# #

Comi minha sobrinha novinha

994 palavras | 2 |3.54
Por

Traição, novinha, novinha safada, vagabunda, traicao, vadia, estudante, real, últimos, conto real, verídico, incesto, família, familia, sobrinha, tio, sozinhos em casa, aventura, f

E ai, pessoal !
Vim hoje contar para vocês um conto real e que poderá mudar a vida de vocês.
Eu sempre morri de tesão na minha sobrinha. Ela tinha 18 anos na época, e eu, berando os 34, não via a menor chance de ter nada com ela. Até porque, eu sou casado com a tia dela.
Mas, de tanto procurar na internet formas para realizar esse sonho, que pra mim nunca aconteceria, me deparei com um produto (bit.ly/produto-secreto) que prometia aumentar a libido, fazer qualquer mulher ficar cheia de tesão para te dar e, de quebra, faz você gozar muito mais.
Decidi comprar, porque não tava me aguentando de tesão naquela menina.
Pouco mais de uma semana, entregaram o produto na minha casa em um caixinha super discreta. Minha mulher que recebeu e ainda assim não desconfiou do que tinha dentro da embalagem.
Coloquei algumas gotinhas no meu suco, e CARALHO!
Fiquei louco de tesão, fui pra cima da minha esposa e não dei descanso para ela a noite inteira. Foram umas 5 vezes no mínimo. Meu pau nem amolecia de tanto tesão que eu tava sentindo nela.
_ Ai amor, o que deu em você hoje. Desse jeito eu não aguento, que fogo! – Ela disse
_ Quem mandou você ser tão gostosa?
Comi muito a milha mulher e deixei ela toda lambusada com a minha porra.
Depois que eu vi que o produto realmente funcionava, comecei a planejar a oportunidade perfeita para usar com a minha sobrinha gostosa. Ela era loirinha, tinha a buchecha rosada o que já me fazia imaginar como era embaixo hahahahah
Em um fim de semana, minha esposa a chamou para vir para a nossa casa (trazendo a ovelha pra toca do lobo haha)
Quando ela chegou: de shortinho socado no rabão que ela tem, e de topzinho, eu já fiquei louco.
_ Oi, Dani, que saudades eu tava de você sobrinha. – Eu disse abraçando ela.
_ Ai tio, eu também estava morrendo de saudades. Vou guardar minhas coisas no quarto de hospedes e volto para conversarmos.
Ela subiu para o quarto de hospedes e eu fui para a cozinha, fazer um suco.
Por sorte, minha esposa estava indo para a casa da mãe dela e minha sobrinha não quis ir junto.
Esperei minha esposa sair e servi o suco para a Dani com as gotinha do produto (vou deixar o link nos comentários para quem quiser saber qual é).
Ela bebeu o suco e eu já fiquei a espreita.
_ Nossa, ta quente hoje, tio. To morrendo! Kkk – Ela disse.
_ Eu falaria pra você vestir uma roupa mais curta, mas acho difícil ter alguma menor que essa ai. – Eu zoeei.
_ kkkkk bobo, olha que eu tenho. – Ela respondeu com uma carinha de safada que começou a me deixar louco. O produto já estava fazendo efeito, porque ela nunca me deu bola assim.
_ Uai, veste lá que eu quero ver. – Joguei para ver se ela cairia.
_ Para tio, eu não sei o que ta dando em mim. Depois minha tia vai brigar comigo rsrs.
_ Veste logo, eu sei que você ta querendo.
Ela ficou me olhando por alguns segundos, até que, por fim, foi vestir a outra roupa.
Em poucos minutos ela voltou, só de lingerie. Meu pau foi no teto e voltou hahahah
_ Caralho, sobrinha! Assim sua tia vai bater em mim e não em você. Porque eu que vou perder o controle.
_ Ai tio, eu não sei o que deu em mim. Mas sabe……. perde o controle.
Ela sentou no meu colo e eu agarrei ela com tudo. Apertei aquele rabo que tanto sonhei em ter em minhas mãos. Dei uns tapas nele e botei ela de pernas abertas no sofá.
Fui rapidinho conferir se as portas estavam trancadas para não correr o risco da minha esposa me pegar nessa situação.
Voltei e tirei a calcinha dela, caindo de boca na bucetinha rosa dela.
Lambi ela todinha, fazendo ela delirar, depois coloquei ela de joelhos no chão, e coloquei ela pra mamar na minha piroca.
Ela se lambusava todinha com minha rola, eu batia ele na cara dela, dava tapas na cara dela, puxava ela pelos cabelos fazendo engasgar. Fiz ela chupar meus ovos. Estapeava o rabo dela.
Depois de uns 20 minutos dela me chupando, coloquei ela de 4 no sofá, posicionei minha piroca na buceta dela que estava toda ensopada de tesão.
– Ai tio, eu to com muito tesão, me come, por favor. Sem dó!
_ Pode deixar, vadiazinha. Vou te comer com tudo e quero ver você aguentar.
Soquei com tudo na buceta dela, soltando gemidinhos e gritinhos dela. Era gostosa demais aquela buceta apertadinha, que eu só ia soltar quando estivesse igual uma cratera de tão arrombada.
Soquei com tudo, botei ela pra quicar no meu pau.
_ Ai tio, já gozei muito e ainda quero gozar mais. Que tesão doido meu deu em você. Ai me come com esse pirocão vai.
Eu chamava ela de vagabunda, novinha safada, vadia, e ela ficava pedindo para eu comer ela melhor do que como a tia dela.
Soquei muito nela, a buceta dela estava toda esfolada, e depois eu gozei no rostinho dela.
Ela pareceu recobrar um pouco a sanidade depois que o tesão foi abaixando, mas ela disse:
_ Tio, por favor, não conta pra ninguém, eu não seio que deu em mim. Ai que loucura.
_ Relaxa, Dani. Nosso segredo ta guardado.
_ Ai, muito obrigada tio. E olha, acho que depois vou querer replay.
Ela correu para o banheiro, mas antes eu dei um tapão naquele rabo dela.

Depois conto para vocês a visitinha que fiz para ela no meio da noite.

O produto que usei é esse: bit.ly/produto-secreto
Copie e cole no seu navegador para conhecer e viva o que eu vivi.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,54 de 37 votos)

Por # #

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Eletrônico

    Conto para vender produto, isso tá ficando chato

  • Responder Anônimo

    Comercial é foda. kkkk