Pegando as novinhas

10-09-18 Por 1 ★ 1.69

Olá, meu nome é Diego, tenho 35 anos e sou tarado por novinha (não por criança)
Tudo começou ainda na minha infância, morávamos no interior, era um sítio cercado de parentes próximos, avós, tios, primos e gente que de tão próximo já era da família, sempre dei um jeito de espionar minhas primas, era no banho ou no quarto trocando de roupas. Márcia é minha prima mais assanhada, aos 10 anos já falava que namorava, certo dia a vi correr com Rosa, minha irmã da mesma idade que ela, 3 anos mais nova que eu . Resolvi ir atrás pra saber oque acontecia, estavam em um pequeno galpão coberto com lona, usado pra guardar madeira, as duas brincavam de casinha, normal pra idade, me aproximei em silêncio, até pra saber oque falavam. Márcia era o pai e Rosa a mãe, uma boneca velha era o bebê das duas, já eatava pronto pra sair quando Márcia diz a Rosa pra brincarem que nem papai e mamãe, após um "vamos" as duas ficaram de pé, tiraram as calcinhas e se abraçaram, esfregando as bocetinhas uma na outra, ver aquilo me deu um tesão (claro que eu mal sabia de tudo que sei hoje ), comecei a massagear meu pau de tão duro que tava, Márcia mandou Rosa deitar no chão e continuaram, dava pra ver que não era a primeira vez que faziam aquilo, colocaram as mãos entre as pernas, apertando as pernas, Rosa mordia os lábios, logo parou, se vestiu e correu de volta pra casa, Márcia fez o mesmo.
Depois de um tempo seguindo Márcia, descobri que ela fazia o mesmo com as outras primas e até com a própria irmã, em outra ocasião conto como me aproveitei disso

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 1,69 de 16 votos)

Por

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Andy

    Desculpa nao entendi. Nada contra quem gosta mas 10 anos nao eh criança? “….sou tarado por novinha (não por criança)”