Tesouro do papai

Autor

Tenho 42 anos, separado e uma filha que atualmente tem 12 anos. Muito parecida a Larissa Manoela da TV. Branquinha, com corpinho de 15. Aonde vou, todos olham sua bundinha impinada, peitinhos medios e durinho, corpo perfeito, pois faz dança desde os 5 anos.
Sempre fui um paizão, fazendo o melhor por ela.
Todo fim de semana, ela passa comigo, desde 8 anos. Sempre tivemos muitas intimidades, tomávamos banho de banheira, (ela de biquine) na minha casa e tudo. Nunca tive maldade. Até que uma bela manhã de sábado. Acordei com minha filha, chupando meu pai. Num ato de susto , eu disse : Bianca você tá maluca, sou seu pai porra.
Ele muito assustada, com lágrimas caido do seu rostinho, desculpa papai.
Quem mandou vc fazer isso ? Perguntei, pois mãe me odeia, por ser guarda compartilhada. Achei que era armação da mãe dela.
Eu li no site de historinhas de pai e filhas, achei que o senhor ia gostar também. Que site filha, e ela me mostrou esse site aqui. Não sei explicar, mas comecei a chorar , e ela carinhosamente me abraçou. Ficamos ali uns 10 minutos abraçados. Eu levantei e fui tomar uma ducha, pra esfriar a cabeça. Ao voltar pro meu quarto, Bia continua em cima da minha cama , só de calcinha. Sentei na beira da cama e disse : filha vem conversar com o papai. Ela veio e sentou na minha perna, pela 1 vez, senti o calor daquela bucetinha na minha perna. Pronto, na hora minha piroca endureceu e ela viu e disse : viu papai, o senhor tá com vontade sim.
Não aguentei, comecei a beijar naquela boquinha linda. E ela já se ajeitou e sentou em cima da minha piroca, que pulsava de tesão.
Rosando na minha piroca, não aguentei, gozei na cueca mesmo. Ela vendo eu gozar, dizia : isso papai, goza gostoso. Joguei ela na cama, comecei a beijar aquela boquinha gostosa, desci pros peitinhos, tão durinhos , que delícia.
Passando pela barriguinha. Com uma calcinha rosa, escrito : presentinho . olhei pra ela, e disse : Bia vc é muito safadinha, ela riu e disse : gostou papai. Respondi, muito Bia.
Tirei aquela calcinha , e vi aquela bucetinha rosada, linda. Nossa , cai de boca, e quanto mais chupava aquela bucetinha, mais, ela gemia e se contorcia na cama. Dizendo : que gostoso papai.
Sem lembrar que era minha filha, abri as pernas dela, e comecei a tentar enfiar minha piroca.
Pra minha surpresa, entrou tudo de uma vez só, ela deu um grito, e cravou as unhas no meu braço , e dizia : me come papai, numa mistura de dor e prazer juntas. Comecei a socar com mais, força, pois tava apertadinha, e com muito tesão na minha filha. Até que senti ele ter orgarmos múltiplos a cada estocada, que dava na sua bucetinha, ficando cada vez mais encharcada de gozo dela. Como ela mestrua desde março, eu tirei pra gozar fora, ao me ver tirar o pau da sua bucetinha. Sem eu pedir, ela levantou se rápidamente, e pegou no meu pau e começou a chupar, nossa na terceira chupada.
Gozei gostoso na boquinha dela, ela engoliu tudinho, me olhou sorrindo, e disse que me amava muito. Deitei na cama, e ela deitou sobre mim, e começou a me beijar gostoso. Isso foi sábado passado, ela já tá aqui comigo, e me pediu pra contar pra vcs. Obrigado, estou muito feliz e realizado, graças ao site de vcs. Agora vou meter o piru , nessa minha filha gostosinha.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,90 de 31 votos)
Loading...