Como aprendi a gostar de sexo 3

Autor

No dia seguinte minha mãe voltou do hospital, tinha melhorado, porem todos tinham que cuidar para não ter muito contato com a saliva dela, etc e a Laura voltou pra casa, fiquei sem a minha amiga de putariazinha ….mas ela quando foi embora falou que logo ia voltar, que tinha mais coisinhas pra a gente fazer.nesse dias, agora que eu já sabia algumas coisas de sexo, comecei a notar os gemidos e gritos do quarto do meu pai …kkkkk No sábado seguinte ,inventei que tinha que ir na Laura, Papai deixou, e me mandei de bici pra casa dela, dava uns 10 minutos até a casa dela.Chegando tava ela me esperando, e logo combinou de a gente ir no mercadinho na cidade para comprar umas coisas pra casa e pra nós, Papai me dava uma mesada porque eu cuidava dos meus irmãos! Fomos a pé até na parada, Laura morava perto da cidade, de ônibus dava uns 20 minutos , tinha umas paradas no caminho , fizemos as compras, cada uma com uma sacola, e na volta, um senhor que eu conhecia mas só do culto, parou o D20 dele e cumprimentou a minha prima:Laurinha, como tu tá crescida, vem que dou carona pra vocês ate em casa!Laura deu um sorriso, e disse,Oi tio Paulinho, que bom, as sacolas tavam pesadas!Entramos na pick-up, ela sentou no meio ,colocamos as sacolas no chão e partimos, ele foi logo perguntando pelo pai dela, mãe, mas notei que uma mão tava na coxa da Laura, que tava de bermuda .Tio Paulinho me olhou, ia bem devagar com o carro, disse que me conhecia, eu Respondi que era a Suelen ,filha do Ernesto lá da Mata Grande.Ahh, teu pai estudou na minha época na escola, falou , logo quis saber minha idade, falei 8 aninhos isso tudo sem ele tirar a mão das coxas da Laura .Laurinha muito esperta, ia conhecendo ela no dia a dia , perguntou pro tio como tava a construção do galpão da igreja lá no campo de futebol.Humm pensei comigo, o que ela tá querendo.O Tio perguntou se queria ver como tava a obra , afinal fazia quase um ano que ela não aparecia por aí.Sim, sim, Laura logo falou e acho que a Suelen também não o conhece ,olhou pra mim e piscou o olho.Tio Paulinho abriu um sorriso e logo dobrou uma esquina e agora sim andando numa velocidade normal, fomos lá pro campo de futebol onde ficava o galpão de festas ,chegando perto ,estrada meio ruim, a mão dele escorregou pro meio das pernas da Laura….pickup balaçando…e assim ficou.Olha como tá quase pronto, Laura falou, era realmente um galpão de festas de madeira rustica,o Tio parou o carro, deceu e a Laura pulou pra fora, fiquei sem saber , ela fechou a porta me deixando no carro.Eles foram pra tras do galpão, fiquei escutando a musica, inocente , sem imaginar o que a prima nos seus 16 tava aprontando.Como nessa idade a curiosidade estão senpre muito grande, desci do carro e fui indo pelo lado do galpão, tinha umas goiabeiras , fui apanhar uma fruta, subi um pouco no pé, peguei uma, dai sentada no galho, ouvi uns gemidos vindo da cozinha do galpão, era a Laura!Desci e fui devagar pelo lado e procurei uma fresta para espiar, tinha um monte mas também não podia dar mole de me descobrirem.Descobri um que dava uma visaõ mais ampla, Laura ajoelhada e chupanda a pica do tio, que dava uns urro baixinho e ela seguia chupando!Puta que pariu, pensei ,ela era terrível, daí o tio segurou a cabeça dela e enfiou umas duas vezes o pau forte na boca dele e gemeu mais intenso, Laura vi que tava se engasgando,não sabia do que, quando ele tirou o pau da boca dela, era grosso , ela cuspiu um liquido fora, tossia, cuspia.O Tio foi colocando aquela coisa grossa pra dentro das calças, falou baixinho pra Laura umas coisas que não consegui entender, ela já tava de pé, Tio botou a mão no bolso ,pegou a carteira e tirou uma nota de 20,00e deu pra ela.Nisso, resolvi que era melhor eu voltar pro carro,sai correndo e quando eles chegaram eu tava quietinha sentada .Logo vem a parte 4.

Tio Paulinho nos deixou numa esquina perto de casa, descemos com as sacolas ,Laura disse um tchau e brigado Tio, eu também , ela todo faceirinha.Em casa colocamos as coisas no armário mas os chocolates pegamos o fomos pro quarto dela para comer, eu tava curiosapra saber o que tinha acontecido, que era aquilo que ela cuspiu engasgada!Fiqeui quieta ate que ela falou, Suelen ganhei 20,00 do tio, sacou a nota da sacola do super.Me fiz de surpresa, mas porquê?falei.Vou te contar um segredo, falou, vem ca mais perto, me acheguei e ela sussurrou”chupei ele”, me fiz de louca e perguntei o que era isso, ela disse, peguei o pinto dele e chupei, depois quando damos banho nos teus irmãos mostro como é isso.Ela naão sabia que eu tinha visto a parte final, mas não me atrevi a perguntar o que era aquilo, mas a Laura a tardinha voltou comigo pra casa e a gente pediu pra dar banho nos meus manos .Fiquei pensando como ela ia fazer, mas a espertinha disse que ia tomar banho junto e eu também tive que me pelar e entrar no chuveiro.meus irmão ficaram nos olhando,o Julio ,mais velho com 6 pra 7 anos, não tirava os olhos dos peitos da Laura , ainda não bem desenvolvidos, pros meus nenhum olhava , eram umas azeitonas!Ficamos disputando o chuveiro, os 4 , quando a Laura piscou pra mim , se abaixou e ajoelhada começou a “limpar”o pinto do Julio, de repente falou que ia soprar nele pra ficar bem grande!Mas na real, colocou o pau do julio de uns 7 cm, na boca a começou a fazer aquilo que eu ia descobrir em breve um boquete.Julio adorou , mas ela logo parou pra não deixar furo.Depois do banho no quarto, ela me contou que fazia isso no Tio desde os 12 anos !Ofereceu pra mim também se eu quisesse ela falava com ele!Não, logo falei, isso não é certo, nada disso, Laura respondeu, não dá nada , ninguém vai saber , até uma vez eu deixei ele mexer na minha ppka.A conversa já tava me deixando excitada, nem sabia o que era isso, mas tava ficando interessada.Pra não perder o assunto, perguntei , e se eu aceito como que se faz?Ninguem vai saber?Nada, falou a Laura, deixa comigo que se o Tio não poder eu tenho outro que vai querer!!Quem?perguntei, ai isso vai dar problema, falei.Lembra do vô da Maria antonia, a que ajuda sempre na creche da escola, ele também gosta de pagar pra ser chupado!!Fiquei excitada e preocupada, mas deixei pra lá, quem sabe nem ia acontecer.Laurinha era medonha, vivia pensando nisso, demorou uns 3 dias e no meio do nada me falou:Tio Augusto, quer e paga até 50,00!vamos?Me assustei, pensei que tinha morrido o assunto, tremi as perninhas, mas 50,00 era grana !Perguntei, mas o que tenho que fazer?nunca fiz isso!Calma, eu te ajudo, ela falou, amanha de tarde vamos pra cidade e vai ver que é fácil, falou a Laura.
Nem dormi nessa noite mas tava curiosa pra ver , chegou o dia, falei por pai que ia na Lan House jogar , lá me encontrei com a Laura, tava com uma bermuda de nylon e uma camiseta longa, tampando bem meu corpo, nem usava soutien porque meus peitos eram insignificantes.Laura tava esperando, deu um sorriso, falei que não tava mais afim,ela logo disse, vem, vem,me pegou na mão e saímos na calçada a caminhar, “Vô Augusto” tá esperando lá no igreja, no salão paroquial.Nem sei como cheguei, minha cabeça tava amil , chegamos , a Laura bateu na porta , quem aparece o tio augusto, nem me lembrava bem dele, tinha cabelos grisalhos , aparentava uns 65 anos , tava de bermuda e camiseta , “oi meninas, ele logo falou”, entrem !A Laura e eu entramos, era a sala de administração, tinha uma mesa de trabalho, um banheiro e um sofá.”Pronto aqui tá a Suelen, como falei”, disparou a Laura, eu volto daqui a meia hora e piscou o olho pra mim , abriu a porta e se mandou!Fiquei gelada , branca,!vem cá minha princesa, falou o velho, pegou na minha mão, e me levou ate o sofá, “senta aqui”Sentei, ele em pé na minha frente , segui falando, a Laurinha me falou pra eu ir com calma, não te preocupa, taqui o dindin, meteu a mão no bolso e tirou os 50,00, me botou na mão.Automaticamente peguei a grana, e fiquei olhando pra ele, pus na minha bolsinha que tinha comigo.Bem, vamos inciar as coisa, ,pegou minhas mãos, e colocou encima do membro dele, ainda de bermuda, tive que ficar alisando mas notei que acoisa tava se mexendo!quando ele sentiu que tava fcando duro, pediu para mim parar e baixou a bermuda, tava sem cueca, ai vi a coisa na minha frente, um pau, que hoje sei médio, de uns 17 cm, cabeçudo!Peguei e comece, mexer como ele tava me orientando e quando tava bem duro, me fez enfiar na boca !, Segurou minha cabecinha e começou a meter pra dentro e fora , eu sufocada, comecei a lacrimejar, tava ruim de respirar, ele via e forçava mais, quase vomitei ,engasguei e quando vi, um caldo quente invadiu minha boca, foi ate a garganta !Não sabia o que fazer , mas o tio augusto, tava num vermelhão, tirou o cacete da minha boca , passou a mão pra me limpar a sobra da porra e falou pra eu ir no banheiro cuspir a porra.Não sabia que eu tinha engulido quase tudo, sem querer!Mas fui pra limpar minha cara , me olhar no espelho , tava com cara de chorona!Quando sai , ele tava encostado na mesa de trabalho, ainda com o pau pra fora, metade dos pentelhos grisalhos, me chamou e disse que tinha sido muito bom, que era pra eu vir de novo!
Sem esperar a Laura, sai d elá, quase que correndo, pensando que tinha pessoas me vendo, ate que cheguei em casa , me tranquei no quarto e comecei a rir e meio que chorar !

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,91 de 11 votos)
Loading...