Mãe pai e filho 2

Autor

Então, contei no conto anterior tinha acabado de chupar o pinto do papai, foi uma sensação estranha mas gostosa, eu era inocente de mais, não conseguia definir sentimentos, quando minha mãe me chamou pra ir dormir com eles, eu fiquei muito feliz, pq tava achando tudo aquilo de ficar pelado e tudo muito Bom, tomei banho, me enxugue, e fui logo pro quarto deles, chegando lá eles já estavam pelados, meu pai lendo um livro e minha no celular, quando chego minha mãe fala, agr meu filhinho tá cheiroso, vem cá dar um beijo na mamãe vem,eu subo na cama beijo na bochecha dela e ela me beija no pescoço, dar varios beijos no pescoço , eu me arrepiei todo, nunca havia sentido aquilo, ela para de beijar e fala, olha amor como nosso bb TÁ gostoso, meu pai da um sorriso pra mim já com o pintão duro e fala, tbm quero beijar esse bb do papai, eu rindo muito feliz com todo aquele carinho meio com vergonha beijo o papai; ele retribui com um beijo na boca, eu fiquei meio sem jeito, pq ele só beijava minha mãe na boca, minha mãe percebendo minha cara fala, filho ele é seu pai, ele pode beijar sua boquinha,só a de nós dois pq somos famílias, aí ela disse, eu tbm posso beijar essa sua boquinha linda, deixa mamãe beijar? Eu balanço a cabeça meio tímido, ela me beija de um forma meio estranha, colocando a língua dentro da minha boca, eu fico sem saber oq tô sentindo, tá GOSTOSO mas estranho, super normal esse sentimento pra uma criança, após o beijo ela olha pro meu pai da um sorriso e fala, já tá duro amor? Ele pega no pinto dele gigante e fica balançando, eu já tava começando a sentir desejo pelo meu pai e minha mãe, os beijos, a chupada que eu dei no pai do papai ajudaram a eu perder a inocência um pouquinho, minha mãe vai pra perto do papai e começa a beijar ele, descendo até o pinto, minha mãe estava completamente tomada pelo momento, começou chupar o papai, até babava, eu segurei meu pintinho e fiquei mexendo, já tava durinho, ver minha mãe chupando o papai foi Bom, mas melhor ainda era eu chupar ele, pra um criança, É como um brinquedo, quanto mais vc brinca maus da vontade, eu falo bem baixinho, mamãe deixa eu chipar tbm, ela diz claro meu bb, vem cá, meu pai beija minha testa e fala, já tava com saudade dessa boquinha rosinha do meu bb no meu Pinto, abaixo a cabeça e começo a chupar; tava meio molhado com baba da mamãe, mas eu nem liguei, chupava com gosto, principalmente a cabeça, que era gigante, eu tava de 4 com a bundinha virada pros pés do papai, minha mãe vem por trás e começa a beijar meus pezinhos, no começo fez casquinha mas depois foi bom, ela lambia a sola do pezinho e falava, que pezinho gostoso meu bb tem, todo rosinha, e não tirava da boca,ela foi subindo até chegar na minha bundinha, ela começou beijar todinha, e falou que cuzinho lindo nosso nenen tem amor, meu pai olha pra ela com um sorriso malicioso e fala , eu quero ver essa bundinha de perto, eu paro de chupar o papai, e ele vem pra trás de mim,os dois ficam olhando pra minha bundinha, eu todo inocente só ficava rindo da situação,minha mãe fala no ouvidinho do meu pai uma coisa que não escutei e depois fala, filho vou fazer uma coisa que vc vai amar, fecha Os olhos, eu obedeço e fecho os olhos, de repente sinto uma língua bem no meu buraquinho, olho pra trás e minha mãe tá chupando minha bundinha toda, a sensação era inexplicável, meu buraquinho piaçava de uma forma absurda, eu nunca tinha sentido aquilo antes, aí eu começo soltar uns gemidos,falando, aí mamãe, aiiin, ela acelera a língua e eu fico loko, minha mãe para um pouquinho e fica chupando devagar so lambendo, aí ela fala, Bb o papai vai colocar o pinto dele aqui tá, mas não vai entrar não, vai ficar só passando tá? Eu digo, tá bom mamãe, meu pai pega o pinto dele e fica passando na minha bundinha, Eu já tava loko, uma crianca pela primeira vez tendi relações sexuais, ela fica insaciável, eu fiquei colocando minha bundinha pra tras como se quisesse o pinto do papai de dentro da minha bundinha , olho pra minha mãe e ela tá sorrindo, olhando pro meu pai, ela fala, eaw amor? Será que entra? Ele fala acho que até entra amor, mas ele é muito novo ainda, vamo esperar, eu ouvindo isso falo, não papai eu quero, coloca seu pinto da minha bundinha, eu viro pra ele e faço uma cara triste, ele fala não filho, não pode agora , eu digo pra ele , vc não quer colocar seu pinto em mim? Minha bunda não é tão gostosa assim? Ele responde, não é isso filho, sua bundinha é perfeita, branquinha,com o buraquinho rosinha, perfeita filho, eu quero muito tirar a virgindade da sua bundinha, quero muito mas agr não dá, minha mãe concorda com ele e fala , seu papai tá certo filho,vc ainda é muito novo, aquilo tudo era um brincadeira pra mim sabe, chupar o papai, dar meu cuzinho pra Ele, uma crianca que queria brincar, minha mãe fala, seu pai pode colocar a língua na sua bundinha bb, o pinto ainda não, eu bravo falo, quero chupar, eles riem e minha mãe fala, não fica bravo filho, um dia papai enfia o pinto dele na sua bundinha, começo a chupar o pinto do papai com raiva, minha mãe veio me beijar; beijou meu pescoço, meus peitinhos, e minha raiva foi passando, meu pai novamente fala a frase" amor vou gozar " eu tiro o pinto da boca e minha mãe fala, quer gozar na bundinha do seu bb quer? Ele concorda e minha mãe me deixa de quatro e meu pai joga um negócio branco na minha bunda, eu pergunto, oq é isso mamãe? Ela responde, é o leite do papai nenen, ela pega uma toalha, me limpa, e diz agr vamo dormir seus safado, eu coloco a cabeça no peito do paosicom a bunda viradapra mamãe é durmo, no próximo conto eu falo como o meu pai comeu meu cuzinho virgem, e gente se o conto tiver um pouquinho loko em algumas partes, é pq eu não lembro de tudo, lembro de metade das coisas que aconteceu, então desculpa qualquer erro, e eu esqueci de falar no primeiro conto, esse conto é real , quis expor pq esse taboo tem que ser quebrado, o incesto é uma coisa fantástica, beijos

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,71 de 21 votos)
Loading...