Minha mulher adorou ser abusada

Há 2 meses 0 ★ 4.67

Dez anos atrás minha mulher tinha 30 anos e estava no seu auge , deliciosa e com um corpaço,nessa época morava-mos em Manaus quem conhece sabe o calor que lá faz, passamos o sabado no clube e delirava em ver minha mulher na beira da piscina com um bikini muito pequeno que a deixava praticamente nua e desejada por varios homens.
A noite combinamos de ir a um bar com musica ao vivo próximo de casa que dava pra ir caminhando assim dava pra beber e dançar a vontade, ela então coloca um vestido branco solto no corpo de finas alças que deixava seus seios a mostra e curto que deixava suas coxas a mostra , dava pra ver as marcas do sol da tarde e a deixava linda e sensual, e rodopia na sala e fala que estava com muito calor e tesão e ia sem calcinha e soutien , ela sabe que adoro quando ela vai sem nada fico louco de tesão só de imaginar ela nua embaixo do vestido.
A musica alta e alegre nos deixava ainda mais exitados e ela maravilhosa dançava sensualmente , nos agarramos e nos beijamos , volto pra mesa pra beber e ela fica dançando ao lado da mesa e se encrinava pra me beijar mas seu decote abria e mostrava sua tetas deliciosas e suadas a pele brilhando deixava elas suculentas e saborosas, olho pro lado e ninguem nos olhava então peço que ela coloque elas pra fora e eu abocanho uma e pego a outra e beijo e me delicio nos seus bico durinho.
A noite passa e nossa exitação aumenta, passava das 3 horas quando ela me pede que a leve pra casa e que faça um amor delicioso, mas antes ela quer ir ao banheiro, ela entra no corredor que era atrás do palco e eu pago nossa conta , quando a vejo sair correndo e um cara foge pelo estacionamento , ela chega assustada e fala que o cara a agarrou e rasgou seu vestido , que o cara a pegou por trás e enfiou a mão em sua tetas e a outra no meio das pernas e tocou sua bucetinha meladinha, saimos e caminhando ela passa de assustada para muito brava pois além de ter sido abusada pelo cara seu vestido estava perdido, eu acabo rindo apesar de tudo e ela fica ainda mais brava e solta o vestido que se abre e poe suas tetas pra fora e caminha com eles de fora e estava deliciosa, e eu falava que não era a toa que o cara a agarrou ela é uma delicia de mulher , e chegamos em nosso prédio , era um conjunto de predios sem porteiro, entramos e assim que subimos o primeiro lance de escada eu a agarro e ela começa a falar : moço me solta meu marido vai chegar , termino de tirar o que resta do vestido, e ela nua me faz sentar abre a minha calça e coloco meu pinto duro pra fora ela sobe e senta em cima de mim encaixando em sua xoxotinha vai soltando o corpo e eu a penetro suavemente sentia ela toda meladinha , entro todo dentro dela e ela geme em meu ouvido e fala moço me fode gostoso meu tarado lindo , eu pergunto se ela sentiu tesão na mão do cara e ela fala que sim e que quase gozou quando ele a tocou e chupou suas tetas, e acelero as estocadas e ela começa a gozar e gemer alto , eu a beijo e ela goza lindamente e eu tambem gozo, se alguem aparecesse ia nos pegar trepando pois não dva pra parar, ficamos alguns instantes atados e ela se levanta e nua vamos pro apartamento e terminamos nossa noite nos amando novamente.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,67 de 6 votos)
Loading...

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos