,

Minha esposa amou o presente

08-08-18 Por 3 ★ 4.94

O conto a seguir é uma fantasia que tenho vontade de realizar, Espero que gostem…

Ola me chamo Leandro tenho 25 anos, 1,79 de altura, olhos verdes, pau médio (18cm), sou casado com Julia (nome ficticio), 21 anos, 1.60 de altura, peito e bunda média, uma delícia. Somos casado a 5 anos, sexualmente estamos muito bem satisfeitos.
Eu sempre fui mais safado, e sempre tentei trazer coisas novas pro nosso casamento para podermos apimentar a relação e sair da rotina. Sempre tive vontade de colocar uma pessoa a mais na hora do sexo, preferenciamente um homem a mais, mais minha esposa não tem tanto interesse assim. Já chamei minha esposa para irmos a uma casa de Swing que tem aqui na região, ela aceito mais nunca conseguimos ir, pois atuamente temos 2 filhas pequenas.
Cerca de um mês atrás fui convidado a ir em uma festa na casa de um amigo, insisti muito para irmos e minha esposa acabou cedendo, uma de nossas filhas deixei na casa de minha sogra, e a mais nova levamos pois ela ainda mama no peito, e iriamos demorar. Nos arrumamos normal ela de vestido curto com um decote médio, que facilitava para ela poder amamentar, e eu de calça e blusa. Chegamos na festa era mais ou menos 9 horas da noite, comprimentamos meu amigo dono da festa e ele nos indicou uma mesa para sentarmos, a festa era em comemoração a 10 anos de casamento desse meu amigo.
Cerca de meia hora depois de chegarmos chega alguns amigos meus e os convido para sentar junto a nois na mesma mesa, eram eles Breno alto e magro, Thiago moreno alto e meio gordo com sua linda esposa e o Pedro alto com corpo atlético o único que minha esposa ainda não conhecia. Apresentei minha esposa ao Pedro e pude perceber que ela tinha gostado dele, pois tentava disfarça mais vire e meche vi ela olhando para o corpo dele, ele vestia uma calça com uma blusa colada (tipico de quem malha e quer mostrar o corpo sarado). A conversa na mesa rolava normal, como minha esposa e eu não bebemos decidimos ir embora cedo, e tinha esfriado mais que o normal, nossa filha não poderia ficar muito tempo no frio.
Breno e Pedro pediram carona já que eles tinham vindo de carona com o Thiago e ele ficaria mais tempo com sua esposa na festa. No carro eu fui dirigindo breno veio no meu carona, minha esposa foi atrás por conta da cadeirinha de bebê, e ao lado dela estava o Pedro. Eu e Breno fomos o caminho inteiro conversando lembrando dos tempos passado, e os dois que estavam atrás seguiram calados hora ou outro respondiam alguma coisa que falavamos. Deixei Breno e Pedro na casa de um deles e segui viagem para minha casa.
Chegando em casa minha esposa comentou ter gostado de conhecer meus amigos, mais só o Pedro que ela ainda não conhecia, então ela gostou de conhecer o Pedro. Ai vi que poderia tentar realizar minha fantasia, já que ela gostou do Pedro, e o mesmo era discreto e menta aberta, ele poderia aceitar me dar essa ajudinha…
Uma semana depois da festa encontrei com o Pedro no caminho de volta do trabalho e fui conversando com ele, sobre assuntos diversos, como estavamos a pé não comentei nada do que eu realmente queria, como a casa a minha casa fica antes da minha convidei ele para entrar para conversamos mais, e ele aceitou, eu sabia que minha esposa naquele dia não estaria em casa, e iria buscar ela na casa da minha sogra assim que chega-se, então poderia conversa tranquilamente com Pedro, servi a ele um pouco de café e resolvi falar com ele sobre minhas intenções, ele de imediato aceito, desde que minha esposa aceita-se também, mais falei que tudo seria uma surpresa, mais que ela iria gostar, falei tudo que planejava fazer e depois ele foi embora e eu fui buscar minha esposa.
No decorrer da semana mandei mensagem para ele pelo whatsapp e combinei para que ele viesse na minha casa no sabado anoite. No sabado consegui fazer com que minha filha mais velha fosse pra casa da minha sogra, e fiz de tudo para minha filha mais nova dormi cedo, e poder deixa a casa livre. Cerca de 10 horas da noite fui tomar banho e minha esposa foi em seguida, enquanto minha esposa estava no banho Pedro chegou pois já tinhas combinado dele ir naquele horario, consegui coloca-lo para dentro de casa sem que ela visse e pedi que ele ficasse em um dos quartos escondido. Assim que minha esposa saiu do banheiro eu a "ataquei", comecei a beija-la e arrastei ela para nossa cama, sem muitas preliminares já fui metendo nela, e depois de uns 10 minutos parei, e falei que iria buscar algumas coisas, sai do quarto e fui buscar uma caixa com brinquedos, e já aproveitei e deixei Pedro do lado de fora do nosso quarto esperando para poder entrar em ação. Voltei com a caixa em mãos e tirei de dentro dela uma venda e algumas cordas. Vendei seus olhos e amarrei suas mãos na cabeceira da cama, de forma que ela não conseguira se soltar.
Naquele não tinha mais volta e tudo que planejei tinha dado certo, coloquei ela de pernas abertas e comecei chupar sua buceta dei uma pausa e troquei de lugar com o Pedro que já estava do meu lado pelado só esperando a vez dele. Pedro começou a chupar a buceta dela, mais ela nem conseguiu perceber, 5 minutos depois me posicionei ao lado de minha esposa e coloquei meu pau na sua boca, como que por "intinto" ela abriu a boca e começou a chupar, Pedro tinha dado uma pausa e quando voltou a chupar a buceta dela minha esposa percebeu, e me perguntou surpresa o que estava acontecendo e quem estava comigo, ela ate tentou se soltar mais eu tinha amarrado suas mãos muito bem.
Tirei meu pau da boca dela e fui proximo ao seu ouvido falei

-Amor é só um presentinho fora de hora, espero que goste.

Ela nada me respondeu mais mordeu os lábios e começou a gemer gostoso. Pedro olhou para mim como que pedindo permissão para poder continuar, eu mandei que ele ficasse avontade que naquela noite a putinha da minha esposa era toda dele. Quando ele foi colocar a camisinha no pau, puder notar que ela era um pouco maior que a minha mais muito mais grossa. Ele então levantou as pernas da minha esposa e a penetrou com vontade, a buceta dela já estava bem lubrificada oque facilitou. Minha esposa gemia e pedia para ele ir devagar pois o pau dele era grosso, mais ele fingiu não ouvir e continuou metendo sem falar nada.
uns 5 minutos depois que ele começou a meter nela, soltei suas mãos e mandei ela ficar de 4, e me sentei a sua frente dando minha rola para ela chupar enquanto Pedro metia por trás, naquele momento minha esposa que nunca foi de falar ou pedir muito na hora do sexo se transformou em uma perfeita putinha, ainda de olhos vendados chupava meu pau enquanto pedia quase mandando Pedro meter com mais força na sua buceta, e ela quase mordendo meu pau pude notar que tinha gozado gostoso. Depois parou de chupar meu pau e falou proximo ao meu ouvido.
-Amor estou amando meu presente, ta gostoso, ele mete gostoso igual você.

E me pediu algo que nunca imaginei.
-Amor mete seu pau na minha buceta junto com seu amigo.
-Você quer os dois na sua bucetinha?
-Sim amor os dois no mesmo buraco, mete gostoso vai.

Eu como um bom marido atendi seu pedido, pedi que Pedro se deitasse em baixo dela, minha esposa mesmo que encaixou o pau dele na buceta e eu fui por trás, foi dificil mais conseguimos, la estava minha esposa com dois paus grossos dentro da buceta, quando comecei a fazer os movimentos de vai e vem, minha esposa começou a gemer alto, eu para abafar seus gemidos para não acorda nossa filha, forcei sua cabeça para baixo fazendo os dois se beijarem, e no momento que os dois se beijavam com tesão revolvi que estava na hora de tirar a venda dos olhos dela. Quando tirei a venda ela arregalou os olhos e olhos para trás em minha direção, como não falei nada, ela voltou a beija-lo com mais vontade ainda, depois de mais de uns 10 minutos metendo com os 2 paus na buceta dela, eu tirei meu pau e gozei nas suas costas, e gozei muito, Pedro gozou em seguida, minha esposa eu já tinha perdido as contas de quantas vezes tinha gozado.
Depois que terminamos ficamos os 3 exaltos na cama descançando, mais sem falar nada, só nos olhavamos os 3 um pro outro. Alguns minutos depois minha esposa se levanta e diz que vai tomar outro banho, eu e Pedro nos arrumamos, e ele agradece pela transa e vai embora.
Depois de acompanhar Pedro ate o portão eu volto e entro no banheiro com minha esposa e tomo banho junto com ela, e ela me agradece pela noite.
-Amor gostei muito da noite, e o Pedro é bem mais gostoso que eu poderia imaginar.

Não resisti e comi ela mais uma vez de baixo do chuveiro mesmo, terminamos e fomos dormir cansados…

Espero que tenham gostosa…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,94 de 18 votos)
Loading...

Por ,

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. MUITO BOM CONTO…..
    MUITOS MARIDOS GOSTARIAM DE DAR ESSE PRESENTE PARA AS ESPOSAS.
    EXITANTE

  2. Anônimo

    Conto muito bom, minha mulher precisa aceitar fazer a mesma coisa que este casal.