Minhas delicias

08-08-18 Por 5 ★ 4.69

Isto começou quando eu tinha 17 e Dhiogu 15 e isto dura até hj.
Descrição dos envolvidos
*Dhiogu = Alto de 1,80 de altura, branco, lindo com olhos pretos, cabelo liso, com tatuagens na mãos, braços e peito q acho muito top e uma boca com aparelho q me deixa louco.
*Eu = sou moreno de 1;70 de altura, cabelos sempre curtos, bunda redondinha, não tão magro nem tão gordo apenas me cuido.
Bem Vamos aos fatos
Eu e Dhiogu sempre fomos amigos desde a infância brincávamos juntos, e assim fomos crescendo sempre brincando e sendo bem amigos, sempre tivemos o curtume de ir pescar ou nadar juntos mas sempre zuando até ai nunca tinha acontecido nada.
Um dia saímos pra pescar como de custume; tudo ia bem e se divertiamos bem até q meu cel estava vibrando e Dhiogu foi pegar pra ver quem era na ligação pois eu estava longe e ao desligar ele acabou vendo q eu tinha um vídeo pornô e ficou curioso é quis ver e eu deixei, era um vídeo da procura Panteras e o vídeo era as Colegiais… ele ficou assistindo e nem liguei mais acho q o vídeo deixou ele excitado pois logo ele saiu e foi se esconder e depois de uns 10 min ele volta meio estranho, parei de pescar pois já estava tarde e fui nadar pra ir embora e ele se juntou cmg, deu uns mergulhos e fomos embora.
Á semana transcorria normal até q ele me chama pra irmos pescar e eu por sempre ir acabei aceitando. Chegamos no rio e ele pulou primeiro na água e ficou la, eu estava com frio e demorei um pouco a entrar e ele logo começou a zuar eu fiquei pilhado e pulei me juntando a ele. Estava tudo legal até q saímos pra mijar, estava bem alegre até q ele esbarrou em mim e parecia estar de pau duro pois senti e não sei oq deu em mim pois algo mexeu comigo e a partir da li comecei a se afastar, mas ele continuava chegar perto de mim ate q ele tirou o pau dele pra fora e comecou a se esfregar em mim.
Aquilo estava estranho pois nunca o vi assim, mas, ele estava meio louco nesse dia é veio me engordando puxando minha cabeça pra baixo fazendo minha boca encostar no seu pau, eu lutava e dava socos nele mas como era mais fraco nada adiantava até q ele conseguiu enfiar o pau na minha boca, e começou a fazer um movimento de vai e vem. Passou um tempo e eu sem perceber já estava fazendo aquele movimento sozinho naquela pica q ficava babada com minha saliva.
Logo ele estava com muito tesão e não se aguentava com vontade de comer minha bundinha virgem, ele me fez abaixar e foi tentando, tentando até q a cabeça entrou e eu fui pra frente pois doía muito, até q me puxando pra trás fez entrar tudo de uma só vez me fazendo gritar e ele só ria e começava ali minha bundinha a ser devorada por aquela rola. Ele metia sem dó e eu ia gritando até q me acostumei com aquele rola e comecei a gostar, me empinava bastante pra sentir aquela tora toda dentro de mim e querendo dar prazer a ele. Depois de uns 15 min ele metendo anunciou q iria gozar, me agachei e comecei a chupar até q ele prende minha cabeça e começa a gozar em minha boca, eu engulo o máximo q pude e depois me levanto, sem nos falarmos vou pego minha roupa e me visto e ele faz o mesmo, e vamos embora.
No outro dia ele fala q amou comer meu cuzinho e q começa a mandar fotos dizendo q estava com tesão; hj nos pegamos diariamente e só ele come meu cuzinho e adoro sentir aquele pau q tirou minhas preguinhas … bjs pessoal espero q tenham gostado

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,69 de 13 votos)

Por

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Vanessa

    Muito bom seu conto

  2. Henriqueeee ddt

    Muito bom

  3. Kkkkk

    Só vem bb

  4. Henriqueeee ddt

    Sim cresci e foi muito bom, Vc já deve ou tem vontade de dar por isso fala isso, mas cada um com seus problemas ok

  5. John Deere,Matador de Veados

    Né veado,então cresceu junto com o outro na mais obscena veadagem,que vergonha pro gênero homem,que vergonha…
    Se arrependa veado e pare com a veadagem,estou pelas ruas,e isso pode acabar duma forma trágica pra você