# # #

Depois da Viagem de Ônibus

915 palavras | 4 |3.13
Por

Como descrevi no outro conto sobre o que fiz no ônibus com um casal desconhecido, eles eram missionários, então no final da viagem fui convidado para assistir sua reunião de evangelismo que ocorria num bairro distante do centro e era em uma tenda de lona. Ao final do culto conversando descobri que que eles estavam hospedado em uma pensão. Por insistência minha e ajuda de sua esposa o pastor aceitou ficar hospedado em casa, já que eu moro só e minha casa é grande.

Chegando em casa convenci eles ficarem no meu quarto porque tinha uma cama de casal, e eu levei minha coisas para o outro quarto. Já passavam das onze da noite, mas como era um sábado, poderíamos dormir até mais tarde. A mulher do pastor então disse na maior naturalidade: pode ficar com a gente assistindo TV (pois só tinha no meu quarto), até quando o senhor for dormir. Olhei para o pastor e ele assentiu balançando a cabeça. Deitamos os três ela numa ponta e eu na outra. Ela vestida de blusa e short de algodão, ele de bermuda e eu de calção de jogador sem cueca.

Quando achei que não ia rolar nada, esposa do pastor se levanta da cama totalmente nua, não tiha notado que ela estava fazendo debaixo do lençol. Quando voltou do banheiro veio e deitou do meu lado e disse ao esposo: amor, você não quer dormir no outro quarto, acho que você está bastante cansado. Ele naturalmente disse tá bom e foi. Antes dele sair a sua esposa safada já estava puxando meu calção e e dizendo, ai que saudades daquela hora no ônibus quando você gozou na minha boca.

A safada era ninfomaníaca e falava versos bíblicos enquanto fudia. Uma hora quando eu a comia ela disse que também estava com saudades de uma pau molhado no seu cu. Enquanto me deliciava naquela bundona carnuda empinada, olhei para a porta e vi que o pastor estava se punhetando, na hora meu pau quase amoleceu, o homem tinha um pau que era o dobro do meu, parecia um jumento. Mas a bunda da sua esposa era tão gostosa que deixei o corno pra lá e me concentrei na evangélica puta, deixei até uma marca de chupão no seu pescoço.

Domingo acordamos tarde, a crente fez o almoço e depois eles se trancaram no quarto ligaram o ar condicionado e sairam de lá já arrumados para ir ao bairro onde iriam fazer evangelismo. Fomos os três, já em casa resolvi ir deitar no quarto de hóspede e dormir, a segunda feira seria de muito trabalho. Já estava dormindo quando o pastor me acorda dizendo que era pra eu ir dar uma assistência a sua esposa, já que era o ultimo dia deles na cidade. Bom, já que o corno quer, porque não?

Estava nos dois pelados num amasso (papai e mamãe) como dois namorados, eu beijando sua boca, mordendo sua orelha e chupando seu pescoço, e ela dizendo, ai como você e gostoso seu safado, já falei com meu maridão que você é como um sanduíche quentinho quando a gente tá com muita fome. Enquanto ela falava eu ia chupando ela, desci para seus peitos. Foi nesta hora que levei o maior susto, senti que o pastor chegou por traz e queria fazer de mim um sanduíche de verdade.

Tentei sair, mas o pastor segurou meus pulsos esticando meus braços sobre a cama. Sua esposa me puxou mais pra perto dela me beijava e dizendo: calma meu menino, papai só vai colocar a cabecinha. Quando ele soltou uma das minhas mãos tentei empurrar ele, mas sua mulher segurou meu braço e disse: vai amor, enfia logo no cu desse viado, pra ele sentir como é bom comer o cu da mulher dos outros. Não sei o que realmente aconteceu, mas quando o pastor safado enterrou aquele pau de jumento em minha bunda dei um grito igual de uma égua, e desmaiei.

Lembro que acordei chorando igual uma criança, então a esposa do pastor ficou fazendo cafuné em minha cabeça e disse: não chora não meu filho, papai só estava fazendo um carinho. E eu fiquei pensando, como é que pode, eu já velho com cabelo branco parecendo uma criança perdendo as pregas do cu. Então senti que o safado do pastor veio de novo pra comer o meu cu. Eu fiquei sem reação e chorando baixinho como uma criança e tive que suportar novamente o jumento fudendo meu cu. Saí meio tonto do quarto e fui deitar no outro. Na madrugada ainda sem dormir e com raiva do acontecido, lembrei que tinha uma arma lá no quarto, até fui lá pra pegar e matar os dois, mas a porta estava trancada.

Quando acordei com o telefone tocando era quase nove horas da manhã, como não tinha mais ninguém em casa procurei esquecer o ocorrido. Isso se passou a quase dois anos, hoje recebi uma mensagem no facebook me convidando para uma série de conferências evangelísticas em Imperatriz no Maranhão. No status tinha a foto do casal evangélico. Eles vão ficar um mez por lá… o que o leitor acha eu vou ou não?

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,13 de 8 votos)

Por # # #

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder alemão

    MARCUS….
    infelizmente ela não aceita de maneira alguma.
    Já tentei de tudo.
    sou caminhoneiro e tenho vários amigos de outras cidades .
    em uma ocasião pintou o assunto com um colega também casado e que também tem o mesmo desejo e a mulher dele também não topa.
    acabamos trocando watts de nossas esposas.
    eu tentando a esposa dele e ele a minha.
    conversei com a esposa dele com assuntos variados. Quando toquei no assunto de sexo ela me bloqueou.
    ela conversava com a minha esposa e também foi por longe até tocar no assunto.
    a minha esposa deu assunto.
    um dia eu estava viajando e retornando para casa e ele falando com minha esposa e me reenviando as mensagens.
    certo ponto do assunto deles ela comentou que estava deitada; ele perguntou o que ela estava vestido:
    Resposta:estou só de langeri, sutiã de bojo preto com renda vinho e de calcinha preta também com detalhes vinho bem pequena e só um fiu na bunda.
    ele me repassou e ja fiquei de pau duro.
    avisei ele que eu estava chegando em casa .
    ele continuou mandando mensagem para minha esposa só que ela não respondeu mais.
    cheguei e fui direto ao quarto e minha surpresa foi que realmente ela estava realmente como tinha descrito

  • Responder alemão

    Sou casado e adoraria ver outro homem comendo minha mulher na minha frente.
    infelizmente minha mulher não topa.
    ja fiz de tudo para convencer ela mas não tem jeito

    • Marcus

      Me chama no e-mail: [email protected]l.com que tenho uma.maneira de comee ela na sua frente

  • Responder Não vem ao caso

    Gostou de ser enrrabado e fica fazendo onda.