Meus pais e irmãos achavam que eu era gay

10-07-18 Por 3 ★ 3.08

Eu sou o caçula de uma família grande, meus pais, 4 irmãos homens, e 4 mulheres, como dizem eu sou a raspa do tacho, tenho 16 anos, eu sempre fui tímido, fechado, não fazia amizades, procurava evitar semrpe contato com outras pessoas, gostava de andar de bicicleta sozinho, na escola eu ficava sempre lendo o tempo todo, não gosto de jogar bola, sempre gostei de computador, a aprender as coisas sempre lendo, os professores falaram com meu pai pra eles me levarem a um psicólogo, isso aos 10 anos de idade, ai me levaram num psicólogo barbudo, que me fazia perguntas nojenta, sobre se eu já tinha beijado menino, eu aos 10 anos me irritei e não quis mais passar la, meus pais tentavam me obrigar, mas eu acabava saindo e não queria, crianças iam a minha casa pra brincar, mas eu só ficava trancado no quarto, e quando saia não queria a companhia de ninguém, meus irmãos tiravam sarro, meus pais me batiam, e assim o tempo foi passando eu revoltado com todos, mas a 1 anos e meio as coisas mudaram, chegou uma professora chamada Nicole, de matemática e inglês, ela fazia a classe ficar calada, devido o estilo macho, vóz grossa, embora maquiada vestida de mulher normal, mas o estilo e a atitude de homem, eu devido os alongamentos que eu mesmo fazia dentro de meu quarto era alto, e devido os exercícios e a alimentação, eu era meio musculoso, o que gerava tiração de sarro dos alunos e dos meus irmãos, mas a professora foi excelente, pois com ela ninguém mexia comigo, e era possível estudar tranquilamente, tudo o que eu queria, mas em casa as coisas estavam cada vez piores, e nas outras aulas também, até que a professora me chamou em particular e conversou comigo, sobre o porque todos me suavam, e eu não fazia nada, embora anos antes eu dei uma paulada num aluno e quebrei o braço dele devido a tiração de sarro o que me deu muito problemas, mas a professora me perguntou diretamente, Você tem vontade de namorar um menina, beijar, vc se masturba? Quando ela perguntou isso eu fiquei verde, mas respondi a verdade era viciado em punheta, mas nunca nem brinquei com menina, mas tinha muita vontade, ela me deixou a vontade pra falar palavrão ao contar as coisas, e eu falei que ficava na internet vendo filme pornô, ela falou. Então vc gosta de mulher e não de meninos como dizem? Eu falei. Claro que sim professora, é que não sei como falar, sou feio, desajeitado, mas queria ao menos ser normal igual os meninos, Ela me elogiou, disse que eu era melhor do que qualquer um deles, além do mais ela me viu certa vez em frente a minha casa eu tocando violão, embora eu cantava bem baixo, devido a vergonha, mas toco de ouvido, e aprendi assistindo tocadores famosos, pela internet, bom mas voltando ao assunto, ela me disse que ela gostava de mulher, e morava com uma, a qual mostou a foto da companheira dela. e a moça estava pelada, eu fiquei excitado na hora, e ela notou, ai ela me convidou pra ir conhecer a companheira dela, eu sai de bicicleta e fui no endereço que ela informou, cheguei la, a professora me convidou a entrar, eu entrei na casa, e vi a companheira dela de sutiã e saia curta, que mulher gostosa e linda, a professora também bonita e gostosa, mas Silvia era a mulher, a professora falou pra Silvia ficar conversando comigo e disse que ia comprar uns lanches pra nós, enquanto isso Silvia falou. É rapaz Sandra (no caso a professora) me falou o que vc tem passado, na escola, e na sua casa, é horrível mesmo, eu já passei por isso, mas o bom é que vc gosta de mulher, só não sabe como mostrar isso. Eu falei que era tímido e sem jeito, mas ela notando que eu não tirava o olho das coxas dela, ela sentava deixando a calcinha aparecer, e eu já sem me aguentar, e ela falou é vejo que gosta mesmo, eu com a almofada escondendo ela puxa a almofada e segura no meu pau, por fora da roupa, eu tremi na hora, mas foi bom, ai ela começou a me punhetar por fora da roupa ,eu calado, e ela mexendo bem gostoso, ai ela fala pra eu levantar, eu sem jeito, levanto, ela abaixa a bermuda, pega meu pau e começa a chupar, gente foi a coisa mais gostosa que me aconteceu, não demorou e eu gozei muito, ela lambeu e tomou toda a minha porra, eu até sentei no chão, a professora chegou eu escondi o pau, mas Silvia falou, Sandra quer ver, embora ela não goste, mas pode deixar a mostra, Silvia falou com Sandra. Eu o chupei ele ejaculou na minha boca, o que vc acha? Sandra falou. Isso mostra que ele é feito eu, gosta de buceta. Eu ali meio que sem entender, pois só fui la conhecer Silvia, pois a professora disse que ela tem umas dicas boas pra eu me dar bem com mulheres, ou meninas afinal estava com 14 anos, mas ai ela me mandou deitar no tapete, eu sem jeito, deitei, fiquei de lado, mas ela falou, Não é com a barriga pra cima, Eu fiquei, e ela tirou a calcinha e falou pra eu chupa-la enfiar a língua o máximo, e sentou na minha cara com a buceta raspada, eu empurrei a língua, chupei bem, ela me falando pra eu lamber ali, passar mais forte, mas fraco, enfim eu fui fazendo como ela pedia, e ela gemendo alto, e eu senti muito melado descendo em minha boca, até que ela parou pois tinha gozado, eu levantei com a cara toda aranhada, não acreditando no estava acontecendo achando que estava sonhando, mas tudo era real, ai sentei no sofá, pedi pra ir ao benheiro mijei, lavei o rosto, calcinhas usadas no box, eu cheirei, ai sai e elas se beijando, ai perguntaram se eu gostei, eu disse que foi a coisa mais maravilhosa do mundo, elas falaram que então estávamos acertados, eu só precisava fazer algumas coisas pra elas, eu fiquei com receio pois sabia que teria que ser algo difícil ou perigoso, ai a professora falou. Nós conhecemos o seu irmão, Marcon, ele e a mulher dele Ana, aprontaram com Silvia fazendo ela ser demitida por justa causa da empresa que eles trabalham, e nós até passamos necessidades, isso foi horrível pra nós, mas agora vc pode nos ajudar. Eu me lembrei que meu irmão mais velho Marcon que também é o que mais implica comigo, certa vez ele a minha cunhada Ana tiveram mesmo problemas com lésbicas, que segundo eles estava roubando na empresa, e deduraram a mulher que foi demitida e humilhada, eu logo me lembrei, na época colocaram a foto da mulher no jornal da cidade, e ela era humilhada nas ruas, mas Silvia fez uma mudança no visual e nem lembrava mulher que foi humilhada, eu fiquei com receio de fazer o que me propunham, no caso eu convencer ou fazer Ana tomar algum sedativo e leva-la na casa delas onde elas iriam estuprar Ana, e tirar algumas fotos dela, pelada e colar com a foto de um cara, eles transando e espalhar pela cidade e na empresa pro colegas do meu irmão todos verem, eu a principio recusei, mas Silvia veio novamente, eu sentado no sofá ela sem calcinha sentou de frente comigo e eu fui encaixando meu pau na buceta dela, e chupando os seios dela, gozei bem rápido, e elas falaram, Bom nós queremos comer sua cunhada, e vc pode participar também, ela estava cedada, e vc depois ficara sendo nosso amigo poderá vir aki pra transarmos quando quiser, Eu aceitei na hora, ai combinamos varias coisas que não davam certo, arrumaram uma droga la, e mandaram eu colocar na bebida dela, outra era um bala, pediram pra eu dar a bala a ela, mas dar um jeito de ser em um lugar isolado, onde elas possam ir e pega-la. eu mesmo com medo aceitei, e ficamos nos dias seguintes procurando oportunidades, eu com os contatos delas, eu ia la quase todos os dias e chupava Silvia, que também me chupava, eu metia nela gozava muito, só na professora que não, pois ela gostava só de mulher, mas Silvia era bi, como meu irmão e minha morava no quintal, teve um dia que Ana não tinha ido trabalhar, pois estava com dores na mão devido tendinite, ai eu liguei pra Silvia, naquele dia eu tinha faltado na aula, e avisei que ela estava la, e como eles não costumavam fazer comida na hora do almoço estava só eu e Ana, minha mãe saiu e deixou tudo pronto, ai na hora do almoço ela foi la, eu aproveitei a coloquei o pó no suco, ela comeu tomou o suco, começou a se sentir mal, e sentou na cadeira, ai apagou, eu lavei a jarra de suco, liguei pra Silvia que fui la bem rápido, eu abri a garagem ela entrou com o carro colocamos Ana dentro e saíram eu fiquei terminando de almoçar e depois levei a louça, estava tremendo de medo, mas ai fui mais tarde la, Ana estava na cama delas, sem roupas, o seios todos marcados, as coxas também, todas chupadas, eu não tive coragem, elas me deram camisinha, mas eu nem com Silvia tive vontade, elas tiraram varias fotos, ai eu já quase chorando, e Silvia viu e falou. Sei que vc esta achando um absurdo isso, mas olha eles foram os que roubaram dinheiro na empresa, e me acusaram, eeu não tive como provar, eu fui até processada, tive que pagar com a casa que tínhamos pra eu não ir presa, hj moramos de aluguel, Eu entendi, e de fato meu irmão e minha cunhada compraram carro zero, no caso uma S10 zerada, sendo que no máximo antes o que podia comprar era um Gol usado, ou uma Parati velha, mas uma S10 era muito dinheiro, eu entendi, mas não quis comer minha cunhada, ai elas deram mais coisas pra ela continuar dormindo, e planejaram outra vingança, visto quem meu irmão não tinha seguro no momento, pegamos Ana e elas a deixaram perto de casa, ela tonta, eu fingi que a encontrei e a levei pra casa, e Silvia me convenceu a tocar fogo no carro do meu irmão, cheguei com minha cunhada, todos perguntaram o que aconteceu, eu falei. Ah eu estava chegando de bicicleta e a vi sentada no banco fui perguntar o que foi ela começou a falar coisa com coisa, e eu a trouxe pra casa, todos começaram acuidar dela, Silvia e Sandra deram bebida alcolica pra ela, todos pensaram que ela bebeu, e fui quando meu irmão chegou, ele deixou o carro na calçada, eu aproveitei que eles estavam la vendo o que aconteceu e acendi uma vela, escondido e coloquei bem no banco do passageiro, pois meu irmão era tao exibido que deixava o carro com o som ligado, tudo pra se mostrar, mas eu fui escondido e coloquei a vela la, depois acendi um tuncho de papelão e coloquei debaixo do motor, o fogo se alastrou rápido, começamos a ouvir estouros, e quando saímos o carro estava em chamas, chamaram os bombeiros,tentarma apagar todos ficaram de longe tentando apagar mais nada adiantava, quando os bombeiros chegou o fogo já tinha tomado conta, além do mais tinha material inflamável no portas malas que estouraram e até abalaram o muro da minha casa, a S10 queimou toda, nada se aproveitou, meu irmão ficou furioso, no dia seguinte eu fui a casa de Silvia e Sandra que ficaram super contentes, e prometeram me ajudarem a mudar a visão que tinham sobre mim, ai foram colocando as fotos de Ana nos lugarem a montagem que fizeram, com vários caras, nem Ana sabia explicar, mas os colegas do meu irmão começaram a zuar ele, ele brigou com Ana, a mandou embora de casa, ela voltou pra casa dos pais, e todos falavam do meu irmão corno, Ana acabou depois pedindo demissão da empresa e entregou meu irmão dizendo que foi ele quem roubou o dinheiro, ele foi demitido por justa causa, só não foi preso pois o patrão dele certa vez caiu de uma plataforma e meu irmão o socorrei e salvou a vida dele, e chamaram Silvia de volta, depois de alguns anos do acontecido, a indenizaram, limparam o nome dela na policia, eu passei a ir la sempre pra come-la, e ela ajeitou uma amiga dela pra mim, a qual eu comecei a namorar, e já estou comendo, a apresentei a meus pais, os alunos na escola ,pararam de me zuar, e eu me tornei mais falante, mais comunicativo, uma pessoas melhor, e ainda continuei comendo Silvia, hj já fica mais difícil devido a correria da vida dela, e Ana hj vivi com uma mulher, bom é isso. espero que gostem desculpem os erros, os nomes na realidade eu coloquei ao contrario, pois alguém sei la, poderia identificar, mas é isso.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,08 de 12 votos)

Por

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. John Deere,Matador de Veados

    Ah tá,então você é o gostoso,o veado belo,o famoso Vitão(viado bonitão),sei,sei…
    Não adianta,feio ou belo,continua sendo veado,e sendo veado,é meu dever dar fim de você e sua veadagem
    Cuidado Vitão,estou pelas ruas e se cruzo com você,vai ver que coisa linda vai ficar!

  2. mr

    Suzanne Richtofen usou das mesmas artimanhas pra convencer os irmãos cravinhos,homem é tudo trouxa mesmo.

  3. Lobo71

    Conto chato não consegui chegar nem a metade.