Passando ferias na casa do tio–Marcos

As ferias chegaram e meu pai tinha me prometido que me deixaria passar uns dias de ferias na casa do seu irmão e aos meus 15 anos cheio de vida,um corpo delineado pois tinha umas coxas lindas e uma bunda considerável inclusive no colégio era admirada pelos colegas.
A casa do meu tio ficava uns 300 km de distancia e o dia chegou e meu pai me levou a pegar um onibús e depois de um tempo cheguei a cidade e fui recebido por um jovem que tinha um cartaz com meu nome,e me abraçou e se apresentou dizendo sou Marcos seu primo.
Fomos ate o carro e ele foi falando comigo e queria saber do que gostava e que queria conhecer e disse que nunca tinha saido de casa principalmente sozinho.
Chegamos na sua casa por volta de 15 horas e como estava fazendo calor fomos ate o quarto aonde tinha duas camas e me convidou a ir a piscina e sem cerimonia ficou nu na minha frente e
me admirando seu belo pinto,e foi colocando uma sunga e coloquei a minha e fomos nadar e que gostoso,me sentia solto,leve,e o Marcos encostado na borda me disse primo tens uma bela bunda e confesso muito mais linda que de muita mulher,e me senti confuso,e ele me puxou para ele e me vi sendo encochado por ele e seu pinto tocando e me deixando todo perdido.,e como ele me viu na sua dependência foi roçando e me vi rebolando e ele foi me dizendo teremos umas ferias maravilhosas primo gostoso.
Estava gostoso,mas ele me disse que teríamos que tomar banho e ir buscar seu pai no trabalho,e fomos para o quarto e tirando sua sunga entrou no box,e me convidou e na coragem tirei o meu e adentrei e ele sorrindo foi me abraçando por trás e senti seu pinto duro cutucando a minha bunda e deslizou pelo meu rego e que sensação ,e ele foi mordendo minha orelha e disse você nunca deu seu cu e somente assenti com a cabeça.
Me virou de frente e me fez ajoelhar e seu pinto duro a minha frente e mandou coloque na sua boca e me vi com um pinto dentro da minha boca e comecei a tirar e por e ele foi aos poucos metendo e seu pinto entrava e saia da minha boca e sem perceber me vi cheio de porra que engoli,e ele sorrindo disse terás umas ferias de aprendizado meu primo.
Fomos e encontramos meu tio que era um homem sarado,olhos penetrantes e veio sorrindo e me abraçou me dando boas vindas.
Eles estavam no banco da frente e senti o olhar do Marcos todo feliz e foi pedindo ao seu pai se poderia sair comigo a noite e ele na hora concordou.
Nos arrumamos para sair e ele todo feliz me levou a um barzinho aonde se tocava musica,e cheio de garotas e de pronto ele me apresentou uma linda gata e fomos dançar e ela queria saber de mim,se gostava de ficar e na minha inocência concordava e ela foi me levanto e foi me beijando e me vi com minha mão alisando a sua bunda,e fui beijar seu cangote,e logo acariciava seus seios e ela sorrindo disse és bem fogoso e rindo a coloquei de costas presa na parede e ergui sua saia e tirando meu pinto fui fazer o que Marcos tinha feito comigo,fui afastando sua calcinha e meu pinto tocou seu cu e ela requebrava e fui enfiando e ela pedia me come seu tarado.
Voltei a mesa e o Marcos estava tomando algo e me ofereceu e que sensação do liquido gelado descer na garganta.

Passando ferias na casa do tio–Marcos 1

Saímos do barzinho e fomos para casa e devagar fomos para a sua suite,e me convidou para tomarmos um banho juntos e na boa entramos e ele dizendo que bela bunda primo e você não imagina como ela fica quando comia o cu da Silvia.
Nos lavamos e fomos para a cama e ele me colocou deitado de bruços e veio me beijando desde a orelha ae chegar na bunda e abriu com suas mãos as minhas nádegas e deslumbrou meu cu que a esta altura piscava e de língua foi me tocando e sentia dentro um fogo que me deixava submisso e ele foi com seu dedo e me comia e logo dois e muito gel e logo me colocou de lado e foi me encochando,e seu pinto foi encaixando a porta do meu cu e foi pressionando e que sensação inesquecível quando ele entrou e logo foi empurrando e me vi com seu pinto lindo dentro do meu e foi se erguendo e de 4 sem tirar seu pinto começou o meu aprendizado,e foi acelerando e me vi sendo dominado,e curtia o momento e dizia mete primo me fz seu e ele acelerou e me fez sentir todo seu peso e sua pegada.
Ficamos deitados na cama,mas logo me virei e fui mamar e logo ele foi ficando duro e ele se colocou atras de mim e de 4 fiquei a espera e quando veio foi de cima para baixo e levei um susto e sua mão na minha boca e ele me socava e dizia este é o batismo de um viado..suas pregas se foram e sempre terá prazer de ser submisso ao macho.
Dormimos agarrados e que dia tive aonde conheci coisas maravilhosas.e sabia que minhas ferias seriam otimas

Passando ferias na casa do tio–Marcos 2

Depois da noite maravilhosa aonde o Marcos tirou o meu selo,me fez sentir como é gostoso dar o nosso cu,e a certeza que adorava ser submisso e dar prazer ao macho.acorde e tinha um bilhete aonde ele dizia que somente voltaria na hora do almoço e que me sentisse em casa.
Fui tomar um banho e alisava a minha bunda e que sensação gostosa invadia meu corpo,e me vi sedento por um pinto,e para me saciar fui com meu dedo tocando meu cu.
Desci e dei de cara com meu tio que estava de short aonde se delineava seu pinto e ele sorrindo foi me perguntando se tinha gostado da noite e concordei que tinha sido maravilhosa.
Fui andando até a cozinha e percebi o olhar do meu tio na minha bunda,e notei que ele estava me comendo com os olhos,e do nada ele estava atrás de mim me oferecendo uma fruta e seu corpo colado no meu e como fiquei estático senti ele encostar e suas mãos me abraçarem e foi dizendo que sobrinho gostoso,que bunda,mexe com a gente,e senti seu pinto tocando em mim e ele foi me levando até um sofá,e me colocou deitado e se colocou atrás de mim e suas mãos foram tirando meu short me deixando nu e veio com sua boca me beijando todo e me fez ficar de 4,e sua língua foi invadindo meu cu e me deixando rebolando ,e senti sua alegria em me ter e coloquei minha mão no seu pinto e me virei e fui de boca mamar e ele surpreso sentia algo gostoso e se deixou levar e logo não aguentava mais e me encheu de porra que fui engolindo todo feliz e ele dizendo que viado sacana,e me fez ficar de 4 e senti seu pinto na porta e logo foi me invadindo e me comia com vontade me deixando todo submisso e realizado e saciado .
Voltei para o meu quarto e fui tomar um banho e nu me deitei para descansar e pensar em tudo que tinha acontecido,e peguei no sono.
Acordei com um corpo sobre o meu,senti as minhas pernas serem abertas e um pinto buscando meu cu e foi entrando e me vi sendo comido e que gostoso sentir o corpo do meu tio que foi dizendo fiquei doido por esta bunda e não resisti,e me colocou de frente e ergueu minhas pernas e me pós na beirada da cama e veio com tudo pois a bunda exposta para seu deleite e meu cu que foi logo cheio com seu pinto e me comia com vontade e tesão

Passando ferias na casa do tio–Marcos 3

Quase na hora do almoço o Marcos chegou e fomos sentar a mesa para almoçarmos e na maior cara de pau o Marcos perguntou ao seu pai se tinha gostado do sobrinho,se tinha ficada fissurado na bunda e no seu cu guloso e ele sorrindo foi dizendo bom demais,nunca meti tanto gostoso.
Fiquei olhando para os dois e eles me deixaram tranquilo que seria um segredo nosso,mas que tinha uma bunda gostosa e uma tendencia de dar o meu cu e que seria um excelente viado.
Fui com Marcos para seu quarto e disse a ele que seu pai é um macho e que sabe satisfazer e comer um cu e ele riu todo feliz e disse..tire sua roupa e fique de 4 na beira da cama que quero comer seu cu e não fiz de rogado e logo sentia seu dedo entrando e logo com gel seu pinto entrando em meu cu esfolado com tudo e foi acelerando e me vi aguentando o seu ritmo,e logo ele me encheu de porra.
No final da tarde fomos a piscina aonde me disseram que viriam 3 garotas para um programa inclusive a que tinha comidos seu cu e perto de 8 horas foram se chegando e entrando na piscina e foi se achegando e me deu um beijo e de pronto fui acariciando seus seios e saímos da piscina e deitamos em um colchão ao lado e a deixei nua e fui mamar sua xoxota e logo metia meu pau e a deixava feliz e a virei e fui comer de costas e me saciei gozando dentro dela.
Ao lado os dois faziam o mesmo comiam as garotas inclusive meu tio comia o cu de uma loira com vontade mas olhou para mim dizendo prefiro o seu e me fez ficar todo alegre.
O Marcos comia uma bela morena e seu pau entrava e saia da xoxota dela e se colocou deitado e o cu dela ficou disponível e logo direcionei meu pinto e fui saciar minha tara de comer um cu e a morena curtindo dando para dois ao mesmo tempo.
Os dias foram passando e a volta para casa estava próxima e eles me convenceram a uma saideira e convidaram um amigo Pedro para comer meu cu,e a noite chegou e quando ele chegou fomos a piscina e logo me vi nu de 4 e ele vestido atrás,senti seu dedo entrando e logo dois e comecei a rebolar e todo ansioso,senti gel na bunda e no meu cu e logo duas mãos me segurando pelas ancas e a espera e as mãos me alisavam e me vi relaxado e elas me seguraram e senti algo quente na porta do meu cu,foi pressionando e nada de entrar e fui com minhas mãos abrir minhas nádegas e facilitar e ele ficou doido vendo meu cu piscar e foi forte e senti uma dor,mas a cabeça entrou e me sentido todo cheio e devagar foi deslisando e sentia meu cu ser rasgado,mas aguentando firme,e senti que tinha entrado tudo ,e logo ele foi tirando até a metade,e colocava de novo ,me via sem ação mas estava gostoso,foi acelerando e logo tirava tudo e enfiava com força e começou a me comer e logo ele falava,elogiava meu cu,aguentando sua pica,sempre sonhou comer um cu e enfiava sem do e perdi a noção de tempo e logo ele falou vou gozar,vou gozar e me encheu de porra,e foi tirando seu pinto e que sensação de vazio me invadiu e fui de boca mamar seu pinto e logo que reanimou fui sentando sentando sobre ele e cavalguei até cansar e cai ao seu lado todo saciado

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,25 de 20 votos)
Loading...