, ,

Mamãe Gosta de Incesto

08-09-18 Por 3 ★ 4.50

Praticamente todos os homens, na infância e pré-adolescência já sentiram excitação por algum parente, como prima, tia, sobrinha e até mesmo nossa própria mãe, ou mãe de algum colega/amigo, sentimento normal já que os hormônios estão flor da pele, é fácil sentir desejo por alguém que te atraia sexualmente. O incesto é uma prática natural do universo, principalmente entre os animais, que por instinto de reprodução é capaz de praticar sexo com os próprios de sua linhagem, uma prática linda que é condenada pela sociedade, infelizmente também confundida muito facilmente com pedofilia. O incesto é algo maravilhoso, sendo praticado principalmente entre primos, irmãos e tios, a alguns que são mais excêntricos e vão, além disso, e aproveitam dessa prática com os pais. A aqueles que dizem que o incesto é para sempre. Ou seja, uma vez praticado, sempre acontecerá principalmente se for feito com parentes bem próximos e com uma convivência regular.
Mamãe é uma mulher simplesmente linda, com quarenta e um anos é considerada por muitos homens e mulheres como uma MILF (gostosa), com um corpo escultural, moldado na academia por vários anos, com peitos médios e uma bunda grande, durinha por conta da academia, mamãe é bem branquinha isso faz com que qualquer toque mais forte na pele dela a deixe com uma marca vermelha na região. Uma bunda deliciosa com algumas estrias e um pouquinho de celulite, quase não dá para notar, cabelos pretos que vão até a metade das costas, uma buceta bem carnuda e extremamente branca e linda bem rosadinha, um cuzinho bem gostoso. Mamãe é descendente de europeu isso faz que ela tenha poucos pelos corporais, isso aliado à depilação que a putinha faz a deixa totalmente lisinha, algumas vezes ela resolve deixar a bucetinha com alguns pelos, mas é bem raro a mamãe fazer isso. Mamãe e eu sempre tivemos uma boa relação entre mãe e filho, conversamos sobre o praticamente tudo, principalmente sobre sexo. Algo que se tornou bem comum depois de alguns acontecimentos.
Mamãe me criou sozinha, meu pai a abandonou assim que soube da gravidez, confesso que sinto pena dele, pois mamãe além de linda é uma mulher muito batalhadora, não deixou o fato de ser mãe solteira a abater e ser motivo de passar dificuldades. Na época mamãe fazia faculdade e trabalhava, assim que nasci mamãe pagava uma baba para cuidar de mim, enquanto ela estudava e trabalhava, quando mamãe terminou os estudos, recebeu uma oferta de emprego para trabalhar na área de formação dela, só que em Portugal, ela visando uma vida melhor tanto para mim e ela aceitou, desde então moramos em Portugal. E desde que fomos morar aqui e desde que me lembro de mamãe andava nua pela casa principalmente quando eu era criança, quando fui atingindo a adolescência lá pelos meus treze anos mamãe digamos deu uma comportada, usando com um pouco mais de frequência calcinha e sutiã, mas tipo de dez vezes pelo menos oito vezes mamãe ficava nua, mesmo com o seu filhinho já adolescente e sabendo coisas sobre sexo. Mas digamos que tanto mamãe e eu temos culpa dela continuar a prática de nudismo, quando atingi dez anos comecei a ficar pelado também pela casa e principalmente a dormir pelado, mamãe deixou só me orientou que quando chegassem visitas, ou alguma pessoa eu colocasse a roupa, mamãe nunca ligou de me ver pelado ou eu a ver nua, mas eu nunca a olhei com desejos sexuais para ela, nem mesmo quando meus amigos falavam do corpo dela, inclusive fica bravo por eles falarem da mamãe.
Comecei a desejar a mamãe, depois de um dia aos quatorze anos chegando da escola mais cedo, mamãe estava nos dois últimos dias de férias e tinha um carro dentro da garagem, logo que entrei na garagem ouvi mamãe dar uns gemidos, foi de fininho na janela do quarto dela peguei a safadinha dando a bucetinha e o cuzinho ao mesmo tempo para dois amigos/comedores dela, a cama dela fica de lado para a janela então dava para ver com perfeição um dos amigos dela deitando metendo na bucetinha dela e chupando os peitos, enquanto o outro puxava o cabelo dela e comia o cuzinho dela, enchendo a bunda da mamãe de tapas, tapas os quais um era mais forte que o outro e facilmente deixando a bunda da mamãe bem vermelha, na hora fiquei com raiva, mas ao ouvir os gemidos e o pouco que conseguia ver, foi me dando um calor e um tesão, fiquei de pau duro ao ponto de doer muito de tão duro que estava, fiquei lá tentando ver mais e ouvindo mamãe gemer e pedindo para os comedores dela, a rasgaram no meio, ela dava uns gemidos , misturados com uma respiração bem ofegante, essa mistura de gemidos e imagem, não tinha como nenhum homem não ficar com tesão. Depois de um tempinho deles comendo ela pediu para o que estava comendo a bucetinha dela, comer o cuzinho dela até ele gozar dentro, e pediu para o outro ficar de frente para ela que ela queria fazer garganta profunda até ele gozar dentro da boca, foi o clímax da relação amorosa, pelo menos desde o momento que eu já acompanhava o amigo dela segurando na cintura dela, começou a comer ela com força, dava para ouvir com perfeição as socadas e as bolas dele batendo na bundinha da mamãe, o outro pegou e foi forçando o boquete, fazendo mamãe engasgar algumas vezes, mamãe também pegou e ficou tocando uma siririca enquanto era fodida, não aguentei comecei a tocar uma punheta bem devagar imaginando eu comendo a minha querida mamãe, quando o cara gozou ele pegou e
forçou com tudo a cabeça da mamãe contra o pau dele, a fazendo engolir todinho o pau, junto com os jatos que iam na garganta da putinha, logo depois o outro aumentou ainda mais o ritmo e gozou dento do cuzinho da mamãe, ela depois ficou ainda alguns minutos deitada com a barriga para baixo chupando os dois amigos dela, como estava perto do horário costumeiro de eu chegar da escola mamãe, disse que eles não tinham que ir embora, fiquei escondido esperando eles ir, depois de alguns minutos de deles irem, fingi chegar em casa, mamãe ainda estava nua, entrei fui pegar uma garrafa de água para beber, depois quando ia entrar para meu quarto, vi mamãe no quarto dela, se abaixando com as pernas abertas(como se tivesse abaixando para urinar em algum lugar inapropriado), pude perceber que o cuzinho dela estava escorrendo um pouco de esperma do cuzinho dela, aquilo me deu mais tesão, entrei para o quarto, não podia ficar com roupa, pois era muito difícil eu ficar com roupa, mas também não poderia ficar nu com o pau duro, peguei fui ao banheiro com a desculpa de que iria tomar banho, de fato fui tomar banho, mas não deixei de tocar uma bela e generosa punheta em homenagem a mamãe, gozei bem forte e jatos fartos, imaginei Gozando dentro da buceta dela, com a excitação mais baixa consegui ficar pelado sem ficar de pau duro, caro que era inimitável que eu ia algumas vezes ameaçava ficar de pau duro, mas tentei controlar ao máximo.
Depois desse ocorrido comecei pensar cada vez mais na cena da mamãe gemendo e meu desejo que ela desse para mim foi aumentando, decidi que ia tentar ao máximo comer minha mãe, eu sabia que simplesmente não poderia chegar nela e dizer mamãe estou com tesão por você, vamos transar ?, as chances disso acontecer eram de uma em um milhão, mesmo que ela estivesse com um tesão imenso e não transasse a tempos seria muito complicado e por mais que eu tivesse uma boa relação com a mamãe, principalmente conversar sobre sexo, não poderia ser direto, pois com certeza colocaria tudo a perder. fui pesquisar na Internet, mas não achei muita coisa, achei muitos contos que usei como base para me ajudar a conseguir o que queria, claro que alguns eram extremamente fantasiosos, alguns o sexo entre mãe e filho(a) /pai e filha(o) eram feitos desde crianças e começamos pelos pais, achei pouquíssimos que se enquadra-se no meu perfil, um filho querendo comer a mãe. Mas achei uns contos que iam desde a dopar, usar de chantagem e gozar em calcinhas para conseguir a relação amorosa, tentei focar mais nesses dois últimos, mamãe quase sempre ficava pelada, mas por conta do trabalho ela tem que usar saia ou calça social, ela reveza os dois, comecei a me masturbar e ejacular nas principais roupas íntimas dela, calcinha, sutiã, meia calça, nas saias e calças sociais que mamãe usava. Nas calcinhas e sutiã eu gozava e do jeito que o esperma caia no tecido eu deixava secar, nas de tenda criava uma espécie de crosta, deixando as calcinhas duras a onde o esperma estava seco. nas calças e saias eu gozava e limpava pois o tecido que eram feitas as roupas, ao deixar o esperma secar ficava extremamente nítido a sujeira que o mesmo fazia, então eu limpava, para ver a marca teria que prestar muita atenção e forçar a vista. Fiz isso por algumas semanas depois aproveitei que eu entrei de férias e mamãe estava trabalhando fui ao quarto dela procurar algumas coisas que talvez pudesse me ser útil e usar como chantagem. Olhei tudo no final decidi olhar debaixo da cama dela, aceitei em cheio, tinha dois baús de madeira médios, ambos trancados ambos tinham uma espécie de charada com quebra cabeça para resolver e destrancar os baús, claro a minha amiga Internet me ajudou, com um pouco de pesquisa e modelos dos baús achei o segredo deles, ao destrancar abri, confirmei que mamãe era uma mulher muito safada e putinha, o primeiro tinha um monte de camisinhas de sabores, alguns brinquedinhos grandes da mamãe, como vibradores grandes, inclusive um em forma de um braço com a mão fechada, um em forma de uma minirola de cavalo e alguns mais normais, ao tirar os brinquedos do baú, encontrei uma calcinha com um vibrador, logo depois encontrei o manual, ao ler Claro descobri o app que controlava a calcinha, decidi baixar e instalar no meu celular, já tinha algo que poderia aproveitar, era só saber quando ela poderia estar usando a calcinha para torturar a mamãe de excitação, tinha também outra caixa com brinquedos menores como vários plugs anais, cosméticos para sexo, masturbadores de bolinhas, uma cordinha cheia de bolinhas ao longo dela. Depois não achei mais nada no baú, fui para o outro baú, nesse tinha todos os diários que mamãe tinha escrevido, mamãe tem o hábito de escrever como foi o dia dela em um diário os quais ela guarda nesse baú, claro que ia ler e tentar descobrir algo, o primeiro diário era o que atualmente ela escrevia, foi até o dia que peguei a putinha dando para os dois, tinha lá tudo com detalhes e enfatizando algumas coisas, como por exemplo, era a primeira vez que ela fazia uma dupla penetração, era a primeira vez que ela transava com os comedores dela sem camisinha e deixava um deles gozar dentro dela. Depois encontrei alguns outros dias que estavam em destaque, como a primeira vez que ela chupou um dos amigos dela enquanto ele dirigia como ela chupou e deu para dois policiais (corruptos, diga-se de passagem), para se livrar de uma multa grave e extremamente cara.
Ao ler uns diários mais antigos, achei um bem velhinho e até meio acabado, onde tinha uma folha bem no final escrito fetiches e tinha uma lista com vários desejos dela, alguns estavam com uma data na
frente, provavelmente a data que ela finalmente conseguiu realizar esses desejos, dois deles me chamaram atenção na lista tinha assim "fazer zoofilia – cachorro – cavalo" e "incesto algum parente" e riscado na frente com o filho, logo deduzi que mamãe já sentiu desejo por fazer sexo com o seu filho, mas provavelmente na época que ela tinha esse fetiche, ela não tinha nenhum filho para consumar o desejo. Ao ler isso fiquei mais confiante que talvez eu tivesse uma alta chance de conseguir fazer sexo com a delícia da mamãe, iria tentar resgatar esse desejo e fazê-la entender que eu a queria. Depois de várias semanas lendo os diários antigos da mamãe, consegui ver como a mamãe era uma mulher muito boa de cama, fogosa safada e uma verdadeira puta e prostituta de luxo podemos assim classificar mamãe. Comecei a pensar em formas um pouco mais agressivas de demonstrar meu interesse sexual nela, comecei a deixar o esperma que eu ejacula nas roupas e peças íntimas o mais aparente possível, algumas vezes arriscava a ejacular minutos antes dela chegar do trabalho, assim ela quando chega-se ia pegar meu esperma o mais fresco possível e eu como o único homem na casa, logo mamãe ia deduzir que era eu a gozar e deixar minhas homenagens a ela. Também passei a fingir dormir depois de ter tocado uma punheta então, eu deitado na cama deixava meu pau de uma forma que desse a intender que eu tinha gozado, algumas vezes forçava a ideia de que eu tinha ejaculado minutos antes dela chegar. Confesso que não estava obtendo resultados tão satisfatórios, decidi pegar uma calcinha preta toda de renda estava limpa ela nem tinha usando ainda, e fingi dormir com a calcinha no meu rosto e com outra no meu pau, dando a entender que estava me masturbando sentindo o cheiro da calcinha e com outra calcinha pronta para quando fosse gozar, mas acabei dormindo, deu um belo resultado, logo ela chegou entrou no meu quarto, quando ela viu a cena, ela me chamou em tom de brava, fingi não ter ouvido, a ouvi dizer meu próprio filho se masturbando com minhas calcinhas quem ia imaginar, mas isso não vai ficar assim. A Senti pegando a calcinha que estava no meu rosto e que estava no meu pau por conta da forma que deixei a calcinha no meu pau toda enrolada nele, meu pau estava duro e mamãe teve que tocar nele para tirar a calcinha dela, na hora fiquei louco por mais que fosse míseros dois segundos tocando no meu pau, já foi suficiente para ele endurecer ao ponto de doer, depois ouvi ela entrando no banheiro, pensei to fudido ela vai me matar, depois que ela saiu do banheiro, levantei fingindo que nada tinha acontecido. Mamãe decidiu fazer o mesmo fingiu que nada aconteceu, mas dois dias depois durante a noite, ouvi uns gemidos no quarto dela, a porta estava fechada, fui lá e ouvi-a falando meu nome e dizendo bem baixinho isso meu filho, come a mamãe, que pica gostosa o meninão da mamãe tem isso meu filho goza dentro da bucetinha da mamãe", peguei entrei no banheiro com medo dela abrir a porta ou algo do tipo, mas não deixei barato, peguei uma calcinha rosa dela, toquei uma bela punheta, gozei muito na parte quente fica em contato direto com a buceta dela, aproveitando que não me masturbava já a quase dois dias, gozei muito, peguei e deixei a calcinha gozada em cima do cesto de roupas, assim que ela entrasse a primeira coisa que ia ver era a calcinha que foi usada para eu tocar a punheta. poucos minutos depois ela entrou no banheiro acho que ela deve ter gozado com os brinquedos dela e foi se limpar, ela deu um grito que logo em sequencia parou, como se tivesse visto a calcinha e tomado um susto, mas um susto que eu supostamente não deveria saber.
Depois disso a mamãe ficou um pouco distante de mim, ela reduziu um pouco a frequência de andar nua ou com roupas íntimas, resolvi tentar "forçar" ela a conversar comigo, chamei ela e comecei a pedir umas "dicas", usei a desculpa de que estava ficando com uma amiga de escola e queria algumas dicas, depois de alguns minutos, disse a mamãe que essa minha amiga era praticamente de Incesto com irmão dela, e perguntei se ela tinha alguma dica para me passar sobre como agir perante essa situação. ela meio envergonhada e principalmente desconfiada me disse que era algo errado, mas(quando ela disse mas quase infarto de emoção) que até os animais faziam incesto, para ela não era um problema ou algo que poderia me impedir de relacionar com essa amiga. Depois fiz mais algumas perguntas para disfarçar, Eu pesquisando formas de como poderia acelerar o processo de "conquista" pela minha mãe, encontrei um grupo no facebook, focado em incesto com um perfil fake, publiquei que queria algumas ideias de como foder a mamãe, uma mulher que mais tarde viria a se tonar minha amiga, me chamou no privado, começamos a conversar e depois passei o meu real perfil, continuamos a conversar por lá, era uma empresária de cinquenta e oito anos que praticava sexo com seus filhos gêmeos, ela gostava de ajudar as pessoas, principalmente a conseguir fazer sexo. Ela me deu algumas dicas, inclusive uma que me fez tomar coragem para agir mesmo sabendo que pudesse dar errado pelo menos teria tentado, poderia acabar com a relação com a minha mãe, mas não aguentava mais ficar somente no desejo.
A ideia era eu meio que dopar mamãe, mas não ao ponto dela não se lembrar do que aconteceu, somente para ela ficar um pouco aérea, e que também colocasse algo que eu não sabia que existia, eu deveria colocar junto ao remédio para dormir viagra feminino, essa combinação ia fazer a mamãe ficar
meio sonolenta e com uma vontade imensa de transar, poderia usar isso como gatilho para fazer sexo com ela. Peguei preparei tudo aproveitei que era um dia de bastante calor e pouco antes dela chegar fiz um suco, adicionei o sonífero coloquei bem pouco mesmo e também coloquei o viagra feminino. Assim que mamãe chegou foi tomar banho e logo depois a avisei que tinha feito um suco, como esperado mamãe bebeu bastante do suco, pouco mais de meia hora, fui até o quarto da minha mãe, ela estava realmente meio cansada, dava para perceber levemente na voz da mamãe estava tocando sisirica, eu estava pelado e com o pau duro, cheguei perto dela e a chamei, nisso ela vira e olha para mim e logo depois fica encarando meu pau, comecei a me masturbar, nisso resolvi fazer algo que poderia dar merda logo ali, peguei a mão dela e logo levantei ao meu pau, ela segurou por alguns segundos e logo soltou dizendo o que você está fazendo, nisso gelei, mas decidi continuar, peguei deitei por cima dela e fui bem ao ouvido dela e disse mamãe eu sei que você ja teve desejo por incesto, nisso ela tentou sair de cima de mim, mas eu peguei coloquei a mão dela novamente no meu pau e comecei a beijar a mamãe, como o fogo da mamãe estava bastante alto, ela não aguentou e depois de alguns minutos, ela disse me come meu filhinho, nisso sai de cima dela e comecei a chupar a bucetinha dela, ela pegou forçando minha cabeça contra a xoxota dela conseguia ouvir mamãe gemendo muito. Depois disso pedi a ela uma camisinha ela disse come a mamãe sem, a coloquei de quatro, segurando os cabelos da minha mãe coloquei meu pau e fui metendo devagar e depois aumentei a velocidade, mamãe safadinha começou a dar umas reboladas, peguei dei algumas tapas na bunda dela, ela gemia e a cada tapa ela dava uns gritos mais altos, depois peguei dei uma gospida no cuzinho dela e enquanto eu comia a buceta dela eu a provocava, enfiando meu dedo no cuzinho dela, sentia o cuzinho gostoso dela se contrair em volta do meu dedo, quando estava perto de gozar, tirei da bucetinha dela e sem que ela dissesse segurei pela cintura dela e comecei a socar no cuzinho dela, na hora ela deu um gemido de dor, mamãe tentou tirar meu pau, mas não conseguiu, depois fui bem devagar enquanto mamãe gemia, foi assim até eu gozar, gozei dentro do cuzinho da safada, nisso deitamos na cama por um tempinho e ficamos nos beijando, depois de um tempinho ela já estava "sóbria", ela perguntando em tom de arrependimento disse o que tínhamos feito, eu um pouco preocupado respondi que era culpa minha, depois disso ela ficou sem dizer nada. Depois fui até o banheiro e tomar banho, ela pegou trancou-se no quarto, fiquei bastante preocupado com o que tinha feito com a minha mãe, depois disso no outro dia mamãe não falou comigo o dia todo, a noite fui consegui conversar com ela pedi perdão pelo que tinha feito ela fazer, mamãe meio triste e envergonhada, disse que me perdoava, disse que a consciência dela estava bastante pesada, mas que ela tinha gostado de transar comigo e que de certa forma ela realizou um fetiche dela que ela tinha na adolescência, na hora disse a ela que poderíamos transar e que ninguém ficaria sabendo, ficaria somente entre nós. ela disse que precisava pensar sobre o que tinha acontecido e que depois conversávamos, após essa conversa mamãe ficou cerca de duas semanas sem tocar no assunto, eu fiquei bastante chateado achando que ela queria esquecer o que aconteceu, após duas semanas mamãe chegou do trabalho, tomou banho e veio conversar comigo, ela disse que pensou bastante sobre eu e ela praticar sexo, ela disse que ia fazer sexo comigo, mas tudo no tempo dela, concordei mamãe disse que inicialmente íamos começar com a masturbação e boquete, ela também ia deixar eu chupar a bucetinha dela. para mim já era um começo, confesso que ainda sim tinha um certo remorso por ter feito aquilo com minha mãe.
Mamãe começou fazendo algo que depois se tornaria rotina e que até hoje ela faz, mamãe antes de sair para o trabalho me masturbava e fazia-me ejacular na roupa íntima que ela ia usar no dia, ou eu gozava na calcinha ou no sutiã em ambos o esperma ia à parte interna das roupas íntimas. Mamãe ao poucos foi liberando para eu a masturbar, chupar, a tomar banho junto com ela, ajudar a putinha a se depilar, principalmente o cuzinho gostoso dela e já deixava eu dormir junto com ela, por várias vezes ela fez questão de dormir nua junto comigo e a safada me provocava rebolando e se esfregando no meu pau, desde o dia que "forcei" mamãe a transar comigo até o dia que ela deu por livre espontânea vontade, foi quase um ano depois, durante esse período mamãe não deixou de transar com outros homens, inclusive a maioria das transas eu conseguia ver escondido.
A "primeira vez" que a mamãe deu para mim, por vontade própria, ela saiu mais cedo do trabalho, ela chegou eu estava em casa, limpando um frango que ia assar mais tarde, ela chegou por trás de mim, eu estava só com um short sem cueca, mamãe me abraçou e foi com a mão no meu pau, mamãe disse que tal você terminar isso depois, eu virei e a beijei logo mamãe abaixou meu short, e começou a me masturbar, com meu pau já duro mamãe pegou se ajoelhou e começou a me chupar e a massagear minhas bolas, forcei uma garganta profunda algumas vezes depois peguei a mamãe a coloquei sentada na mesa, fui beijando ela enquanto eu tirava a camiseta e o sutiã dela, depois de tirar fiquei apertando os seios dela e em seguida fui chupando o corpo dela, enrolei um pouco nos seios dela, enquanto eu tirava a calça dela, continuei a chupar o corpo dela, mamãe estava com uma calcinha rosa com um
lacinho na frente, tirei a calcinha dela e abri as pernas dela e já cai de boca chupando a bucetinha dela que nesse dia estava com pelos, mas não me importei com os pelos chupei, não demorou muito para ela começar a gemer e se contorcer, forçando minha cabeça conta a xoxota dela, mamãe acabou gozando. Nisso peguei a mamãe e a puxei um pouco mais para frente, coloquei meu pau na bucetinha dela, mamãe deu uma gemida tão gostosa que meu pau ficou mais duro ainda, que chegava a doer, fui metendo bem devagar provocando mamãe eu a beijava e a chupava, mamãe se abraçou a mim e foi arranhando meu corpo e principalmente minha costas. Peguei e a mudei de posição mamãe ficou de costas para mim, com uma perna apoiada na mesa, fui metendo na bucetinha dela, enquanto puxava os cabelos dela, fui aí que comi feito uma puta, eu metia forte nela, mama gemia alto, mamãe dizia por mais que fosse pouco, pois ela mais gemia do que tudo, ela dizia isso meu filho, fode a mamãe. Quando fui gozar mamãe pediu para eu gozar na bundinha dela, assim eu fiz gozei na bundinha dela. Após isso ela me chamou para tomar banho junto com ela, fui e nos beijamos bastante, após isso eu e mamãe passamos a transar quase que diariamente algumas delas foram em alguns lugares mais excêntricos como dentro do carro, na beira da estrada, mamãe ficou sem calcinha e sem nada da cintura para baixo, enquanto eu dirigia mamãe tocava siririca e me chupava, não aguentei parei o carro. no acostamento, abri a porta do motorista e a de trás do mesmo lado, mamãe ficou de quatro deitada no banco do carro, segurei pelo cabelo dela e fui metendo bem gostoso nela ela gemia alto, mas também ninguém ia ouvir já que a estrada era até que movimentada, quando fui gozar, gozei na boquinha da minha mãe. Eu e mamãe começamos a nos tratar não só como mãe e filho, mas como namorados super apaixonados um pelo outro, onde o desejo por transar chega a ser assustador rsrs. Atualmente mamãe relação amorosa comigo, mas a putinha não deixou de dar bem gostoso aos amigos/comedores dela, confesso que estou muito apaixonado por ver mamãe delirando ao sentar na rola de outro homem, mamãe apresentou-me a um dos amigos dela como namorado, mamar disse a ele que eu gostava de ser “corno" e presenciar ela dando para outro, ele claro concordou e além das vezes que mamãe deu para esse amigo eu também participei, enquanto mamãe dava a bucetinha e o cuzinho para o amigo, enquanto ela pagava um boquete para mim, depois de ser fodida mamãe quis leitinho na boca. Gozamos e mamãe fez questão de tomar todo o leitinho. Mamãe atualmente continua com a prática de me fazer gozar nas roupas íntimas dela e também às vezes em gozar em comida principalmente comida doce, como fatia de bolo, bolacha, bala, chiclete, coisas que ela está prestes a comer. Recentemente conversando com mamãe descobri alguns fetiches dela, alguns me deram uma enorme excitação e estou louco para ajudar mamãe a realiza-los, posso citar alguns como masoquismo/sadomasoquismo, submissão tanto da parte dela, quanto da parte do homem que irá comer ela e até uma prática mais exótica como a zoofilia com cachorros, após essa conversa percebi que mamãe era uma verdadeira putinha, fiquei muito feliz, pois eu poderia degustar dessa putinha que a mamãe é.
Realmente o sexo é muito bom, se torna uma prática única quando feito com uma filha ou filho. e para finalizar o conto quero contar a última experiência da mamãe, ela realizou o fetiche dela de fazer Zoofilia, claro ajudei a putinha a realizar essa atividade excêntrica, peguei um pitBull de um amigo que ia viajar, cão super dócil, todo vacinado e limpo e com a mamãe nua e de quatro não precisei mais do que apontar o cachorro já foi direto e começou a lamber a bucetinha dela, logo ele quis tentar subir para meter nela, posicionei o cão, na primeira socada mamãe deu um grito bem gostoso, o cachorro metia nela as bolas do cachorro batia na bunda da mamãe os peitos dela iam para frente e para trás de tanta força que o cão socava nela, não aguentei fui para a frente dela e fiz a mamãe me chupar, ela me chupava com gosto, gozei na boquinha dela e logo em seguida ela me diz que o cachorro tinha gozado dentro, o chão tento sair ela grito de dor pois tinha inchado o negócio do cachorro e ela ficou com ele preso nela, segurei o cachorro até desinchar e eu conseguir tirar ele sem machucar a mamãe. Bom mamãe e eu gostamos muitos de ver vídeos de sexo juntos, principalmente incesto, gostaríamos de encontrar alguns casais que possam e queriam trocar fotos e vídeos, experiências ou até mesmo dicas, já ajudamos alguns filhos a conseguem sexo com mamãe deles, e até mesmo uma mamãe a provar da rola do filminho dela, e também atualmente estamos querendo viajar para o Brasil, passar uma temporada viajando pelo país conhecer melhor o país de minha natureza. e para isso estamos querendo encontrar outros casais de mãe e filho, ou pai e filha, para que ou passemos e nos hospedemos alguns dias na casa desse casal, ou simplesmente para fazer uma troca de casal ou alguma outra coisa.
Para isso quem quiser trocar fotos, vídeos, experiências, dicas/ajuda par comer sua mamãe ou dar ao seu filho pode chamar no e-mail. Iremos responder com todo o prazer e carinho. Ou ate mesmo que queira participar de algo conosco em nossa viagem ao Brasil.
Email:[email protected] || dont sex tap @ gmail . com

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,50 de 4 votos)

Por , ,

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Anônimo

    Adoro encher a buceta de porra ou sentir meu pau enchendo uma boca de porra.
    Coroas mulheres na idade da loba: me enviem seus “curriculos” com fotos para [email protected]

  2. Skype @elgatocepedaom1

    Praticamente todos os homens, na infância e pré-adolescência já sentiram excitação por algum parente, como prima, tia, sobrinha e até mesmo nossa própria mãe, ou mãe de algum colega/amigo, sentimento normal já que os hormônios estão flor da pele, é fácil sentir desejo por alguém que te atraia sexualmente. O incesto é uma prática natural […]
    Tenho 3 filhas gostosas, safadas.
    Skype @elgatocepedaom1
    Telegram Faz Massagem

    • Papai da Filhinha!!!

      Oi! 3 filhas, hum delícia! Manda fotos delas paara mim? Meu email: [email protected] podem ser de bikinis, peladas ou de roupas mesmo! Ah! Se eu tivesse 3 filhas gostosas e safadas!!!! Seria uma delícia!!!!