Reencontro com ex namorada ja casada e suas irmãs

Autor

O ano era 1994 eu na época estava com 14 anos, comecei a namorar com Alcione a mesma idade que eu, loirinha, magrinha, mas bonita, ela tinha 2 irmãs, as gêmeas Andréia e Adriana gêmeas, de 9 anos, ela me chamou pra ir a casa dela falar com o pai dela, eu fui, chegando la o cara falou que deixava, mas tínhamos que namorar em casa, bom tudo bem, começamos a namorar só na casa dela, como eu trabalhava, mas estava com a mão quebrada, fiquei afastado do trabalho, estudávamos a noite, pois a escola era ao lado a nossa casa, eu morava na rua atraz da casa dela, bem perto, então como a mãe dela trabalhava eu ia pra la ao meio dia, pois de manha as irmãs dela estudavam e ela ficava sozinha, então ela disse que eu só poderia ir depois do meio dia, bom tudo bem, aceitei de boa, mas a tarde as irmãs dela ficavam no meu pé, era chato, pois queriam que eu ficasse brincando com elas, ai eu comecei a insistir com Alcione pra eue ir mais cedo assim poderíamos aproveitar mais, ela relutou, eu instisti, até que ela concordou, ai eu ligava pra ela, e ia as 8 horas da manha, ficávamos nos beijando a vontade, eu comecei a colocar ela no meu colo, depois comecei a passar a mão na bunda dela, ela deixando de boa, comecei a enfiar a mão dentro da saia, até que já estava passando a mão fora da calcinha, as coisas forma progredindo e eu comecei a passar a mão dentro da calcinha já pegando bem na buceta, ela respirava fundo, as coisas foram avançando ate que fomos pra cama dela, nos esfregando muito eu comecei a tirar a calcinha dela, coloquei o pau na entrada e fui colocando aos poucos, sem nem nos preocuparmos com gravides, eu meti bem gostoso, ela sentiu um pouco de dor, mas normal pela primeira vez, mas eu gozei gostoso, a tarde eu ficava la com ela, passava a mão escondido das irmãs dela, as vezes nos trancavamso no quarto e transavamos, até que as meninas começaram a notar que eu pegava nas partes intimas de Alcione, ai Andréia falou. Ah vc ta pegando na piriquitinha da Oni né? Alcione falou. Déia, não é só brincadeira dele, Mas Adriana falou, Ah Oni deixa ele brincar com a gente, vai, Alcione falou que não, mas depois falou comigo e se elas falarem pro meu pai, vamos brincar com elas e pedir segredo, eu já chupava a buceta de Alcione, e já estava pensando em chupar a bucetinha das meninas também, mas fui com calma, ai Alcione as chamou e falou, Olha Déia e Dri, vamos brincar com vcs, mas ninguém pode saber ta? Elas. Que legal Oni, ta bom ninguém vai saber, mas como é a brincadeira dele pegar na sua piriquita? Ai eu tive a ideia de eu deitar no chão e pedir pras meninas sentarem na minha cara com a bucetinha, Alcione meio doidona aceitou, ai vendamos as duas, eu deitei no chão, Alcione tirou a calcinha delas, e fez Déia sentar na minha cara, coisa que Alcione fez uma vez no quarto, Déia sentou e eu chupei gostoso a bucetinha dela, ela ficava rindo dizia que fazia cocegas, ai ela levantou, depois veio Dri, sentou na minha cara, guiada por Alcione e eu mandei língua pra dentro, ela também riu muito, ai eu falei com Alcione pra vendar elas de novo e faze-las chupar meu pau, ela falou. Isso não, que nojo, Mas eu insisti, ela acabou concordando e fizemos isso, vendamos as meninas e eu gozei na boca das 2, mas Alcione não queria me chupar de jeito nenhum dizia que tinha nojo, mas as meninas todo dia me chupavam, eu dava cada esporrada gostosa na boca dela, e as chupava direto também, e comia Alcione de todas as formas, menos me chupar ela não fazia, até que um dia as meninas vendadas, eu em pé pau duro, elas chupando meu pau, e uma vizinha achou estranho e entrou de repente, e nos flagrou, eu a Alcione insistimos pra ela não contar nada, mas não teve jeito, ela falou tudo, foi uma briga feia, o pai dela foi em minha casa falou com meus pais, que embora não me bateram mas me falaram um monte, o pai dela prestou queixa, bateu muito em Alcione, foi uma confusão que até meus pais pra não terem mais problemas venderam a casa e nos mudamos pra outro estado, e o tempo passou eu morando no Parana em Curitiba, ja me casei e me separei, mas visto eu sou corretor de imóveis, resolvi voltar a São Paulo depois de tantos anos, pois entrei num empreendimento bem lucrativo, no ramo imobiliário, e consegui um alojamento pela construtora bem perto de onde eu morei na adolescência, resolvi passar no antigo bairro que morei, e reencontrei alguns primos meus que ainda moram la, bem como Alcione, Andréia e Adriana, ja casada com filhos grandes, Alcione ja é até avó, quando nos vimos num mercado ela. Oi tudo bem a quanto tempo. poxa como vc mudou. Eu. Você também mudou muito, esta bem mais linda, Ela. Que isso ja passei pou poucas e boas, meu marido ja foi mebora de casa varias vezes, agora voltamos, mas sabe eu tenho magoas dele, pois ele ja me maguou muito, minha filha teve neném a pouco tempo, sabe sinto falta de nossa adolescência, nem sei como não engravidei de vc. E de fato era verdade, eu tenho filhos, ela também, e nós transavamos sem camisinha, até ja fizemos com ela menstruada, antes e depois, e nunca ela engravidou de mim. ficamos conversando algum tempo, ela me falou da vida dela, eu da minha ,perguntei as irmãs dela, ela disse que Adriana se casou se separou, e agora esta casada com outro, mas não esta bem no casamento, e Ándréia, ta separada do marido, e sozinha, a conversa foi muito boa, pegamos o sap um do outro, ela me mandou mensagem perguntando se eu pensava em me casar, eu disse que não, e papo vai papo vem ,resolvemos nos ver de novo num shopping, na cidade de Santo André, onde ela mora, e onde eu morei na minha adolescência, fomos no shopping ABC, ficamos na praça de alimentação conversando, ai resolvemos tomar uma cerveja, ficamos falando sobre as aventuras eu perguntei sobre o acontecido como foi, ela disse que o pai dela bateu nela, o que a deixou com raiva, ai ela parou de falar com ele, e ele veio a falecer numa acidente de carro, mas ela disse que sentiu muita falta de nossas aventuras, nossas estripulias, ficamos das 14 até as 18 horas conversando ai eu a levei em casa, o marido dela viu a gente chegando e ela disse que chamou o uber pra leva-la, mentira que eu não trabalho com Uber, ai no dia seguinte eu a convideia ir no ap onde eu estava instalado por assim dizer ela foi, e sem muita coisas a dizer começamos a nos beijar, ai fomos pra cama, e transamos gostoso, muito bom, ela ate me chupou dessa vez, ai combinamos mais algumas vezes, mas na próxima vez que ela foi ela levou Adriana, me apresentou ela lembrou de mim, Adriana falou pra Alcione. Você voltou a dar pra ele Oni? Ela falou. Sim meu marido só merece chifre, assim como aquele filha da puta que te deixou, E Adriana falou. É mesmo, ai ficamos na sala conversando, Adriana veio mais perto sentou no meu colo e eu ja fui com a mão na buceta, acabei comendo ela também na frente de Alcione, que falou. Ah como era bom nossa adolescência, E Adriana falou vamos chamar Déia também, o marido dela também merece ser corneado, mas Andréia não aceitou, disse que o marido estava mudando, eles estava estudando a Bíblia e não fariam mais coisas erradas, e eu fiquei de janeiro desse ano até junho comendo as duas, mas agora tive que voltar a Curitiba onde ja entrei num empreendimento que vai demorar um pouco, é isso, espero que gostem

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,74 de 19 votos)
Loading...