“Amor To com com vntd de transar com você”

Autor

Oie vim contar oq aconteceu sábado desse fim de semana, como contei no conto anterior eu provoquei o Murillo e ele foi em borá na vontade, então no sábado ele veio aqui, e foi a mesma coisa de sempre, só uma coisa que eu não havia contado minha mãe colocou câmera na minha sala, por conta de algum assalto etc por ela trabalhar, mais aquelas que são luz alguma coisa desse tipo, confesso fiquei um pouco brava mas a câmera só funciona qnd ela está no celular, Ent foi a mesma coisa de sempre almoçamos, e fomos assistir um filme minha irmã estava no quarto desta vez, e meus país em outro, como vocês já sabem sou muito safada então deitamos no sofá ele atrás de mim, então quando fui deitar fiz questão de me posicionar com a bunda em cima do pau dele, eu não me contentei às vezes fiquei mexendo a minha bunda fingindo que eu estava desconfortada, após eu ter feito isso ele colocou as mãos na minha coxa e acariciando até que subiu devagar a mão para minha bunda e começou apertar bem forte eu me virei para ele e começei a dar longos beijos, morder e sussurrar em seu ouvido "gostoso te quero", chupei e beijei o pescoço dele, e virei de costas denovo ele passou a mão por dentro da minha blusa e falou no meu ouvido "amor To com vontade de transar com vc" eu disse "é amor, quer me comer?", "Uhum", sentei por cima dele deitado e comecei a rebolar por cima do shorts dele, ele não resistiu e começou me dedar e eu disse "amor posso te provocar mais?","pode" eu peguei na mão dele e levei ele pra cozinha puxei uma cadeira, olhei pra ele com um olhar de putinha e disse "sem tocar em mim", "haa amor isso é injusto" eu sentei em cima dele e rebolei com gosto, eu sentava olhava pra ele, mordia os lábios, vi que ele estava ficando inquieto e vi a bermuda dele criar volume, então eu disse que se ele quisesse poderia me tocar, pra que eu fui disser isso ele agarrou minha bunda com uma mão com a outra ele foi metendo dois dedos em mim muito rápido eu começei a rebolar e gemer no ouvido dele chupei o pescoço dele e ele me olhava com aquela cara de vilão, me levantei e me posicionei de costas para ele de um jeito que eu conseguisse sentir o pau dele esfregando na minha buceta, isso me deixou molhadinha, mais como eu ainda tinha que ser a putinha dele, mantive meu objetivos que era deixar ele sem controle, então eu começei dançar gostoso, ele apertava minha bunda muito forte que chegava a arder (…)

“Amor To com vntd de transar com você” – part 2

… Após eu ter dançado no colo do Murillo, eu me levantei e fui até a pia beber água, sem eu perceber eu me apoiei de um jeito que a minha bunda ficou muito impinada, eu ouvi o Murillo se levantar da cadeira levei um susto quando ele me agarrou de costas, e meteu o dedo dele com toda força dentro de mim eu conseguia sentir cada movimento, não se contentando com isso ele passou a língua no meu pescoço chupou tão forte que deixou uma enorme mancha na cor vinho, mordeu minha orelha e falou baixinho To louco pra te jogar na cama tirar sua roupa e te comer, e puxou meu cabelo, Haaa eu fiquei molhadinha, ele dava cada tapa na minha bunda que aumentava cada vez mais o meu prazer, cada gemido meu era um pedido de socorro ele estava me fazendo delirar de tanto prazer, quando ele parou voltamos para a sala ele se sentou no sofá e eu ao seu lado, começamos nos beijar denovo e novamente ele me puxou pra cima dele, eu estava com tanta vontade que comecei a rebolar gostoso em cima dele e dar algumas chacoalharas pra ele sentir minha buceta molhadinha ele beijou meu pescoço ergueu minha camisa e chupões meus seios que delicia, a minha irmã não queria deixar agente ficar no quarto Ent quando ela foi tomar banho agente entramos, e ficamos lá. Ele começou a beijar meu pescoço, apertar minha bunda, e não demorou mto até meter o dedo em mim denovo, com fortes movimentos de vai e vem, e girar eles lá dentro, eu começei gemer mais estava mto prazeroso e eu começei a gemer cada vez mais auto então ele colocou a mão na minha boca, eu estada delirando me virei e agarrei um travesseiro e mordi para que ninguém me escutasse, ele falou "tá molhadinha néh" eu tirei o travesseiro da boca e falei "também olha oque vc faz comigo", ele desceu a cabeça e começou a chupar minha buceta eu não resisto quando ele faz isso ainda mais quando ele me olha, aaaain eu mandei ele tirar a calça e vim por cima ele me comeu assim até ele gozar, e como ele sabe que eu amo ele sempre goza dentro Pq eu tomo anticoncepcional e talls, ele deitou e eu comecei a chupar aquele pau delicioso até ele ficar durinho denovo, o Murillo me olhou e disse "vem amor, sentar", "quer que eu sento moh, é?", "Uhum" então eu sentei mais antes que ele pudesse gozar minha irmã bateu na porta, falou que agente ia no parque mais tarde e saiu (…)

“Amor To com vntd de transar com você” – part 3

(…) Nós ficamos no quarto até anoitecer completamente tiramos fotos, zoamos, conversamos e eu estava deitava quando ele ia ir em borá para se arrumar, meu shorts estava um pouco pro lado de um geito que aparecendo minha linda calcinha fio rosa choque, ele puxou meu shorts pro lado pra tampar minha calcinha, e eu puxei denovo deixando a mostra e falei “deixa assim”, então ele foi aproximando os dedos afastou a minha calcinha e me dedou denovo desta vez eu falei que eu ia fechar a porta e falei pra ele me comer de quatro, enquanto ele tirava os sapatos denovo eu fui fechar a porta, quando eu voltei e me deitei de quatro com a cabeça e os seios apoiados no colchão ele puxou meu shorts para o lado posicionou aquele enorme pau na entrada da minha buceta agarrou minha cintura e impurrou com brutalidade, aiiii que delicia sentir aquele pau enorme me penetrando , e assim ele continuou, ele socava dentro de mim com força e quanto mais eu gemia alto, mais ele metia com toda força bem rápido dentro de mim ele continuou até gozar, haa a porra dele escorre dentro de mim tão devagar tão quente que consigo sentir, mais desta vez ele gozou tanto que escorreu até na minha cama, fiquei assadinha mais tudo bem, ele me satisfaz e eu vou treinando ele aos poucos, gente mais uma coisa ele me pediu anal oq fasso já fiz e dói pacas e tem que ter todo o cuidado alguém me ajuda oque digo pra não rejeitar na lata ? Bjão até o próximo conto

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,25 de 4 votos)
Loading...