# # #

Minha filha, minha vida

2362 palavras | 35 |4.81
Por

Vim a este site para contar algo que tem me atormentado e não sei se é normal ou não, mas que desde há 5 meses tem me perturbado e feito eu perder o sono. Tentei contar resumidamente em um forum mas fui xingado e ameaçado de modo que tenho medo de procurar ajuda e ser criminalizado pelos meus atos. É uma história real.

Sou viúvo, tenho 36 anos, brasileiro, engenheiro. um tanto peludo, 1,80m e cuido de minha filha Amanda de 12 anos. É uma menina branquinha, muito bonitinha, cabelos castanhos, muito inteligente, corpo de menina e para o qual eu nunca dei atençao alem da atençao de um pai orgulhoso que sou. Minha esposa tragicamente faleceu em acidente de moto quando ela tinha por volta de 2 anos e assim minha vida paralisou desde então pois me dedico 100% do meu tempo a minha filha e ao meu trabalho. Mas, a medida que ela cresce tambem me ajuda nas tarefas domesticas como fazer a comida, limpeza, essas coisas me permitindo algum alivio no dia-a-dia que vivemos sem a ajuda de mais ninguém.

Com isto, com esta pequena sobra de tempo no começo do ano arrumei uma namorada que vou chamar de Lis para efeito de esconder a sua identidade. A conheci no trabalho, é uma mulher fogosa, cavalona, que gosta de andar de saltos e expor a bunda e as pernas bem definidas, tem 34 anos, 1,74 é alta, descendente de japoneses, mãe solteira, engravidou no Japão e tem uma filha da mesma idade da minha que chamarei de Yuki. Começamos a namorar e fiquei apaixonado por esta mulher, carinhosa, meiga, bonita e um furacão na cama, sem pudores encara tudo e não posso deixar de dizer que tem um cu maravilhoso, uma buceta cheirosa e bem greluda além de adorar gritar na hora do sexo, o que me deixa muito excitado e assim sempre transavamos nos moteis da cidade.

Depois de tres meses de namoro passei a frequentar a casa dela, conheci a filha, uma japonesinha linda, muito educada, já ia fazer 13 anos, me chamava de tio.

Então passamos a fazer sexo no quarto de Lis, era uma casa de tamanho médio dentro de um condomínio até de certo luxo e boa segurança. Havia 4 quartos e Lis dormia na suite maior e Yuki no quarto ao lado. Mas o que me chamou a atenção é que ela parecia não se importar que a filha ouvisse os gritos, os palavrões e as coisas que ela falava durante o sexo.. falava bem alto, “mete na sua vadia”, “me come”, “vai mete tudo no meu cu” coisas assim.. as vezes, com a luz do quarto apagada e a do corredor acesa, dava para ver pela freta por baixo da porta a sombra dos pes da menina que estava lá bisbilhotando.Se a mãe não se importava não seria eu quem se importaria.

Mas fora disso, tudo normal, sem problemas. A menina era muito meiga e obediente. A Lis uma pessoa muito boa, inteligente, dessas mulheres que sabem dividir entre ser puta na cama e ser uma pessoa respeitada no trabalho e na rua.

Bom, mas com todo este envolvimento, minha filha estava então questionando por que eu passava noites fora de casa e acabei contando do meu namoro, ela ja estava mais ou menos sabendo e levei a Lis e a Yuki para conhecer o apartamento onde eu morava e tambem apresenta-las para a minha filha. Para minha surpresa logo ficaram amigas. A presença de uma mulher dentro de casa faz toda a diferença. Enche o ambiente.

Naquela noite saimos, fomos jantar, passeamos no shopping, fizemos aquilo que familias felizes fazem. Minha filha Amanda era só alegria. Nunca tinha visto minha filha tão contente. Já tive algumas mulheres neste periodo de tempo mas nunca levei para casa ou comentei com minha filha..umas peguetes só para aliviar o stress.

Bom, as duas, mãe e filha passaram o final de semana conosco. Eu fiquei no meu quarto com Lis e a Yuki ficou no quarto com Amanda onde improvisamos uma cama com os edredons eu tinhamos. Nunca recebemos visitas antes.

O problema é que eu não moro em casa, mas em um apartamento de paredes finas.. e fiquei sem jeito de pedir para Lis não gritar tão alto e enfim, ela fez o de sempre.. gritou, arranhou a parede com as unhas.. empolgada falou os palavroes e tudo o mais. Com certeza minha filha ouviu pois até o vizinho de cima ouviu e passei a maior vergonha quando desci o lixo pela manha até o subsolo..”a festa a noite foi boa, né vizinho? ” – desculpa.. desculpa.. nao vai acontecer de novo… respondi. não sabia aonde eu enfiava a cara de tanta vergonha.. A Lis não tem limites para falar putarias na cama..algo curioso pois fora da cama não fala um palavrão sequer, creio que o reflexo de uma educação muito repressora.

Preparo o café da manhã para todos. As meninas já estavam acordadas brincando na sala, Lis acorda, vai tomar banho sai do banheiro de toalha, deixa a toalha no varal e toma o seu café da manhã completamente nua, alias como fazia em sua casa. Minha filha olha e acha estranho mas fica por isso.

Achei melhor então não trazer mais elas para o meu apartamento. Contei para a Lis do comentário do vizinho, expliquei que as paredes sao finas e que minha filha tambem tinha ouvido.. ficou um climão.. ai ela me veio com essa:

-Seu vizinho eu quero que se dane. mas sua filha, voce está criando sua filha para voce ou para o mundo? Ela vai ter que saber de tudo isso logo, logo. Eu nunca escondi nada da Yuki. Ela não vai ser uma besta ingênua como eu fui, ok? Se gosta de mim é assim que eu sou.

E eu gosto desta mulher como nunca gostei de outra.

Mas foi um duro golpe. Será que eu não sou um bom pai?

Bom, concordamos que eu e Amanda passariamos a ir a casa dela nos finais de semana. Um local muito melhor em espaço, diversao e oportunidades que eu nao tenho até por uma questao de que um apartamento é mais prático de cuidar.
Na casa havia uma piscina nos fundos, fechada, ao estilo americano onde as meninas se divertiam, um amplo gramado ladeava a casa. Era uma casa bonita sem ser luxuosamente arrogante ou pretensiosa, era um lugar gostoso de estar. Amanda adorou o local. O vizinho mais próximo ficava a uns 50 metros. Um condomínio que não é para qualquer um, logo se vê.

Estava quente aquela tarde, Lis passa de toalha pela sala onde eu estava lendo uma revista e as meninas assistiam um video de youtube na tv, vai atá a lavanderia deixa lá a sua toalha e novamente exibe sua nudez perfeita em frente a todos, uma japonesa linda, cabelos pretos e compridos, uma franja, um sorriso que faz covinhas na bochecha, peitos perfeitos e naturalmente pequenos com um belo mamilo. O que destaca nesta mulher são as pernas grossas e torneadas, terminando em uma bunda onde eu me acabo. seus pentelhos sao cortados perfeitamente na forma de um triangulo como que para indicar o caminho..nem preciso de indicacao, chego naquela buceta só pelo cheiro.

A filha, vendo a mãe pelada pergunta se pode tirar a roupa tambem. parece que era costume das duas andarem peladas pela casa. Para minha surpresa, ela responde que sim, pode. Eu fico meio que sem ação. Mas a menina tira a roupa e fica pelada na minha frente. Uma menina bonita, magra, com os peitos ainda crescendo mas já o bastante para precisar de soutien, uma bela cintura destacando uma bunda que promete ser tao boa quanto a da mãe, olhei sem querer olhar, olhei olhando e parecia que Yuki estava se divertindo ao se exibir para mim e fala para Amanda : – Tira a roupa também, está calor!

Minha filha responde:-Posso pai?

Lis se mete e diz, – Deixa a menina, qual o problema?

E antes que eu pudesse falar qualquer coisa, Amanda já estava tirando toda a roupa. De alguma forma a Lis ganhou autoridade sobre minha filha e eu, na esperança de ter uma nova familia, nào me opus. Ela é mulher e deve saber como criar uma menina melhor do que eu.

Amanda tem o corpo um pouco menos definido que a Yuki, mas a minha filha já tem pentelhos mais densos e ruivos na buceta, uma pele branquinha e uma bundinha empinada. Fiquei orgulhoso. Uma bela mulher que lembra a mãe dela.

Estavam as 3 peladas e em dado momento elas foram para a piscina, me chamaram, e eu fui.. Lis logo mandou que eu tirasse a roupa tambem, eu me recusei constrangido pela presença da minha filha, mas ai a Lis perguntou:
– Quem quer que o **** tire a roupa levanta a mão!!!

E todas levantaram as mãos, inclusive minha filha com muito entusiasmo. Tirei a roupa e entrei na piscina. devia ter uns 5 x 3, todos pelados, a Lis começa a me beijar ali na piscina, esfregar a bunda em mim e nao havia como esconder uma ereção, Lis mergulha e começa a chupar meu pau. Fico preocupado por minha filha estar olhando mas ela esta parada ao lado da Yuki dando risinhos e admirando sem tirar os olhos de nós. Lis me puxa para fora da piscina e começa a massagear meu pau e chupar sem parar. Estava quase gozando quando ela chama a filha e pede para continuar o serviço. Eu estava em êxtase, a menina faz conforme a mãe estava fazendo, com suas pequenas mãos massageia meu pau para cima e para baixo e chupa ainda um pouco sem jeito. Sua mãe vai orientando, e dizendo como fazer. Estava dificil de aguentar.

Aviso a Lis que eu ia gozar, que nao dava mais para segurar. Lis manda a menina chupar mais forte e eu encho a boca da japonesinha de porra., A mãe vê e manda ela engolir, como era costume dela.

Yuki abre a boca e mostra a porra toda para a minha filha Amanda que estava ao lado vendo tudo e engole e mostra a boca vazia agora, como se tivesse conseguido um troféu.

Realmente a situação estava fora de controle. Ou eu ia embora dali e levava a minha filha ou alguma coisa muito doida ia acontecer e eu já estava prevendo.

Lis pergunta para minha filha: -Aprendeu? Viu como que faz?- Amanda balança a cabeça afirmativamente e sorrindo.

Saimos, jantamos, andamos pelo condomínio onde há lagos e cisnes, Fomos para casa, todos no quarto de Lis, onde a cama é enorme, Lis começa a se insinuar, beijos, beijos, esfrega o meu pau que logo se apresenta, começa novamente a seção de chupeta,. Devo dizer que esta mulher sabe fazer um oral. Ela tem uma fixação em chupar meu pau que, devo dizer não é grande nem pequeno, com cerca de 16 cm. A pedido dela eu tenho aparado os pentelhos pois sou muito cabeludo em todo o corpo.

Enquanto a Lis está se deliciando, a filha Yuki se aproxima e beija o meu pau e então o que eu nao queria acontece, Lis puxa a Amanda que ajeita os cabelos compridos e cai de boca no meu pau sem nenhum pudor, incentivada por mãe e filha chupa meu pau apertando o meu saco exatamente como a Lis ensinou. Pensei em sair dali correndo, mas me bate a ideia de que eu não poderia humilhar minha filha frente a amiga e não dar a ela também a porra que eu dei para a outra. Sentindo a boquinha quente daquela menina que eu trocava as fraldas, fazendo uma boquete muito deliciosa não me controlo e gozo.. e gozo forte enchendo a boca de minha filha.. e então, triunfante, Amanda faz o mesmo que a amiga fez e mostra a boca cheia de porra e engole.

Naquela noite ainda deu tempo para eu chupar a buceta de Lis e principalmente me deliciar no sabor das bucetinhas das duas meninas. Meto na Lis até gozar mais uma vez com seus gritos e frenesi.

No dia seguinte, uma repetição do dia anterior com boquetes das meninas, e sexo oral nelas e finalizando com a buceta da Lis.. Foi assim que aconteceu e tem acontecido. De lá para cá, a única adiçao a nossas aventuras em família foi que enquanto eu chupo e me delicio com a buceta da japonesinha, a Lis dá um trato na bucetinha virgem da minha filha.

O sexo oral foi o limite até onde eu me permiti porem prevejo que mais vai acontecer pois a Lis disse que não vai deixar sua filha passar dos 14 anos ainda virgem. Bom, vamos ver se estaremos juntos até lá. Por enquanto não há nada que mostre o contrário pois Lis é uma ótima pessoa, honesta e trabalhadora, tem ajudado muito a minha filha como apoio feminino que ela nunca teve.

E o que definiu minha decisão de continuar junto a Lis foi ver minha filhota feliz como nunca antes e nao sai da minha mente aquele final de semana, pois quando retornamos a noite para nosso apartamento.. um trajeto de 60 minutos que parecia uma eternidade, em silêncio. Havia um ar de cumplicidade entre nós, Amanda e eu., como nunca houve . Eu pensei em falar alguma besteira, para esquecermos.. muita coisa passou pela minha cabeça, mas antes que eu falasse alguma coisa ela abaixou a cabeça em direcao a minha bermuda enquanto eu dirigia mexeu no meu pau até ficar duro e deu uma bela chupada. Levanta o rosto, ajeita o cabelo e diz.. – Papai eu te amo!!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,81 de 78 votos)

Por # # #

35 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Alinne

    Ainda existe muito preconceito.
    Quando o assunto é incesto .
    No fundo bastante hipócritas.
    Pois esquecemos que Nosso Planeta é incestuoso.

  • Responder Anisio Nogueira

    Hum que delícia de conto, você é um homem de muita sorte, pois tem 3 mulheres maravilhosas para realizar todas as suas fantasias, tudo feito com muito amor e carinho . Espero que você poste a continuação das suas transas com as 3 .

  • Responder Athos

    Ah que delicia de conto! E de vida vc arranjou. Nossa sonho encontrar uma mamãe assim. Nem precisa ter casarão com piscina uma filhinha novinha cabacinho e um ap já ta otimo. Telegram @Pauloxky

  • Responder Ana Júlia

    Tesão demais

  • Responder alemão

    PAULO.
    mas vc já se oegou admirando o corpo da sua filha? ??

  • Responder Paulo

    Mentira mas imagineu tenho uma filha de 8 so q nao tem corpo

  • Responder Anônimo

    Mentira mas imagineu tenho uma filha de 8 so q nao tem corpo

  • Responder Anônimo

    Sem palavras foi ótimo, parabéns pelo conto, tem continuação?

  • Responder Jorga

    Muito boa história, tem mais é que comer sua filha mesmo, gozar gostoso nela. É melhor ela aprender contigo do que com um vagabundo lá fora.

  • Responder Jucão

    Otima história… bom demais…não vejo a hora que vc vai acabar comendo as pequenas… hummm..

  • Responder Crentelho Hipócrita

    No início parecia que ia ser uma bosta. Mas no fim, parecia o início.

  • Responder Crentelho Hipócrita

    Caralho! Agradeça por essa família!!!

  • Responder Daddy

    gostei muito do conto…. vamos conversar no telegram Daddy …

    • mecânico do amor

      gostei vamos conversa no telegram zoom76

  • Responder Papai Carinhoso

    Que delícia de conto, gozei forte aqui

  • Responder alemão

    Anônimo. .. curte sexo a três

  • Responder alemãooi

    Sexo a três vc curte anonimo

  • Responder Jeff

    Este conto é show! Um dos melhores!

  • Responder Anônimo

    Sortudo miserável!!

  • Responder Tarado por novinhas!!

    Um sonho de vida seja feliz sem culpa… é um privilegio ter 3 mulheres pra se divertir na cama

  • Responder Aprovado!!

    Meu, isso é um sonho de sexo luxuria e você deve se sentir privilegiado e nunca se sentir culpado, continue essa delícia de vida… poxa queria ser tu agora!! kkkkkkk

  • Responder Was

    Show de conto, continue logo

  • Responder Top

    Fazia tempo que não lia um conto tão bom quanto este parabéns top

  • Responder Anônimo

    Conto muito bom. TEm continuação ?

  • Responder Ebannus

    Não mude nada em seu relacionamento..
    Parabéns pela nova família..

  • Responder Indianara

    Esse perfil não existe no Telegran…

  • Responder Coyote 24cm

    Nao perde tempo mete nas 3 juntas he va mora com as 3 na casa come as 3 continua o conto

  • Bruna sou de BH tmb ..
    Mande email

  • Responder Bruna GP

    Oi sou Bruna GP de BH tbm, minha filha de 11 e transa com meu namorado, já contei aqui nesse site, vamos marcar de nos encontrar, quem sabe rola algo bacana, pena que minha filha não curtiu um no, eu queria tanto sentir ela..

    • Sergio

      Olá eu queria te conhecer Se quiser te passo meu email

  • Responder Fantasma Escritor

    Muito bom. Parabéns pela narrativa coerente.

  • Responder MAX

    treine essas putinhas pra serem suas fêmeas na cama …goze o máximo dentro das filhas. ….se possível engravide elas , assim a cumplicidade será eterna entre vcs
    …fêmeas são vagabundas pra isso. ..esqueça que vc tem filha. …são apenas fêmeas no cio. …

    • Anônimo

      Vdd tem que tratar essas putinhas como elas merecem, elas têm que saber desde novinhas nasceram pra servir aos machos. @Aluado31

  • Responder Tarado por novinhas

    Eita ai sim come sua filha e sua enteada também

  • Responder jovitamineiro

    bom conto, fiquei de pau durro,sei que e fantasia mas meta na sua filha faz um bebe e come tambem