Desejos proibidos….

Autor

Olá! Sou a Lucena, sou casada e somos bissexuais ativos. Tenho 30 anos e mwu marido 36. Temos um abrigo em determinada cidade, onde acolhemos crianças carentes até 11 e entregamos às famílias, como já relatei aqui anteriormente. Agora vou contar a minha história. ..
Sou morena pela clara, 1,73, cabelos longos e pretos, magra, e bissexual. Quando eu tinha seis anos, (não tenho como lembrar detalhes específicos) mamãe morreu, foi ruim,mas, passou. Sempre tomei banho com mamãe, ela nos cuidava a mim e meus dois irmãos, aprontava para quando papai chegar estarmos limpos e lindos rs. Ela morreu e papai assumiu todas as tarefas com a gente. ..inclusive o banho. …lembro que papai falou -minha doce menina, você vai dormir comigo. .e assim foi. ..lembro que todo dia ele dava beijo em mim, lambia na buceta e eu chupava ele até ele ficar tremendo e gozar (vim saber depois) . Virei sua mulher, aos oito anos papai mudou a brincadeira, e começou a colocar no meu cu, na primeira vez doeu muito, ardeu, mas, ele foi até o fim, até ficar tremendo e parecia que ele estava molhando dentro rs a gente namorava, ela falava que eu o amor dele, a filha linda, adorada, que ele era apaixonado por mim. Era carinhoso . Com dez anos, ele me disse que a gente era casado e eu precisava fazer outras coisas para deixar ele feliz também, foi aí que ele tirou a minha virgindade da buceta, novamente doeu, ardeu e ele me beijava na boca e falava que eu era dele e de mais ninguém. ..nessa idade já despontava peito e doi muito, ele chupava bastante falando que ia ajudar crescer, mamava até ficar vermelho e doendo e falava que eu era dele e de mais ninguém. Meu tio Amaro, irmão dele mais novo sempre vinha para cá e ele já era homem quando veio para cá, aí ele deixou eu namorar meu tio, acontecendo tudo do mesmo jeito, fui deles até os meus quase vinte anos, quando me casei com Alexandre. Tenho muita coisa para compartilhar, contar de meus irmãos com ele e com meu tio, contar de nós com os nossos adotivos, enfim, muita coisa mesmo rs aos poucos irei narrando. Ainda hoje aos trinta anos, casada ,ainda transo com meu pai e meu tio. Eu aprovo o incesto desde a infância, pq sei que pode ser tranquilo , prazeroso e proveitoso paro adulto e uma descoberta maravilhosa para a criança. Sou a favor de permanecer tudo em família. Um abraço para todos os leitores (homens e mulheres) sejam bem vindos para conversarmos. Vou deixar um email para que me enviem suas dúvidas e ou pensamentos. Beijos -Lucena

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,33 de 12 votos)
Loading...