com força mas não disse nada. Fiquei assim por 2 dias, percebi que ela já não fechava as pernas e no terceiro dia comecei a colocar os dedos na sua bocetinha por cima da calcinha, ouvi o suspirinho dela de leve, mas nada de reclamar, isso eu sempre explicando e coversando normal com ela. Fui afastando aos poucos as calcinha de lado e colocando as pontas dos dedos na xaninha dela que já estava meio úmida e comecei a fazer circulos de leve pra não assustá-la. Ela começou a gemer de leve e me perguntou:
– Primo o que vc tá fazendo?
– Fazendo um carinho na sua ppkinha.
– Mas mamãe me disse que ninguém pode tocar aí, e se alguém fizesse era pra eu gritar, mas tá muito gostoso, não quero gritar.
– Então não pode contar pra mamãe, nem pra ninguém tá? Nosso segredinho.
– ok – ela.
Pra não assustá-la fiquei só tocando e depois parei, tirei os dedos e dei uma cheirada, divino, cheiro de bocetinha novinha, até chupei meus dedos, o melhor gosto!
– Não conta pra ninguém tá? nosso segredinho, amanhã o primo vai fazer outra coisa mais gostosa ainda…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,45 de 65 votos)

Por # #

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Ana Júlia

    Cheioi de bucetinha novinha kkkkk tenho 11 anos e nunca tinha pensado nisso. Telegram anajulia087

    • Dvs

      Fake

  • Responder Athos

    Delicia! Que peiminha gostosinha e safadinha. Manda logo a continuacao.

  • Responder Yan

    Adoro iniciação também estou iniciando uma bem danada !

  • Responder luiz silva

    quando vai relatar o restante?
    envia o restante do conto. [email protected]
    sou de santarém.

  • Responder luiz

    nossa que dlc.

  • Responder Coyote 24cm

    Q tesao continua