Fui na chácara de um amigo e minha vida mudou

10-09-18 5 ★ 4.85

O que vou contar aconteceu comigo já algum tempo atrás, sou casado, sou bi passivo, mais bem enrustidos, sigiloso, discreto, adoro dar a bundinha, já alum tempo vinha madurecendo a ideia de minha mulher dar para um outro homem, mais ela dizia não ter coragem, ela e muito bonita, fogosa, adora se vestir provocante, tem umas pernas linda, um bumbum arrebitado, saliente, chama bem atenção , eu fico louco de tesão quando os caras ficam olhando quando a gente esta junto, mais no finalmente não rolava, bem porque também não pintava a oportunidade.

Um final de semana Sábado um amigo me convidou para ir com ele a uma casa de praia dele, eu fui, ele foi resolver uns problemas lá, fomos a praia e bebemos demais, principalmente eu, a casa dele tem um chuveiro no quintal, eu modesta parte sou bem apanhado, tenho uma bunda carnuda redondinha, pernas bonitas, corpo lisinho, meu pênis e pequeno tem 15 cm, mole então some, tenho ate vergonha, de ficar sem roupa na frente de outro homem, mais já estava meio bêbado não quis nem sabe tirei a roupa e fui tomar uma chuveirada, Mauricio meu amigo também veio se banhar, nossa não acreditei, ele tem uma rola mole grande, cabeçuda, fiquei ate sem jeito, olhei, ele então disse nossa que bunda linda, fiquei sem graça, não podia deixar cair a peteca, mais na brincadeira ele me abraçou por trás, fiquei arrepiado, resolvi sair fora me enxuguei, e fui deitar num colchão na sala, só que não coloquei a roupa fiquei nu, o Mauricio chegou de rola dura, caralho que rola ele tem 23 cm, por 10 cm, muito grossa cabeçuda, ele e mulato, eu deitado de bruço, ele veio e deitou sobre meu corpo, e já preparado, com lubrificante, eu dizia não, não, mais ele foi cutucando doeu demais para passar aquela cabeça, mais entrou nossa que maravilhava, ele ficou me chamando de putinha, vagabunda, aquilo me dava um tesão, e socava fundo, e começou dizendo que queria foder com a minha mulher, queria meter no cu dela, e perguntava se eu deixaria eu dizia que sim, ate que ele encheu meu cu de porra, descaçamos um pouco e viemos embora.

No caminho de volta, no carro ele perguntou você vai deixar mesmo eu meter com a sua mulher, eu dizia não sei, tenho que ver com ela, e dizia não vai comentar com ninguém o que aconteceu com a gente, ele respondeu não pode ficar sossegado, e assim ficamos.

A noite já em casa na cama, comecei brincando com minha mulher e comentei com ela o tamanho da rola do Mauricio, e disse que havíamos bebido e tomamos banho juntos, e eu vi, grossa grande, cabeçuda, ela conhece o Mauricio, senti que ele ficou exitada, e fazia pergunta sobre ele, e fez uma pergunta ate meio indiscreta perguntado se rolou alguma coisa entre nos dois, eu acho que ela desconfiava alguma coisa, eu me fiz de besta e disse tu esta maluca, ele riu, mais eu senti que ele ficou bem exitada, gozou com mais facilidade, no meio da semana ate rolou outra brincadeira com o Mauricio, e ele convidou para irmos novamente ate a casa de praia, na sexta feira comentei com minha mulher ela disse posso ir também, eu respondi pode, se quiser, eu ate brinquei mais vamos tomar banho pelados ela respondeu legal, eu topo, comentei com o Mauricio ele ficou todo assanhado, eu disse não sei se vai rolar alguma coisa ela quer ir ele disse tudo bem.

Fomos, fomos para a praia bebemos, minha mulher bebe um pouco já fica saidinha, o Mauricio aproveitando para tirar uma casquinha, quando chegamos na casa, eu fui tomar uma chuveirada, o Mauricio também, ela não teve coragem, mais veio ver nos dois pelados e voltou para dentro da casa, ela estava só de biquine, eu falei para o Mauricio vai lá pelado, ele foi, quando cheguei ela estava fazendo uma chupeta para ele, ele chupou ela, ela ficava chamando ele vem aqui aqui vem mete esta rola aqui dentro vem, ele foi caralho, ela rebolava, reclamava, pedia devagar, ele socou tudo, chamando ela de puta, vagabunda e metia tudo, ate gozar, eu não aguentei fui e chupei a boceta dela esporrada, pois os disa meteram sem camisinha, levantei fui me lavar quando voltei o Mauricio estava tentando foder o cu dela, eu chupei a rola dele, na frente dela, e aos poucos foi conseguindo ate lagrimas nos olhos chorou reclamou que estava doendo, mais ele não quis nem saber meteu tudo, no cu demorou muito para gozar, ela pedia não goza logo não esta gostoso, ele demorou ate que encheu o cu dela de porra, nossa que delicia, eu nunca havia gozado tanto num só dia como neste dia, foi maravilhoso viemos embora, eu vim dirigindo e eles metendo no banco de trás, que sensação maluca, dava a impressão que todos estavam vendo, foi maravilhoso.

Depois disso o Mauricio passou a frequentar minha casa, fodia com ela e comigo também ficamos um trio que delicia, outro dia eu comento outras aventuras nossas, porque depois deste dia a gente sempre arruma alguma coisa nos finais de semana.

Espero que tenham gostado.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,85 de 20 votos)

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. grisalho

    rob_48, quer chupar com sua mulher olhando?? Delícia, me escreve, [email protected]

    • Fábio

      De onde você é?

  2. Fábio

    Everton se você fosse da minha região eu iria passar o número do meu celular e combinariamos um festinha a Teresa.

  3. Everton

    Sou de Ribeirão Preto e adoro comer um casal, colocar os dois de quatro e meter gostoso.
    [email protected]

  4. Que inveja desse marido, como gostaria disso ter acontecido comigo